terça-feira, 31 de janeiro de 2012

A Preferência

  “O seu cadáver não permanecerá no madeiro, mas certamente o enterrarás no mesmo dia; porquanto o pendurado é maldito de Deus; assim não contaminarás a tua terra, que o SENHOR teu Deus te dá em herança.” Dt. 21:23. A disposição final do corpo não é questão de indiferença, mesmo que alguns ministros têm a pretensão de dizer que realmente o que é feito com o corpo depois da morte não faz nenhuma diferença. Mas Deus tem preferência. É problema de Deus. Ele ordenou que o corpo fosse enterrado, e a ordem para enterrar torna a cremação totalmente inaceitável em Sua visão.”  [Palavra Prudente]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ 
  Lembro de ter escrito um texto que chamei de “Salvação do Corpo”. 
 Me parece que os religiosos não acreditam que exista um espirito, na verdade são mais materialistas que o mais cientifico dos ateus.
  Um corpo se decompõe em 2 anos restando ossos, dentes e cabelos, será que a ressurreição ocorre a partir destas sobras?
  Diante da falta de lógica da proposta dizem que é uma “preferência” de Deus.
  Se um bom cristão morrer incendiado não ressuscitará? Ah! Mas aí foi um acidente.
 Acontece que para Deus não há “acidentes” ele já sabe tudo então a morte do cristão foi uma “preferência” de Deus? Ou cristãos “verdadeiros” não morrem em incêndios?
===========================
  Sou a favor da cremação, quero ser cremado porque acho bem mais pratico e lógico, é só mais uma opção, desta forma respeito também quem quer ser enterrado.
  Cuido bem do meu corpo, meu companheiro de longa jornada, mas quando acabar…acabou.
  Se sobrar algum órgão saudável que ele leve saúde para algum necessitado.
 O que sobrar pode ser transformado até em estrume, tanta gente já me chamou de mer## mesmo, devo ter sido predestinado…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
  “Tanto os pagãos Gregos quanto os Romanos praticavam a cremação, mas devem seguir os cristãos a prática do paganismo ou os ensinos da inspirada Escritura?”
  "Decifra-me ou te Devoro!



anterior                       <>                                próximo


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Pegou

  "Há péssimas qualidades que fazem grandes talentos."  [Rochefoucauld]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
   Os prazeres são muitos e por conseqüência os gostos são variados.
   Há pessoas que curtem colecionar miniaturas e outras que gostam de escalar grandes montanhas.
  Eu não entendo pagar pelo prazer de uma pessoa se isto não me trouxer prazer também a não ser que seja uma pessoa da família ou colega próximo muito querido.
  Tipo, um colega pede que você lhe pague um salgado e você mesmo o chamando de folgado paga porque sua companhia é agradável, vale ao menos um salgado...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
  Ou um carente lhe pede algo que comer e você em solidariedade lhe ajuda, afinal esta faltando para ele e para você uns trocados não irá fazer grande diferença.
  O cidadão tem prazer em lutar o “Vale Tudo” e por sorte dele muitos indivíduos gostam de vê-lo lutando, oras, juntou a fome com a vontade de comer.
  O cidadão vai vivenciar o seu prazer enfrentando grandes lutadores e até pode ficar rico fazendo isto e proporcionando prazer ao publico que pagará para assisti-lo

  Logo, ter um corpo resistente para luta é uma qualidade que pode formar grandes talentos na arte de brigar que a grosso modo seria uma péssima “qualidade”, gostar de bater nos outros.

  Transportando isto para o mundo dos negócios, você pode ser uma pessoa muito simpática, sempre disposta a ajudar, se mantém serena mesmo sendo ofendida acontece que você é assim apenas com a chefia.
  Não que isto seja um grande problema, ser puxa saco pode fazer você pertencer a uma panelinha e isto lhe render boas promoções. 
  Não ligue para o que os outros falam de você, se este é seu talento use-o como achar melhor.
  Por outro lado você pode ser muito sensível, se importa enormemente com as pessoas, nem consegue separar satisfatoriamente o profissional do pessoal, não gosta de magoar as pessoas, oras, você é como dizem um grande ser humano. 
  Acontece que é muito difícil ser um chefe eficiente com tal comportamento.

  Não raro, aquele chefe insensível que tem até um certo prazer em humilhar o subalterno é bem visto pelo patrão, ainda mais nas organizações em que a alta competitividade é estimulada.

  Já vi casos do patrão ser um “amor de pessoa” e manter aquele chefe frio e calculista justamente para servir-lhe de escudo, ele mesmo não consegue ser tão objetivo com os empregados lhe trazendo grandes transtornos.
  Bom, tudo isto para falar mais uma vez que na vida não há formulas magicas.
  Para conquistar o amor de uma mulher, ocupar um bom cargo na empresa, alcançar sucesso como artista ou outra atividade qualquer por vezes algo considerado “feio” se torna uma qualidade poderosa , para o bem ou para o mal.
  Vejam o caso daquele cantor Teló, quando ele iria imaginar que uma musica despretensiosa iria fazer sucesso até na Europa como uma nova Macarena?
  Tá certo, provavelmente é um sucesso passageiro, uma onda de verão, mas com certeza deu para forrar o bolso e viver bons momentos, para que esperar mais da vida?
  Espero que suas qualidades e até mesmo seus defeitos lhe proporcionem ótimos momentos na vida e que principalmente o “monstro” não seja dominante em você.
  Os brutos também amam, isto é algo muito bonito para cultivar, algo muito bom para acreditar, algo lógico a defender.
  Lutar pelo seus espaço, pelo seu prazer, é defensável, destruir vidas por puro prazer é lamentável.
  Sem contar que acuadas as pessoas irão querer te destruir também, você não será páreo para tantas mentes descontentes, então as coisas tem um limite aceitável, não ultrapasse o seu.






anterior                       <>                                próximo


domingo, 29 de janeiro de 2012

Arte Suja

  “Tem verba federal para cultura afro, para a música sertaneja e até para o Funk. Por que não para a música gospel? — disse Marco Feliciano.   [O Globo]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Os prazeres são muitos e por conseqüência os gostos são variados.
  Há pessoas que curtem colecionar miniaturas e outras que gostam de escalar grandes montanhas.

  Eu não entendo pagar pelo prazer de outra pessoa se isto não me trouxer prazer também a não ser que seja uma pessoa da família ou colega próximo muito querido.

  Tipo, um colega pede que você lhe pague um salgado e você mesmo o chamando de folgado paga porque sua companhia é agradável, vale ao menos um salgado...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
  Ou um carente lhe pede algo que comer e você em solidariedade lhe ajuda, afinal esta faltando para ele e para você uns trocados não irão fazer grande diferença.
  O cidadão tem prazer em lutar o “Vale Tudo” e por sorte dele muitos indivíduos gostam de vê-lo lutando, oras, juntou a fome com a vontade de comer.
  O cidadão vai vivenciar o seu prazer enfrentando grandes lutadores e até pode ficar rico fazendo isto e proporcionando prazer ao publico que pagará para assisti-lo.

  Fica complicado quando o Governo me obriga a pagar pelo prazer de outro indivíduo.
  Se ele deu azar e seu prazer não é VENDÁVEL o que eu tenho a ver com isto?

  Um de meus prazeres é escrever e o que escrevo não é vendável, azar o meu, porque o restante da sociedade tem que pagar ou subsidiar meu prazer?
  As pessoas que produzem musica gospel, samba, hip hop acreditam que estão fazendo um grande favor para mim!!!
  Oras, se eu gosto da musica eu pago para ouvir, pago para ir aos shows, se eu não acho tão bom a ponto de aceitar pagar porque o Estado quer me obrigar a fazer isto? Com que direito?
  Se você gosta de alguma coisa e ela não é vendável FAÇA POR PRAZER ou deixe de fazer, não me venha com esta historinha de que sua “arte” não deve morrer ou precisa de auxilio.
  Porque tudo pode ser considerado “arte” desta maneira tão abrangente como a sociedade Freudiana aborda o assunto, vamos a um exemplo sexual, todos gostam de exemplos sexuais, ficam meio chateados quando eu uso carros...HAHAHAHAHAHAHAHAHAH! [seus pervertidos]
============================
  Uma das profissões mais antigas do mundo é a prostituição então por sua antigüidade podemos chamar de arte, saber fazer um sexo gostoso é uma arte.
  Você mulher quer unir o útero ao agradável e ganhar um dinheirinho com isto, mas você nasceu um tribufuzinho...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!
  Nenhum companheiro homem quer pagar pela sua "produção artística", mas acontece que você gosta muito da sua arte, nasceu com fogo na bacurinha, então vem o Estado e através de uma “lei da cultura” obriga o companheiro homem a te dar assistência e ainda toda sociedade paga através de impostos pela sua arte!!!!!! Que cara...de pau!
  Sei que a vida não é justa, mas bota injusta nisto.
  Jesus disse: “Daí a Cezar o que é de Cezar.”
  Agora esta turma da musica Gospel querem que Cezar as subsidie, acontece que Cezar não tem dinheiro o dinheiro é do povo pagador de impostos.
  Eu não tenho nada contra a musica gospel, até gosto de algumas, minha família é grande consumidora deste produto.
  No meu caso eu não gosto tanto a ponto de querer me obrigar a pagar mesmo que eu não goste da faixa, mas tenho que pagar simplesmente por ela ser gospel, hip hop ou samba.
  No caso da musica gospel fica ainda mais estranho porque eles dizem que pedindo a Deus com Fé tudo ele lhes concede.
  Caraca a Fé deles não é o bastante então querem mamar nos cofres públicos!?
  Dá até saudades daqueles idiotas que não queriam “sujar” sua arte com dinheiro, pelo menos eram inofensivos.
    É irônico isso.
  Eu sou obrigado a ser idiota e pagar pelo que não gosto é como se a arte sujasse meu dinheiro...
Agora a conta vai ficar com a Sociedade!!!



anterior                       <>                                próximo

sábado, 28 de janeiro de 2012

Ressentimentos

  “Para quem não sabe, O custo mensal de cada preso no sistema penitenciário federal é quatro vezes maior do que de um detento em penitenciária estadual. Segundo o Departamento Penitenciário Nacional, o país gasta R$ 4,8 mil por detento no sistema de segurança máxima, enquanto que a média no país é de R$ 1,2 mil. Então aonde o país que chegar com isto? A gente está lutando sol a sol, dia á dia para adquirir o nosso pão, para receber no máximo R$ 800,00 livres por mês, e quando pagamos nossos deveres só nos restam máximo 30% do montante livre, então me vem o governo dizer que o levantamento e balanço final para cada preso nestas penitenciárias giram em torno deste absurdo valor? Porque não gasta todo este dinheiro com a população! Nem precisa ser tudo, somente a metade já daria para fazer muitas obras e ajudar muitas famílias carentes.”
-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~~-~-~-




RESSENTIMENTOS


UMA HORA CONSEGUE.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Delegacia da Mulher

   "Eu questiono até a lei Maria da Penha, as mulheres não são minoria, sua condição não causa alguma debilidade mental ou física".

  Não entendo porque mantemos delegacias especializadas para o atendimento as mulheres.
  O único crime que elas estão mais sujeitas que o homem é o de estupro, não vejo porque criar toda uma estrutura física para tratar exclusivamente de estupros.
  Este poderia ser um departamento dentro das delegacias gerais já existentes.
  Eu até digo as pessoas que esta cada vez mais difícil ser um cidadão hétero e honesto, não sei porque homens héteros estão desenvolvendo este complexo de culpa com relação ao restante dos indivíduos como se fossemos a escoria da sociedade ou devêssemos "historicamente" algo a eles [supostas minorias], vamos para este plano de pensamento.


1) A mulher é o sexo frágil?
  Hoje tudo é apertar botão, uma mulher consegue dirigir uma poderosa carreta sem muito esforço.
  Qualquer garota com 10 anos se ensinada consegue atirar com um revolver.


2) A mulher é burra? Menos inteligente que o homem?
  O homem estatisticamente parece ter uma mente mais matemática, mais cientifica, mas a inteligência é bem mais abrangente que isso, não se limita a capacidade de fazer cálculos, para isto temos poderosos computadores.


3) A mulher tem debilidade física?
  Em programas como "No Limite" fica claro que o corpo da mulher em muitas coisas é até mais resistente que do homem.



  Tá, todo mundo deve estar pensando na violência doméstica.
  Já conversei com muita gente, não encontrei nenhuma mulher que sofresse violência no casamento que já não sofresse violência no namoro a não ser no caso daqueles casais que se casaram em menos de 4 meses como se o mundo fosse acabar a semana que vem e neste caso não dá para dizer que a mulher não foi conivente com a falta de juízo do homem.
  Como diria Nelson Rodrigues, muitas mulheres gostam de apanhar, não se trata de debilidade física ou mental, é um prazer para elas.["não escolhemos o que sentir"]


  Elas se apaixonam por caras que gostam de bater, não entendo porque a sociedade deve manter delegacias para atender prazeres particulares!!!


  Como no caso dos drogados que ás vezes percebem que o vicio esta sendo altamente destrutivo, chega uma hora que o prazer não esta compensando a dor, a violência fica alem do que a mulher esta disposta a suportar e ela quer dar um basta...tudo bem!
  A agressão física é prevista em nosso código penal e protege preto, branco, índio, gay, idoso, estrangeiro e vocês podem não acreditar, mas protegem mulheres também.


  Eu entendo que as mulheres são maioria, pagam impostos e puxam a sardinha para seu lado querendo benefícios especiais como delegacias exclusivas.

  

  Por isso este texto não é direcionado ao homem ou a mulher, mas a você SOCIEDADE com indivíduos de ambos os sexos, de todas religiões e bandeiras ideológicas.
  Há homens masoquistas, mas eles são uma parcela menor da população de homens, o mesmo acontece com as mulheres, poucas gostam ou admitem ser espancadas.


  Logo, a maior parte da sociedade não é MASOQUISTA.


  Nós cidadãos mantemos com o dinheiro dos impostos uma estrutura policial para atender apenas mulheres masoquistas, nem o cidadão homem masoquista é atendido, é uma aberração lógica.
  Se a mulher se sente melhor sendo atendida por mulheres...tudo bem!


  Podemos manter ao menos uma delegada em cada delegacia, mas gastarmos dinheiro com uma estrutura física exclusiva para masoquistas mulheres é uma agressão ao bom senso.


     Época: Você considera a sociedade brasileira hoje machista?

  Letícia Lima : "Com certeza. Mas a diferença hoje é que o espaço para qualquer mulher existe de verdade. E, infelizmente, criticar o machismo da sociedade ainda parece ser a melhor desculpa para várias delas."

* O vídeo foi tirado do ar, mas a entrevista ilustra bem este texto. Certas coisas são proibidas de ser ditas por irem contra a unanimidade Freudiana, lamentável...

http://feminismo.org.br/amanda-a-nova-e-polemica-amelia/







anterior                       <>                                próximo

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Chuck

  "Cada qual considera claras as idéias que estão no mesmo grau de confusão que as suas."  [Proust]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
ARQUIVO 27/11/2010:

  Em uma palestra espirita certa vez ouvi algo que me pareceu bizarro, me esforcei para não rir, gargalhar mesmo.
  O palestrante disse que o aborto não deveria ser praticado, pois o espirito do feto passaria a obsidiar a mulher que lhe tirou a oportunidade de uma nova
reencarnação…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
  Tudo bem o cara ser contra o aborto, mas a argumentação é hilária.
  Eu fiquei imaginando aquele "fétinho" perseguindo a mulher e azarando sua vida, como aquele boneco assassino [Chuck].


=================================
  Um colega com o qual depois comentei o assunto me disse [com toda etiqueta] que eu era um ignorante mesmo: "O feto pode ser um espirito adulto mais velho que você."
  Daí que eu ri na cara dele: Velho pode até ser, mas adulto duvido muito.


   Pensem um pouco: Eu William vou encarnar, esta tudo preparado, mas a mulher que seria minha futura mãe não me quer e corta meu barato, o que seria melhor eu fazer?


  Ficar atormentando a mulher ou ir atrás de uma mãe boa e carinhosa que estivesse ansiosa por minha chegada?
  Para um antigo colega Ésio toda esta CONFUSÃO é bem clara, ele me mandaria estudar mais a Doutrina Espirita.
   Eu já estudei, mas é tudo tão confuso…maldito Proust, a culpa é dele…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!


PS: Você mulher que abortou ou pensa em abortar, fique esperta, durme de olhos bem abertos e feche as pernas, a vingança será marligrina…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!



anterior                       <>                                próximo





quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Sonho de Verão

"Um homem de 27 anos, que havia sido atingido com uma tesoura em Jurerê Internacional, uma das praias mais badaladas de Florianópolis, durante uma tentativa de assalto, morreu na manhã desta segunda-feira. Dijone Deschamps tinha sido ferido na madrugada de domingo, quando, de acordo com a polícia, foi abordado por Adriano Mateus, 29 anos, que anunciou o assalto.
De acordo com as informações divulgadas pela Polícia Civil, o jovem havia participado de uma festa no Café de La Musique, um dos beach clubs mais freqüentados do bairro. Deschamps teria reagido e foi atingido por uma tesourada no pescoço. Ele chegou a ser levado a um hospital da cidade, mas morreu 24 horas depois.
O autor do crime, segundo a polícia, um tatuador que mora há duas semanas em Santa Catarina, foi preso logo depois na praia de Jurerê Internacional. Em depoimento ao delegado Eduardo Mattos, ele alegou estar embriagado no momento do assalto." [Terra]

 
http://pt-br.facebook.com/people/Dijone-Deschamps/512671336



http://filosofiamatematica.blog.terra.com.br/2010/11/27/sonho-de-verao/

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Amor e Ciúmes

  "O ciúme nasce sempre com o amor, mas nem sempre morre com ele." [Rochefoucauld]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Se o ciúme sobrevive ao amor podemos caminhar pela brecha em que eles são sentimentos independentes, vamos tentar isso.
  Geralmente a primeira pessoa da qual sentimos ciúmes é da nossa mãe, é difícil encontrar um bebê que não chore ao ver que sua mãe esta com outra criança no colo.
  Logo, podemos admitir que o ciúme é um sentimento anterior ao amor romântico.
Respire fundo, talvez não irá gostar do que irá ler.


  Quando você é bebê por muito tempo se torna o "centro das atenções" de sua mãe, não é que você a ama, o amor mãe e filho não esta programado geneticamente, você a tem como sua propriedade.


  Hã, você não acredita?
  Se você pegar qualquer bebê ao sair da maternidade e entregá-lo a qualquer mulher que cuide dele, este amor "filial" surgirá naturalmente, ele nem lembrará ou questionara que um dia esteve na barriga de outra mulher. 

  Ora, como você será o centro das atenções desta outra mulher fica claro que é muito difícil definir até onde vai o amor e onde começa o sentimento de posse.
  Filosoficamente não termos desejo sexual por nossa mãe ou nossas irmãs é uma construção mental, algo que a humanidade chegou a conclusão que é melhor para ela.


===========================
  Mais uma vez OBSERVAMOS que somos mais que genes, porque se somos apenas transportes para os "sábios" genes como pregam tantos cientistas teríamos uma repulsão natural por parceiros sexuais que não nos garantissem uma boa prole, uma boa continuidade de nossos genes.
  Este procedimento de repelir sexualmente parentes próximos não surgiu ao acaso ele foi fruto de muita observação.
  Muitos povos não viam problema nenhum na união de parentes próximos, acreditavam que era até melhor para preservar a "pureza sanguínea"  ainda mais se tratando de nobres.
  Acontece que alguns povos mais espertos notaram que a quantidade de crianças com deformidades aumentava muito quanto mais próximo fosse o grau de parentesco.


  Depois de algum tempo até o casamento entre primos era indesejado, como não tinham uma explicação cientifica para as deformidades, levantaram a hipótese que os deuses não abençoam este tipo de relação, então o casamento entre parentes virou PECADO.


  Meus irmãozinhos gregos exploraram muito bem este assunto na historia de Édipo e Jocasta. 

  Sem saberem que eram mãe e filho se apaixonaram romanticamente.

  Então Filosoficamente podemos dizer que o ciúme nasce do "sentimento de posse" e não do amor seja ele de qual tipo for.


  Tem gente que tem ciúmes até dos amigos.
  Quando elas falam "meu amigo" é MEU amigo mesmo, o individuo tem que ser o centro das atenções desta amizade e qualquer outro que se aproximar a principio não será bem recebido.
  Aqui no Abismo o egoísmo é uma virtude que nos ajuda a cuidar e correr atrás de nossos interesses, mas aí fora o egoísmo enlouquece de varias maneiras, pode virar ganância, falta de consciência social...CIÚMES.


  "Jocasta, diante do ocorrido, enforca-se em seu quarto. Édipo ao ver tal cena se cega como meio de punição por ter consumado matrimônio com sua mãe e matado seu pai." [wikipédia]



"Segundo o delegado, familiares afirmaram que não havia nenhum tipo de relacionamento entre a vítima e o ex-namorado da suspeita, e ressaltaram que os dois eram muito amigos."  [G1]



anterior                       <>                                próximo

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Sobre o Ciúmes

"Segundo o delegado, familiares afirmaram que não havia nenhum tipo de relacionamento entre a vítima e o ex-namorado da suspeita, e ressaltaram que os dois eram muito amigos."  [G1]

 $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
http://filosofiamatematica.blog.terra.com.br/2010/11/27/sobre-o-ciume/


http://g1.globo.com/bahia/noticia/2012/01/mulher-mata-sobrinha-por-ciumes-de-ex-namorado-na-bahia-diz-delegado.html

domingo, 22 de janeiro de 2012

Grande Mal

  "Há pessoas más que seriam menos perigosas se não tivessem nenhuma bondade."   [Rochefoucauld]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  As pessoas nem se dão conta, não entendo a capacidade de serem generosas com alguns ao mesmo tempo que são sovinas com outros em situações muito semelhantes.
  Até com filhos é assim, nestas famílias numerosas o pai ou a mãe são tão tolerantes com um filho, são até meio bobos, enquanto com outros são mais rigorosos.
  Na Empresa uma funcionaria pode achar o chefe maravilhoso porque ele realmente é muito legal com ela [não estou falando de relacionamento amoroso ou sexual] enquanto que para a maioria é um cara desagradável.
  Isso pode até criar um ambiente hostil para funcionaria, qualquer promoção que ela consiga, mesmo que seja por mérito, sempre será colocado em duvida sua competência. 

  Se ela não for competente e simplesmente receber a promoção por ser simpática ao chefe aí que o ambiente fica carregado com inúmeras fofocas e sabotagem.
  Já escrevi aqui o quanto a generosidade, a caridade usada sem sabedoria pode ser maléfica para o mundo.


==========================
  Lembrei agora de uma bondade histórica realizada por Mao Tse Tung:
  Preocupado em aumentar a oferta de alimentos para o povo da China, Mao teve uma daquelas idéias "geniais", uma formula magica para o sucesso.
  De posse de alguns estudos [pouca ciência] chegou a conclusão que cada pardal consumia até 4 quilos de grãos por ano.
  Oras, para aumentar a produção de grãos um jeito muito fácil e eficiente seria matar pardais, estes ratos do ar.


 
E assim toda população foi convocada pelo Pai da nação a matar pardais.


  Crianças devidamente armadas de estilingues mataram milhões de pardais.

  Olha que "matemática linda", beleza de raciocínio lógico:
  Cada milhão de pássaros mortos significam 4 milhões de quilos de grãos na mesa do trabalhador. Grande Mao!
  É, faltou o Pai Mao combinar isto com os companheiros gafanhotos
  Pardais comem grãos, mas seu prato principal são insetos, entre eles gafanhotos.
  Quanto menos pássaros, mais, muito mais gafanhotos.
  Os chineses descobriram que os gafanhotos destroem muito mais a plantação que os pardais.
  Como fechamos esta equação?
  Esta foi a primeira das formulas magicas que ao final do governo de Mao matou mais de 30 milhões de chineses de fome, fechamos a equação com milhões de cadáveres.
  Viver é perigoso, a boa intenção é perigosa, a bondade é uma besta fera que precisa ser guiada pela inteligência, pelo bom senso e CONHECIMENTO.
  A caridade sem bom senso é parecida com a bondade de Mao, meus irmãozinhos chineses diriam: "Grande mal!"








anterior                       <>                                próximo

sábado, 21 de janeiro de 2012

DRUGS

 "Meu nome é Patrícia, tenho 17 anos, e encontro-me no momento quase sem forças, mas pedi para a enfermeira Dane, minha amiga, para escrever esta carta que será endereçada aos jovens de todo o Brasil, antes que seja tarde demais:" [Carta aos Jovens]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Um colega imprimiu este e-mail "corrente" e me entregou pedindo que eu comentasse no Blog, então vamos lá!
  O texto é muito vago me parece mais uma daquelas lendas da Internet, ela descobriu que tinha AIDS em 1997 [em outras mensagens aparecem outras datas, mais um sinal que é lenda].
  Nesta data já tínhamos ótimos remédios para combater os sintomas da AIDS. Se ela tivesse com 17 anos nesta descoberta e vivesse por mais uns 3 anos seria mais lógico, no entanto ela diz que morreu com 17 anos então ela adquiriu a doença bem antes e só descobriu quando estava em estado terminal, vindo a morrer no mesmo ano da descoberta.


  Comentar uma lenda não me provoca muito, mas vamos tornar isto interessante, suponhamos que seja tudo verdade, vem comigo!


  É aquela historinha batida de jovem que se perde no mundo das drogas [ou do crime] e antes de morrer quer deixar um grande exemplo para a humanidade.
  "Não façam o que eu fiz!"
  Se procurarmos nos jornais encontraremos todos os dias o caso triste de alguém que se deixou destruir pelo prazer que se tornou um vicio.
  A Patrícia sugere que em 1994 tinha 14 anos [forçando a barra para o texto fazer sentido] e em um passeio na Oktoberfest começou a consumir bebidas e drogas.
  Como sempre a culpa é dos pais que lhe deram muita liberdade, como se álcool e drogas só existissem na Oktoberfest.
  Outros culpados são os amigos, as companhias, como se ela fosse obrigada a andar com aquelas pessoas sem nenhuma possibilidade de escolha.
  Com certeza a Patrícia assim como eu e você teve acesso a inúmeros depoimentos sobre todo mal que a droga pode provocar, como são produzidas de maneira clandestina se tornam ainda mais letais, pois livre de fiscalização sanitária ou de algum controle qualidade por parte da sociedade podem ser misturadas a qualquer substancia mais barata.


 
Se a Patrícia não deu atenção a tantas advertências como ela pode esperar que a historia dela vá surtir algum efeito em pessoas que vibram na mesma frequência de pouca esperteza dela?


  Bom, acho que esta advertência do auto conhecimento é a única coisa aproveitável em sua "Carta aos Jovens".

  Então você jovem que é meio fraquinho das idéias é melhor verificar logo no inicio se não esta sendo consumido por um prazer que pode trazer muita falta de eficiência a sua vida.
  Os sinais do vicio são fáceis de reconhecer até para uma mente pouco esperta, que filosofa pouco.
  A Patrícia fala no texto sobre o anuncio de seu assassino e diz que foram as Drogas!!!
   Quer dizer, para esta gente eles proprios são um objeto inanimado ou no máximo anjinhos indefesos e a Droga é uma entidade com grande inteligência que raptou os anjinhos.
  Uma característica interessante nesta mentes como a da Patrícia é que depois que se ferram querem ser tratados como doentes, vitimas da entidade Droga e a maior parte da sociedade compartilha esta estrutura de pensamento.
  Eu observo que se a Patrícia não tivesse morrido possivelmente iria continuar se Drogando vivendo a vida como ela acha que deve ser vivida e chamando pessoas como eu de otário, careta.
  Porque este tipo de gente se acham o máximo, os descolados, senhores e controladores de tudo, começam tiranizando a própria casa dizendo que ninguém os entende e só eles sabem o que é melhor para vida deles.
  Depois quando estão no fundo do poço vem com este jeitinho de cachorro sem dono abanando o rabinho querendo se passar por uma pessoa maravilhosa incompreendida pela sociedade...


===========================
  Sinto muito por todos os pais cujo filho tem problemas com droga, é muito difícil cuidar de uma criança com todo amor e vê-la OPTAR por caminhos tão destrutivos.

 
Quanto a pessoas como a Patrícia e suas historinhas...não me causam comoção.


  Sou até a favor da regulamentação do comércio e produção de drogas para estas pessoas que só conseguem suportar a vida com o uso da química.

  Acredito que eles mereçam um produto de alta qualidade, isto inclusive lhes daria mais tempo e manteria seus cérebros em melhores condições para buscar uma saída, se não acabar com o vicio pelo menos mante-lo "realmente" sob controle, algo que fosse usado mais como lazer e não complicasse tanto suas vidas e de todos a sua volta. 

  O dinheiro dos impostos poderiam manter excelentes clinicas para ajuda-los a carregar este fardo.
  Vejam o meu caso, eu poderia passar o dia todo escrevendo, mas mantenho este prazer sob controle, não sei bem porque gosto de escrever, não sei de ninguém de minha família que tenha esta compulsão.
  No entanto trabalho, cuido da minha família, não sou um peso para a sociedade.
  Se por um motivo eu fosse proibido de escrever acredito que a loucura me alcançaria, escrever torna a vida suportável, dá até para ser alegre, "curtir a vida."


 
Tá, você vai dizer que muitos escritores enlouqueceram e eu te digo que isto só reforça o meu pensamento, É IMPOSSÍVEL SALVAR A TODOS!


  Apesar de toda nossa coerência ao lidar com as mentes que utilizam drogas ou se perdem em outro vicio qualquer, muitos indivíduos se destruirão no vicio, quanto a isto nossa tecnologia atual não nos deixa muitas escolhas, temos que conviver com isso.

  O importante neste momento é entendermos que a maior responsável pela vida da Patrícia foi ela mesma, nós podemos ser inteligentes, não tínhamos como obrigar que ela tivesse bom senso.
  Os drogados têm um bom motivo para ficarem paranoicos,  na "nóia", afinal eles abusam do uso da química.
  O difícil é entender porque as pessoas que não são consumidoras de entorpecentes tem esta paranoia que existe um ser assassino e demoníaco chamado "DRUGS".
  Um ser tipo deus que sabe tudo, vê tudo e sequestra da vida "normal" anjinhos indefesos.

  O e-mail termina com a seguinte frase:

"Se esta carta chegou a sua mão não foi por acaso! Significa que você foi escolhido para ajudar alguém!"

  Bom, eu não sei de nenhum drogado em minha família, também não tenho vontade de sair por aí procurando anjinhos para ajudar, se por acaso eu fui escolhido para ser amigo desta gente, por acaso prefiro declinar do convite.
  Eu sou careta, as drogas na minha mente são substancias químicas sem vida ou consciência,  não sou paranoico o suficiente como a sociedade Freudiana que trata as drogas como se fossem uma entidade, uma "inteligencia" dominadora de indivíduos indefesos.



anterior                       <>                                próximo


sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Prazeres da Juventude

  "A velhice é uma tirania que proíbe, sob pena de morte, todos os prazeres da juventude."  [Rochefoucauld]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Claro que não sei exatamente o quanto sou diferente de outras pessoas apesar de me colocar muito no lugar dos outros, afinal nunca fui ninguém além de eu mesmo.
  Acho importante vivenciar os prazeres da juventude quando se é jovem, basta ter cautela se quiser viver bastante para envelhecer.


  Algumas pessoas tem um desespero para casarem e sabemos que é inevitável que o casamento atrapalhe muitas experiências da juventude, ainda mais quando surge filhos muito cedo.


  Me surpreende que um dos motivos que as pessoas apresentam para terem filhos rapidamente é que no futuro parecerão irmãos e não pais de seus filhos!!!!!
  Que gosto mais besta.

  Sacrificar experimentações da juventude para quando mais velho se passar por irmão de seu filho, o prazer do indivíduo é que um passante ou um amigo diga: "Você parece irmão do seu filho."

   Isso não quer dizer que você é jovem [seu filho pode ter 50 e você 68] quer dizer que você foi um idiota que quando poderia estar vivenciando a juventude preferiu o trabalho árduo de ser pai.
==========================
  Eu pareço pai de minhas filhas e como sou pai mesmo não sei qual o aborrecimento disso.
  Geralmente acontece do cidadão separar-se daí ele quer viver o que não viveu na juventude, o problema é que ele não é mais adolescente, tem filho, tem pensão, já é alguém que uma moça de BOM SENSO tem que ponderar muito se quer entrar nesse tipo de relação, com ex-esposa e filhos de outro casamento.
  Se você aproveita a juventude com responsabilidade a velhice vem suave, sem muitas complicações.
  Nunca fui muito bom de futebol, mas os amigos convidavam para jogar e eu ia, sempre que foi possível eu participei.
  Hoje não tenho preparo físico para jogar, mais que isto não tenho grande vontade de ficar correndo de baixo do Sol atrás de uma bola de futebol, logo, a tirania da velhice não me parece tão tirana assim, as limitações biológicas vão suavemente sintonizando com a disposição espiritual.
  Se jogar futebol fosse um prazer tão grande relativo a minha natureza, eu com certeza ainda estaria frequentando campinhos, sem sonhar em ser um grande profissional nesta área, jogando apenas por prazer, é o que faço escrevendo, foi um prazer que apareceu cedo e me acompanha até hoje.


   Duas grandes tiranias da velhice são a debilidade física e a perda do poder de sedução.

    [ para quem por muito tempo teve este poder, quem nunca teve... não sentirá falta]

  No mais vejo as pessoas tendo saudades de "sentir o que sentiam".


  Aquela mulher ou homem com uma certa idade já não sente tanta vontade ou tem necessidade de sexo, mas sente saudades daquele sentimento que a levou até a fazer certas loucuras que renderam boas historias, "se chorei ou se sofri o importante é que emoções eu vivi."

  Tipo, eu já não sinto tanta vontade de jogar futebol, mas lembro de quanto era gostoso ir se aventurar em campos distantes, por vezes só um ou dois sabiam o destino final, com quem iríamos jogar era uma incógnita até o jogo começar.
  Joguei muito nos campos de terra da Lagoa do Taquaral depois do serviço, os papos e as disputas alimentavam as conversas da semana inteira, as dorezinhas no corpo também.
  Sinto saudade de sentir aquela vontade de jogar futebol. 
  Lembrei agora que fui com muita ansiedade assistir Rambo 3, a fila dava volta no quarteirão do Cine Windsor , hoje filmes como aquele não me fariam nem ir ao cinema quanto mais enfrentar fila.
  O filme evidentemente continua o mesmo eu é que amadureci.
  Ter saudades da infância é natural, não querer amadurecer complica muito nossa vida, a velhice passa a ser vista como tirania quando "democraticamente" ela vem para todo mundo que conseguir sobreviver a juventude...



anterior                       <>                                próximo

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Geração de Empregos

  "Os dramas de consciência demorariam a aparecer, porque ao ter uma (floricultura), eu colaboraria com o crescimento da atividade econômica, e para o emprego de muita gente."  [Nihil]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
 
  Da série coisas que não entendo esta "justificativa" de dar emprego para manter algumas atividades é uma das que mais desafiam a lógica, pelo menos de uma mente capitalista como a minha, para as mentes comunistas deve ser mais "entendível".
  Evidente que floriculturas estão longe de ser o grande mal da face da Terra então vamos falar de armas que atenderão melhor o propósito do texto.


  Sem duvida a industria bélica gera muitos empregos, mas sei lá, acho que no mundo há armas demais.


  Se a produção de armas fosse reduzida em 50% teríamos muitas pessoas desempregadas e sem perspectiva de emprego, fadadas a miséria?
  No Capitalismo as coisas não funcionam exatamente assim. 

  A produção de armas não é indispensável ao Capitalismo ou a manutenção de empregos, simplesmente existe uma grande demanda por armas então naturalmente aparece quem esteja disposto a oferta-las.
  Vejo países que vivem tanto em guerra que crianças desde cedo já empunham pistolas.
  Se estes povos não passassem tanto tempo alimentando a violência teriam mais tempo para viver em paz.
  Em paz você se preocupa mais com a produção de alimentos, arte, desenvolvimento de produtos, lazer, brinquedos...


  Toda essa industria e comércio emprega muita gente, logo quem não trabalhasse produzindo armas não estaria fadado ao desemprego eterno.


  Uma criança pode "demandar" um revolver calibre 38, mas também pode demandar um vídeo game, não é o Capitalismo que define isto, é a cultura dos povos.


  Eu não tenho armas em casa, tirando meu irmão que é policial o resto da família não consome este tipo de produto, mas o dinheiro não fica guardado lá no banco, consumimos outras coisas.
  Quero dizer que até tem pessoas cujo hobby é colecionar notas de dinheiro, tipo Tio Patinhas, mas a grande maioria usa o dinheiro para adquirir produtos e serviços, o dinheiro que não for gasto em guerra será gasto em outras coisas como lazer.


O EMPREGO MUDA DE ACORDO COM A DEMANDA 


  Um dia um marginalzinho metido a filosofo disse que é preciso ter ladrões para "empregar" os policiais...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!
  Como vê essa "justificativa da geração de empregos" é um plano de pensamento difícil de estruturar.
  Se tivéssemos uma sociedade com menos marginais meu irmão estaria inevitavelmente desempregado, não teria mais nenhuma profissão que ele pudesse seguir!!!
  Da mesma forma se comprássemos menos flores para colocar na água, compraríamos mais vasos com elas na terra, teríamos mais jardins e seus gastos, teríamos mais pessoas produzindo flores artificiais, as terras que utilizamos produzindo flores para o "abate" poderiam ser utilizadas para produção de alimentos ou deixadas como reserva florestal, presentearíamos mais com chocolate e outros doces, vinhos, champanhes, daríamos viagens de presente...empregando mais gente neste tipo de industria e serviços.


==========================
  Por favor captem a profundidade deste pensamento, esta justificativa de dar empregos é um grande problema da sociedade atual, muitos sofismas são montados em torno disto.

  Por exemplo:
"Os camelos e flanelinhas precisam continuar porque sem este trabalho passariam fome."


  É comum um(a) traficante quando é preso dizer que tem um filho pequeno para sustentar.
  Sim senhoras e senhores, todos nós precisamos nos sustentar, mas por vezes o nobre e necessário fim não justifica o meio empregado.
  Pensem nisto quando o melhor argumento que alguém tiver para justificar uma atividade econômica for a "geração de empregos".
  Prender pássaros em gaiolas é uma selvageria.


 
"Ah, mais gera empregos para o fabricante de gaiolas!"


    Humm...esta explicado, eu é que não consigo entender, azar o meu "sorte" dos passarinhos...eu acho, sei lá entende!




anterior                       <>                                próximo

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O Presente

 "Sim, eu prometi que as flores seriam rosas. Um salário, eu estaria disposta a gastar nisso, se eu for gastar nisso, alguma vez.
(quem sabe, se custar mais, poderei dividir a despesa com mamãe)" [Nihil]


$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Sei que tem aquele ditado famoso dizendo que gosto não se discute, mas como eu discuto sobre tudo ele não tem nenhum poder sobre mim.
  Me lembro de ter comprado flores uma única vez.
  Tinha nascido minha primeira filha e eu estava indo com minha mãe a maternidade, minha mãe falou tanto para eu levar flores que acabei cedendo. Mãe tem este estranho poder sobre a gente de vencer pelo cansaço...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!
  Comprei só para minha mãe parar de falar.


============================
  Eu acho lindo os fractais flores nos jardins, nos vasos prefiro folhagens.
  Nas minhas caminhadas passo por lugares com mata e é demais ver em meio infinitos tons de verde flores selvagens se destacando na paisagem, ali elas parecem "felizes".
  Minha sensação quando vejo arranjo de flores é bem diferente.


  Sabemos que as flores são os órgãos sexuais das plantas, então flores nos vasos são como bilaus e periquitas arrancados do corpo, de alguma forma me parecem tristes com a "sorte" que tiveram.


  Por estes dias escrevi um texto sobre vegetarianismo, amarrando um texto ao outro eu diria que o que fazemos com as flores é ainda mais cruel do que fazemos com os bois.
  Matamos os bois para nos alimentarmos, é a cadeia alimentar deste planeta, e lhes aplicamos a pena de morte, se aumentarmos a eficiência no abate e diminuirmos o desperdício já será uma grande evolução, uma melhora constante que podemos colocar em pratica.
  No caso das flores não há o que melhorar, nem ao menos é uma necessidade, traçando um paralelo com os touros seria o caso das touradas, é pura selvageria. Presentear com flores ou promover touradas não é CIVILIZADO.
 Fico pensando nelas alegres interagindo com outras flores próximas, fornecendo alimentos aos pássaros, abelhas e outros insetos, vivendo e auxiliando a vida.


  Quando estão mais bonitas são arrancadas de sua base e nem a misericórdia da pena de morte conhecem, ficam agonizando em uma vaso com água com a desculpa fútil de enfeitar o olhar de um humano.


  Bom, eu sou humano e francamente não me acho tão melhor que a flor a ponto de promover tal sacrifício desta espécie.
  Na minha família não tem ricos, mas todos estão razoavelmente bem, economicamente estáveis, não tenho presentes para dar a eles que não seja mais algum treco esquecido no armário, como detesto desperdícios optei por dar chocolates finos ou bebida para quem gosta, dou o que comer e o que beber, flores agonizando para enfeitar o olhar...nem pensar. 


========================
  No caso da sua irmã que vais casar, como você não esta trabalhando todos irão compreender se não der presentes neste momento, então NÃO FAÇA PROMESSAS!
  Mas se quer muito fazer isto seja ao menos civilizada, há inúmeras coisas ÚTEIS que podemos fazer para quem esta se casando, de pagar o álbum de fotos até cuidar do bichinho de estimação na viagem de lua de mel, não vejo sentido em gastar dinheiro com flores que ficarão ali por 1 hora na igreja em média.
  É até mais estúpida que a tradição de estourar fogos de artifícios. 

  Apesar do desconforto dos cães eu acho bonita a festa de fogos, é algo como as pessoas explodindo de alegria e esperança por um novo ano.
  Gosto de ver sorrisos, gosto de ver as pessoas alegres, repense sua decisão, ainda mais de arrastar sua mãe para a "chacina"...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!
  Eu vejo flores em quase todos, mas aquelas em meio aos tons de verde, vivendo e auxiliando a vida, alegres como toda flor merece ser... "eu vejo flores em você".




anterior                       <>                                próximo

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

A Espera

  "Prometemos conforme as nossas esperanças e cumprimos segundo os nossos receios." [Rochefoucauld]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Nos filmes é tão mais fácil ser herói.
  Quando assisti filmes como Guerra nas Estrelas ou Matrix saí do cinema me sentindo uma pessoa muito melhor.
  Certo dia fiquei meditando porque aquele sentimento tão gostoso era tão passageiro.
  A melhor resposta que surgiu foi o "feitiço do tempo".[naquele sentido de movimento como já escrevi]
  As coisas no filme geralmente dão certo para o mocinho, mais que isto, dão certo rapidamente.
  No filme, diferente da realidade, o diretor pode deslocar o personagem no tempo, entre uma ação e outra o diretor corre com o tempo, coloca simplesmente "10 anos depois" e o mocinho nem envelhece muito.
  Principalmente nos filmes modernos, nem tudo dá certo para o mocinho, mas mesmos os fatos negativos acontecem rapidamente, não tem aquela longa espera e quando acontece o fato positivo ele supera varias vezes o acontecimento negativo.


==========================
  Você não esta entendendo nada? Vamos a algum exemplo com carros.
  No filme o cara decide comprar um carro, as cenas dele trabalhando duro passam rapidamente até com um agradável fundo musical e logo em seguida você vê o indivíduo todo contente passeando com a família ou com uma incrível gata.
  No filme a parte do sacrifício, da luta dele para comprar um carro, passa em um instante.
  Entre o desejo ou necessidade e o acontecimento não existe a ESPERA.


  É justamente a espera que nossos heróis dos filmes não são submetidos, eles não tem seu ânimo desgastado pela chata paciência.


  Pense naquele instante que você sai do trabalho. 

  Naquele momento que você passa o cartão nem parece que o dia foi tão duro assim, mas você tem a lembrança de quanto as horas demoraram para passar, de quanto teve que esperar e realizar até que o momento de bater o ponto chegasse, o quanto teve que ter paciência e persistência para não sair correndo para casa...
  Por isto no outro dia quando você se prepara para o trabalho já vem a lembrança de tudo que terá que esperar e definitivamente não dá para ser um grande herói, o diretor não correrá a fita porque você terá que viver cada momento, você não consegue se deslocar no tempo.
  Com as prestações do automóvel acontece a mesma coisa, entre o desejo e a posse definitiva do veiculo muito trabalho teve que ser realizado.


===========================
  Na hora de prometermos coisas nos sentimos como os super heróis dos filmes, mas aí vem a espera pelo movimento lento da rotação da Terra até que chegue o momento de batermos o ponto e a vida real nos cobra todo o peso do que prometemos.
  Cumprimos as promessas por receio [MEDO] de decepcionar as pessoas ou por receio de desistir e jogar fora toda energia já gasta, todo trabalho que já realizamos, para desistir no meio do caminho é preciso muita meditação. 


  Portanto tome cuidado quando for prometer algo, na duvida, NÃO PROMETA!


  Lembrei agora de uma colega que tinha prometido para sua amiga um fogão de presente de casamento, a promessa aconteceu na empolgação do anuncio.
  Na lista de casamento estava um fogão de R$1.200,00.
Dava mais de um mês de salário da minha colega que já não tinha um bom controle sobre suas contas, estava endividada.
  Na hora da promessa ela se sentiu muito bacana, uma super amiga.
  Ela cumpriu a promessa , dividiu em muitas prestações e a cada parcela paga amaldiçoava sua boca grande...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAH!
  Na vida real não existe o feitiço do tempo, entre uma lágrima e um sorriso existe uma torturante espera onde o esforço dos meios por vezes não justifica os fins...




anterior                       <>                                próximo

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Viver da própria Luz

"Ouvi dizer que são milagres noites com Sol."

[Flávio Venturini / Ronaldo Bastos]


  Me disseram também que noites com Sol só acontecem se for por milagre.
  Alguns anos atrás, cansado, muito cansado, deitei na minha cama e olhando pela janela vi uma lua cheia maravilhosa e estava de bom tamanho, se fosse me tirado a Lua ainda havia as estrelas e também estava de bom tamanho, se o céu ficasse encoberto ainda assim teria a luz artificial trazida pela eletricidade estaria de bom tamanho, mas e se até esta luz me faltasse?
  Oras eu ainda estaria ali, meu coração continuaria a bater, meu corpo permaneceria quente, por que há uma luz dentro de mim.


  Em algumas regiões da Terra o Sol não se põe por 45 dias em outras ele não se põe por incríveis 100 dias, isso acontece naturalmente não depende de um milagre.


  Quero dizer que se um milagre acontecer tudo fica bem mais fácil, mas como aqueles cientistas malucos que testam neles mesmos uma nova invenção, uma nova teoria, eu me dispus a fazer esta experiência de não esperar nem pedir por milagres, se eles acontecessem claro que aceitaria de bom grado, mas não iria mais atrás disto, queria ver se era possível viver de minha própria luz.




  O que havia me arrasado de manhã foi receber uma intimação judicial de uma
ex-funcionaria que estava me processando, foi a gota d’agua para uma série de problemas que eu já vinha enfrentando.
  Em dias quentes se possível eu tomo vários banhos, não gosto de sentir minha pele engordurada, mesmo a comida que eu ingiro não pode estar muito gordurosa, não gosto de sentir minha boca oleosa, engordurada.
  Digo isto porque na Igreja haviam me "dado" [eu contribui com algum dinheiro] um vidrinho com óleo ungido que deveria ser passado em partes do meu corpo, principalmente na testa, eu fiz como me disseram afinal estava sempre atrás de um milagre, uma luz que viesse de fora. 

  Este desconforto do óleo já vinha a cerca de 1 mês.
  Quando li a intimação estava dentro do carro, eram tantos compromissos que eu levava a correspondência para o porta luvas e lia no tempo que sobrasse, quando vi do que se tratava...meu coração quase parou, lá no campo do valor pretendido R$18.000,00.
  Meu coração começou a bater muito de vagar, mas como ele se recusava a parar ato continuo eu peguei um lenço de papel e comecei a limpar toda aquela desconfortável gordura em meu corpo, peguei aquele vidrinho com óleo ungido e joguei pela janela do carro.
  Naquela noite olhando pela janela eu decidi viver sem Deus, não, para um cara que já viu tudo que eu vi ser ateu é impossível, não estou negando a existência de Deus ou espíritos até porque a seqüência de coisas desagradáveis que aconteciam em minha vida desafiava toda e qualquer probabilidade.
  Como disse no inicio do texto, apenas estava cansado, muito cansado e repassando minha vida percebi que embora eu não seja muito inteligente e minha memória deixe muito a desejar, foi meu bom senso, minha luz interior a única coisa que sempre pude contar.


  Até então eu colocava minha Fé acima de tudo, naquela noite eu decidi colocar meu bom senso acima de tudo, a primeira coisa a fazer era parar com tantas orações, claramente elas não estavam me servindo para nada, era um terrível desperdício de tempo.


  Não foi fácil, por toda minha vida nunca dormi sem orar ao menos um Pai Nosso, mais ou menos por um mês sem perceber me pegava orando.
  Claro que tudo piorou, as coisas desagradáveis continuaram acontecendo e eu não tinha nenhuma muleta para me escorar, não tinha mais aquela oração onde eu conversava com Deus e saía confiante que tudo iria melhorar.
  Como meu coração não parava ato continuo eu pensava em tudo que podia dar errado em qualquer circunstancia e planejava um plano de contingência B e até C.   

  Isto tomava tempo, mas com o fim das orações e leituras bíblicas o tempo começou até a sobrar. 
  A ida a Igreja foi substituída por mais caminhadas e exercícios, buscar a melhor resposta para tudo se tornou uma obsessão.
  Sabem, 2011 foi um ótimo ano.
  Evidente que seria leviano de minha parte recomendar isto a qualquer pessoa, afinal foi a experiência desesperada
de um cientista [Filosofo fica mais apropriado] tido como maluco.


  "Aparentemente" viver sem Deus é possível, ou pelo menos viver sem ficar implorando por auxilio, ficar implorando por migalhas.


  Um colega me perguntou: "E se você perder tudo que tem?"
  Oras, isto irá acontecer fatalmente com todos nós, um dia uma grave doença irá nos alcançar e perderemos tudo que temos, até as forças, independente de nossa Fé "No final tudo desmorona."
  O importante é entendermos que não dependemos de Deus para tudo, ele mantendo nosso planeta em segurança e habitável no resto nós podemos ser nossa própria luz.
  Hã? Se 2012 for um péssimo ano eu voltarei as orações?
  Minhas conversas com meus amigos mortos se intensificaram bastante neste período, sem poder conversar com Jesus eu tinha que falar com alguém e com meus amigos pensadores nunca falta assunto. 

  Saul preferiu o suicídio, talvez eu faça isto um dia, mas não hoje.
  Meu amigo Sócrates sempre teve o daemon falando com ele e quando este silenciou, Sócrates entendeu que era hora de morrer.
  Então sobre voltar a orar um dos meu amigos pensadores me provocou muito.
Sobre isto Einstein disse: 


  "A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original."

  Eu permaneci orando a maior parte da minha vida e minha vida nunca foi satisfatória, agora minha mente se abriu para como o Sol eu viver da própria luz e minha vida esta satisfatória.
  Hoje a noite quando eu olhar pela janela, mesmo que esteja escuro lá fora eu posso ver o Sol dentro de mim mesmo, é uma sensação muito boa, um dia tudo irá desmoronar, mas enquanto meu coração insistir em bater o bom senso irá prevalecer.


  Cada um deve procurar o melhor jeito de viver, eu penso que encontrei o meu, viver da própria luz.





Posso entender o que diz a rosa

Ao rouxinol
Peço um amor que me conceda


anterior                       <>                                próximo