sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Limite de Endividamento

  “Se você está se sentindo sozinho, abandonado, achando que ninguém liga para você… atrase um pagamento.”



  Petróleo é um produto altamente rentável sempre tem grande demanda.
  A Petrobrás como é de se esperar continua com grande lucro.
  Para quem não conhece o Capitalismo deve pensar que não há problemas.
  Acontece que no 3º trimestre a Petrobrás chegou ao seu limite de endividamento.
  O que significa isso?
  Vou explicar de maneira bem tosca:

  a) Suponhamos que você ganhe 10 mil por mês e tenha um patrimônio de 500 mil.
  Sem dúvida é um bom patrimônio e um bom salário [lucro].
  Qual seria o limite do seu endividamento?
  Isso é muito complexo e subjetivo, simplificando o máximo possível vamos admitir que você precise de 5 mil por mês para se sustentar, se manter em atividade.
  Seu limite de endividamento é 505 mil.
  Se você contrair dívidas totais no valor de 505 mil mesmo que tudo dê errado terá total condição de pagar todas suas dívidas, vendendo sua casa seu carro e dispondo de metade do seu salário.

  b) Vamos para parte complexa:  Você precisa do carro e da casa, não pode abrir mão deles então seu limite de endividamento baixa para meros 3 mil reais. Porque?
  Economistas sugerem que você não comprometa com dividas mais que 30% da sua renda, se sua renda é de 10 mil pode se endividar até 3 mil.

  c) Vamos para parte subjetiva: Oras, pelos seus cálculos 5 mil são suficientes para pagar todas suas despesas gerais, água, luz, gasolina, colégio das crianças, Internet, TV a Cabo...logo seu limite de endividamento pode chegar a 5 mil.

  De qualquer forma “limite de endividamento” é sempre um sinal de alerta.
  O BOM SENSO gritando em nossos ouvidos que devemos tomar muito cuidado com as finanças, fazer ajustes para ter uma margem de segurança, se ignoramos esse sinal de alerta os resultados dependerão muito da “sorte” uma péssima estratégia para um Livre Pensador.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
 “Os números assustam a direção da Petrobrás e os investidores. A estatal de economia mista conquistou seu mais alto valor de mercado em 21 de maio de 2008: R$ 510 bilhões.
  Agora, a Petrobrás vale R$ 303 bilhões.
  Perdeu R$ 65 bilhões desde a megaoferta pública de ações em 27 de setembro de 2010.
  Na operação, o governo (acionista majoritário) entrou com R$ 80 bilhões.
  Os investidores jogaram R$ 40 bilhões no negócio que agora faz alguns se sentirem acionistas otários.” 

  A Petrobrás está no limite de endividamento, mais que isso a produção de petróleo caiu 2%.
  Não precisa ser gênio para entender que quem está no limite não tem mais capacidade de investimento.
  Se esse endividamento foi provocado por investimentos feitos não temos com o que nos preocupar, logo, logo os investimentos começarão a dar retorno, a produção irá subir e a empresa irá se valorizar, mas até onde sabemos esse não é o caso da Petrobrás.

  Imagine que você tenha se endividado investindo na compra de um novo imóvel para alugar, sua dificuldade é temporária, assim que você conseguir um inquilino a situação irá melhorar.

  Para você ter uma idéia faz 4 anos que a Petrobrás não faz leilão para novos campos, ela não tem dinheiro para isso.
  Uma das razões para baixar a produção é o esgotamento de alguns poços, isso é normal no mundo inteiro.
  Para evitar a queda de produção devemos investir na perfuração de novos poços.
  Sabemos que nossos poços mais promissores estão no Pré Sal, são muito profundos, muito mais difíceis e caros para serem explorados.
  Bons administradores enxergariam tudo isso que qualquer estudante no segundo ano de Economia consegue enxergar não comprometendo a lucratividade da Empresa e fazendo os investimentos nos lugares necessários.

  Parece que não tem Economistas no Governo!

  Que a "massa" não entenda essas engrenagens é aceitável.
  Que a Presidente e seus Ministros não entendam essas engrenagens é parcialmente aceitável.
  Não contratar pessoas que entendam é INACEITÁVEL.
  To be Continued...

                            O novo rosto da Petrobrás...vai encarar?


  “Na série de decisões inusitadas, na área econômica a presidente da Petrobras "cancelou projetos de várias refinarias e manteve apenas a Abreu e Lima, em Pernambuco, que custará nove vezes mais do que o previsto – o orçamento foi de R$ 4,75 bilhões para R$ 42 bilhões." (Brasil 247).



anterior                       <>                                próximo

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Gasolina Barata

  "Quase 60 por cento (57,13%) do preço da gasolina é apenas imposto”
____________________________________________________
  “A Presidente Dilma reclamou da falta de investimento.
  Perguntou a Rubens Ometto, dono da Cosan e maior produtor do país:
  -Você já é rico, né? Por que não investe mais em cana?
   Sem titubear, Ometto respondeu:
  -Não tenho nenhum sinal do Governo de que vou ganhar dinheiro com etanol. Não sou de investir dinheiro para perder.
  Dilma encerrou a reunião na mesma hora. Sem dar esperanças de atender aos pedidos do setor."  [Veja]
_____________________________________________________

  Nessa breve conversa percebemos claramente toda infantilidade administrativa da Dilma.
  Ela nem desconfia o que seja investimento.
  Mas antes de critica-la entenda que a maioria do povo brasileiro está se olhando no espelho.
  Como demonizamos o dinheiro e o Capitalismo não entendemos suas engrenagens então elegemos pessoas que também demonizam o Capitalismo e não entendem suas engrenagens.

  No Capitalismo para baixar o preço de um produto devemos tornar mais eficiente sua produção.
  Uma TV de LED chegou a custar 40 mil reais, com o aumento de produção e ganho de escala em pouco tempo baixou para 10 mil reais, hoje em dia com linhas de produção muito sofisticadas você pode comprar excelentes TVs de LED por menos de 2 mil reais.

  Chegar ao preço real de um produto não é uma tarefa fácil, são cálculos muito complexos, na dúvida é melhor por um preço maior que o projetado porque uma empresa não pode trabalhar no prejuízo.

  Além da eficiência na produção outro ponto básico para composição de preço no Capitalismo é a OFERTA E DEMANDA.
  A TV  de LED é um produto muito bom e todos querem, felizmente a capacidade de produção da indústria é alta logo não há desabastecimento de mercado, mas vamos supor que por dificuldades de produção a indústria não conseguisse abastecer o mercado satisfatoriamente, de certo o preço subiria porque as pessoas estariam dispostas a pagar mais por ter essa “exclusividade” quem não é tão jovem deve lembrar que estávamos dispostos a pagar bem mais por uma linha telefônica, a demanda era grande e a oferta pouca.

  No Comunismo os Burocratas determinam o preço do produto do conforto de seus escritórios, se a equipe econômica for competente chegará a um bom preço e não haverá grandes problemas, mas os Comunistas tem uma tendência a colocar o preço que eles ACHAM que deve ser e não o que a MATEMÁTICA indica que deva ser.

  Se o preço do produto é mantido artificialmente abaixo do que deveria ser se a empresa é particular [privada] vai a falência, para de produzir. 
  Se a empresa é Estatal não tem como ir a falência, ela é mantida com o dinheiro dos impostos, mas ela geralmente vai ficando ineficiente, sucateada.

  "Quase 60 por cento (57,13%) do preço da gasolina é apenas imposto, segundo os especialistas. Mais da metade do preço do litro."

  "A Petrobrás não é do governo.
  O governo federal tem só 37% das ações da companhia, mas tem 56% do voto, e como acionista majoritário, tem poder de decisão na empresa.
  Ou seja, a Petrobrás é uma empresa como outra qualquer, porém controlada pelo Estado."  [Rondonia ao Vivo]

  Você mantém a popularidade da Dilma lá em cima porque ela é uma “boa” Presidente, ela é uma boa Presidente porque não deixa o preço da gasolina subir, com isso ela ferra os produtores de álcool que diminuem a produção porque não é rentável produzir etanol.

  Não precisa ser nenhum gênio para prever que desestimulando a produção de etanol e sucateando a produção de petróleo mais cedo ou mais tarde entraremos em colapso no próximo Governo, que talvez seja da Dilma mesmo, os preços da Gasolina terão que subir muito principalmente pela perda de eficiência da Petrobrás... e nós criticamos o Hugo Chavez            
  Vemos o cisco no olho do vizinho e não enxergamos a trave no nosso.

  Se a Dilma quer manter a gasolina “barata” poderia diminuir os impostos sobre ela, mas isso um governo Comunista não faz de jeito nenhum, ele prefere assaltar os cofres da Petrobrás... tudo bem, nosso povo aplaude de pé, reeleição garantida.

  Ainda bem que o Rubens Ometto é bem rico, mesmo assim duvido que ficará impune sua ousadia de peitar a Dilma, de certo a máquina estatal criará dificuldades para seus outros investimentos mais rentáveis, nosso povo aplaudirá de pé, morte ao burguês, morte a elite dominante!
  Bem, podia ser pior se ele estivesse na Rússia teria que fugir do país, se estivesse na China seria preso.

  Brasileiros e brasileiras, companheiros e companheiras, façamos a festa com a “gasolina barata”, o que é nosso está guardado e está crescendo preparem seus fiofós... vaselina é feita de Petróleo ... compre djá enquanto está barata.




   “Com apenas 12% das ações da nova companhia, Rubens Ometto controla 51% dos votos das duas empresas e não corre o risco de ver seu patrimônio ser comprado por qualquer grupo estrangeiro contra sua vontade.” [ISTO É]


PS: Claro que o titulo é uma ironia, William 2013, Arrogante e Prepotente+



Anterior          <>        Próximo 




quarta-feira, 28 de novembro de 2012

NADA É TUDO

  O grande problema na qualidade da opinião de tantas pessoas é ignorar fatos ou “imaginar fatos”.
  Imaginar fatos é algo surreal.
___________________________________________________
  “Acertadamente eu posso dizer que a maioria dos avós não faziam questão de serem ricos como nós fazemos tanta questão de ser rico hoje, porque objetivamente a nossa percepção de felicidade foi abalada.”
    Tenho certeza que se nossos antepassados pudessem nos contemplar infelizes por não termos dinheiro e ver os riscos que nos metemos para conseguirmos algum dinheiro, eles dariam gargalhada de nós, e depois choraria copiosamente por efetivamente não termos aprendido nada.”  [Comentarista no G+]
_____________________________________________________

  Vocês acreditam mesmo que nossos avós e bisavós em sua maioria não lutavam por riqueza?

  Recentemente eu escrevi que a Filosofia para ser útil tem que ser baseada em fatos, a maioria dos fatos estão no passado.

  O presente dura cerca de 3 segundos, você olha um objeto, vê uma situação, seu cérebro processa tudo e depois desses 3 segundos já virou passado.
  Na maior parte do tempo analisamos o que ocorreu no passado recente ou distante, o presente dura pouco, não temos tempo de processar direito as informações, no presente agimos por instinto ou por experiências passadas.


  O futuro ainda não aconteceu, mesmo quem acredita no “Determinismo Absoluto” não sabe o que está determinado acontecer no dia seguinte, logo, ainda assim o futuro seria sempre um fato ignorado por nós pobres mortais.

  O grande problema na qualidade da opinião de tantas pessoas é ignorar fatos ou “imaginar fatos”.
  Mais que isso, alguém “imaginam” alguma coisa com aparência de verdade e isso vai passando de boca em boca sem uma conferência, uma avaliação do fato e da dedução.
  “Imaginar fatos” é algo surreal.
  Se é imaginação não pode ser fato.
  Lembrei agora de um funcionário da Abril que disse que ficou espantado quando soube o nome da sobremesa que estava comendo.
  “Mini brigadeirão light”
   Caraca! Se é mini não pode ser “ão”.
   Se é “ão” fica difícil ser light...

  Vejo pessoas falando horrores do momento que passa a humanidade
  Para esses pensadores vivemos o pior momento da história da humanidade, minha geração é o verdadeiro lixo da história, só não é pior que o lixo que está chegando agora...
  Isso corresponde aos fatos?
  Vamos verificar, revirando alguns fatos do passado...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Pessoas com pouca ambição sempre existiram, mas é difícil encontrar alguém que não quisesse ser rico, eu ainda não encontrei.

  No passado estão os FATOS e os fatos dizem que sempre houve uma “corrida do ouro”.
  Onde houvesse uma possibilidade de enriquecimento ou pelo menos uma vida melhor para lá muitas pessoas se deslocavam.

  Antes de existir dinheiro esses movimentos já ocorriam, as tribos viviam se deslocando atrás de locais melhores, com alimentação mais abundante e disputavam territórios por isso.



  Se vocês lerem sobre os Bandeirantes no Brasil e os Pioneiros nos Estados Unidos verão que nossos vovôs se arriscavam até mais que a gente em busca de riqueza.
  Nossos bisavós nos achariam uns acomodados sentados na frente de nossos computadores e TVs.

  Aqui no Brasil temos uma grande colônia japonesa e se vocês se interessarem por história observarão que o Japão passava por grandes dificuldades, os imigrantes japoneses se arriscaram por nossas terras na esperança de uma vida melhor.

  Enfim, toda história da imigração e colonização testemunham que nossos antepassados não eram essas pessoas santificadas desprovidas da “ambição moderna”.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Nossos vovós eram mais felizes?

 Quando tiver tempo leia a história desse vovô:

 “Getúlio Vargas havia cogitado cometer suicídio outras duas vezes antes de disparar a bala fatal, em 1954. O próprio Vargas deixaria o fato registrado em seus diários.” [Veja]

  Nunca conheci ou soube na história da humanidade de alguém plenamente feliz... tem muita gente que “se diz feliz.”
  Getúlio Vargas era um vovô ambicioso e realizou muitos dos seus objetivos de Poder, no entanto tinha terríveis fases de depressão.

  Dinheiro não é tudo, amor não é tudo, saúde não é tudo, família não é tudo, amizade não é tudo, poder não é tudo, ter fé não é tudo... NADA É TUDO.

  No geral vivemos bem melhor hoje, essa dita “felicidade dos nossos avós” é um mini brigadeirão light...




                                                      Getúlio Vargas


Anterior          <>        Próximo 

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Mal Congênito

  “Porque agradecemos tudo a Deus, mas exigimos dos Governos e dos outros que as coisas sejam feitas!?”
[William Robson]
__________________________________________________
  Atualmente não tem remédio, cuja ação tenha sido comprovada cientificamente, que previna a formação, retarde a evolução, ou mesmo elimine a catarata.
___________________________________________________

  Podemos dizer que a catarata surge quase que naturalmente em algumas pessoas.
  Ao invés de Deus dar “força” para alguém suportar as complicações trazidas pela catarata ... Deus Onipotente poderia não ter permitido que a catarata se formasse.
  Pense bem, como podemos atribuir o aparecimento da catarata a uma ação maligna do homem?
  É mais lógico admitir que foi uma vontade ou permissão de Deus.   
  [Nesse texto vamos desconsiderar o Acaso].
  Xingamos o Governo pela demora de 1 ano na realização da cirurgia, mas da permissão de Deus para que o mal acontecesse simplesmente nem ousamos comentar.
  A senhora do texto anterior ter catarata foi a vontade de Deus?

  Quem acredita que ficar doente é a vontade de Deus não deveria contraria-lo procurando pela cura.

  Eu entendo a indignação das pessoas com o Governo, não entendo porque não se indignam com suas crenças “cegas”.

  Pela vontade de Deus todos que desenvolvessem catarata ficariam inevitavelmente cegos, se não fossem os médicos desenvolverem as técnicas de cura poderia ocorrer um ou outro milagre, mas a esmagadora maioria ficaria cega.
  Quantos casos de catarata o pastor da sua igreja já curou?
   [Em nome de Jesus é claro]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Sei, sei, você vai dizer que foi Deus que deu sabedoria aos médicos.

  Então porque médicos precisaram estudar em média 6 anos!?
  Porque o mesmo Deus não deu sabedoria ao Ministro da Saúde para que a espera pela cirurgia não seja tão demorada!?

  Percebem que pela enésima vez estou lhes mostrando como é fácil ser Deus?

  Tudo de bom atribuímos a Deus e tudo de mal a nós ou ao demônio.
  Você senti que Deus existe e cuida de você, mas na pratica sabe que quem pode amenizar o problema das filas no SUS é o Ministro da saúde.
  Vejam que no caso da Catarata é basicamente uma questão de dinheiro e onde gastamos o dinheiro é uma questão do que priorizamos.

Nos primeiros 6 meses de 2012 gastamos 142 milhões em pagamentos de salário reclusão, aquele dinheiro que pagamos a família dos presos.

Você sabia que só os estudos para o Trem Bala já custaram 30 milhões e ele não vai sair do papel?

Você sabia que estima-se que só em propina foram desviados 20 Bilhões da Petrobras?

  Sem mais delongas, mesmo você que não gosta de Filosofia ou Política consegue perceber que poderíamos ter uma vida bem melhor se fossemos mais politizados.
  Votar melhor, conhecer economia, debater ideias ... nos traz mais melhorias que passar horas nas igrejas ou orando.
  Sei lá, você acha importante conhecer a bíblia nos mínimos detalhes... tudo bem.
  Mas porque não usar essa mesma dedicação para analisar os noticiários, opinar sobre as propostas do Governo?

  Já falei sobre a responsabilidade de Deus, ou melhor, que Deus não tem responsabilidade nenhuma, ele criou tudo, mas não é responsável por nada pelo menos do mal que acontece, porque tudo que for bom atribuímos a ele.

   Já falei da responsabilidade Social onde por não sermos muito politizados votamos em administradores ruins, muitos são incompetentes ou desonestos e outros são as duas coisas ao mesmo tempo.
  Vou terminar o texto falando da responsabilidade individual.
  Limpem suas mentes, os mais sensíveis parem de ler, depois não digam que não avisei.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  A cirurgia de catarata não é tão cara, se você ou alguém querido vive essa condição insuportável, porque não paga a cirurgia do próprio bolso?
  [Claro que não estou falando dos que absolutamente não tem condição]

  O cidadão gasta 3 mil reais em um computador, smartphone, viagem, acessórios para o carro ... mas não gasta com seu ente tão querido!
  Você fala do descaso do Governo e o que dizer da sua mesquinhez?

  Deus “falhou” em permitir a catarata.
  O Governo tem falhas de atendimento.
  O brasileiro tem essa comum falha de caráter.

  O brasileiro (latinos em geral) vive como se não houvesse o amanhã, vive como se nunca fosse envelhecer.
  Quase não faz poupança espera tudo de um magico Governo que ainda não aconteceu em nenhum lugar do mundo.

  O brasileiro (sem generalizações) passa a vida inteira esperando de Deus e do Governo e deixa de fazer coisas por ele mesmo.
  Deixa de fazer poupança para momentos difíceis ou se preparar financeiramente para a velhice, por exemplo.

  Deus falha, o Governo falha e o indivíduo falha com ele mesmo                

  Preste atenção porque para você que é Livre Pensador esse texto é muito importante.

1 -  Se você é um “escolhido” de Deus as boas coisas caem no seu colo.
  A vida não é maravilhosa e perfeita para ninguém, mas para um escolhido as dificuldades são bem diminuídas.
  Pela vontade de Deus você pode nascer em uma família rica e todos os seus problemas financeiros serem facilmente resolvidos.
  Pela vontade de Deus você pode enricar prematuramente, um dom, algum negócio que dê muito certo.

2 – Por mais politizado que você seja seu voto é uma gota d’água.
  Seu poder sobre a forma de Governo é bem reduzida a não ser que você ocupe um cargo importante como Presidente, Governador ou Prefeito.
  Ainda mais em um país onde o voto é obrigatório muita gente que não se interessa minimamente por política vota de maneira totalmente irracional, votam em quem lhes parece mais simpático ou anulam o voto.
  Entre as pessoas que se interessam por política há as passionais que “torcem” por um partido ou político como torcem para um time de futebol é um voto de má qualidade.
  Como podem matematicamente perceber, você individualmente determinar que tipo de administração iremos ter não está na possibilidade do Livre Pensamento.
  Nós Livre Pensadores fazemos parte de um todo, mas infelizmente somos minoria, em países subdesenvolvidos somos mais minoria ainda.

3 – Cuide de si mesmo.
  Aqui entramos em um conceito complexo, vou tentar uma “ilustração”.
  Ocorreu uma fase que depois de transar eu sentia muita dor, a pele que cobria a grande do pênis ficava cheia de rachaduras e demorava a cicatrizar.
  Eu nem fui no SUS, pagava um convênio e procurei um urologista, ele me receitou uma pomada.
  Segui direitinho todas as recomendações, mas não adiantou nada.
  Como não adiantou o médico disse que eu teria que operar o prepúcio, a famosa cirurgia da fimose.
  Tentei utilizar o Convênio e não consegui, foi me dito que é um “mal congênito” não estava na cobertura. 
  Teria que entrar com ação legal, tempo indeterminado para a cirurgia ocorrer...preferi cancelar o convênio.
  Procurei o SUS, afinal todo mês vinha descontado no meu contracheque um bom dinheiro, mais uma vez deparei com uma situação onde a cirurgia tinha prazo indeterminado para ocorrer.
  Pesquisei sobre o valor da cirurgia, tinha o dinheiro na poupança e a realizei em menos de uma semana.
  Quem precisava transar era eu, quem estava sentindo a dor era eu, não pude contar com o Convênio, não pude contar com o Estado, mas não “falhei” comigo mesmo.
  Meu irmãozinho que pretende ser um Livre Pensador.
   Não falhe com si mesmo!



Cuide-se bem!
Perigos há por toda a parte
E é bem delicado viver
De uma forma ou de outra
É uma arte, como tudo...♫♫♫♫


Anterior          <>        Próximo

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Cirurgia de Catarata

   “Eu não queria que o jovem desacreditasse da política.
  Nem toda política é corrupta; ao contrário.
  A humanidade chegou onde chegou porque é a política ou a guerra.”
[Carmen Lúcia/Ministra do Supremo]

  Muitas pessoas esperam tudo em “Deus”, mas cobram tudo do Governo/Politica.
[William Robson]

  Passeando pelo Google+ li versos endereçados a Deus por uma garota que ainda não trabalha, esse é um trecho:

“Deus não permitirá que eu caia,
 Ele vigia e cuida de mim,
 Ele não dorme e nem se descuida,
 Mas me guarda constantemente.”

    Em resumo Deus lhe dá saúde, sabedoria, alimentação e segurança.
    Eu postei:

  “Não corre atrás das coisas para ver se elas caem do céu!
  Alguém trabalha na sua casa senão você não tinha casa e nem o que comer.”

  Uma pessoa concordou comigo enquanto as outras preferiram me repreender.

  As pessoas entendem meus comentários como se eu estivesse desrespeitando Deus, levam para o extremo de eu estar propondo que esqueçamos Deus ou que ele não existe.
  Não escolhemos o que sentir, se a garota senti firmemente que Deus existe... ele não existir é quase um detalhe... humm isso é Filosofia Complexa, sigamos por outro caminho.

  O que eu quero dizer mesmo é que a Fé pode ser RACIONAL, você senti que Deus existe e talvez ele exista mesmo, não precisa ignorar esse sentimento, frequente uma igreja, se reúna em oração, isso te faz bem e não está prejudicando ninguém, não há motivo para racionalmente sermos contra isso.

  Apenas entenda que as boas [ou más] condições Sociais quem nos traz é a POLÍTICA.
  A boa condição individual “teoricamente” vem do nosso próprio empenho em conseguir as coisas.
  Na “pratica” observo que nem tudo depende de nós, percebo “sorte e azar”, mas sobre essa parte não temos controle.
  Me parece bem menos difícil orientarmos os caminhos da Política que orientarmos os desígnios de alguma “espiritualidade”.

  Se você senti que existe uma entidade que está no controle de tudo... tudo bem, mas AJA fazendo a parte que lhe cabe.
  Não escolhemos o que sentir, mas escolhemos como agir.

   Vamos a uma “ilustração”.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  “Porque agradecemos tudo a Deus, mas exigimos dos Governos e dos outros que as coisas sejam feitas?”

  Eu não fico espionando a conversa das pessoas, mas não sou surdo e me parece que as pessoas falam um pouco mais alto justamente na intenção de serem ouvidas por outros.

  A situação é Uma senhora cuida da irmã mais velha que está com catarata em estágio bem avançado, a irmã está praticamente cega o que sobrecarrega o cotidiano da senhora.
  A senhora está indignada porque a cirurgia foi marcada para daqui 1 ano.
  Ela aparentemente (pela roupa) é evangélica e repetiu várias vezes:    
  “Só Deus para dar forças.”



  Uma colega minha que também ouviu a reclamação começou a falar mal do Governo, que aquilo não deveria acontecer, era uma situação de urgência...
  Isso inflamou mais os ânimos da senhora indignada que disse que a humanidade está perdida, e seguiu o seu caminho num misto de indignação e desanimo.
  Eu claro fiquei no mais absoluto silêncio fazendo apenas uma expressão de pesar como se concordasse com tudo que estava sendo dito.
  Até que minha colega disse:

 “Esse Governo não faz nada pela gente, político nenhum presta, são todos corruptos.”

  Disse a ela:
  Cirurgia de catarata é corriqueira o que não quer dizer que é simples.
  O que você sugere?
  A pessoa que irá ser operada hoje e que está esperando há um ano ceda o lugar para a irmã da senhora indignada?
  Minha colega concordou que não seria justo, a melhor maneira seria buscar um jeito de diminuir as filas.

  “Você acha que é mais fácil diminuir as filas para operação de catarata redirecionando a aplicação dos impostos ou implorando pela graça de Deus?”

  Minha colega fez aquela expressão que eu reconheço facilmente, ela sabe a resposta óbvia, mas não aceita, antes que ela ficasse indignada com o “mensageiro” consegui mudar de assunto e falar qualquer trivialidade, falei de futebol.
  Disse a ela que o que a Caixa iria gastar com o Corinthians daria para realizar muitas operações de cataratas e diminuir as filas.

  “Desde que a Caixa Econômica Federal anunciou que seria o patrocinador master do Corinthians, a entidade sofreu diversas críticas pelo fato de ser um órgão público patrocinando um clube de futebol.
  Independentemente da polêmica entre a união do público com o privado, o próprio investimento em si é contrário ao atual momento do marketing esportivo...” [R7]

  “Se” a Caixa quer promover sua marca [não entendo exatamente porque um Banco Estatal precisa de propaganda] poderia, por exemplo, promover uma grande campanha de combate a catarata, não digo com folhetos e comerciais, mas pagando as cirurgias, as clinicas e hospitais que participassem do programa colocariam enormes faixas e distribuiriam camisetas, já que é tão importante para Caixa ter o nome em camisetas...

  NÃO! Não que eu ache que seja obrigação da Caixa fazer isso, nem ao menos recomendo que seja feito, mas lembram-se da Lógica Perversa?
  Como a Caixa é um Banco Estatal o dinheiro dela é também meu, já que não tenho como evitar que o gasto seja feito prefiro ajudar a mulher da catarata que o time do Corinthians é o menos pior a ser feito.

  Observem que o Corinthians não vai prestar nenhum serviço a Caixa, ele vai apenas “divulgar” a marca, será que tem alguém no Brasil que não conheça a Caixa?

  Vamos supor que o objetivo do Diretor de Marketing da Caixa é “melhorar” a imagem da Empresa, me parece que time de futebol é uma aposta pouco eficiente.
  Tá bom, a marca Caixa vai ficar mais simpática para os corintianos, mas promovendo operações cirurgias de catarata não atingirá um público muito maior? [Inclusive os corintianos]
  Esse diretor de Marketing é ineficiente ou é coisa de corintiano no Governo intervindo na aplicação de recursos da Caixa.                          

  Um corintiano me disse que a Petrobrás já gastou milhões com o Flamengo e ninguém falou nada.


  Isso, enfia a faca no meu peito e revira!
  Quem acredita que saber que a Caixa faz isso com outros times me faz sentir melhor!?

  Priorizar a eficiência no gasto do dinheiro dos impostos não parece ser a preocupação do povo brasileiro.

  Preferimos deixar tudo nas mãos de Deus, demonizar a política.
  Esperar 1 ano para uma cirurgia de catarata é só consequência.

  O nosso grande prazer é futebol e reclamar.

  Mas se eu não forçasse a conversa com minha colega a seguir por trivialidades, por onde eu iria flutuar?
  Vamos fazer esse exercício no próximo texto.
  Vamos fazer uma “cirurgia de filosófica de catarata” e enxergar o que ninguém quer ver.

  Quanto custa uma Cirurgia de Catarata?
  Os Preços variam com a técnica aplicada e a clínica onde é feita a operação, mas em média o preço oscila entre os 2 a 4 mil reais.

  Convenhamos que 4 mil reais não é uma grana desprezível, mas também não é uma fortuna.
  Se você está em uma situação de “extrema urgência” e 4 mil reais podem te tirar dela ... porque ficar esperando do Governo ou de Deus?
  A situação não é de extrema urgência ou você é extremamente mesquinho?
  “Decifra-me ou te Devoro!”


  “É sem valor pedir aos deuses aquilo que nós mesmos podemos realizar.” [Epicuro]

  [Deixemos que os espíritos se concentrem nas grandes causas.]

  “Podemos pedir tudo ao Governo e ele nos pedirá o dobro em impostos.” [William Robson]


  [É a necessária taxa de administração e em muitos casos ... porcentagem de propina ☹]

Anterior          <>        Próximo 

domingo, 25 de novembro de 2012

Ajuste de Imagem

“Nos momentos difíceis descobrimos quem realmente somos e as vezes não é o que gostaríamos de ser.”
________________________________________________________
  A situação é São 22 horas de algum dia de dezembro de 2006.
________________________________________________________

  Meu dia de trabalho como sempre tinha começado cedo, 7 horas da manhã já estava no restaurante limpando o local, 8 horas fui para o Atacadão ou Ceasa, por volta dás 10h30 voltei ao restaurante e problema, correria, problema, correria, problema, correria... um dia normal.

  Dez horas da noite, queria fechar estava exausto, mas não poderia colocar os clientes para fora mesmo que já não estivessem consumindo mais nada, não seria simpático.
  Um rapaz de uns 20 anos entra e pede água outro aproximadamente com a mesma idade fica recuado e parece ficar à espreita, com a mão no bolso da jaqueta.
  Eu e os 3 clientes restantes já sabíamos o que iria acontecer, os assaltos naquela região estavam frequentes, não sei bem porque razão o rapaz que pediu água deu uma boa olhada no local e não bebeu nem a água, “deixa quieto”, foi embora com o outro o seguindo.
  Com o susto os clientes finalmente foram embora, terminei tudo que tinha que fazer rapidamente, entrei no carro e senti uma dor tão profunda, chegaria em casa mal dormiria e já acordaria para outro dia desgraçadamente igual ou pior.

  O assalto naquele dia não aconteceu, mas claro que mais cedo ou mais tarde aconteceria.
  Eu vinha tentando vender o restaurante há algum tempo, mas não aparecia nenhum interessado, pelo menos com dinheiro vivo, eram só propostas mirabolantes que me cheiravam a golpe ou falta de juízo.

  Naquele dia eu fui dirigindo para casa chorando convulsivamente, não conseguia me controlar, alguns meses atrás eu tinha jurado para eu mesmo que não seria derrotado, já tinha passado por tanta coisa, tantos momentos difíceis e não seriam aquelas dificuldades que iriam me derrubar.
  É, mas dessa vez não deu, não era tão forte quanto pensava, a imagem projetada não correspondia a minha capacidade real.
  Se ao menos eu estivesse tendo um bom lucro, mas nem isso, por vezes mal dava para fechar as contas, era desesperador.

  As lágrimas podem durar por toda uma noite, mas ao amanhecer... virá mais dor e ranger de dentes.



  O imponderável acontecia e num piscar de olhos me levava qualquer dinheiro extra que entrava com muito suor e trabalho.
  Sempre o risco de um agente sanitário mal humorado me dar uma multa por qualquer coisa, são tantos detalhes, funcionários achando que você é rico e sempre pressionando por aumentos, risco de assalto...
  Sei de pessoas que passam por situações piores e aguentam firme, mas eu não sou assim, gostaria de ser.
  Vejo pessoas com tantos projetos, tantas aspirações, dispostas a sacrificar muitas coisas, dinheiro, tempo, família... tudo na expectativa de uma vida melhor, de realizar um sonho.
  Eu não tenho grandes projetos, em 2006 acho que não cheguei ao meu limite, mas observei que estava bem próximo.
  Talvez fosse o cansaço, foram tantas lutas desde cedo.
  A frase que dominava minha mente naquela noite era:

“Eu não aguento mais.”

  Dei um novo rumo em minha vida.
  Sem grandes sonhos nem aspirações.
  Eu tinha um potencial enorme, algumas pessoas do meu círculo esperavam tanto de mim que se surpreendiam com a situação apática que fiquei.
  Frustração?
  Sei lá, não vou negar que tenho um pouco desse sentimento, mas não chega a ser um tormento, a frustração não domina meus pensamentos.
  Consegui ajustar minha capacidade real a minha imagem projetada, sou o que consegui ser, sou o que me foi permitido ser e até que atualmente é uma situação satisfatória.
  Se um dia eu tive um grande potencial depois de 2006 eu não tinha mais, não iria ficar brigando com a vida.
  É como se a vida me perguntasse: AMIGO OU INIMIGO?
  Eu respondi amigo.
  A vida sussurrou em meu ouvido:

  Para que ficar dando murro em ponta de faca?
  Eu não sou um “escolhido” para ter sucesso, aprendi a conviver com isso.
  “Perdi faz tempo a ilusão de que posso tudo, aliás posso bem pouco.
  Se nada de mal me acontece já me sinto no lucro.”
  [I'm Loser]


Anterior          <>        Próximo 

sábado, 24 de novembro de 2012

AMIGO OU INIMIGO?

  “Nos momentos difíceis descobrimos quem realmente somos e as vezes não é o que gostaríamos de ser.”
   [William Robson]
____________________________________________________
  A situação é Exército, refeitório de soldados da 11ª Companhia de Comando da Brigada.
____________________________________________________

  Sentado na minha frente está o soldado Pedro que começa a ter um comportamento estranho.
  Mastigava com a boca bem aberta, falava sem muito cuidado literalmente cuspindo no meu bandejão e se divertia com a situação.
  Garotos de 18 anos fazem coisas patéticas eu já estava acostumado o que não estava acostumado era ser vítima de bullying. [Para usar o termo da moda].
  Claro que já tinham tentado me intimidar nos anos de escola, mas não é bem da minha natureza aceitar ser subjugado.
  Eram mesas longas, uns 10 soldados aguardavam minha reação.
  Pessoas como o soldado Pedro não mexem com pessoas tão fortes quanto elas só provocam  quem elas supõe que sejam frágeis, a imagem que ele projetava de mim era de um indivíduo frágil.
  Em termos de Brasil sou relativamente alto, tenho 1,80, mas com 18 anos pesava 63 quilos, o filé de borboleta William era um alvo fácil para ser atacado.

  Eu aguentei o quanto pude, estava com muito medo, não do soldado Pedro, mas de mim mesmo.

  Eu estava em uma fase suicida e o único pensamento que vinha em minha mente era espetar meu garfo na garganta dele.
  Porque o garfo e não a faca?
  Sei lá, eu queria ver muito sangue, para encher a mesa de sangue o garfo me parecia mais apropriado, a faca poderia provocar apenas hemorragia interna.
  Segurei o garfo com mais força e me preparei para desferir o golpe iria ser certeiro, não tinha como errar, respirei fundo e ... descobri que não era capaz.
  A imagem que eu projetava de mim mesmo não correspondia a realidade, não sou um assassino.
  Sei que sou capaz de matar, mas não naquela situação.
  Lembrei do meu amigo Sócrates, com seus questionamentos desconcertantes irritou tanto um indivíduo que ele lhe deu um chute, Sócrates tinha plenas condições de revidar, mas não fez isso.
  Seus colegas perguntaram porque ele não chutou o homem também?

  “Se um burro lhe der um coice, chutar o burro não o tornará burro também?”

  [Não vem ao caso agora, mas Sócrates sabia que seu questionamento de certo tinha machucado mais o homem internamente que o chute que ele havia desferido em Sócrates.]

  O Pedro era um idiota, mas não merecia morrer.
  Se ao menos ele estivesse tentando me matar seria legitima defesa, no entanto ele estava apenas me dando um “coice”.
  De qualquer forma a situação pedia uma ação drástica, era o primeiro ou segundo mês de exército, tinha praticamente 1 ano pela frente eu não iria passar esse tempo todo sendo humilhado.
  Encarei o Pedro e disse algo mais ou menos assim:

  “Cara, até minutos atrás nós éramos amigos agora me parece que você quer ser meu inimigo.
  É melhor se decidir porque eu não gosto de falsidade, eu vou te dizer o que irá acontecer.
  No “MÍNIMO” eu vou jogar minha bandeja em você, no mínimo você irá me mandar para o hospital e no mínimo ficará um mês na cadeia, decide agora...
  AMIGO OU INIMIGO?”

  Surpresa!!
  O cara falou amigo.
  “Eu também não gosto de falsidade”.
  Oras vejam só, o Pedro não era tão burro, ainda bem que “eu” não dei o coice...
  To be Continued...



PS:  Anos depois reencontrei o Pedro em uma situação surreal, acho que ainda não contei aqui, ele não me reconheceu, com anos de musculação me tornei um homem muito forte, alguém que o soldado Pedro não mexeria. 
  Ele se tornou policial anda nesses helicópteros da polícia militar, deu até uma entrevista na TV.
  Vida longa e próspera ao Pedro!

  “Porque o conflito parece inevitável em nossas vidas por nossas muitas diferenças, mas temos o poder de minimizar seus impactos com a ajuda do bom senso.” 
 [Daniel no G+]


 Anterior          <>        Próximo 

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Imagem Projetada

“Nos momentos difíceis descobrimos quem realmente somos e por vezes não é o que gostaríamos de ser.”
  [William Robson]


  A situação é:
  Década de 90 acabei de sair do Campus II da PUC, estou na avenida John Boyd Dunlop em uma moto Yamaha DT 180.
  Em uma parte estreita e mal iluminada da avenida tem um enorme buraco sem nenhuma sinalização, quando percebo já não dá mais tempo de desviar.
  A moto passa pelo buraco e o impacto é tão forte que a tampa de combustível salta no ar.
  Sem cair e com a moto em movimento eu pego a tampa de combustível no ar e levo a moto para o canto da avenida
  Cena de filme, me senti o próprio 007!
  Meu nome é Robson, William Robson.


  Por mim a cena acabaria aí, mas sabem como é, não sou eu que escrevo inteiramente o roteiro.

  Ali no canto da pista colocando a tampa de combustível de volta eu não tinha como ver, mas atrás de mim vinha um ônibus e um caminhão emparelhados, como a pista era estreita o ônibus bateu no guidão da moto que foi ralando na lateral do ônibus.
  Tudo foi muito rápido, mas parecia câmera lenta, o ônibus passando, a moto caindo eu indo ao chão e ralando no asfalto.
  O ônibus parou um pouco a frente, o caminhão sumiu e eu levantei, me senti o próprio Exterminador do Futuro.
  Seria sensacional ter um corpo como esses que aparecem nos filmes, quase indestrutível, com grande capacidade de regeneração.
  É, mas eu não sou quem gostaria de ser, ralei meu braço e meu dedão doía tanto que de madrugada tive que procurar ajuda no Mário Gati [pronto socorro], foi apenas um mal jeito não precisou nem engessar.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Sei, sei, não é sobre um corpo magnifico que a frase em destaque nos provoca a pensar.
  A frase nos leva a pensar na imagem que projetamos de nós mesmos e que não raro se desfaz diante da realidade.
  Por vezes temos até uma agradável surpresa, somos maiores do que pensávamos que fossemos, maiores que a imagem projetada.
  Entretanto na maioria das vezes somos tão frágeis, impotentes tão aquém de nossos desejos e necessidades...
  Vamos flutuar por essa brecha no Abismo o objetivo é tentar ajustar a imagem que fazemos de nós com nossa real capacidade.
  Vamos audaciosamente onde poucas mentes se atrevem a ir...

  To be Continued...


                                                                                   
  Anterior          <>        Próximo