terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Mensalão Mineiro

  “Sem querer defender o PT ou Lula, mas a justiça deve ser igual para todos os partidos, pois não é só o PT corrupto, temos o mensalão mineiro.” 
[Comentário no G+]

  “Na decisão que condenou Brant, a Justiça Federal reconheceu a tese do MPF, de que o “mensalão mineiro” é a gênese do “mensalão” do PT.” 
[Carta Capital]  

  Veja bem que o PT enquanto Governo ficou sabendo das falcatruas em Minas Gerais e ao invés de combate-la COPIOU A FORMULA!!
  Usou até o mesmo Marcos Valério!

  Entendam que o PT fez algo muito, mas muito mais grave.
  Ele não só fechou os olhos para um crime grave que deveria ser denunciado e punido como se apropriou da quadrilha e aplicou o esquema a nível FEDERAL.

  Traçando um paralelo:

  A pedofilia e o estrupo são crimes hediondos, mas quando praticados por padres ou pastores “nos parece” ser muito pior... e é.
  Se você é católico ou evangélico deposita grande confiança no padre da sua igreja ou no pastor da sua congregação e saber que seu filho foi abusado por alguém que você depositava tanta confiança é realmente terrível.
  Veja outra situação: Você se vê cercado por assaltantes que irão levar seu carro e fazer mais sabe lá o que, para sua “sorte” aparece uma viatura da polícia, você se sente aliviado, mas rapidamente percebe que os policiais são acomunados com os bandidos e irão ficar até com uma parte do roubo...
  Aquela entidade que deveria te proteger, participa de uma quadrilha para te roubar e por sua abrangência e poder torna o esquema de roubo muito mais eficiente.
  Claro que nós confiamos ainda mais no Governo Federal para nos proteger de possíveis falcatruas que acontecem nos Estados, por isso temos uma Policia Federal.
  O Mensalão em Brasília foi como um padre estuprando uma criança que já havia sido abusada pelo pastor... com a conivência da polícia.


          
  Em 2004 o BMG era o único Banco privado autorizado a fazer empréstimos consignado, os segurados recebiam carta assinada por Lula sobre mais esse "grande negócio".
  Para quem não se lembra o BMG é o principal Banco envolvido no Mensalão, coincidência!?
  [Folha]

  Depois de tantos debates já estou acostumado com o fanatismo das pessoas o que ainda me surpreende é a quantidade de fanáticos/idolatras.
  A Lógica entra fácil na minha mente, não me lembro de alguma fase em minha vida que isso não acontecesse.
  Como a vida tem uma infinidade de situações, muitas situações eu ainda não tinha parado para meditar, mas sempre que paro a lógica flui fácil.
  Para citar um caso recente eu nunca havia parado para pensar sobre estarmos entre as 6 maiores economias do mundo, mas quando parei aconteceu um texto muito lógico e olhe que eu nunca havia ouvido ou lido uma explicação sobre essa situação sem um certo ufanismo. Clique Aqui

  Outro texto que me surpreendeu foi sobre as sacolinhas de supermercado.
  Eu comecei a escrever para criticar a proibição e não encontrei argumentos lógicos para ser contra a medida. 
Clique Aqui


  Quero dizer que todos temos opiniões e nem sempre elas são fundamentadas em conhecimento e meditação.
  Eu não fujo a regra, claro que há uma infinidade de coisas ou situações que eu nunca parei para pesquisar e meditar, embora eu acredite que as mais provocativas eu já meditei.
  O que você acha dos sapatos feitos em Franca?
  "Eu William ouvi dizer que são bons".
   Eu e você [suponho] temos essa opinião de que os calçados de Franca são bons porque é a "cidade dos calçados", com esse título deve produzir quantidade e qualidade.
  É uma opinião "normal", para efeitos didáticos vou chamar de "opinião sensitiva" você senti que é isso.
  Se você me colocar na parede perguntando como eu sei que os sapatos são bons...eu não tenho argumentos lógicos para apresentar.
  Já usei sapatos produzidos em franca e não tive problemas, mas isso basta?
  Não tenho conhecimento sobre produção de sapatos, não parei para comparar o preço qualidade dos sapatos de Franca com o preço qualidade dos sapatos feitos na Itália ou China.
  Se eu me interessar por esse assunto tenho que adquirir conhecimento, debater com outros que entendem, fazer comparações e meditar sobre o assunto.
  Eu preciso fundamentar minha opinião com fatos e argumentos.
[Mas deixemos sapatos para lá, foi só um exemplo.]

  Quando você se interessa por um assunto o básico do básico é buscar conhecimento sobre ele.
  Nos meus debates eu apresento o conhecimento a pessoa, meditamos e “por vezes” chegamos a mesma conclusão e mesmo assim ela não concorda comigo!
  Isso é fanatismo, sustentar sua opinião mesmo que ela vá contra as EVIDÊNCIAS as quais você concorda que são verdadeiras.

  Houve mensalão em Minas? Houve.

  Houve mensalão em Brasília? Houve

  O Mensalão de Brasília foi uma apropriação da quadrilha de Minas uma vez que foi até usado o mesmo operador Marcos Valério e o mesmo Banco BMG?

  Bem, aí apesar de todas as evidências e meditação bem amarrada... “não tem nada a ver”.
   No caso do PT observo esse fanatismo a níveis preocupantes para a qualidade de vida do nosso povo.
  O PT tem se mostrado limitado administrativamente, mas não tem sido uma grande catástrofe como pregam “outros fanáticos."

  De qualquer forma seria muito bom para o Brasil quebrar esse ciclo de poder a nível Federal.
  Esse fanatismo esta nos conduzindo a uma ineficiência político administrativa suportável, mas LAMENTÁVEL.



   "Vou montar uma imagem usando o futebol para que os senhores acompanhem o raciocínio.
  Existe o PT Corinthians e o PSDB São Paulo.
  O PT Corinthians tem jogadores em melhor forma [Lula e Dilma] e torcida maior.
  O PSDB São Paulo esta sem craques e sem renovação, além da torcida ser menor não é composta de fanáticos, lembrem-se que muitos incrivelmente se envergonharam do bom trabalho feito por FHC.

  O PSDB São Paulo não tem como vencer o PT Corinthians, já estamos em uma situação de partido único."  
Clique Aqui


anterior         <>              próximo

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Cristianismo Capitalista?

  “Há épocas em que a sociedade, tomada de pânico, se desvia da ciência e procura a salvação na ignorância.”  [Mikhail Saltykov-Stcherdrine]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

  “Às vezes acho que a verdade está no inferno de Dante... alguém fez um comentário algo tipo mando para o inferno etc.... Na hora me espantei ... é cruel mandar alguém para o inferno.”  [G+ 19/11/2013]
 ======================
  Humm...Jesus claramente nos promete um inferno pior que esse que vivemos se não cumprirmos suas exigências.
  Se é delírio que existe inferno, meu amigo Dante não delirou sozinho.
  Não me parece que Jesus usou algum simbolismo, ele foi literal:

  “E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais o que fazer.
   Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei.” [Lucas 12:4-5]

  Fica claro que é um inferno pós morte física.
______________________________
   A maioria dos cristãos que eu conheço nunca pararam para pensar sobre o inferno proposto pela Bíblia.
  Se parassem para pensar a primeira coisa que deixariam de fazer seria parar de repetir aquele clichê que "Deus de Abraão é Amor".
  Ele é alguém para se ter muito medo como bem disse Jesus.

  O problema com os cristãos é que todos eles tem certeza que irão para o "Céu" então para que se preocupar com o Inferno!?

  Mas baseado em que você cristão tem a certeza que irá para o Céu?
  Você se acha uma boa pessoa e eu até acredito que você seja, mas segundo a Bíblia a salvação não acontece por obras ou bons sentimentos ela é um dom de Deus, quero dizer que você ser legal não garante nada em termos de salvação, você pode muito bem ser legal e ir para o inferno.
  Um budista pode ser uma ótima pessoa, mas se não deixar de ser budista aceitando Jesus como seu único salvador...irá para o inferno.
  Você pode ser uma ótima pessoa e aceitar Jesus como seu salvador mas veja o que a Bíblia diz:

  “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;”  [Efésios 2:8-9]

  “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
  Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
  E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.”  [Mateus 7:21-23]

  Perceba que se você não tem fé suficiente não será salvo, mas o interessante é que se você não tem Fé suficiente é porque DEUS NÃO TE DEU.

   Aqui estamos nas trevas da “impotência diante de uma situação”.

  Mas para esse texto ficar interessante vamos ignorar que a quantidade de Fé [e por consequência a salvação] seja um dom de Deus, vamos para um plano de pensamento onde você pode conseguir a salvação por mérito próprio, por obras.
=======================
  Nesse plano hipotético para ser salvo você além de amar a Deus sobre todas as coisas tem que seguir todos os ensinamentos de Jesus.
  Ainda assim quantos cristãos escapariam do Inferno?

 Jesus pede por exemplo para você amar o próximo como a si mesmo...francamente, quem consegue!?

  Se você esta apaixonada e não consegue viver sem o rapaz essa situação de amar o próximo profundamente acontece.
"Agulha"
  De pai para filho ou de filho para pai também acontece [nem sempre], fora dessas situações acredito que poucas pessoas passariam no teste.
  Veja o meu caso eu gosto de todas as crianças, desejo o melhor para próxima geração, mas amor mesmo só pelas minhas filhas.
  O que eu suporto sem muito estresse das minhas filhas ficaria irritado se fosse o filho do vizinho.
  Você me acha um monstro? Então se olhe no “espelho”.
  Na escola que seu filho estuda ocorre um incêndio com muitas vítimas, claro é uma tragédia terrível, mas qual a criança que realmente importa para você?
  Se como nesses filmes de Hollywood acontecesse alguma magica e você pudesse escolher uma criança para que não acontecesse nada de mal, seria minha filha ou seu filho?
  Eu sou seu próximo, você me ama como a si mesmo? Esta certo disso?
====================           
  Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.  [Mateus 19:21]
  Tem gente que reclama do dizimo pedido por algumas igrejas, mas se esquecem que Jesus não pediu apenas 10%, ele disse que TUDO deve ser doado aos pobres, isso mesmo 100%.

  “Se Jesus era tão sábio e poderoso deveria apresentar formas de melhorar a qualidade de vida de seu povo e não convidar a todos para um voto de pobreza.”    Clique Aqui

  Tá você vai dizer que é para dar os pobres e não para  igreja, mas de qualquer forma você tem que ficar sem nada; você faz esse sacrifício, segue esse ensinamento?
  Doar tudo é doar tudo, mas vou ser menos radical.
  Você mantem onde morar e o que comer e tudo que exceder a essa necessidade deve ser doado.
  Você pode usar a igreja como intermediaria da caridade ou pode fazer por conta própria desde que doe tudo que excede do seu sustento básico.
  Quantos cristãos você conhece que passariam nesse teste de viver com o mínimo necessário?
  "Eu" não lembro de nenhuma passagem em que Jesus te incentive a trabalhar ou estudar, simplesmente ore e confie.

  “Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?
  Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?
  E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?
  E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam;” [Mateus 6:25-28]

  Jesus sugere que todos vivamos na maior pobreza tendo apenas o necessário para nossa sobrevivência, ele abençoa os “pobres de espirito” e diz que a Bíblia é confusão para os sábios... fica claro que ele não quer educação nem busca de sabedoria.
  Jesus ainda faz mais uma exaltação a pobreza quando diz que é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha que um rico entrar no reino do céu.
  Antigamente as cidades eram cercadas por muros, tinha o portão principal e passagens laterais bem estreitas pouco maiores que um homem adulto, esse acesso lateral era chamado de agulha.
  Um camelo passava por ela, mas sem levar carga algum ou seja o rico para entrar no céu tem que ficar pobre!
  Os cristão deveriam repensar suas certezas, essa certeza de ir para o Céu não procede, é como um prêmio na loteria.

Jesus pobre, mas limpinho...HAHAHAHAHAH!


 PS: Interessante que lendo esse texto mais uma vez me veio a imagem de um Jesus “Comunista” e não é com essa imagem do Cristianismo que gostaria que o texto terminasse, sou obrigado a avançar um pouco no tempo.
  Mais tarde Jesus claramente se associou a Igreja Católica, começou com a aparição para Paulo e foi concluído com a conversão de Constantino.
  A Igreja Católica acumulou muito capital e assim conseguiu impor o Cristianismo na Europa e através das Cruzadas chegar ao Oriente.

  Se todos Cristãos doassem tudo que tem, só pessoas de outras religiões acumulariam capital, me parece que Jesus assim que desencarnou percebeu que um cristianismo comunistas não sobreviveria...FASCINANTE!

anterior         <>              próximo

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Vaidade

 “Cheguei à firme convicção que a vaidade é a base de tudo, o que chamamos de consciência é apenas a vaidade interior.”
 [Gustave Flaubert]

  Entendo, mas vamos para aquela situação quando perdemos a vaidade.

  


_________________________
 👩 "Temos obrigação de sermos vaidosos, de mostrar um cuidado todo especial com o corpo, tendo uma alimentação saudável, praticando exercícios regulares.
   Tudo isso implica para termos sempre motivação para viver e vencer na vida. ​​
   Isso concorda com estar sempre feliz.
   Afinal, é difícil que alguém esteja feliz se está infeliz com o seu corpo.
[Comentarista no G+]    
___________________________    

  Não acredito em Felicidade, existe “momentos de satisfação”.

  Um visual bonito pode te trazer momentos de satisfação tanto quanto comer uma gostosa pizza ... vamos ver como isso se processa, sigam-me os bons!

  Meu amigo Sócrates e tantos outros não eram nada vaidosos.

  Cuidado em exigir “obrigações”, cuidado com fórmulas mágica para “felicidade”.

  Defendo que “devemos” tomar banho, nos manter asseados para não incomodar os outros com maus odores.
  Afinal as pessoas não tem como ficar sem respirar.

  Dependendo de onde trabalhamos as vestimentas tem que ser adequadas, se você é um salva vidas não dá para trabalhar de terno se é um bancário não dá para trabalhar de sunga.

  Fora essas situações ...

  Não vejo motivo para um indivíduo ser vaidoso só porque outros querem que ele seja.

  Tudo é uma questão de trocar um prazer por outro.

  Se você tem grande prazer em comer e pouca disposição para exercícios provavelmente ficará gordo.
 “Troca” o prazer de ficar atraente para outras pessoas pelo prazer de comer.
  Certos prazeres são inconciliáveis.
  Comer bastante e permanecer magro é raro/genético.

  Nascer bonito é um “presente”, permanecer bonito dá muito trabalho, ainda mais para quem não recebeu o presente da beleza genética.

  Observamos facilmente que podemos ter bons momentos de satisfação através da beleza ou da alimentação
  Comer geralmente dá menos trabalho.
  O indivíduo acaba optando pelo “prazer comer” que exige menos esforço...e a vaidade fica em segundo plano ou plano nenhum.

  Comer é rápido, não é tão caro, a satisfação é garantida.
  Está com vontade de comer pão com ovo frito?
  Para “grande maioria da população” não há muita dificuldade nisso, é um prazer acessível a muitos.

  Eu nunca fiz regime, mas conheço pessoas que fizeram, noto que é um grande sacrifício.
  Qual o prazer que ela consegue em fazer o sacrifico de ficar sem comer?
  Fica mais elegante, terá admiração dos outros e ... para que isso serve mesmo?

  [Tá, é legal as pessoas nos acharem bonitos e elegantes.
  Não podemos ser ingênuos ao ponto de acreditar que aparência não é importante para vida em sociedade, não sejamos “radicais”]

  Perceba que é um prazer voltado para os outros, depende do elogio/admiração de outros.
 [Essa é a chave desse texto]

  Comer o pão com ovo é um prazer só seu, não depende do julgamento ou aprovação dos outros.

  Esse texto sugere tantos caminhos que é difícil escolher um, mas vou escolher flutuar pelas trevas, vamos nos distanciar da luz, a medida do suportável.

  ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Por que perdemos a vaidade?

  Fui professor de manequim, conheci pessoas que não tinham a menor condição de ter algum sucesso nessa profissão.
  Gosto é gosto, entretanto “tecnicamente” há pessoas realmente bonitas, mas a maioria deixa muito a desejar.

  Exemplo:
  Ter uma coluna reta é importante, dependendo do tipo de coluna é muito difícil você manter uma postura elegante, pense em um corcunda, mesmo que seja uma deformação leve fica muito complicado manter uma boa postura.
  O desenho da coluna é algo genético, não dá para você desmontar e retificar.

  Outro exemplo?
  Se a moça tem menos de 1,70 suas chances no mundo das passarelas são praticamente inexistentes.
  O homem deve ter pelo menos 1,80

  Se você homem tem 1,65 pode ser “bonitinho”, mas nunca chegará a aquele status de “lindo”, não importa o quanto gaste ou o sacrifício que faça em nome da beleza.
  Se o indivíduo está sozinho ou ao lado de alguém também baixo até engana, mas se for colocado perto de um homem alto a diferença estética fica gritante.

  Aqui estamos nas trevas da “impotência diante de uma situação”.

  Há cirurgias para aumentar as pernas, quebram o osso e estimulam seu crescimento, evidente que é um procedimento bem complexo.
  Um sacrifício bem grande para ganhar alguns centímetros.

  Vamos nos afastar um pouco mais da “luz”.

  Você nasceu feio?

  Se sabe que não tem boa aparência ... ter cintura de 64 ou 84 centímetros não fará tanta diferença no geral.
  Sim, é melhor ter uma cintura fina do que avantajada ... se não der muito trabalho.

  A cintura 64 não vai mudar significativamente seu “status de beleza”.
  A cintura 84 vai lhe permitir maior prazer em comer e até mais tempo livre caso para manter a cintura de 64 você passe horas por semana em uma academia.

  Chegamos a dedução lógica que:

  “Perdemos a vaidade” quando ela dá muito trabalho sem o retorno equivalente.

  [Não leve esse “perdemos” ao pé da letra, a vontade de ser admirado continua em nós, apenas estabelecemos outras prioridades menos trabalhosas.]

  Não é que você não queira ter a cintura de 64, você chega à conclusão que “a luta não compensa”, o prazer não compensa a dor (sacrifício).

  

   Com o avanço da idade ficamos menos vaidosos porque entendemos que a luta é inglória.

  Inevitavelmente todos ficamos velhos, um homem de 60...é um homem de 60.
  Pode até ser bonito para um homem de 60, mas é difícil competir em beleza com um homem bonito de 25.

   


  Imagine quanto a Madona gasta em cuidados estéticos.
  Quem pode dizer que a Madona está bonita?
  Claro que a Madona é mais que um rosto ou corpo, ela deve ter bom papo e por tudo que viveu ser uma pessoa interessantíssima.
  Mas “fisicamente” que homem preferiria ir para cama com ela ao invés da Paula Fernandes...eu não...

  


  Madona é uma artista famosa tudo que ela faz em prol da boa aparência tem um retorno de popularidade e financeiro, e a mulher "comum"?
  Para a Madona a vaidade tem seu preço, mas um bom retorno, para Paula Fernandes também.
  Porém para a maioria das mulheres e homens o sacrifício é muito e o retorno é pouco, quase nenhum.

  Na época dos namoros nos cuidamos mais, depois tudo perde muito do sentido, da objetividade.
  Dificilmente um homem de 60 atrairá uma mulher por sua aparência física, pode atrair por ser $impático, experiente, mas fisicamente é pouco provável.

  Muitas pessoas depois de uma certa idade não veem mais sentido em fazer muito sacrifício em nome da beleza, ela já ficou perdida em algum lugar do passado... isso quando existiu.

  Fechando o texto...

  Quando você ver um indivíduo “sem vaidade”, que já não liga tanto para aparência, evite os extremos de pensamento em que ele é um “sábio iluminado” ou alguém com “baixíssima auto estima.”

  Ele talvez até “instintivamente” percebeu que na situação em que se encontra a vaidade exige um sacrifício com pouco retorno...não compensa.

  Muitos vivem de ilusão, vi uma senhora que colocou aquele “brinco de nariz”. [Piercing?]
  Estava se achando o máximo, mas sinceramente aquele enfeite já é estranho em garotas novas com rosto bonito, naquela mulher era risível.
  Dias depois ela tirou o tal enfeite e restou aquele terceiro furo no nariz ... com o passar do tempo a pele perde capacidade de recuperação.

  Tem pessoas que ficam tão deprimidas com a perda da boa aparência que já não querem nem mais tomar banho ou trocar de roupa...ops, é melhor não passarmos desse ponto ... vamos saindo das trevas do pensamento.

  “A vida voa na sua cara, esbarra no seu rosto, suja sua vaidade, corrompe suas certezas, e você não pode fazer nada.
  A não ser lavar o rosto e começar tudo de novo.”
  [Hannah Mayria]

  


Nota:  Se um dia perder sua vaidade, continue ao menos “lavando o rosto”.
  Enquanto há vida é necessário recomeçarmos todas as manhãs, não se perca nas trevas, sempre busque a luz.

  Eu tenho medo do escuro nas almas deixe as luzes acesas ...um forte abraço!



anterior         <>              próximo

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Cultura vs Educação

    O Estado pode fazer muito pela melhora do Sistema Educacional, mas um grande salto de qualidade só é possível se as famílias assumirem suas responsabilidades.
[William Robson]

  



  Um pensador eficiente surge de 4 situações onde uma não elimina a outra, elas se complementam.

 1 - DOM DE NASCENÇA:

  Interesse natural em conhecer, questionar e elaborar teorias. ​​

  Não conheço nenhum Governo que consegue distribuir dons de nascença aos cidadãos.
 
  Para quem é ateu ... pode ser que consigamos isso algum dia através de manipulação genética.
  Descobrir alguma configuração cerebral que torne a mente mais “investigativa”, por hora não tenho notícia de tal feito.

  Para quem é religioso... deveria questionar ao seu Deus porque não nascemos todos amantes de Filosofia, com excelente senso crítico.
  Na Bíblia há até ameaça aos sábios e exaltação aos ignorantes os "puros de coração"

 "O mundo não conheceu a Deus buscando sabedoria, Deus salva os crentes pela loucura da pregação.
  Os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria;
  Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos.  "
[1 Coríntios 1:21-23]

  "Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; "
[1 Coríntios 1:27]

  Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
[Mateus 5:3]

  Observe que a Bíblia não quer que você busque sabedoria ou algum conhecimento das coisas, basta ter Fé.
  Aquele tipo de Fé que te proíbe de pensar, apenas ame a “ideia de Deus” deixada pelos antigos.

  Muitos dizem que o mal acontece pelo livre arbítrio do homem ... é uma tese perigosa para um crente defender.
  Usemos a dialética:
  Um ladrão me fez mal usando seu livre arbítrio que foi prontamente respeitado por Deus.
  Caraca!
  Eu NÃO escolhi/arbitrei por ser assaltado, meu livre arbítrio não conta para Deus!?
  Deus só respeita o arbítrio do ladrão!?

  Resumindo: Observamos que há mentes que já nascem com uma capacidade de raciocínio “melhor”, tem esse dom de nascença.
  Isso está além da “manipulação” de qualquer Governo/Estado.
  Se seu filho não nasceu gênio tem mais a ver com Acaso ou vontade de algum deus...

         
2 - FAMÍLIA:

  Pais com boa capacidade de pensamento e que compartilhem isso com a criança sendo um exemplo a ser copiado.

  Nosso governo influência/interfere fortemente em nossas famílias?
  Não sei por onde.
  Há o estatuto da criança e adolescente, mas convenhamos, a grande maioria dos pais não lê esse estatuto para tratar bem seus filhos.
  Tem a lei da palmada, mas ainda não vi ninguém ser incomodado pelo Governo por dar um tapa no filho. 
   Sim, espancamentos foram denunciados e punidos, não acredito que alguém de bem seja a favor de espancamento de quem quer que seja, quanto mais de crianças.

  Desenvolver o “senso crítico” das crianças é um dever inalienável de quem as colocou no mundo.
  Debater ideias com seus filhos acredito que seja muito importante.  
  Comente uma notícia, discuta um acontecimento familiar, não diga apenas “não”, explique o porquê do “não” ... o mesmo vale para o “sim”.
 
   Não sei como um professor do Estado pode ser mais eficiente que você pai ou mãe para transmitir valores a seus filhos!

  Quem defende que a família não é o melhor lugar para formar cidadãos então acredito que lá pelos 7 anos as criança já deveriam ficar totalmente sob a tutela do Estado.
   As colocaríamos em creches, os Governantes as encheriam de ideologias e os pais as visitariam de vez enquanto nos finais de semana.
  Sociedades já experimentaram isso, chamavam de internatos, podiam ser religiosos ou militares.

  Se a família brasileira é uma influência tão negativa para criança nada mais lógico que afasta-las do ambiente familiar o mais cedo possível e deixar que os instrutores/professores do Estado as doutrinem.

  Para eu é bem claro, o pai ao defender que o Estado é responsável pelo caráter de seu filho está se assumindo incompetente como pai, é aceitável que abdique do pátrio poder.     


  

  A escola no Brasil pode ser melhor, tudo sempre pode ficar melhor.
  No entanto as crianças estão sendo alfabetizadas, estão tendo fácil acesso a sala de aula.
  [Na grande maioria dos casos]
  Para ler e escrever bem tem que praticar muito, essa pratica não pode ficar limitar ao período escolar.
  Antigamente um bom exercício de escrita era escrever diários e cartas, hoje estamos muito mais evoluídos.
  Temos a Internet onde a comunicação é basicamente escrita, nunca se escreveu tanto quanto nos dias atuais, temos até os corretores ortográficos, quem escreve tem que se interessar em escrever corretamente, facilidade para isso tem.

  Mais uma vez esbarramos em interesses pessoais, responsabilidades individuais.    
 [Isso já começa na infância] 
  
  A criança é um ser pensante, quem é pai sabe das chantagens e pressões que elas fazem para conseguir um brinquedo novo ou passeio diferente.

  Reconhecemos a força da personalidade infantil ao pedir um brinquedo, mas na hora de se esforçar para ler ela vira uma “folha em branco” !?

  Resumindo: Se seu filho não nasceu muito esperto dá para melhorar seu desempenho mental se o ambiente familiar for propicio a isso, bons exemplos valem mais que mil palavras.
 
3 - ESCOLA:

  Boa alfabetização, transmissão de conhecimentos básicos geografia, matemática, ciências, história, português.

  O que é Cultura?
  Cultura significa cultivar, vem do latim colere.
  Genericamente é todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo homem não somente em família, como também por fazer parte de uma sociedade.

  Cada país tem a sua própria cultura, que é influenciada por vários fatores.
  Esse é um assunto complexo que deixarei para uma outra oportunidade, apenas quero dizer que as pessoas acreditam que a educação pode mudar a Cultura, mas é a Cultura que muda a educação.
  A cultura pode ser eficiente ou ineficiente.

 Acreditar que é função do Estado formar cidadãos é uma cultura que se mostra ineficiente e ela produz um sistema educacional igualmente ineficiente.

  Veja um traço cultural nosso que está muito em debate.

  Nós brasileiros culturalmente acreditamos que alguém com menos de 18 anos não pode ser responsabilizado por crimes, tudo é culpa do Estado/Sociedade [Presidente, Governador...políticos em geral], então não punimos os menores infratores como deveríamos.
  A meu ver essa é uma cultura ineficiente que só estimula a impunidade, se não mudamos nossa cultura, nossa maneira de pensar... a impunidade e a gravidade dos crimes irá continuar.

  Com o dinheiro dos impostos o Governo constrói escolas suficientes para atender a demanda, paga os professores, elabora planos de carreira e o resto é “nóis manos.”
  Nós apontamos CULTURALMENTE para onde nossa sociedade vai caminhar.

  Resumindo: Formar cidadãos (educar, civilizar) é com a família, nós brasileiros temos que assumir a parte que nos cabe quando geramos uma criança.
  Transmitir conhecimentos (escolarizar) é com o profissional do ensino.
  

4 - PROFESSORES:

  Podem ser uma boa referência para seus alunos quando gostam da sua profissão, tem prazer em ensinar a matéria que lecionam.

  Não sei como um curso de pedagogia pode desenvolver a paixão pelo ensino em algum cidadão.
  Não escolhemos o que sentir; escolhemos como agir diante do que sentimos.             

  Você deve buscar uma profissão onde se sinta VOCACIONADO.
  Não adianta achar lindo ser médico se não suporta ver sangue.
  Se você não tem muita paciência para ensinar os outros, ser professor não é uma boa opção.
  Ano após ano falará das mesmas matérias, as contas de adição e subtração continuam as mesmas.
  Duas vezes quatro é um resultado muito óbvio para você, mas para aquela criança de 7 anos é uma grande novidade.

  Vejo professores sem nenhuma vocação “exigindo” que o Estado lhes dê motivação.

  Caraca, quem tem vocação para ser professor, já vem com essa motivação de nascença...ops!
  Voltamos ao início do texto onde o Estado ainda não distribui dons de nascença.
  Então é hora de encerrar o texto e lhe deixar algo para meditar.

    “Cultura é o que fica depois de se esquecer tudo o que foi aprendido.” 
 [André Maurois]

   


  A melhora da educação [e de tantas outras coisas] vem a reboque de uma melhora da nossa CULTURA.
 “Plantemos/cultivemos” ideias eficientes e nossa sociedade seguirá o caminho da eficiência.

  Qualquer traço cultural tem início, meio...adaptação ou fim.
  Cultura não é algo imutável, é algo que está em constante transformação.
  Por razões que a própria razão desconhece passamos a esperar tudo de algum Estado, é urgente que fiquemos adultos/civilizados.

  “Se cada um cuida bem própria calçada temos uma rua bonita.
  Se cada um cuida bem da própria família temos uma Sociedade bonita.”



  Texto Complementar: Paradoxoda Educação





anterior         <>              próximo

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Senso Crítico

  “O governo não quer uma população capaz de fazer pensamentos crítico.”

  É surpreendente o quanto as pessoas esperam do Governo!

  Esperam tanto do Governo quanto esperam de Deus a diferença é que de Deus não cobram nada, tudo está bom e se não está bom é para nosso bem, Deus está “provando a nossa Fé.”

  No Governo tudo é perverso, tudo é para nos ferrar!

  

  Um dos principais objetivos desse Blog é questionar o radicalismo/fanatismo.

  *Se eu questiono o Deus Bíblicos é para fazer um contraponto sobre o fanatismo religioso.

  *Se eu demonstro como o ateísmo se mostrou ineficiente é para combater o fanatismo de que as religiões são um grande mal para a humanidade.
   Ateus nunca fizeram bons Governos.

  *Se eu defendo o Governo [independente de quem esteja nele] é para fazer um contraponto quanto ao fanatismo de sua "demonização".

  Veja o que o intelectual George Carlin teoriza:

   “É função do Governo desenvolver o senso crítico das pessoas.”

  Vamos primeiro tentar conceituar o que é senso crítico.
  Em sua forma mais curta e objetiva é a capacidade de criticar.
  Não sei quanto a vocês, mas eu nunca conheci alguém que não criticasse nada nem ninguém.
  Logo, senso crítico, capacidade de crítica, TODOS TEMOS.

  Aqui entramos na chave desse texto, preste atenção: 

  Para muitos "intelectuais" senso crítico é quando suas críticas coincidem com a deles.

  Eu apresento aqui no Blog muitas opiniões, se escrevo algo que o sujeito gosta eu tenho senso crítico se ele não gosta me taxa de alienado, louco, imbecil... "sem noção".
  Vamos ao motivo desse texto, o que me provocou a escreve-lo.

  Como o Estado pode desenvolver o senso crítico dos cidadãos?

  Olha, eu não faço a mínima idéia!
  Eu sei como o Estado pode dificultar e muito o senso crítico, basta olhar para países comunistas e ver como eles controlam o acesso à informação.
  Em países Comunistas a TV é do Estado, os jornais são do Estado e qualquer crítica ao poderoso Governante pode ser punida com prisão e morte.
  Os livros de histórias são modificados ao gosto do “democrata” de plantão, democracia na visão deles é sempre concordar com o Governo, só o Partidão sabe o que é bom para você...simplesmente aceite sua incapacidade de cuidar da própria vida!

  No Brasil reconheço que temos uma certa “doutrinação marxista”, mas não identifico isso como “política de governo”.
  Certos comportamentos culturais acontecem e é difícil identificar exatamente o motivo.
  Por que brasileiros passaram a admirar Cuba/Fidel/Guevara?
  Por que começamos acreditar que a URSS era o futuro e o USA a perdição?

  O fato é que as pessoas que elegeram o Capitalismo como grande inimigo passaram a ditar os rumos da nossa educação escolar, isso se intensificou no regime militar.
  Os militares foram estatizantes e seus opositores eram mais estatizantes ainda!

  Por outro lado ... gostamos de televisão e Cinema.
  Na década de 70 os aparelhos de TV ficaram populares no Brasil.
  Nosso regime militar não se opunha a produções de outros países e nesse quesito os americanos foram imbatíveis em seu custo benefício.
  Artistas brasileiros criticavam a “permissividade” do Governo com o que eles chamavam de “enlatados”.
  Antigamente os filmes eram feitos em rolos de fitas magnéticas e essas vinham em “latas”.
  Séries e filmes estrangeiros eram os “enlatados” que recebíamos prontos em “detrimento” dos artistas nacionais.
  [Vixe, estou perdendo o foco ...]
  Entenda que embora tivéssemos desenvolvido uma cultura “pró Cuba” nossa janela para o mundo tinha vista basicamente para os Estados Unidos.

  Quem nasceu depois de 1960 de certo assistiu muita TV.      
  Puxe por sua memória os filmes e séries que te marcaram e dificilmente encontrará um que não seja americano.
  Meu nome vem de uma série americana, “Perdidos no Espaço”.
  Meu pai gostava do garotinho “Will Robson” e aqui tô eu

  Tanto quanto todos os livros que li, filmes como Jornada nas Estrelas, Star Wars, Exterminador do Futuro e Matrix e Watchman influenciaram muito minha maneira de pensar a vida.
  Matrix e Watchman por serem mais recentes foi mais como olhar no espelho minha filosofia.


  Em resumo:
  O Brasil não ter caminhado para uma esquerda mais radical, se transformado em uma grande Cuba, devemos primeiro aos militares que apesar dos pesares mantiveram um esquerdismo moderado, tão moderado que não proibiram os “enlatados” americanos.

  Nossos intelectuais sonhavam Cuba.
  Mas a TV nos mostrava o “modo americano de vida”.

  O Brasil virou esse “capitalismo mambembe”.
  Vamos alimentando (votando) nosso sonho Socialista até que o Estado emperre.
  Quando isso acontece aplicamos um pouco de liberalismo econômico”, assim que as coisas melhoram um pouco voltamos aos ideais socialistas ... e assim vamos ficando eternamente deitados em berço esplêndido ... pobres em uma território riquíssimo.

  Depois dessa viagem não programada...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Para muitos "intelectuais" senso crítico é quando suas críticas coincidem com a deles.

  Como o Estado pode desenvolver o senso crítico dos cidadãos?

  Não acredito que isso seja uma função do Estado.

  Na escola você será alfabetizado, o professor vai lhe recomendar livros, mas você tem que se interessar em ler.

  Observo que as crianças nos primeiros anos gostam de imitar os pais.
  Se a criança vê seus pais lendo lhe desperta o interesse, se os pais oferecem leituras agradáveis “A ELAS” o interesse pela leitura tem grande chance de acontecer.
  Que importa que sua filha goste de ler o gibi da Mônica?
  Ler é ler, porque sapecar na menina um Guimarães Rosa?
  Quando ela estiver lendo bem pode encontrar um livro de Clarice Lispector e se identificar muito com essa escritora ou Paulo Coelho...porque não?

  Por qual tipo de leitura seus filhos irão se interessar é algo muito particular o importante/básico é que aprendam ler e interpretar textos.

  Na escola caíam em prova livros muito chatos e olhe que desde cedo eu já lia livros bastante complexos, mas gosto é gosto “não escolhemos o que sentir.”

  Aqui em casa minhas filhas me viram lendo muito, eu e minha esposa nunca impomos um livro a elas, as meninas escolhiam o que queriam ler.
  A Ellen pediu “O Diário de um Banana” e fiquei surpreso com a velocidade que devorou o livro.
  Será que se minha esposa não comprasse o tal livro e a obrigasse ler Monteiro Lobato o PRAZER de minha filha seria o mesmo?
  [Nada contra Monteiro só quis citar um nome conhecido]

  


  Minha outra filha Aléxia também escolheu seus livros e tem boa capacidade de leitura e interpretação de textos, definitivamente não é uma analfabeta funcional.

  Como já estão cansados de saber não acredito/observo que as crianças nascem folha em branco, logo, há crianças que se interessam por leitura independente de seus pais não se interessarem, enquanto outras mesmo tendo ótimo exemplo em casa, simplesmente não gostam de ler...não escolhemos o que sentir.

  No MEU caso o senso crítico [digamos] mais abrangente veio do meu interesse em adquirir conhecimento e debater muito.

  Como você fica um bom lutador?
  Estudando e exercitando muito as técnicas da luta que escolheu, mas se não lutar contra alguém não tem como ficar bom.

  Para ser um bom Filosofo [pensador eficiente] podemos fundamentar em 4 coisas ... são sugestões não regra de conduta:

  Dom de nascença: interesse natural em conhecer, questionar e elaborar teorias.

  Família: Pai ou mãe com boa capacidade de pensamento e que compartilhe isso com a criança sendo um exemplo a ser copiado.

  Escola: Boa alfabetização, transmissão de conhecimentos básicos geografia, matemática, ciências, história, português.

  Professores: Podem ser uma boa referência para seus alunos quando gostam da sua profissão, tem prazer em ensinar a matéria que lecionam.

  Eu não sou professor, mas gosto de Filosofia, compartilho com muito prazer meus conhecimentos com as pessoas, ganhando ou não ganhando bem não consigo me enxergar falando de Filosofia com alguém sem ser com muita PAIXÃO.
  Por vezes sinto calafrios, minha pele fica toda arrepiada é como se por alguns instantes a “alma” tentasse se separar do corpo que de alguma forma limita meu entendimento...

   Mas claro, como Capitalista eu prefiro ser um professor muito bem remunerado.
  Se eu fosse um escritor de sucesso e ganhasse muito dinheiro para filosofar ... eu iria gostar

  No próximo texto vou me aprofundar mais sobre o tema cultura e educação.

  Por hora analise essa manchete:




1 - Você sabe ler o que está escrito?
2 - Procura entender o contexto?
3 - É uma boa piada?
4 - É um sensacionalismo de mal gosto?

  Se você disse sim nas duas primeiras perguntas, não importa o que respondeu nas duas últimas, você tem senso crítico.

  Eu acho uma boa piada, ri quando li, você não concorda comigo?
  Tudo bem, ainda defendo que você TEM senso crítico ... apenas NÃO concorda comigo.


“Para muitos intelectuais senso crítico é quando suas críticas coincidem com a deles.”



anterior         <>              próximo