quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Trocando Em Miúdos

   “A astrologia me foi útil, comecei a trabalhar certos sentimentos e comportamentos ineficientes.”

   

  O símbolo de câncer bem que poderia ser um caracol, se deixar carrega a casa nas costas.
  Quando pesquisei sobre astrologia li que cancerianos geralmente andam com bolsas e sacolas levando tudo que "suponham" que possam precisar.
  Eu não tinha percebido isso até o momento que li, mas eu realmente era assim.
  Na minha mochila da escola tinha a borracha, a borracha reserva e a reserva da borracha reserva.
  Claro que eu não tinha dinheiro para tanta borracha, descobri que chinelo havaiana era uma boa borracha e sempre que encontrava algum descartado eu tinha "novas" borrachas...
  [Pensei eu dando esse tipo de material escolar para minhas filhas, o ar delas de incredulidade seria hilário.]

  Se eu achasse uma caneta na rua e ela não funcionasse, talvez por isso tenha sido descartada, transferia a tinta para outra caneta.
  Eu tinha que ter uma caneta reserva a falta de dinheiro era apenas um detalhe.

  Em casa tinha MEU copo, MEU prato, MEU talher.

  Comecei a eliminar essas características.
  Quando ia a algum lugar "tentava" levar o estritamente necessário, o peso de minha mochila diminuiu bastante.
  Quanto aos objetos de uso pessoal entendi que eu me apegava a algumas características que me agradavam, só resolvi esse problema quando comecei a trabalhar e ganhar algum dinheiro.
  Exemplo:
  Eu gostava de pratos fundos, comprei vários pratos fundos para casa.
  Gostava de talheres sem relevos [altos ou baixos] que pudessem acumular bactérias.

  Gosto de copos com vidro espesso (quebram menos) e de um certo tamanho (que eu possa beber de suco a café), sem relevos.
  Com vários objetos do meu agrado bastava lava-los satisfatoriamente.
  Não precisava mais ter um individual guardado em separado.
   
  O canceriano se apega a objetos e pessoas, tem muita dificuldade para jogar coisas fora, desfazer relacionamentos.
  Eu era muito tímido ...pulemos a parte dos relacionamentos inexistentes.

  Com relação as coisas eu não gostava de me desfazer de nada.
  Um caderno qualquer do 2º ano escolar ficaria guardado até hoje em alguma caixa.

  Em um dia de muita dor e ranger de dentes tirei tudo das gavetas, o que tivesse mais de 2 anos e nenhuma ou pouca utilidade foi jogado no lixo, eu teria dado a alguém, mas acreditem, não tinha nada que alguém iria querer.
  Cadernos escolares usados, fotos 3X4 pra lá de desbotadas, camisetas rasgadas sem condição de uso, pedaços de alguma coisa qualquer.

  Tem uma frase poética que gosto muito sobre os objetos, eles entram em nossa vida sempre a reboque de uma situação.
  Uma camiseta que gostei de usar, não importa se foi comprada ou presenteada, de certo esteve comigo em muitos momentos, é só um pedaço de pano mas que participou de minha vida, ela ali velhinha, surrada é um resto de vida.
  Aqueles objetos eram:

“Restos de vida espalhados no chão”.

  Minhas melhores ou não tão boas LEMBRANÇAS.

  Trocando em miúdos, pode guardar
  As sobras de tudo que chamam lar
  As sombras de tudo que fomos nós
  As marcas de amor nos nossos lençóis
  As nossas melhores lembranças


  Foi nessa fase (não sei precisar exatamente quando) que não quis mais ser fotografado.

  Não fazia sentido ficar preso a um passado que não iria mais voltar.
  Para que ficar recordando colegas do colégio se dificilmente iria voltar a ver aquelas pessoas?

  Ler sobre meu signo me levou a uma viagem onde poucos se atrevem a ir, no mais profundo de si mesmo.

  Reconhecer meus sentimentos mais profundos e me perguntar se o sentimento era útil ou desnecessário em minha vida.
  Não eliminei o sentimento de querer levar minha casa comigo, é difícil alguém me ver sem uma bolsa, mas ao menos não tem objetos reservas ... a não ser caneta, certas coisa eu preciso escrever.
    
  Poderia escrever dezenas de textos sobre astrologia, por um tempo mergulhei nesse tema, cheguei a comprar uma coleção que tinha um livro para cada signo.
  Mas vamos ao que acho mais importante.

  Nem digo mais que sou um nativo de câncer, mudei tanto minhas características que essa denominação não faz mais sentido.

  Sempre digo como é difícil mudar nosso sentimento/natureza, mas nunca disse que é impossível.

  Veja, o caso do ciúmes, câncer é muito ciumento, mas eu comecei achar esse sentimento tão ilógico que ele foi desaparecendo de mim.
  Tenho uma vaga lembrança do que é sentir ciúmes.

“Uma vez descoberto, o ciúme passa a ser considerado por aquele que é objeto dele como uma desconfiança que autoriza a enganar”. 

  Acredito que qualquer um pode fazer isso desde que deixe a lógica entrar em sua mente.
  A idolatria não tem nada a ver com horoscopo ela acontece em mentes de qualquer frequência, mas eu acho a idolatria tão ilógica que igual ao ciúmes posso considera-la inexistente em minha mente.

  Veja um exemplo rápido:

  Por esses dias foi postado no G+ uma imagem enaltecendo brinquedos do passado, um deles era o pião.

  

  Se você parar para pensar perceberá que é um brinquedo muito bobo.
  Você enrola um cordão no objeto, solta de uma certa maneira só para ver ele ficar girando até cair!!!
  Entendo que algum objeto que fez parte de nossa infância provoque o sentimento de nostalgia, mas daí a enaltece-lo como algo que precisa fazer parte da nova geração ... não é lógico.
  Eu não rodei pião porque achava muito bobo, eu não tenho ciúmes porque acho algo muito bobo.
    
  Depois de ler muito sobre meu signo e fazer as mudanças necessárias/possíveis, lá pelos 22, 23 anos “prevendo” que um dia iria me casar (A maioria das pessoas casam).
 Quando escrevo previsão no Blog entenda como ALTA PROBABILIDADE.

  Comecei a estudar outros signos para ver mulheres que teriam uma frequência mais compatível com a minha, incluindo minhas mudanças.
  A melhor “aposta” eram as nativas de LIBRA, hoje não vou entrar em detalhes por que teria que escrever outro texto, já tenho muitos na fila gritando para serem publicados.
  Mas quando me envolvi com minha esposa notei certas características interessantes e oras vejam só, uma Libriana.

  Essa é exclusiva, nem minha esposa sabe disso, mas depois de me usar como cobaia astrológica minha esposa foi a próxima vítima.

  Não poderia falar para ela sobre minhas pesquisas, pois contaminaria o resultado, mas um dia passeando no shopping Iguatemi fizemos um mapa astral completo.

  Como tenho essa dificuldade em me livrar das coisas se eu procurar tenho certeza que os mapas astrais estão em algum lugar, não me lembro de ter jogado fora.
  É, eu preciso fazer uma nova limpeza geral nas gavetas.

  Uma característica das Librianas é se adaptarem muito bem ao parceiro, mas terem uma personalidade forte o bastante para não se submeterem totalmente a ele...nunca gostei de mulheres submissas.

  Um cara estranho como eu, para ter alguma chance de se manter casado deveria procurar alguém capaz de se adaptar a minha introspecção.
  Minha esposa por muito tempo ficou insegura devido a minha falta de ciúmes, mulheres [de qualquer frequência] consideram ciúmes uma “prova de amor”.

  O grande problema de Libra é a INDECISÃO, mas isso eu poderia dar um jeito com a minha maneira Lógica de pensar.
  Bem, coincidência ou não, eu e minha esposa temos um longo e satisfatório relacionamento, mesmo que acabe um dia, da minha parte posso afirmar que VALEU MUITO A PENA.

  Para tentar terminar ...

   Sabe porque não é possível prever o futuro com a astrologia?

  É a mesma dificuldade que ocorre na previsão do tempo, são inúmeras variáveis, no caso das frequências multiplique essas variáveis milhares de vezes.
  A previsão do tempo é “garantida” por 3 dias, mas esse “garantida” é uma grande POSSIBILIDADE não algo determinado com certeza.

  Esqueçam posição dos planetas, "Júpiter está nisso e Saturno está naquilo".

  O importante é o tipo de “radiação”, “sinal cósmico” que ocorreu durante sua gestação e nascimento.
  Eu resolvi chamar de “frequência”.

  Vamos a um exemplo prático.
  Leoninos e Leoninas “geralmente” tem facilidade para atrair o sexo oposto, “geralmente” são mais ativos sexualmente que outros signos.
  Se uma Sagitariana estivesse sendo disputada entre um Leonino e um Pisciano minhas apostas seriam no Leonino.
  Sagitarianas “geralmente” são muito “necessitadas” de sexo, o pisciano é muito devagar para elas.
  Mas e se o pisciano for um cara já experiente e o Leonino estiver dando os primeiros passos?
  Mas e se o pisciano andar de ônibus e o leonino tiver um Camaro amarelo...




  São muitas variáveis.

  Vamos supor que o leonino com seu carrão foi imbatível, conquistou a sagitariana.
  Dá para prever que a Sagitariana e o Leonino terão um relacionamento satisfatório?
  É uma aposta complicada, eu diria que passarão bons momentos, com tanto fogo sexual e necessidade de novidade a traição de ambas as partes é sempre uma enorme possibilidade.

  O futuro é sempre uma APOSTA.
  Quanto mais você tiver CONHECIMENTO e souber utiliza-lo maior sua probabilidade de resultados satisfatórios.

  Deixemos nosso amigo Sócrates terminar esse texto:

  “Conhece-te a ti mesmo, torna-te consciente de tua ignorância e será sábio.”

   


Minha pedra é ametista
Minha cor, o amarelo
Mas sou sincero
Necessito ir urgente ao dentista
Tenho alma de artista


















anterior                                           <>                                                próximo

domingo, 27 de outubro de 2013

Sobre Horóscopo

   “A religião do futuro será cósmica e transcenderá um Deus pessoal, evitando os dogmas e a teologia.” 
[Albert Einstein]

  Evitar dogmas eu entendo, evitar a teologia ... não.

  “Teologia é o estudo da existência de Deus, das questões referentes ao conhecimento da divindade, assim como de sua relação com o mundo e com os homens.
  Do grego “theos” (deus, termo usado no mundo antigo para nominar seres com poderes além da capacidade humana) + “logos” (palavra que revela), por extensão “logia” (estudo).
  A teologia estuda as religiões num contexto histórico, pesquisando e interpretando os fenômenos e as tradições religiosas, os textos sagrados, a doutrina, o dogma e a moral e sua influência nas diversas áreas do conhecimento, especialmente nas ciências humanas, como na Antropologia e na Sociologia.

  O conceito de teologia aparece pela primeira vez no pensamento grego, através de Platão, no diálogo “A República” para referir-se à compreensão da natureza divina por meio da razão, em oposição à compreensão literária própria da poesia, feita por seus conterrâneos.”

 Todos sabem que eu defendo a possibilidade de não estarmos sozinhos nesse planeta.
  Outras formas de vida que chamamos de espíritos de alguma maneira “interferem” nos acontecimentos.
  Concordo com Einstein que não deve ter um “Deus Pessoal” ... um senhor de meia idade criador de tudo, que controla tudo, onisciente, onipotente e onipresente.
  “Se” existe outras formas de vida em um estado diferenciado do nosso e possuidoras de consciência/inteligência, de certo se organizam de alguma maneira a essa organização “eu” chamo de Deus.


  Mas esse texto é pra falar de Astrologia.



  Tudo que muitas pessoas acreditam deve ser analisado, submetido a razão.

  Eu vivo pra isso, sou muito amado
  Já li sobre inúmeras coisas claro que li astrologia.

  “A astrologia (do grego astron, "astros", "estrelas", "corpos celestes", e logos, "palavra", "estudo") é uma pseudociência segundo a qual as posições relativas dos corpos celestes poderiam prover informação sobre a personalidade, as relações humanas, e outros assuntos relacionados à vida do ser humano.

  Desde que me conheço por gente ouço falar de horóscopo.
  A “previsão” do dia está nas rádios, jornais, tv.
  Em tempos de Internet é difícil achar um portal como UOL ou Terra que não tenha um link para previsões astrológicas.
  Tenho um razoável conhecimento de astronomia e não identifiquei nenhuma possibilidade da posição de Júpiter influenciar ar o comportamento das pessoas.
  Não entendo porque tantas pessoas perdem tempo consultando horóscopo ... talvez porque sejam muito ignorantes em astronomia.

  Mas calma, onde há fumaça há algum fogo, é atrás dessa centelha que que vamos ... vem comigo!

  Acredito que cada um nasce com um “sinal” [signo/estrela].

  Minha teoria dos “escolhidos” se fundamenta em observações sobre isso, de certo astrologia não é uma base confiável, do jeito que se apresenta nem deve ser levada a sério. ​​
  No entanto eu observo “padrões de personalidades”, me chamou a atenção que os antigos classificaram personalidades pelo dia de seus nascimentos e os acertos vão além da simples coincidência.

  Os antigos observavam a mesma coisa que eu, algumas pessoas tem boas oportunidades na vida.
  [Se saberão fazer bom proveito é outra questão.]

  No geral a sorte de uns é bem melhor que a sorte de outros de uma maneira que não conseguimos encaixar nas probabilidades.

  Depois que nós Sapiens nos tornamos religiosos passamos a acreditar na boa-venturança de alguns como um presente dos deuses para certos indivíduos.
  Qualquer dom que o destacasse dos demais era tido como um presente dos espiritos, a mitologia grega fala muito nisso.

  “Perseu era filho do próprio Zeus com a mortal Danae, ele a visitou na forma de uma chuva de ouro, engravidando-a nessa forma de Perseu.
  As Perséiades seriam portanto uma referência a este feito do Deus dos deuses.”


  Quando começamos a observar melhor o céu notamos outros planetas e estrelas surgiu a ciência da astronomia.

   A astrologia buscava dar uma explicação “cientifica” para “sorte” usando a astronomia.

  Foi a primeira tentativa humana de substituir a crença em deuses por algo mais “racional”.

  A astrologia “pura” (segundo meu critério) era mais ou menos assim...

  Dependendo da posição/configuração dos astros a Terra é atingida por um tipo de radiação e nosso primeiro contato com essa "energia" é quando saímos do ventre de nossa mãe.
  O tipo de energia que você recebe no nascimento determina muitas de suas características mentais/espirituais.



  Há 12 personalidade/frequências principais que completam todos os tipos de mentes necessárias para o funcionamento satisfatório desse planeta. 
  Esses 12 tipos se dividem em incontáveis subtipos por motivos óbvios.
  A cada minuto a posição dos astros é diferente e o tipo de energia recebida também.
  Você sabia que quando é atingido pela radioatividade ela fica em você?
   Aparelhos especiais conseguem detectar seu grau de radiação, você fica marcado, fica com esse "sinal".

  “O fenómeno de radioatividade foi observado pela primeira vez em 1896 quando o francês Henri Becquerel estudava os efeitos da luz solar sobre materiais fosforescentes.
  O primeiro caso de radioatividade artificial foi observado pelo casal Joliot-Curie durante a irradiação do alumínio com raios α, processo durante o qual se forma fósforo radioativo.
  Para medir a radioatividade utiliza-se um contador Geiger-Müller, aparelho que mede a ionização do ar produzida pela radiação radioativa.”

  Depois que você nasce sua "energia vital" inevitavelmente interagirá com outras.
  Você é de Capricórnio, mas é criado por Touro e Virgem.
  Suas características mentais predominantes são de Capricórnio, mas ao sofrer influência de touro e virgem nas mais diferentes intensidades suas características se tornam únicas, um sinal um "signo" no Universo.

  Para harmonizar isso tudo com a religiosidade os antigos teorizaram que os deuses construíram esse mecanismo cósmico para não perderem tempo com pequenos detalhes, ter que controlar até uma "folha que cai".

  Realmente alterar a "frequência espiritual" de acordo com o dia do nascimento de forma que a cada 12 meses complete o ciclo...é muito engenhoso.

  Oras, se o mecanismo foi obra dos deuses nada mais justo que batizar os astros com o nome deles.

  Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Urano, Netuno, Saturno, Plutão.

  A Terra é a "mãe natureza" recebendo influência dos deuses.

  Não sei se os tipos de espíritos ou frequência que as mentes funcionam são determinadas por deuses ou algum mecanismo Cósmico automático.
 Mas que observo uma certa similaridade entre a frequência das mentes e o dia de seu nascimento...isso eu observo.

  Não posso entrar em detalhes sobre isso porque não é algo que eu possa trazer do Abismo nesse momento, não sei quando poderei trazer, pode ser semana que vem ou nunca acontecer.

  É algo como o texto "Fácil ser Deus", sei que é um texto difícil para muitas pessoas, houve muita preparação antes de eu sentir que poderia publica-lo em destaque.
  Mas vamos ver o que posso antecipar me mantendo inteligível.

  O percepção do sinal de uma pessoa não serve para prever o futuro, lembrem-se que nessa dimensão que estamos não dominamos o tempo, o tempo não existe [pelo menos não conseguimos percebe-lo], nos viramos com o espaço/movimento como é possível a mentes tridimensionais.
  No entanto a percepção do signo é útil para sabermos o que esperar da pessoa.
  Se sei em que frequência principal ela vibra e consigo identificar o subtipo consigo entender mais profundamente seus sentimentos e ações.
  Mas essa é uma Filosofia para lá de complexa ela foi bem diluída no decorrer de tantos textos.

  Sou de Câncer e fiquei abismado como a astrologia foi capaz de entrar nas entranhas de meus sentimentos.

  Claro que li os estudos mais sérios a respeito.
  Nesse assunto não me peçam fontes, eu ia a biblioteca e lia livros, obviamente não me lembro de títulos e autores, como sempre, minha memória se prende a essência os detalhes se perdem rapidamente.
  Para eu a astrologia foi muito útil, pois comecei a trabalhar certos sentimentos indesejáveis.

  [Esse texto está muito longo, me deu uma léseira, depois continuo.]



Nota:  As pessoas vivem em seus mundos dogmáticos [cavernas] a linguagem que elas entendem tem que ser compatível com esse mundo de fantasia.
  Se vivem no mundo da astrologia, podemos visitar esse mundo e falar o idioma delas.



anterior                                           <>                                                próximo

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Sistema Capitalista Burguês

   “A vida de Carolina virou de ponta-cabeça quando o repórter Audálio Dantas foi escalado pela Folha da Noite para cobrir um protesto na favela do Canindé, por causa de um playground instalado pela prefeitura onde adultos se divertiam com os brinquedos das crianças.
  Na aglomeração se destacava uma mulher negra, alta e de lenço na cabeça, que ameaçava registrar os nomes dos grandalhões em seu diário. 

  
  Vejo pensadores creditando a pobreza de muitas famílias a décadas de descaso do "Sistema Capitalista Burguês".


  Vamos analisar no caso da Carolina Maria de Jesus que culpa cabe a essa "entidade" que chamam de "Sistema Capitalista no Brasil".



*Carolina nasceu pobre no interior de Minas Gerais:
 
  Carolina Maria de Jesus nasceu em Sacramento, interior de Minas Gerais, em 1914.
  Sei lá!
  Nascem crianças pobres no mundo inteiro até hoje, eu nasci pobre.
  A Revolução Industrial digamos que iniciou por volta de 1780, será que antes dessa data não havia pobres!?
  Eu que estudo muito Historia observo que não tem melhor época para nascer pobre como essa que vivemos, claro que sempre é melhor ser rico.
  Tudo barateou muito, eu poderia dar inúmeros exemplos, mas vejam o caso do celular, uma coisa inimaginável para reis é acessível praticamente a qualquer um.
  Reclamamos do SUS, mas no passado o socorro médico era nenhum você poderia morrer ou ser amputado por infecções simples.
  O antibiótico só começou a ser produzido em escala industrial em 1940, hoje qualquer “pobre de marré de si” tem acesso a esse medicamento.
  É senhoras e senhores vivemos tempos MARAVILHOSOS.


*O Sistema Capitalista quer pessoas burras, analfabetas ou semianalfabetas?

  Não foi o caso de Carolina, ela teve acesso a escola e foi alfabetizada, atentem que estamos analisando a vida de alguém que nasceu em 1914.
  A indústria para evoluir precisa de pessoas alfabetizas, que consigam operar uma máquina seguindo instruções de um manual.
  Quantas empresas você conhece que dão preferência para contratar analfabetos?


*O Sistema escraviza as pessoas?

  Carolina nasceu em uma cidade pequena sem muitas opções de trabalho... até hoje a maioria das cidades são pequenas com limitação nas opções de trabalho e muita gente vive bem assim, não trocam a calma de suas cidades pela "correria da cidade grande."
  Não dá para toda cidade ser uma Grande São Paulo, isso não acontece em nenhum país por mais desenvolvido que seja.

  Que louco vai construir um Shopping Iguatemi em uma região com 10 mil habitantes!?
  É natural que os maiores empreendimentos sejam feitos em lugares com mais consumidores.

  Carolina e seus contemporâneos eram escravizados!?
  Como se ela decidiu vir para Ribeirão Preto e teve LIBERDADE para isso!?
  Nem precisou pedir autorização para o Governo como acontece em muitos países Comunistas.

*O mundo de hoje está perdido devido a pornografia televisiva?

  Caraca!
  A TV só chegou ao Brasil em 1950 quando Carolina já tinha 36 anos, por ser um produto muito caro poucas pessoas tinham acesso mesmo na década de 60.
  Lembremos ainda que em 1964 teve o golpe militar e a programação foi altamente censurada, nada "supostamente imoral" foi permitido, pelo menos até a década de 80.
  Porque estou escrevendo isso?
  Carolina veio para Sampa tentar uma vida melhor e nesse projeto de vida teve 3 filhos de “pais diferentes.”
  Será que ter 3 filhos facilitava a vida de alguém em 1930?
  Como podemos culpar a TV, que nem existia no Brasil, pela irresponsabilidade maternal de Carolina?


  Isso mostra para você que está na adolescência que esse passado maravilhoso, cheio de moral e bons costumes que sua vó fala é uma FANTASIA.

  Sexo é um instinto muito poderoso em nossa espécie ele sempre rolou, como não tinha pílula as moças casavam cedo com a benção das famílias porque quando o fogo na periquita vinha junto com a primeira menstruação o controle sexual ficava problemático.

  No entanto, se a pílula é algo novo em nossa sociedade as práticas abortivas são muito antigas:

  “A história do aborto, segundo a Antropologia, remonta à Antiguidade.
  Há evidências que sugerem que, historicamente, dava-se fim à gestação, ou seja, provocava-se o aborto, utilizando diversos métodos, como ervas abortivas, o uso de objetos cortantes, a aplicação de pressão abdominal entre outras técnicas em geral. [Wikipédia]

“A Funai esconde números e casos como este, mas os pesquisadores já detectaram a prática do infanticídio em pelo menos 13 etnias, como os ianomâmis, os tapirapés e os madihas.
  Só os ianomâmis, em 2004, mataram 98 crianças.
  Os kamaiurás, a tribo de Amalé e Kamiru, matam entre 20 e 30 por ano...

  Carolina escrevia um diário e nele [até onde sei] não foi relatado estupro.

*Sorte não existe?

    “Faleceu em condições precárias, em 1977.”

   Carolina precisava de uma grande oportunidade em sua vida [igual a maioria de nós] e essa oportunidade aconteceu.
    Observem que era uma mulher de opiniões próprias, não se intimidava em denunciar pessoas em seu diário mesmo que fossem homens esses "dominadores de mulheres indefesas".
  Não dá para dizer que ela não sabia se impor, podemos deduzir que sabia o valor do dinheiro e não deixou de mão beijada para ninguém.
  Quero dizer que seu sucesso lhe deu capital... a sorte bateu a sua porta se ela não soube administrar que culpa podemos atribuir ao “Sistema Capitalista” !?

*Precisamos da aplicação de cotas?

  Dizem que nunca na história desse país o racismo foi combatido como no governo atual (PT) justificando assim a adoção de cotas raciais.
  São séculos de descaso com a “raça negra” que só no governo de Luís Inácio passou a ser valorizada.

  Se a discriminação era tão grande como explicar que Carolina foi convidada para participar de debates com a nata da sociedade?
  Lá na década de 20 ela não foi impedida de estudar, não consta nem que frequentou uma escola especial para pessoas "não brancas".

 “O fato é que um cidadão que tem 18 anos hoje (2013), nasceu em 1995.
  Que exclusão ou discriminação tão grande esse cidadão sofreu que justifique sair roubando e matando por aí!?”


▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Sinceramente não sei onde o “Sistema Capitalista Burguês” falhou com a Carolina ou falha na atualidade conosco.

  Se meus pais não planejaram bem meu nascimento ou se o bondoso Deus fez um mundo tão desigual ... “SE” eu fosse culpar alguém ou alguma coisa meus pais e Deus seriam a opção mais LÓGICA.

  Tudo pode ser fruto do Acaso/Coincidência, mas brigar com o acaso é como chutar uma pedra que você tropeçou...

  Carolina NÃO foi competente para administrar sua vida pessoal e financeira, não vejo como o Sistema Capitalista e "parcialmente " Democrático [ela passou por ditaduras] lhe prejudicou de alguma forma.
  A sorte também não sorri para todos no Comunismo.

  Esse texto em parte quer mostrar que não houve uma terrível segregação racial no Brasil como ocorreu em outros países.
  "Talvez" porque boa parte da população era e é negra, mas mesmo isso não explica, pois há nações como a África do Sul que mesmo os brancos sendo minoria ditavam as regras do jogo.
  Talvez seja nossa colonização portuguesa, os portugueses gostavam tanto das mulheres negras que há relatos de grandes amores como a história de Xica da Silva.
  Mas isso não importa, o que importa é que no Brasil, um racismo radical nunca vingou depois da abolição.

  Observem que Carolina nasceu apenas 26 anos depois da abolição e sua vida seguiu o padrão normal de uma pessoa pobre de qualquer tom de pele.

  NÃO! Não estou falando que tudo foi melzinho na chupeta... não pensem linearmente.
  Estou dizendo que devemos parar de "imaginar" um passado e culpa-lo por nossos insucessos familiares.
  Independentemente da situação que nascemos devemos ADMINISTRAR melhor as nossas vidas, isso vale para qualquer cidadão independente de crença, posição social ou cor da pele.

  [Agora vem a parte que “eu” considero mais importante desse texto, tudo isso foi apenas uma preparação.]

  Se você nasce de pais muito pobres provavelmente sua dificuldade para alcançar uma boa condição financeira será maior.
  Então você terá que trabalhar mais, estudar mais, se tiver algum talento investir mais nele, “se você é uma pessoa honesta” esse é o processo lógico.
  [Se não for uma “boa alma” ... cometerá crimes.]

  Se você ao invés de estudar, trabalhar, buscar sabedoria/juízo ... desperdiçar energia acreditando que a “sociedade branca” ou o “Sistema Capitalista” está contra você ... acontece processos ilógicos, naturalmente pouco eficientes, daí você só pode contar com a sorte.

  Se for um “escolhido de Deus” tudo vai ficar mais ou menos bem.
  Mas se é uma “criatura” e dispensa a sabedoria ... não espere que muitas coisas boas aconteçam em sua vida. 😩

  O tempo que você poderia estar estudando ou desenvolvendo algum talento fica alimentando ódios e revoltas, querendo algum “resgate do passado” que acha que tem direito.

  Veja um exemplo:

  Vi uma entrevista com a Negra Li em que ela diz que foi convidada por gravadoras quando fez sucesso fazendo participação de uma música do Charlie Brown Jr.



  Mas ela “revoltada com o sistema” não aceitou.
  O que aconteceria se ela aceitasse?
  Claro que não dá para saber, mas foi uma grande OPORTUNIDADE que ela desperdiçou.
  A Ivete Sangalo que também iniciou sua trajetória em uma banda aceitou e fez muito sucesso, ganhou muito capital.
  A Negra li entrou no "clima" da música [que é muito bonita] , preferiu criticar a TV, falar da exploração pelo Sistema e idolatrar a juventude.

  Com o talento da Negra Li e com toda assessoria ela poderia ter produzido uma grande obra e ter deixado seu nome gravado na história da música popular brasileira.
  Hoje em dia os tempos são outros, é bem mais difícil ganhar dinheiro vendendo CDs, as próprias gravadoras entraram em crise, não oferecem muitas mordomias.
  Sei, sei você está pensando que a Negra Li é uma cantora de sucesso.
  Ela nasceu bonita com uma voz melhor ainda, não foi o Sistema Capitalista que deu isso a ela e nem vai tirar.
  Na entrevista sua revolta da adolescência diminuiu bastante, ela deu uma chance ao sistema que JÁ TINHA DADO UMA CHANCE A ELA.

  Acontece que poucos de nós nascemos com o talento da Negra Li então meu irmãozinho pobre de qualquer tom de pele, não desperdice seu tempo com revoltas, propondo REVOLUÇÕES, isso não é lógico, quando nos falta sorte precisamos ainda mais do BOM SENSO, buscar EVOLUÇÃO.

  Se não alcançarmos o sucesso e a riqueza ao menos podemos almejar uma vida digna e satisfatória.
  Firmeza Mano?

  Se tentamos podemos conseguir, mas pior que não conseguir é nem tentar.

  Sugiro que você tem que tentar da maneira mais eficiente, com trabalho, estudo, esforço, honestidade construir uma história mais prospera para você e sua “futura” família.
  Não ande olhando para traz imaginando uma “dívida social” que não tem como ser paga por    que não existe, foi criada apenas pela imaginação das pessoas, é uma TRADIÇÃO.

  Meu amigo Einstein quer fazer as honras e terminar esse longo texto, é sempre um prazer recebe-lo:

  "A tradição é a personalidade dos imbecis."
 [Albert Einstein]


   [Você que nasceu criança pobre, não opte por ser imbecil.]



anterior                                           <>                                                próximo

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Exercício de Filosofia

  "O Eu é o mestre do eu.
   Que outro mestre poderia existir?
   Tudo existe, é um dos extremos.
   Nada existe é o outro extremo.
   Devemos sempre nos manter afastados desses dois extremos, e seguir o CAMINHO DO MEIO."  
  [Buda]

  Qual caminho seguir?

  Não sei como é para outras pessoas, mas para eu ler tornou-se um processo automático ao extremo.
  Apareceu letras organizadas na minha frente é quase como se eu ouvisse uma voz, as coisas falam comigo.
  A embalagem fala comigo, a parede fala comigo, o outdoor, o folheto...
  Quando leio um pensador é como se ele estivesse ali falando comigo, gosto até de visualizar a foto ou imagem que fizeram dele.
  É evidente que vejo muitas letras, mas poucas me provocam.
  As que provocam fazem surgir automaticamente um texto que se eu não registrar de alguma maneira rapidamente é esquecido.

  Se a reportagem estivesse em um jornal ou revista [se fosse possível] eu recortava a parte que me interessava e guardava no bolso, senão sempre tenho uma caneta e um pedaço de papel onde escrevo rapidamente a frase ou caso que me provocou.
  Claro que como os textos vem em dezenas, muito material acaba sendo esquecido em uma gaveta ou quando vou publicar é uma notícia que já não está em destaque, passou o momento ideal de comenta-la.

   Sou muito fã da tecnologia porque ela amplia muito nossas possibilidades, nossos horizontes.
  Encontrei um Smartphone não muito caro e com boa câmera, agora é rápido fotografar as letras que me provocam e manda-las via e-mail para meu computador, tudo limpo e organizado.
  Nem tudo se transforma em textos porque decidi publicar menos e dormir mais, mas a vantagem é que não ocupa espaço.
  Minha bolsa e gavetas eram cheias de páginas de revistas, recortes de jornais, rascunhos.
  Veja essa matéria que fotografei de um Jornal da Unicamp [08/09/2013] e depois pesquisei na Internet.

   “Carolina Maria de Jesus nasceu em Sacramento, interior de Minas Gerais, em 1914.
  De família muito pobre, era órfã de pai (ou não o conheceu) e, trabalhando na lavoura e estudando apenas até o 2º ano, percebeu que seu futuro seria continuar labutando a terra ou virar empregada doméstica.
   Partiu para a região de Ribeirão Preto no desejo – ela conta em suas memórias – de chegar a São Paulo e ser alguém.”
[Jornal da Unicamp]

   Tentei colocar o link do Jornal, mas não funciona, tiraram de propósito?
   Ainda bem que temos a Wikipédia

  Se concentre na vida de Carolina.
  Quero que você leia a matéria e depois analise seus "sentimentos" sobre ela, escreva um texto rápido justificando argumentativamente suas opiniões.
  O próximo texto que publicarei será meu texto que ficou pronto assim que li a matéria.
  O objetivo é a comparação das opiniões, você mesmo buscará a conclusão de qual opinião ficará melhor fundamentada, claro que pode ser a sua, eu não sei o seu sentimento ou o que pensará a respeito.
  Espero que se você tiver uma argumentação melhor não perca a oportunidade de compartilhar com outros leitores, prometo que não haverá nenhum tipo de censura...desde que não seja algo ilegal.

  Para tornar interessante vou antecipar parte do meu raciocínio.

  Acredito que a maioria verá a história de alguém sendo explorado pelo "Sistema" ainda mais a pessoa sendo mulher e negra.

  Sei que 99% dos leitores preencherão as lacunas da matéria com conceitos marxistas/socialistas é isso mesmo que eu espero.

  [Vou "desconstruir" a matéria usando conceitos "Liberais/Capitalistas".]

  Faça esse exercício, escreva seu texto, depois compare com o meu.
  Isso é mais importante do que você pode imaginar, muitos defendem por exemplo que a Cidade é o que o Prefeito faz dela.
  Claro que como chefe do executivo ele tem um peso enorme nos caminhos que a cidade irá seguir, mas:

  A Cidade é a IDEIA que seus moradores tem de como deve ser uma cidade.

  Calma que isso é ainda mais complexo.
  Para alcançar o objetivo é preciso seguir um caminho e esse caminho também passa pela opinião dos moradores, é ela que elege os políticos.
  Um exemplo:
  Na idéia que os cidadãos tem de uma boa cidade não cabe a existência de mendigos, pelo menos nunca vi alguém achando legal ver pessoas dormindo na rua.
  Nunca vi nenhum político se eleger prometendo trazer mais mendigos para a Cidade.
  Se a população acredita [tem o pensamento, a ideia] que deve “fazer o bem sem olhar a quem” ela elegerá um Prefeito que siga esse caminho, a Cidade será um bom lugar para os mendigos se estabelecerem e provavelmente os atrairá.
   


  Aqui em Campinas o ex-prefeito Francisco Amaral permitia muito facilmente a invasão de terras e os cidadão achavam isso muito bonito da parte dele o resultado foi a atração de invasores de todo país e agora temos grandes áreas de invasão com todos os problemas que elas acarretam.
  Hoje em dia um Prefeito que seja conivente com invasões não terá o apoio dos Campinenses [ficamos traumatizados].

  Fica claro que a idéia que você tem de como deve ser sua cidade e os caminhos que você acha que devem ser seguidos definem a qualidade de vida na sua cidade SE A MAIORIA TIVER OPINIÕES PARECIDAS.

  Perceba a importância desse texto, ele abrange todos os detalhes da vida em comunidade que vai do convívio familiar até a “aldeia Global”.
  Ele realça a importância de termos bons argumentos para defendermos nossas opiniões e mudar de opinião caso nossos argumentos deixem a desejar isso é chamado de PRAGMATISMO.

  Um último exemplo:
  A maioria é da opinião que devemos pagar mais aos professores para conseguirmos uma educação “escolar” de melhor qualidade.
  Eu sou da opinião que a maneira como enxergamos essa profissão é falha, há indivíduos [e não são poucos] que não tem capacidade para dar aulas e paga-los melhor não irá fazer diferença.
  Se eu fosse candidato a Presidente jamais seria eleito com uma “ideia” dessa porque não está de acordo com a “ideia” da maioria.

  Como Livre Pensador não tenho a ilusão que seria fácil eu me eleger para qualquer coisa, mas posso difundir a força dos meus argumentos para quem sabe um dia minha opinião alcance a maioria e políticas mais inteligentes/realistas sejam adotadas.

   




👩 “Os educadores formam as pessoas e são totalmente desvalorizados!!
   Só nesta terra de ninguém mesmo...”
  [Comentarista no G+]         
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Totalmente desvalorizados!?
  Que grande exagero.
  Professores são muito “santificados”

  A “humanização” do professor está ocorrendo no mundo inteiro.

  Aqui no Brasil parece que concluir um curso de magistério transforma o cidadão em Santo!
  Padres e professores tinham um certo monopólio do conhecimento, hoje o conhecimento está mais disponível a todos.
  Padres e professores não são mais idolatrados por motivos óbvios.
  Qualquer um que sabe ler pode ensinar outra pessoa a ler e a pessoa lendo a aquisição de conhecimento é ilimitada, não precisa do padre e do professor para lhe guiar.
  Qualquer um tem acesso a leitura da Bíblia.

  O professor de Edison não inventou a lâmpada elétrica.
  Ensinar o funcionamento de uma lâmpada incandescente qualquer um pode fazer, não precisa do padre ou professor.

   As escolas são um meio eficiente que a humanidade encontrou para difundir conhecimentos.
   Eu posso fazer pão em casa, mas deixar a padaria fazer é melhor, mais eficiente enquanto eu trabalho em outra coisa.
  Posso ensinar minhas filhas em casa, mas é mais eficiente elas terem um lugar apropriado com um profissional que se dedique a isso.
   Trabalhei muito tempo fazendo óculos que muitos professores usam.
   Eles davam aulas eu fazia óculos, cada um fazendo sua parte para que a sociedade funcione...

   Não reconheço nenhuma “santidade” em padres e professores.
   São tão humanos quanto eu.

  Essa ideia entra em sua mente?




anterior                                           <>                                                próximo

domingo, 13 de outubro de 2013

Evangelizar É

 “Pregar nas praças, nas comunidades, nos vazios de fé que vivem cheios de pessoas!
  Evangelizar é sentar à porta de quem precisa de palavras e anseia por ouvidos!
  Evangelizar não é atirar a PALAVRA pela janela atada a um peso qualquer!”
  [Mozart Boaventura Sobrinho]

  


  De cada 10 pessoas que me abordam para evangelizar em média dou atenção apenas a 1.
  Tudo depende do lugar e se disponho de tempo.
  As outras nove apenas fico em silêncio e concordo com tudo.
  Uma mulher de uns 60 anos depois de falar um pouco sobre o amor de Deus, me disse que se a humanidade está perdida é por falta de amor.
  Quem lê esse Blog sabe que sou defensor da humanidade.


  A mulher me provocou ao dizer que a humanidade está perdida, mas preferi flutuar por outra brecha, colocar em dúvida sua crença no amor.
  Disse a ela:

👽 -  A humanidade estaria melhor se tivesse mais bom senso e menos amor, gostar já seria suficiente.

👩 -  Menos amor! Como pode dizer uma coisa dessas!?

👽 - O amor é egoísta e possessivo.

👩 - Você fala do amor carnal homem mulher, eu falo do amor de Deus o qual deveria servir de exemplo para a humanidade.

 👽 - Oras, estamos falando do mesmo tipo de amor uma vez que a amor do “Deus Bíblico” é egoísta e possessivo.
  Você o ama de todo coração ou ele te manda eternamente para o inferno.

  A mulher sentiu o golpe o que eu achei muito estranho.
  Eu conduzi habilmente a conversa de modo a não ofende-la de nenhuma maneira.
  A explicação não demorou muito.
  Ela disse que entendia o que eu queria dizer, seu ex-marido a amava tanto que transformou sua vida em um inferno sufocante, o ciúmes [ou sentimento de posse] era doentio.
  Ela me contou algumas agruras.
  O tempo acabou e a conversa teve que ser encerrada.
  Não sem antes ela me recomendar que eu procurasse alguém que conhecesse profundamente a Bíblia para sanar minhas "duvidas".

  Fiquei em silêncio, concordei, não tinha mais tempo, mas pensei:
  Sou um profundo conhecedor da Bíblia por isso tenho dúvidas, quem não conhece a Bíblia nem ao menos tem dúvidas.

  Vamos a conclusão desse texto e do anterior ...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Maomé nasceu 570 anos depois de Jesus Cristo.

  Quando completou 40 anos o arcanjo Gabriel apareceu para ele.
  Supostamente o mesmo Gabriel que apareceu para Maria anunciando o nascimento de Jesus.
  Maomé que era analfabeto começou a recitar poemas que deram origem ao Corão, livro sagrado dos Islâmicos, a "Bíblia" deles.

  Em um trecho da conversa com a mulher eu disse que o anjo Gabriel apareceu para Maomé, era como se “Deus Criador de Tudo” estivesse saindo com outra mulher.
  O pensamento é um tanto complexo, tente montar uma visualização mental...

  Deus falou com Abrão e esposou a Igreja/Doutrina Judia.
  Deus enviou Jesus e esposou a Igreja/Doutrina Cristã.
  Deus enviou Gabriel, fez surgir Maomé e esposou a Igreja/Doutrina do Islã.

  Deus casou com uma judia e quer seu amor incondicional.
  Mais tarde casou com a católica (ou protestante) e quer seu amor incondicional.
  Depois pegou a “novinha” islâmica e quer que todas essas “doutrinas/esposas” o amem incondicionalmente.

  

👩“O homem tem muita imaginação, quem prova que foi realmente o anjo Gabriel que falou com Maomé?”

  Foi isso que a mulher me disse, é o que escuto dos religiosos em geral.

  Quando falo das histórias contadas nos livros do Hinduísmo, Budismo ou Islamismo para algum cristão ele diz que são historinhas inventadas pelo homem.

  Se a mente do homem é tão eficiente em inventar historinhas que se transformam em grandes religiões porque o próprio cristianismo não pode ter historinhas inventadas!?

  Notem que a religiosa “SENTI” que o amor é algo maravilhoso, mas não consegue argumentar sobre isso, na sua vida não deixou boas lembranças, se seu marido a amasse menos sua vida talvez não teria sido tão “infernal”.

  Se Deus não nos amasse tanto talvez não fosse tão exigente

  “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.
   Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.
 [Mateus 5:27-28]
   
Tarde demais ... já cometeu adultério



  Percebem?
  Se eu prestar atenção em uma mulher por sua beleza e mesmo só em pensamento desejar que ela ficasse comigo ... já cometi adultério.

  Vejam a semelhança:

  O esposo da mulher não permitia nenhum contato com outro homem, se ele desconfiasse de um simples olhar já tinha confusão.
  No caso do Deus Bíblico você só pode ter pensamentos voltados para ele.
  Se você ver uma mulher gostosa e ter algum pensamento “impuro”, mesmo que não faça nada... já cometeu adultério, adultério é pecado e qualquer pecado “até em pensamento” ofende a Deus.

  Observem também que a religiosa “SENTI” que apenas seu livro sagrado tem histórias “verdadeiras” sopradas pelo Espirito Santo de Deus, mas não consegue argumentar porque todas as histórias dos outros livros sagrados são inventadas pela mente dos homens.

  De certo quando você religioso lê muitos de meus textos “SENTI” que são blasfêmias, senti que estou errado que preciso estudar teologia, encontrar alguém que conheça melhor a Bíblia... que tal deixar um pouco seus sentimentos de lado e apresentar ARGUMENTOS?
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Então o bom mesmo é acabarmos com as Religiões?

  Calma, não sejamos radicais.
  Devemos combater o FANATISMO, ele é um câncer para qualquer doutrina ou ideologia.

  Acabar com as religiões é uma ideologia dos ateus.
  Em geral eles defendem que um mundo “ideal” é um mundo sem religiões.

  O que eu posso dizer rapidamente sobre isso...

 Embora seja fácil imaginar "sinais" nem todos os sinais tem características de imaginação.

  Quando apresento sinais de alguma interferência “espiritual” ateus correm a dizer que foi “coincidência”.

  Porém, se espiritualistas são mentes tão confusas, supostamente inferiores a uma mente ateia porque dominam o planeta!?

  O melhor argumento é que espiritualistas são melhor adaptados e/ou algo “sobrenatural” os ajuda.

  Quero dizer que considero a possibilidade de todas essas histórias, de todas as religiões terem um fundo de verdade o qual precisamos DECIFRAR.

  Quem pode se dizer filosofo se não tiver esse prazer por perseguir a verdade, mesmo tendo consciência que talvez nunca a alcance?

  

  Equação do Ateísmo:

 O domínio dos espiritualistas nesse planeta é um fato inconteste.

 Se segundo os ateus não é devido a inteligência dos crentes ... alguma força nos ajuda.

 Chegamos a uma equação de segundo grau com dois valores mais prováveis para x.

 X¹ = Espiritualistas são mais inteligentes, superiores.

X² = Alguma força desconhecida interfere para que a superioridade ocorra.


  Espiritualistas “podem ter” uma habilidade maior para o pensamento abstrato, religiosidade é só um efeito colateral.
  Se nós espiritualistas conseguimos evitar o dogmatismo, alcançamos mais eficiência que “cérebros ateus.”




anterior                                           <>                                                próximo