domingo, 30 de junho de 2013

A Força do Vandalismo

  É triste precisarmos de atos de selvageria para conseguirmos alguma coisa que poderia ter chegado a um bom termo com o uso do diálogo.
[William Robson]

  Fazer uma passeata pacifica contra o preço dos pedágios dificilmente traz algum resultado, muitas já foram feitas.
  Juntar uma turma e destruir a praça de pedágio... a discussão vai para outro patamar.

  Fazer protestos pacíficos contra o preço da passagem de ônibus raramente surte algum efeito, muitos já foram feitos, incendiar ônibus, quebrar estabelecimentos comerciais, colocar fogo em pneus leva a situação para outro patamar.

  Um grupo de pessoas acampar em frente ao Congresso é uma coisa, um bando de pessoas invadir o Congresso e agredir Deputados a situação vai para outro patamar.

  Em nossa cultura a agressão do cidadão a um policial é aceita, mas a agressão de um policial a um cidadão é mal vista, daí fica fácil invasões e atos de vandalismo.

  Se um bando de pessoas enfurecidas/revoltadas tem poder de destruição tão grande o bom senso/inteligência sugere que quem está no poder não deixe as coisas chegarem ao ponto de despertar a “Força do Vandalismo”.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
    “As pessoas com privilégios preferem arriscar a sua própria destruição a perderem um pouco da sua vantagem material.”
 [John Galbraith]

  Defendo que grandes empresários e políticos prestem muita atenção as necessidades dos cidadãos menos favorecidos.
  Para que os próprios empresários e políticos possam ficar seguros em suas posições de destaque.

   O que faz um Hugo Chávez ou Hitler surgir?

  Uma despreocupação/insensibilidade total com a qualidade de vida dos cidadãos por parte das pessoas que estão no topo da pirâmide e poderiam amenizar desigualdades sociais.

  Se quem está no poder não se antecipa as necessidades básicas da população o caldo de revolta vai se intensificando e criando vândalos.

  Os vândalos são úteis para forçar uma mudança, mas são terríveis se chegam ao poder.
[William Robson]

  Hugo Chávez, Stalin, Mussolini...são vândalos que chegaram ao poder.
  No caso mais recente, se a “elite venezuelana” cuidasse melhor da distribuição de renda (em um país riquíssimo em petróleo) Chávez não teria força para tentar um golpe de estado.

  Hugo Chávez Frías não teve sucesso no “vandalismo”, mas ficou popular e foi eleito Presidente, os venezuelanos entraram numa fria
 

  A sorte do Brasil é que não temos nenhuma corrente radical para dar “esperança” ao povo.

  O PT tinha essa “aura mágica”, mas como está há muito tempo no poder a perdeu.

  No Brasil temos um sincretismo religioso muito distante daquelas “irmandades muçulmanas”.
  Não corremos o risco de perder nossa laicidade.


  Esse texto é para sugerir que NÃO ABUSEMOS DA SORTE.

 Você acha que a “solução” é o quebra–quebra?
 Comece a ter medo do que pode surgir depois que tudo estiver quebrado, regimes ditatoriais e anarquias começam assim.

  Dos manifestantes pacíficos espero muitos debates políticos e qualidade no voto.
  Se você elege políticos sabidamente corruptos não pode dar uma de inocente/vítima.

  Dos políticos e empresários espero que enxerguem o óbvio.

  Só um Capitalismo de boa qualidade pode trazer progresso para Nação, esse progresso e prosperidade deve ser REPARTIDO COM TODOS, a preocupação com a qualidade de vida deve ser uma constante.
  NÃO, não estou falando de dar tudo aos pobres.
  Estou falando de garantir certas condições básicas para que cada um com estudo, trabalho, responsabilidade, dedicação consiga uma vida confortável, longa e próspera.
  
  "Em casa que falta o pão todo mundo fala e ninguém tem RAZÃO."





  “Se eu sou um Rico Empresário e sou a favor da privatização dos portos porque financio políticos que não se propõe a fazer isso?
  Quando o político ou seu tesoureiro vai pedir auxílio financeiro na campanha de certo ele deve ser sincero quanto as suas intenções, sua ideologia, o Rico Empresário obviamente tem uma noção muito boa de quem ele vai apoiar ou não, diferente de nós que só vemos o candidato pela TV mascarado por toda sua equipe de marketing.
  Logo, o empresariado reclama de um Governo que ele mesmo financia!!!!”



anterior                       <>                                próximo


----------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Talk Show na China

    “O último talk show; programa da TV chinesa entrevista pessoas condenadas à morte.”

  Gosto de ler notícias sobre a China, afinal é uma grande potência econômica cuja atividade influencia o mundo todo.
  Até porque o “Ocidente” é muito autocritico, qualquer notícia “desagradável” dos Estados Unidos ou países desenvolvidos da Europa é colocado em destaque como se fosse o fim dos tempos.

  O povo Anglo-saxão por seu sucesso adaptativo é tido como pária da humanidade!

  Não me peçam para explicar, não consigo entender.

  Índios são bons, negros são bons, orientais são bons...
  O homem branco europeu e seus descendentes são a escória que subjuga o resto da humanidade ordeira e pacifica ... acredite se quiser.

  Segundo inúmeros “acadêmicos” a pena de morte existir em alguns países do Ocidente é uma selvageria, mas na China ... calma, sejamos tolerantes, é a cultura deles.

  Se você ler a matéria da Super perceberá que a liberdade de criação artística é enorme, desde que você não fale contra o Regime pode praticamente tudo.

  O índice de homicídios na China é baixo, um dos países onde se aplica mais facilmente a pena de morte.


  NÃO observo que a pena de morte seja poderosa para inibir o crime hediondo, ela é eficiente para evitar a reincidência e o auto custo de uma prisão perpetua.

  Entretanto esse texto não é para falar sobre pena de morte e sim de como é importante termos uma visão “holística” das coisas.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  É comum vermos uma foto “feia” na Internet, como uma escola precária (por exemplo), e os comentários giram em torno da visão pequena de que todas as escolas são como a apresentada na foto.

  A grande maioria de nossas escolas são razoavelmente bem cuidadas, então é um tanto ingênuo creditar falhas educacionais a precariedade física das escolas.

  É comum postarem a foto de uma família carente [de preferência do nordeste] e passar a imagem de que todo nordestino é pobre e miserável, gritam aos sete ventos “nesse país nada funciona”.

  Claro que temos que olhar para as mazelas e tentar soluciona-las, mas é sempre preocupante essa visão generalizada de caos, de fim do mundo.
  As pessoas começam a defender ideologias perigosas como “MUDAR TUDO ISSO QUE ESTA AÍ”.
  Substituímos buscar EVOLUÇÃO para corrermos atrás de REVOLUÇÕES.

  A primeira vista o Talk Show da pena de morte parece uma aberração, mas se você olha com mais serenidade é apenas mais um programa de televisão.
  É interessante saber a justificativa do criminoso para o crime quando ele não tem mais nada a perder.
  Nesses casos a maior preocupação é apurar se realmente o indivíduo é culpado com EVIDENCIAS irrefutáveis.
  Por exemplo:
  Sabemos sem sombra de dúvida que o Guilherme de Pádua matou a Daniella, mas os motivos nunca ficaram claros.
  Uma das versões é que foi por vingança por ele não ter aparecido em dois capítulos da novela, mas convenhamos que é uma atitude desproporcional ao fato ocorrido.

  “Em 28 de dezembro de 1992, Guilherme de Pádua se envolveu no assassinato da atriz Daniella Perez, junto à sua ex-esposa Paula Nogueira Thomaz que na época tinha muito ciúme de Daniella.
  Guilherme de Pádua tramou o assassinato.
  Eles emboscaram Daniella em frente a um posto de gasolina, situação está vista e confirmada por dois frentistas.
 Guilherme não somente deu-lhe um violento soco, como também espancou a atriz, colocou-a no carro de Paula, onde Daniella começou a ser apunhalada e seguindo direção ao Escort da atriz.
  Daniella foi apunhalada 18 vezes com uma tesoura, atiraram o corpo da atriz em um matagal da Barra da Tijuca.
  O crime teria sido motivado por inveja, cobiça e vingança, já que segundo a acusação, Guilherme dava em cima de Daniella, e sem obter êxito em suas investidas, creu que pelo fato de ter deixado de aparecer em dois capítulos da novela na semana do crime, Daniella teria contado sobre suas perseguições a sua mãe, como forma de prejudicá-lo.”

  Eu particularmente defendo que esse tipo de assassino mata simplesmente porque teve vontade de matar, a vida do outro tem pouco ou nenhum valor.
  Agora ele ainda pode ganhar muito dinheiro contando versões fantasiosas do ocorrido onde a vítima NÃO poderá se defender de nenhuma insinuação.
  Sei lá!

  O Crime foi terrível, gostaria de ter ouvido a versão de Guilherme em um programa de TV “se” depois da gravação ele fosse FUZILADO. 

 




     “Há pessoas más que seriam menos perigosas se não tivessem nenhuma bondade.”




anterior                       <>                                próximo

-----------------------------------------------------------------

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Cultura Ineficiente

  “Em 1830, o presidente Andrew Jackson determinou a remoção de várias tribos, Cherokee, Chickasaw, Choctaw, Creek e Seminole, entre os anos de 1831 e 1838, das mais ricas terras do sudeste americano, para míseras reservas a milhares de quilômetros de onde moravam, tendo que cumprir o trajeto – sob pressão dos militares americanos – a pé.

  Só entre os Choctaws, entre 2.500 e 6.000 morreram durante a remoção.”
  [Wikipédia]



  O modo de vida indígena teve seu apogeu na face da Terra, tanto que essa cultura se espalhou por todo planeta.
  Depois de cerca de 1000 anos da chamada Idade Média, lá por 1450 a humanidade começou a se organizar de uma maneira mais EFICIENTE.

  Para esse texto ser útil NÃO vou trazer para ele valores “morais”.

  Sem duvida exterminar povos menos adaptados é uma selvageria.
  Todo mundo gosta de falar de como os Americanos praticaram genocídio contra os índios da América do Norte até porque é uma historia bem documentada.
  Mas a eficiência da cultura humana que surgiu no Renascimento e Iluminismo se espalhou por todas as regiões da Terra.

  Não conheço nenhuma nação indígena que conseguiu defender seu território e se estabelecer como país.

  Só por esse FATO já dá para termos uma noção  de quanto a cultura indígena se tornou obsoleta.

  Eu não tenho duvidas que se os índios americanos impusessem sua cultura aos “colonizadores” hoje os Estados Unidos não seriam o que são.
  Franceses, Ingleses, Holandeses...dominariam aquele território e os indígenas seriam subjugados da mesma maneira ou até pior.
  Se você não acredita em mim, basta ler sobre o avanço Português e Espanhol por toda América Latina.
  Nenhuma tribo indígena foi páreo em nenhuma disputa por território.
  Por isso é preocupante cedermos tantas terras do território brasileiro a uma cultura pouco eficiente como a indígena.
  A humanidade evoluiu, genocídios do passado não são mais aceitos no presente, mas daí a criar um mundo de fantasia onde a cultura indígena é mais eficiente que a cultura surgida no Iluminismo é...PATÉTICO.
  Todos sabem que eu não defendo o Darwinismo Social, ele não é CIVILIZADO.
  Mas pura e simplesmente ignora-lo é negar a REALIDADE.
  Existe humanos mais eficientes [adaptados] e humanos menos eficientes [menos adaptados].
  Amarrando ao texto de ontem voltamos a pensar em AGRICULTURA.
  O ser humano mais adaptado é uma “semente melhor” que o humano menos adaptado.
  Não devemos obrigar os indígenas a viverem de maneira mais eficiente, mas não vejo problema em tentar convence-los a isso, principalmente mostrando a “civilização” as suas crianças.

   De qualquer forma o mais importante nesse texto é você perceber que:

 Ceder mais do território brasileiro a uma cultura ineficiente é uma ideologia fracassada.



  “De acordo com a Funai (Fundação Nacional do Índio), o país tem atualmente 672 terras indígenas, 115 delas em estudo, ou seja, ainda não foi definido o tamanho dessa área, que pode vir a ser demarcada.”
[G1]




    OS GRUPOS INDÍGENAS BRASILEIROS DAVAM GRANDE IMPORTÂNCIA À GUERRA.

  Esta era parte fundamental de sua cultura, em diversos momentos, como na captura de mulheres para casamento ou no esquema que se chama de guerra de vendeta (vingança), os conflitos se iniciavam para vingar ofensas passadas.
  O objetivo maior era a captura de prisioneiros para que estes fossem sacrificados e devorados de forma ritual, completando a vingança.   
  Naturalmente estes rituais e as baixas em combate levavam a novas vinganças, reiniciando o processo.
  Este ciclo de captura, execução e canibalização do inimigo era especialmente importante para os índios tupis, marcava o início da vida adulta de um homem, lhe permitindo o casamento.
   A própria reprodução e sobrevivência da tribo dependia do sucesso na guerra, da captura, execução e consumo de muitos inimigos.

   Uma das consequências desse modo de fazer a guerra era um procedimento ritual de combater, onde os guerreiros procuravam afirmar sua masculinidade através da forma como lutavam e capturavam os inimigos para o sacrifício, bem diferente de uma guerra europeia ou asiática.
  Havia a necessidade do combate aproximado, o que favoreceu o desenvolvimento de armas específicas para a luta corpo-a-corpo, que se somavam ao arco e flecha, de uso cotidiano de todas as culturas indígenas.”






anterior                       <>                                próximo

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Vida Blindada

“A ambição universal do homem é colher o que nunca plantou.”
[Adam Smith]

  Graças ao uso da LÓGICA tenho uma vida razoavelmente “blindada”.

  Não dependo de transporte público, por exemplo.
  No máximo em 30 minutos chego ao trabalho, para uma Cidade com 1 milhão de habitantes e transito centrado em ônibus...até que é um tempo satisfatório.

  Eu, minha esposa e filhas temos boa saúde, as dificuldades do SUS não sentimos na pele, é algo mais visto pela TV.

  O bairro que moro é bonito, arborizado, a vida segue tranquila sem notícias de crimes hediondos, bala perdida ou excesso de violência.

  Pelo rumo que vejo as coisas seguirem, blindar minha vida confiando no trabalho/bom senso meu e de minha esposa foi e é um excelente negócio.

  Vou tentar mostrar isso com 2 observações.

1 -  Há pessoas que agem sem pensar muito, esperam que através de orações “espíritos” lhes proporcionem uma boa vida.

  Entretanto observo que:

  De “deus” as pessoas esperam muito, mas não cobram nada, ele faz quando quiser, se achar que a pessoa merece.

2 -  Há pessoas que agem sem pensar muito, esperam que o Estado lhes proporcione uma boa vida.

Entretanto observo que:

  Do Estado as pessoas esperam muito, cobram tudo, no momento que elas quiserem, só por existirem merecem automaticamente tudo de bom.

  Nas manifestações de 2013 isso ficou claríssimo.
  Nosso povo basicamente pede a estatização de tudo.
  Não faltou gente dizendo que ônibus de graça é possível.
  O bom senso nos diz que:

  Tarifa zero é possível, o impossível é CUSTO ZERO.

  Se manter um carro que usamos em média 1 hora por dia tem custo imaginem um ônibus rodando em média 8 horas por dia!!

  Ônibus com tarifa zero é perfeitamente possível chamamos isso de Estatizar ou Municipalizar o transporte público o custo é totalmente coberto com o dinheiro dos impostos.

  Se os manifestantes forem atendidos teremos um Estado ainda maior, interferindo ainda mais na economia.
  O brasileiro quer isso e os Governantes sonham com isso, junta a fome com a vontade de comer.

  Somado a defesa de um Estado cada vez maior vem o ódio a empresas e empresários principalmente se for estrangeiro.
  É evidente que isso afugenta investidores.

  Vejam o caso da Copa, parece que os brasileiros foram pegos de surpresa.
  Eu por anos escrevi praticamente sozinho contra a imbecilidade de gastar tanto dinheiro com esportes, agora as pessoas “acordaram” para a realidade, mas se comportam como idiotas.
  É algo como você se endividar para comprar um carro e agora que a “ficha caiu” a solução é atear fogo no carro!!!!
  Nenhuma empresa vai querer sua marca associada a algo “negativo” e as manifestações estão transformando a Copa no verdadeiro símbolo da besta.
  A Copa que já nos traria naturalmente muito prejuízo vai ficar ainda mais cara sem boas cotas de patrocínio.
  Com depredações menos turistas se animarão a vir ao Brasil, mais prejuízo.

  O pior é que (com tanta imbecilidade por todo lado) aquelas melhoras conseguidas com o plano Real vão se perdendo, já resta bem pouco de bons fundamentos econômicos.

  A economia é como a agricultura, você planta boas sementes hoje para colher no futuro ... faz tempo que deixamos de plantar boas sementes.

 Nosso descontrole está tão grande que mesmo que consigamos uma boa equipe econômica os resultados demorariam anos para aparecer, assim como aconteceu com a equipe de FHC que até hoje é demonizada mesmo tendo melhorado o país, eles plantaram a boa semente e outros colheram os frutos.
  Infelizmente tudo indica que caminharemos para mais uma década perdida.
  Como temos um território muito rico a vida seguirá adiante muito aquém do que poderia ser.
  Quanto a mim e pessoas como eu...pagaremos ainda mais impostos, não temos como escapar.
  Mas em terra de cego quem tem um olho vive bem, pessoalmente não vejo grandes transtornos na minha vida.

  Hoje infelizmente o conselho que posso dar a você Livre Pensador é que seja EGOÍSTA, pense basicamente em você e sua família, blinde sua vida, não se desgaste tanto com ideologias estatizantes fracassadas.

  Não sei se a imbecilidade que historicamente atinge o povo Latino algum dia diminuirá, enquanto não encontramos inteligência nos trópicos é melhor cultivar a inteligência em nossas famílias.

  A economia e as condições de vida no Brasil estão instáveis, mas aqui em casa vivemos com bom senso, tudo indica uma década de paz e prosperidade na minha família... é o que desejo para você e SUA FAMÍLIA, bom senso, paz e prosperidade.




▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Considerações em Julho de 2017: 

  Nesse texto escrito em 2013 eu estava bem desanimado com os rumos que as coisas estavam tomando.
  E não deu outra, depois de tantas manifestações a esquerda só se fortaleceu.
  Em 2014 o PT e os partidos mais à esquerda receberam votos suficientes para continuarmos em direção a Venezuelização, confesso que dava a catástrofe econômica como certa, mas nem isso impediria Lula de ser eleito em 2018.

  “Talvez” só em 2022 o caos generalizado levasse nosso povo a rever seus conceitos.

  Diferente de 2013 hoje ESTOU MUITO ANIMADO, o futuro nunca me pareceu tão promissor.
  O Congresso está modernizando nossa legislação, a máfia petista está fora do poder, empresários corruptos estão sendo presos, a Internet permite réplicas a MANIPULAÇÃO MIDIÁTICA, 2018 tem eleições ... a massa é meio lenta, demora para cair a ficha, mas estamos bem e ficaremos melhor.

  Comentei isso ontem 20/07/2017:

👨 “Alguém fez as contas, já foram gastos milhões com a investigação sobre Lula, cadê o retorno disso?”
[Comentarista no G+]          
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Com PT -  A Petrobras teve prejuízo líquido de R$ 34,836 bilhões em 2015.
  Trata-se do maior prejuízo anual registrado pela companhia, segundo dados da Economatica, superando as perdas de R$ 21,587 bilhões de 2014.
 
Sem PT -  Petrobras registrou lucro de R$ 4,45 bilhões no 1º trimestre, revertendo prejuízo de R$ 1,25 bilhão registrado nos 3 primeiros meses do ano passado,
  O resultado positivo veio acima das previsões de analistas compiladas pela Reuters, que apontavam um lucro de R$ 3,773 bilhões no período.



 Vida longa e próspera ao excelentíssimo Juiz Sérgio Moro!

Viva a Lava Jato!







anterior                       <>                                próximo




-------------------------------------------------------------------

terça-feira, 25 de junho de 2013

Dr. Morte

 “Estou entediado com tudo isso”.
[Winston Churchill]

Últimas palavras antes de entrar em coma e morrer nove dias depois.

  “Não aguenta mais a rotina da escola, trabalho ou família?   
   Agarre esta oportunidade, sentir TÉDIO tem seu lado bom...





  Quando fui Presbiteriano ouvi alguns sermões interessantes, em um deles o orador perguntou a audiência:

  O que mais traz fiéis para igreja/religião?

  As pessoas disseram de tudo, do poder da oração, passando pela evangelização, mas a conclusão geral foi que a conversão é um chamado irresistível de Deus.
  A doutrina Presbiteriana é Calvinista e como sabem Calvino defendia o predestinação.

  Na onisciência de Deus ele já sabe quem será salvo ou se perderá, já está determinado.
  Meio que contrariando a doutrina, ou melhor dizendo, usando uma licença poética/discursiva.
  Para surpresa de todos o orador disse que o que mais faz as pessoas se aproximarem da igreja é o MEDO DA MORTE.
  Ele se explicou melhor e disse que não estava falando da salvação, mas das pessoas participarem de alguma religião.

  Ele fez até aquela piada recorrente onde ateu só é ateu enquanto está forte e saudável, basta algum problema mais grave para ele gritar glória a Deus!

  Nas minhas observações, nos povos mais civilizados, o grupo de humanos “sem religião” é o que tem tudo para crescer cada vez mais.

  As pessoas acreditam cada vez menos nessas histórias de inferno eterno e dependendo da situação A VIDA ASSUSTA MAIS QUE A MORTE.

  Há algum tempo atrás vi a interessante história de Jack Kevorkian, um médico americano que ajudava as pessoas a morrerem.
  Não tenho dúvidas que se esse procedimento fosse legalizado milhões adeririam a ele.

  “Kevorkian admitiu ter ajudado mais de 130 pessoas a se suicidar, mas insistiu em afirmar que não havia matado ninguém diretamente.”
  No julgamento, Kevorkian dispensou o advogado que o havia defendido nos casos anteriores e insistiu em se defender pessoalmente.
   Quando o juiz decidiu que a viúva e o irmão de Thomas Youk não podiam depor como testemunhas, Kevorkian ficou sem argumentos de defesa e foi condenado pelo júri por homicídio simples a 25 anos de prisão, mas com direito a liberdade condicional a partir de 2007, por causa de sua idade avançada.

  Vejo muitos religiosos dizendo que venceram o medo da morte tendo Fé em Jesus, no entanto se apegam hipocritamente a cada restinho de vida.
  O cidadão está ali em uma péssima qualidade de vida, mas não larga o osso.
  Admiro muito esses cidadãos que realmente venceram o medo da morte usando a LÓGICA, chega um momento que as dores da vida superam em muito o prazer.

  De tempos em tempos gosto de incentivar os Livres Pensadores a pensarem profundamente em sua própria morte.

  O medo da morte reflete em nossos medos da vida nos prendendo a DOGMAS.
  Pense em você definhando em uma cama dependendo de terceiros para tudo.
  Se é o caso de uma diabete as restrições alimentares são terríveis, o prazer de comer se perde.
  Depois de uma certa idade, mesmo que você tenha muito dinheiro para intervenções plásticas a beleza já ficou em algum lugar distante do passado.
  Seus pais morrem, seus filhos crescem, o corpo reclama de tudo e mais um pouco...



  Entendo a dificuldade das pessoas em aceitar esses conceitos.
  Aqui e agora estou forte, com saúde, tenho uma vida satisfatória então a morte me parece algo terrível que não quero nem pensar.
  Mas vejo pessoas sofrendo muito em uma qualidade de vida que só tende a piorar e sei que meu dia nessa situação chegará.

  Não tenho grandes problemas de saúde, de vez em quando pego aquelas gripes fortes.
  Vou falar para vocês, é suportável porque sei que é passageiro, em uma semana estarei com minha saúde de volta.
  Se a gripe fosse fazer parte da minha vida sem esperança de cura seria muito fácil para eu solicitar a ajuda de um Dr. Morte.

   Entretanto o irmão da Presbiteriana estava certo, nada nos aproxima mais das religiões que o medo da morte, ao perder o medo da morte fazer parte de uma igreja perde muito do sentido.

  Podemos frequentar uma religião para fazer parte de um grupo, mas o medo da morte não é mais o que nos move.

  



  “Quem se declara como sem religião é, sobretudo, jovem, com idade média de 26 anos.
  Eles NÃO rejeitam valores religiosos, mas sim a institucionalidade ou até mesmo a mediação de sacerdotes ou de uma igreja.”


Obs: “Sem religião” NÃO é sinônimo de ateu.






anterior                       <>                                próximo

-------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Case Santa Maria

  “O incêndio na boate Kiss foi uma tragédia que matou 242 pessoas e feriu 680 outras numa discoteca da cidade de Santa Maria, no estado brasileiro do Rio Grande do Sul.
  O incêndio ocorreu na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013”





  “Durante quase dez anos, trabalhei com eventos e casas noturnas.
   Não conheço a burocracia em Santa Maria, mas conheço muito bem a de São Paulo, e garanto: é impossível uma pessoa entrar na prefeitura e conseguir um alvará sem usar os serviços de um batalhão de advogados, técnicos, engenheiros e despachantes.
   E, mesmo se usar, a chance de conseguir é mínima.”

  A falta de lógica nos cerca por todos os lados.
  Porque as Prefeituras não mantém equipes técnicas apenas para concessão e renovação de alvarás!
  Em cidades grandes elas teriam muito trabalho o ano inteiro, em cidades pequenas poderiam fazer parte de algum outro órgão fiscalizador ou ter uma equipe regional.

  Outra imbecilidade é querer responsabilizar criminalmente o técnico que vistoriou o estabelecimento a não ser que seja comprovado que agiu de má fé ou preguiça.

  Acidentes acontecem, por isso chamamos de acidentes.

  Em Santa Maria um idiota usou um sinalizador externo em um lugar interno, não dá para o técnico prever todo tipo de idiota que vai usar um equipamento.
  “Ao que se sabe” mesmo isso não teria grandes consequências se o material isolante não emitisse gás cianeto.
  Quero dizer que mesmo que o alvará fosse devidamente emitido e fiscalizado, essa é uma tragédia daquelas que parecem coisa do “destino”.

  Nesse caso a grande negligencia foi a do cara que usou o sinalizador indevido.
  Na minha opinião é o que deveria ser gravemente punido ... sem ódio, sem rancor.
  É evidente que o cidadão não tinha a intenção de matar ou ferir ninguém, mas o fato é que sua irresponsabilidade matou dezenas de pessoas

  A tragédia de Santa Maria, em países sérios, seria um “case para estudos”.

  A tal manta acústica seria banida do mercado ou passaria por alterações técnicas.

  O comércio de sinalizadores seria melhor regulamentado.

  (Recentemente um garoto morreu na Bolívia devido ao mau uso desse dispositivo.)


  Aqui ao invés de consertarmos essa situação dos alvarás e usarmos a tragédia para desenvolvermos normas técnicas preferimos uma “caçada as bruxas” e rezar para que outra tragédia igual não volte a acontecer...
  Vejam bem que a situação dos alvarás não é uma coisa restrita a Santa Maria é a nível nacional.
  Coloque uma coisa em sua mente, o que aconteceu ali poderia ter acontecido em qualquer lugar.


  Entendo que para amigos e familiares o foco deve ser no fato, no acontecimento, mas para nós enquanto sociedade o foco deveria ser na SITUAÇÃO.




anterior                       <>                                próximo
anterior                       <>                                próximo



-------------------------------------------------------------


domingo, 23 de junho de 2013

Pequenos Negócios

 “Seu trabalho não é a pena que paga por ser homem, mas um modo de amar e de ajudar o mundo a ser melhor.”
 [Thiago de Mello]

O outro custo Brasil

 "O controle remoto do portão já vem de fábrica funcionando precariamente.
   Cai ou enferruja o cabo da vassoura.
   Enguiça o mecanismo para elevar o assento da cadeira de escritório.
  A ducha higiênica vaza.
  O sol derreteu a fibra da parte de baixo do meu aquecedor solar (e o conserto foi porcalhão), fui ver um aquecedor chinês, que me pareceu muito mais bem construído.
  Comprei várias luminárias residenciais.
  Ao desmontá-las, vi que as chinesas, de mesmo preço, têm uma engenharia melhor e o acabamento é superior (copiaram dos americanos?).
  As nossas são mal pensadas, pois o fio precisa ir aonde não quer.
  Custa trabalho e paciência convencê-lo. Com o calor da lâmpada, partiu-se o vidro de uma que havia no teto da sala, e ela desabou em mil pedaços.
  Algumas com parafusos cuja fenda é rasa e larga demais, desafiando as chaves de fenda.” 


  Esse texto do Cláudio está um primor, é um pensador que me dá prazer ler.
  Ele fala o quanto precisamos buscar uma melhora como indivíduos.
  Tudo para nós é culpa de terríveis políticos alienígenas que ocupam Brasília e as Prefeituras.
  Esse exemplo das tomadas e luminárias é um espetáculo.
  Não entendo porque os empresários não fazem coisas simples e eficientes, é só uma tomada, imagine se eles fossem desenvolver um celular!
  Ultimamente, para complicar nossa vida o Governo adotou um tipo de tomada que só tem no Brasil e dá-lhe adaptadores.
  Fico estarrecido com pessoas que se dizem e se anunciam como pedreiros, eletricistas encanadores.
  É preciso ter muita sorte para recorrer a esse tipo de serviço porque não há uma certificação.
  O cara pode dizer que vem na manhã do dia seguinte e aparecer depois de 3 dias, eles estão sempre “cheios de serviço”.

  Você pede recomendação a conhecidos e recebe histórias de transtornos.

  Algum tempo atrás a luminária da cozinha deu problema, como não é o tipo de coisa pela qual me interesso chamei um eletricista recomendado.
  Ele fez uma visita, estava “cheio de serviço” e mandou um auxiliar, fiquei tranquilo o que poderia dar errado, é só uma luminária.
  Quando o rapaz terminou o serviço a luminária não acendeu, pior que isso, começou a sair fumaça.
  Ele desmontou e “descobriu” o que estava errado.
  O reator não era compatível, a culpa era minha!
  O chefe dele havia vindo na minha casa 2 dias antes, olhou a luminária e disse qual reator eu deveria comprar.
  Perguntei se era o reator pedido pelo chefe e o rapaz confirmou que sim.
  O chefe dele errou na escolha do reator?
  E ele, com o reator e a luminária na mão não tinha como saber que eram incompatíveis?

  É senhoras e senhores, todos nós devemos buscar sermos melhores PROFISSIONAIS.


   Só assim poderemos melhorar também o Governo que nos traz tanta ineficiência...






anterior                       <>                                próximo


------------------------------------------------------------

sábado, 22 de junho de 2013

Discurso Dilma

Quatro prioridades de Dilma em resposta as manifestações de 2013.

1 - Elaboração de um plano nacional de mobilidade urbana.
2 - Repasse de 100% dos recurso do petróleo para a educação.
3 - Trazer milhares de médicos do exterior para atender no sistema público de saúde.
4 - Receber os líderes das manifestações pacíficas.


   Como podem perceber a Dilma tem boa intenção, mas sua ideologia política é INEFICIENTE.
  É como pagar um pedreiro para trocar o piso de sua casa e depois descobrir que ele não tem conhecimento técnico para isso.
  Não adianta mandar o cabra refazer, é melhor contratar outro pedreiro com maior capacidade técnica.
  Dilma (por exemplo) acredita que o grande problema da Educação é dinheiro e já vimos que não é:

 Tome cuidado.
  Você pode estar valorizando muito seu filho ter aulas com um “cientista pedagogo”, quando o melhor para ele é ter aulas com um “artista professor”.

  Ela acredita que o grande problema é a falta de médicos, quando claramente são as CONDIÇÕES DE TRABALHO.

  "Pense bem, você rala pra caramba para se formar médico, gasta uma grana preta para depois ser jogado em lugares desconfortáveis com macas espalhadas por todo lado em escalas sobre humana de trabalho!!!!
  Eu não sei como ainda tem médico que aceita trabalhar no pronto atendimento.
  O cara tem que ser muito vocacionado ou estar precisando muito de dinheiro."






anterior                       <>                                próximo

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Proibir a Ciência!?

Comissão de Direitos Humanos aprova autorização para 'cura gay'.
[Globo]

  Essa manchete é sensacionalista e manipuladora ... NÃO tenho nada contra.

  É do jogo o jornal/revista colocar um título que desperte a curiosidade de ler a matéria, quer vender seu produto, mostrar seu trabalho.
  Também não tenho nada contra o jornal/revista/TV ser tendencioso, defender sutilmente ou escancaradamente uma opinião.
  Não acredito em isenção, a mídia é feita por pessoas e pessoas tem opiniões.
  O repórter tem opinião, o patrão do repórter tem opinião.
  No caso da opinião do patrão ou chefe chamam isso de “linha editorial”.

  Todos nós que publicamos alguma coisa fazemos parte da “mídia”.
  Eu faço parte da mídia e não sou isento.
  Tentei publicar um livro, mandei manuscritos para dezenas de editoras e quando respondiam era:

  “Sua obra não está de acordo com nossa linha editorial”.
 
  Traduzindo, na opinião do selecionador meu produto não é vendável ou ele não concorda com o conteúdo.

  É importante você entender que NÃO há uma “entidade Mídia” controlando a tudo e a todos.
  São pessoas julgando/analisando pessoas.

  Para divulgar meus pensamentos (que obviamente acho bons) o jeito que encontrei foi escrever Blogs.

  O fato é que VOCÊ é o principal responsável pelo que lê.

  Primeiro na escolha, o que despertou sua curiosidade?

  Segundo no seu próprio posicionamento, deve ler a matéria racionalmente, entender que isenção não existe e diante dos fatos e deduções chegar as suas próprias conclusões.   
  Concordar/discordar totalmente ou parcialmente.

  Vamos a esse exemplo prático, você notará que a “linha editorial” da Globo é uma a minha é outra.
  Espero que no final do texto você tenha “sua linha editorial” e que ela não seja engessada para sempre.
  Já mudei muito de opinião diante de outras deduções melhores e fatos.

  Quem mantem a mente aberta, aprimora a opinião, isso é muito EFICIENTE.

   “Comissão de Direitos Humanos da Câmara aprovou o projeto de lei que determina o fim da proibição, pelo Conselho Federal de Psicologia, de tratamentos que se propõem a reverter a homossexualidade.
  A sessão que aprovou a proposta foi presidida pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP), que conseguiu colocá-la em votação após várias semanas de adiamento por causa de protestos e manobras parlamentares contra o projeto.
  De autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), a proposta pede a extinção de dois artigos de uma resolução de 1999 do conselho.
  Um deles impede a atuação dos profissionais da psicologia para tratar homossexuais.
  O outro proíbe qualquer ação coercitiva em favor de orientações não solicitadas pelo paciente e determina que psicólogos não se pronunciem publicamente de modo a reforçar preconceitos em relação a homossexuais.
  Na prática, se esses artigos forem retirados da resolução, os profissionais da psicologia estariam liberados para atuar em busca da suposta cura gay.”


  Na minha opinião a falha de estrutura nesse projeto é a ingenuidade.
  O deputado acredita na Psicologia como uma poderosa ferramenta para alguma coisa boa.
  Ele deveria dar ênfase a Neurociência, Psiquiatria e até manipulação Genética... enfim, ciência de verdade.
  A Psicologia não difere muito de uma crença/religião

  Psicologia não é ciência é uma DOUTRINA.

  PSIQUIATRIA é ciência, desenvolve drogas que agem efetivamente.

  Se algum cientista acredita em algum método, processo ou droga que faça o indivíduo se comportar “de acordo com o corpo que tem” não entendo porque deve ser proibido em suas pesquisas!!

  Não está se falando em obrigar as pessoas a um tratamento.
  Está se falando em permitir pesquisas.
  Se o projeto tivesse falado em expulsar o “demônio gay” seria um ato de Fé, mas ele fala em PERMITIR PESQUISAS, tentar tratamentos a pedido do “paciente”.

  Nesse caso os religiosos estão defendendo a liberdade cientifica, enquanto os não religiosos querem cercear a ciência...

  Sou um não religioso que defende a liberdade cientifica.

  As pesquisas sendo feitas dentro de padrões legais (a combinar), não vejo problema.
  Vejo problema nessa proibição pura e simples de algum pesquisador em qualquer área (até Psicologia) tentar algum tratamento para quem não se sente confortável em ser homossexual.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Vamos falar um pouco de Ciência antes que nos proíbam.
 
  Se você diz que já nasceu com determinada característica, na pratica o que está querendo dizer é que aquela característica é uma herança ou combinação GENÉTICA.

  Se você nasce mulher é porque tem pares de cromossomos XX.
  Se nasce homem é porque tem pares de cromossomos XY.
  CIENTIFICAMENTE não foi identificado um “terceiro sexo”, algo como pares de cromossomos XG ou XGLBT...

  CIENTIFICAMENTE alguém nascer XY e se comportar como XX, [me desculpem os sensíveis] É UMA ANOMALIA.

 “Em uma célula normal da espécie humana existem 46 cromossomos divididos em 23 pares.
  A pessoa que tem síndrome de Down possui 47 cromossomos, sendo que o cromossomo extra é ligado ao par 21.”

  A pessoa com Down já nasce com a síndrome.
  Muitos pensadores “politicamente corretos” defendem que Down não é uma anomalia, religiosos dizem que é uma “benção divina”.  
  Nunca conheci ninguém desejando que seu filho nasça com essa “caraterística” ... hipocritamente dispensam essa “benção”.

  No caso da Down identificamos a falha genética embora ainda não saibamos como evita-la.
  Vamos supor que a Ciência desenvolva uma manipulação genética onde nenhuma criança nasça mais com a síndrome, você seria contra esse tipo de pesquisa?
  Veja bem, se você quer seu filho com Down...não é obrigado a fazer o tratamento, mas proibir esse tipo de pesquisa para os pais ou pessoas atingidas pela síndrome é um “egoísmo ideológico” terrível.

  Notamos homossexualidade em outras espécies de mamíferos o que reforça a tese de que alguma anomalia genética “pode” acontecer na gestação.
  Não dá para dizer que um cão virou gay porque esta possuído pelo demo ou foi influenciado pela “semvergonhice” das telenovelas.

  Algum cientista que se interesse em seguir essa linha de raciocínio genética quanto a causa do homossexualismo está PROIBIDO.

  No caso da Psicologia foi decretado em seu livro sagrado que existe um terceiro sexo e não se fala mais nisso, é um “dogma” da doutrina que deve ser aceito por todos ou ser expulso da profissão.
 
  Sei que a grande maioria mais uma vez esta estarrecida comigo então eu peço humildemente apenas uma coisa.

  Me provem CIENTIFICAMENTE que existe um terceiro sexo.
  Não, não apelem para minha Fé, SOU UM HOMEM SEM FÉ.

  Se não tenho fé nas religiões porque teria na Psicologia!?
 
  “Decifra-me ou te Devoro!”

  



E quanto a gêneros?

  Eu “incentivo” minhas filhas a respeitarem seus gêneros.
   Elas nasceram mulheres então que ajam como mulheres.




anterior                       <>                                próximo




--------------------------------------------------------------------------------------------