segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Regime Militar Governo de Esquerda

  “Foi durante o regime militar (1964-1985) que a estatização da economia experimentou seu maior incremento, com a criação pelos governos federal e estaduais de um grande número de empresas estatais, que, por sua vez, criavam subsidiárias.
  Isso tornava difícil até quantificar seu número exato, sendo certo que se aproximavam de 500.”


  Tais empresas atuavam em setores estratégicos, mas também em áreas de menor importância como hotelaria e supermercados.
  Chegou-se ao extremo de se criar uma empresa estatal para realizar apenas uma obra: a construção da Ponte Rio-Niterói.
  O grande objetivo que circundava as criações de estatais pelos militares era o de aumentar o nacionalismo no país.
[Wikipédia]

  Vejam que interessante:

  “O Governo Federal, por meio de assembleia ministrada pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) constituiu a criação de uma empresa estatal para representar os interesses do governo no planejamento e desenvolvimento do projeto do trem-bala que ligará Campinas (SP) a São Paulo e Rio de Janeiro.”
[Transporta Brasil]

  Essa notícia é de 2012.
  A Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade S.A. (ETAV) é uma Estatal criada pelo Governo Petista para a obra do Trem Bala.
  É difícil ver alguma diferença entre Dilma e Ernesto Geisel (General do Regime Militar).
  Os tempos são outros e Dilma e Lula concentram menos poder, [não conseguiram a hegemonia de Hugo Chavez], mas diante dos fatos fica claro que tentaram implantar um Governo de Esquerda nos moldes dos militares.
  Os Militares permitiam empresas privadas, mas os melhores financiamentos iam para os empresários alinhados com o regime ... não é o que o PT fez nos 13 anos de governo?

O Brasil teve uma ditadura militar de “Centro Esquerda”.

  Você dúvida?
  Então vem comigo e refute se for capaz.

 “Milagre econômico brasileiro é a denominação dada à época de excepcional crescimento econômico durante o Regime Militar no Brasil, entre 1968 e 1973.
  A taxa de crescimento do PIB chegou a 14% ao ano em 1973.
  Durante o milagre instaurou-se um pensamento ufanista de "Brasil potência", que se evidenciou com a conquista da terceira Copa do Mundo em 1970 no México, quando se criou o mote: "Brasil, ame-o ou deixe-o".

  Interessante que os militares fizeram em 70 o que a China faz hoje, um “Capitalismo de Estado”
  O “milagre econômico” no Brasil funcionou enquanto tinha muitos camponeses miseráveis para migrar para as cidades.
   Durante o milagre, a alta nas bolsas de valores brasileiras iniciada ao final da década de 1960 resultou em um clima de euforia generalizada – incentivado por canções como “Pra frente Brasil.”
  O período do milagre econômico foi o que gerou maior crescimento econômico desde a Proclamação da República.
  Mas foi um voo de galinha.

  O governo militar estatizou demais e isso é ineficiente.

  Muitos dizem que o governo militar foi uma ditadura de direita, mas isso não resiste a nenhuma análise lógica.

  A direita prega o liberalismo econômico que prega a intervenção mínima do Estado na economia.
  Quem prega a estatização da economia é a esquerda que prega o comunismo/socialismo.
  Podemos tranquilamente classificar o período militar como centro esquerda... isso no mínimo.
  Não no sentido clássico de uma apologia a Marx, inclusive os militares combatiam o comunismo, mas lembre-se que Hitler também combatia o comunismo.
  Entendam que o comunismo após a Revolução Russa virou sinônimo de URSS/ Josef Stalin.
  Hitler preferia se auto denominar socialista temendo que Stalin avançasse sobre a Alemanha sob a bandeira do Comunismo.

  Os militares não gostavam nem dessa “suavização do termo comunista” o maquiando de Socialista, no entanto o Totalitarismo era o mesmo.
  E aqui entra a parte surreal.

  Porque os militares não se assumiram de esquerda nós os classificamos de direita!

  Que eu me lembre não tem nenhum registro histórico dos militares se dizendo liberais (de direita).

  Mas vamos dizer que algum general se dissesse de direita.
  Então suas ações não eram compatíveis com seus ideais.
  É como aqueles caras que dizem que respeitam as mulheres e depois ficamos sabendo que batem na companheira.
  Devemos classifica-los pelo que eles falam ou como agem?

a)  Os militares estatizaram tudo que puderam, coisa de esquerda.

b) Censuraram o máximo que puderam, coisa de esquerda.

c)  Quem falava contra o regime era preso como subversivo ou expulso, coisa de esquerda. “Brasil, ame-o ou deixe-o!”
 
  Com o General Figueiredo (Governou de 1979 a Março de 1985) começamos a sair um pouco da esquerda nos posicionando mais ao centro, mas dizer que algum dia tivemos um governo de direita é exagero.
  No ano de 1979 ocorreu a primeira greve dos Metalúrgicos do ABC.
  Em 1980 Lula ficou pouco mais de 1 mês preso preventivamente em consequência de sua participação no comando de greve.
  Em 20 de maio de 1980, Lula teve sua prisão preventiva revogada.  
  Julgado pela Justiça Militar em novembro de 1981, recebeu a pena de 3 anos e 6 meses de prisão.
  Posteriormente, o Superior Tribunal Militar anulou o processo.
  Tudo isso ocorreu no Governo Figueiredo.
  Se fosse um General linha dura de certo Lula cumpriria os 3 anos e 6 meses de prisão.
  Em um regime mais linha dura pegaria e cumpriria uma pena muito maior ou coisa pior.

  “Líder da oposição na Venezuela é condenado a quase 14 anos de prisão.
  Leopoldo López foi acusado de incitação à violência, danos ao patrimônio público e formação de quadrilha.
  Economista está preso há um ano e meio.”  [G1]

   Essa notícia é de 2015!
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Depois do Governo Militar a liberdade de expressão aflorou.

  Eu não posso dizer que sei o que é censura imposta por um Governo militar ou civil.

  Minha geração viveu e vive uma grande liberdade.


  Depois de adulto, conhecendo o Liberalismo econômico [por estudo próprio] cheguei à conclusão que na minha escola tinha uma apologia/encantamento ao socialismo, mas evidente que na época eu não tinha essa percepção.
  Lembro de vários professores dizendo tudo que tinha de nefasto no Capitalismo que era sinônimo do imperialismo americano.
  URSS era tida como um caminho a ser seguido por toda humanidade.
  Ninguém passava fome, todos tinham casa, não faltava trabalho...

Me considero da geração TV.

  Lembro de um seriado, Armação Ilimitada(1985).
  Uma moça namorava dois rapazes, não vi homens fazendo protestos por serem discriminados e nem mulheres chamando a protagonista de vadia.

  A novela Roque Santeiro foi proibida em 1975 pelo regime militar.
  Eu não assisti, mas pesquisando vi que ela foi relançada em 1985, lembro que fez muito sucesso.

  Armação Ilimitada e Roque Santeiro são exemplos de uma grande liberdade artística, logo após o regime militar.

  Mas no período militar, no cinema tinha filmes bem picantes, Dona Flor e seus dois maridos e Dama da Lotação não são exatamente filmes puritanos.
  No Governo Figueiredo foi exibido o seriado Malu Mulher que discutia temas espinhosos na vida familiar.
  Não é que tudo era censurado e de repente deixou de ser.
  No Regime Militar havia uma boa dose de liberdade, maior que na maioria dos regimes assumidamente comunistas.

  Nos Governos civis em termos de política as críticas a Sarney, depois Collor chegando a Itamar e Fernando Henrique podiam ser feitas por qualquer cidadão e não houve nenhuma repressão por conta disso.

  Depois de Figueiredo aquela estatização desenfreada parou.

  Com FHC chegamos a fazer privatizações importantes melhoramos a Vale, Telebrás, Embratel, Embraer ... faltou a Petrobras.

  Quando acreditamos que uma onda Liberal finalmente chegaria ao Brasil nos elevando a ser uma grande nação desenvolvida ... tivemos uma recaída na ineficiência esquerdista.

  Além dos esquerdistas transformarem as estatais em balcão de negócios escusos ainda criaram mais 8 estatais em 10 anos de governo.

  Não conseguiram cercear nossa liberdade de expressão, mas não foi por falta de tentar.
  Quem fala contra o regime é retrógrado, coxinha, traidor da pátria, entreguista ... e por aí vai.
  Tem professor da USP dizendo que quem é de direita tem que ser fuzilado.

  Definitivamente nunca tivemos um governo de Direita, você não acha que depois de tanto tempo deveríamos experimentar?
 O Liberalismo/Direita deu certo em muitos povos enquanto o Comunismo/Esquerdismo não deu certo em nenhum.
  Não confunda esse “dar certo” com ser perfeito, eficiência existe, perfeição não.




   Separei analises interessantes que eu fiz em comentários como resposta a questionamentos:

1-  Todos estão eufóricos com a China, mas por enquanto eu não vejo seu crescimento como sustentável.
  O Ocidente produz produtos lá porque a mão de obra é mais barata, mas à medida que os salários forem aumentando na China [isso está acontecendo] a vantagem em terceirizar a produção lá vai deixando de existir.
   Um diferencial na China é que ela tem uma grande preocupação com a Educação, mas não esqueçamos que a URSS também tinha.
  A URSS foi a primeira nação a colocar um satélite em orbita, seu poderio militar ficou par e passo com o USA por muito tempo.
  A história nos mostra que os meios de produção concentrados nas mãos do Estado e o cerceamento da liberdade de expressão produzem um “milagre econômico” por algum tempo, mas a corrupção e a ineficiência [muitas indicações políticas] vão corroendo as estruturas.
  Enquanto você tem camponeses miseráveis para explorar como burros de carga a coisa vai se sustentando, mas quando a sociedade começa a ficar mais “burguesa” [moradores de centros urbanos] o trabalhador não é mais tão ingênuo, começa a cobrar melhores condições de trabalho, as negociações se intensificam.

2-  A palavra burgo vem do latim ''burgus'', que significa "pequena fortaleza, povoado"
  Os burgos surgiram na Baixa Idade Média, na época da decadência feudal e crescimento comercial e urbano.
  Os burgos desenvolveram-se pelo processo de troca de produtos entre um feudo e outro.
  Os produtores levavam seus produtos até o burgo (que ficava "dentro" de um feudo) e lá faziam uma espécie de feira trocando seus produtos por outros ou por dinheiro.
  Os habitantes dos burgos dedicavam-se ao comércio e à produção artesanal, que era realizada pelo mestre em sua oficina.

   “Os habitantes dos Burgos eram chamados de burgueses, crescendo em poder econômico de modo que no século XIX formaram a burguesia.”

  Notem que burgueses são moradores urbanos.
  Para você ter uma ideia hoje 84% dos brasileiros vivem em “burgos/cidades.”
  Nossa lavoura é muito mecanizada de forma que os 16% que vivem no campo não são aqueles pobres miseráveis do passado, a figura do bóia fria praticamente deixou de existir em Estados como São Paulo.
  Você que está lendo esse texto tem mais características de burguês ou camponês miserável?

3- FHC herdou uma dívida atualizada de mais de 1 Trilhão deixada basicamente pelo Regime Militar.
  Os governos civis Sarney e Collor não tiveram sucesso em estruturar o país política e economicamente.
  Por todos os ângulos que olhamos Fernando Henrique fez um belo trabalho (para um esquerdista)...perfeição não existe.
 
  “Em 64 estava assim. O Brasil foi salvo pelo General Castelo Branco. Em 4 anos tinha o maior crescimento do mundo. É só não roubar.”  [Comentarista G+]

  Comunismo o máximo que consegue (quando consegue) é um voo de galinha, algum progresso no início para logo voltar há uma baixa qualidade de vida.
  Foi o que aconteceu na década de 70.
  Os militares estatizaram a economia e limitaram bastante a liberdade de expressão.

  OS MILITARES FIZERAM UM GOVERNO DE CENTRO-ESQUERDA.

 Deixaram para os governos civis uma dívida de mais de 1 Trilhão.
 João Figueiredo percebeu a catástrofe e disse a celebre frase:

“JURO QUE FAREI DESTE PAÍS UMA DEMOCRACIA.”
 [Ao tomar posse, em 15 de março de 1979.]

  E fez mesmo, pena que o decepcionamos entregando o país a guerrilheiros/esquerdistas.
  Na última eleição (2014) ao ver na TV a vitória de Dilma eu entendi muito bem a frase magoada proferida por Figueiredo.

“PREFIRO CHEIRO DE CAVALO DO QUE CHEIRO DE POVO.”

  Naquele dia seguinte as eleições eu e 48% da população assinaríamos em baixo dessa frase.
   Depois de 2 dias já estava mais calmo, voltei ao bom senso.

TODOS SOMOS POVO.

  Não vamos desistir de tornar o Brasil um país melhor e mais eficiente.
  Que o General “João Batista” de Oliveira Figueiredo, nos perdoe por termos “cortado sua cabeça” como um dos grandes homens de nossa História.

  Descanse em paz, que o General Figueiredo, onde estiver, ainda tenha motivos para se orgulhar de sua gente do NOSSO POVO.


  Juízo, pragmatismo e boa sorte a todos nós...

Anterior          <>        Próximo 

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Meta de Inflação

  “Lenin disse que a melhor forma de destruir o sistema Capitalista era corromper o dinheiro.
  Por um processo contínuo de inflação, governos podem confiscar, sem serem observados, uma parte importante da riqueza de seus cidadãos; Lenin tinha razão.”
 [John Maynard Keynes]

  Lenin tinha como objetivo destruir o Capitalismo e para isso foi importante conhecer seu funcionamento.
  Eu quero que você conheça o Capitalismo, mas para fazer bom proveito dele ... vem comigo!

  Antes deixo registrado o exagero de Lenin e Keynes, claro que o Capitalismo não pode ser destruído pela Inflação, isso é um absurdo.
  Apenas o Sistema perde eficiência se o objetivo é melhorar o IDH da nação.
  Melhorar o IDH é (ou deveria ser) o objetivo de todo e qualquer Governo.

1 - “Inflação alta não é tão importante, é sensacionalismo/terrorismo da mídia”. [Post no G+]
▬▬▬▬▬▬▬
  Muitos não conhecem e nem querem conhecer o Capitalismo por isso não conseguem entender certas peculiaridades.
  O Capitalismo ao contrário do Comunismo não é uma crença, é um sistema baseado em fatos naturais e inventividade humana.
  Para entender a inflação o indivíduo tem que conhecer toda história de como surgiram as moedas e depois o papel moeda.

Como surgiu o dinheiro?

  A busca de uma convenção para medir riquezas e trocar mercadorias é quase tão antiga quanto a vida em sociedade.
  Ao longo da história, os mais diversos artigos foram usados com essa finalidade, como o chocolate entre os astecas, o bacalhau seco entre os noruegueses da Idade Média e mulheres escravizadas entre os antigos irlandeses.
  Já a criação de uma moeda metálica com um valor padronizado pelo Estado coube aos gregos do século VII a.C. “Foi uma invenção revolucionária.
  A moeda metálica facilitou o acesso das camadas mais pobres às riquezas, o acúmulo de dinheiro e a coleta de impostos – coisas muito difíceis de fazer quando os valores eram contados em bois ou imóveis”

  A França foi uma das pioneiras no uso de papel-moeda, mas a primeira tentativa de implantá-lo, em 1716, foi abaixo quando descobriram que as notas emitidas equivaliam a mais que o dobro do ouro presente no país. [Superinteressante]
 
  Resumindo ao mínimo possível:

  O dinheiro em si não significa nada ele apenas representa um produto ou serviço.

  Imagine que o Brasil todo produz 1000 reais em bens e serviços anualmente.
  Para tornar didático vamos reduzir tudo a bananas.
  Conseguimos produzir 1000 bananas então emitimos 1000 cédulas de 1 real.
  Todo papel moeda circulante é de 1000 reais compatível com nosso PIB, produto interno de bananas.
  Como o Governo tem a primazia de imprimir dinheiro ele coloca na economia 1100 reais.
  Isso geralmente acontece porque gastou mais dinheiro do que arrecadou em impostos e a solução é fazer empréstimos ou imprimir dinheiro.
  Como há mais cédulas em circulação do que há bananas para comprar, se todo mundo quiser comprar banana não vai ter.
  Aqui daria para mostrar para vocês a “mão invisível do Mercado”, se você não ajusta a economia ela se ajusta sozinha nem sempre com os melhores resultados, mas fica para outro texto.
  Por enquanto guarde o seguinte:

  Se tem muita gente querendo comprar bananas e falta bananas o agricultor sobe o preço, vende para quem lhe pagar mais.

  É algo natural em nosso comportamento.
  Duas empresas estão interessadas em você, as condições de trabalho são as mesmas, mas a empresa Acme oferece salario 10% maior, sua opção é óbvia.
  Claro, uma solução para que os preços não subam é aumentar a produtividade, mas isso é um processo lento enquanto imprimir dinheiro é rápido e fácil.

  A inflação nada mais é que o desequilíbrio das contas, o sintomas de que algo não está bem.

  O Governo está fazendo muitos empréstimos ou imprimindo dinheiro sem LASTRO.
  Imprime cédulas sem o aumento correspondente da produtividade.
  É como a febre.
  Nossa temperatura em média é 37 graus, qualquer coisa acima é sinal de alguma irregularidade e quanto mais febre mais grave é a doença ...que podem ser inúmeras.

  Se nossa temperatura baixar de 37 graus também não é bom podemos ficar com hipotermia.
  Na linguagem econômica seria a deflação que se for prolongada é um mal sinal, mal sintoma.
  Por isso a função de um Banco Central é ter metas que mantenham a atividade econômica e de consumo nos “37 graus”.
  Quem simplesmente demoniza o Capitalismo e nem se interessa em conhecer as engrenagens não consegue entender o que é “perseguir meta de inflação”, logo, não consegue ver importância nisso.

  Espero que a geração 2000 esteja mais aberta a esses conhecimentos porque a minha é quase uma causa perdida... não sabem, não querem saber e tem raiva de quem sabe.
  Tudo não passa de uma conspiração dos "gringos" para dominar a pobre e indefesa América Latina.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
 2 -  "Eu sinceramente não sei o que é inflação.
   Se eu tenho um produto que vendia por R$ 3,00 e quero vender por R$ 3,30, onde vou arranjar um cliente disposto a pagar 10% mais caro.
  E se eu encontrar o cliente disposto a pagar a inflação, como é que o Joaquim Levy vai saber que ele precisa imprimir mais R$ 0,30 de moeda?
  Supondo que o Joaquim Levy tenha uma bola de cristal chamado IBGE, como esse dinheiro vai chegar na mão do cliente para que a inflação seja realizada? [Frank no Face]
▬▬▬▬▬▬▬▬
  Se apenas você sobe o produto em 30 centavos tem que ter algum motivo [seu produto ou serviço tem algo a mais] ou as pessoas “que pesquisam” irão comprar em outro lugar.
  Se seu produto é pão (só um exemplo).
  Com a alta do Dólar o trigo fica mais caro para todos e todos que produzem pão irão reajustar o preço.
  O consumidor paga o preço ou fica sem pão.

  A inflação do preço do pão é “sintoma” de que algo não vai bem em sua cadeia produtiva.
   Nesse caso o que não vai bem é que importamos muito trigo e seu preço é em dólar.

  Quando falam da “mão invisível do mercado” parece que Capitalistas estão falando de um dogma, de uma crença, mas na verdade é só preguiça de falar de situações muito complexas as quais a maioria das pessoas dormem durante a explicação...
  Aqui no Blog tento simplificar o máximo possível, mas tudo depende do grau de conhecimento que a pessoa tem e da VONTADE de entender.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
3 -  É muito mais provável que você (William) não conheça o economista (que diz que a inflação alta não é tão importante) do que ele não conheça o Capitalismo.
  Ele é um dos mais respeitados economistas da atualidade, e trabalha como professor de uma das mais prestigiosas universidades do mundo, Cambridge.
  Ninguém com alguma dose de razoabilidade pode dizer que ele não sabe do que está falando.” [Comentarista Socialista no G+]
▬▬▬▬▬▬
   Ideologias não se prendem a “racionalidade”.

  Darei um exemplo paralelo e de certo todos irão entender.
  Já frequentei muito igrejas.
  Fui Católico depois evangélico.
  A Bíblia é um livro interessante, mas se ela for 100% a palavra de Deus...estamos ferrados.
  O Deus Bíblico é um ditador muito temperamental.
  Digamos que ele realmente nos deu liberdade de escolha, então porque quando as atitudes de alguns não o agradou inundou a quase todos (poupou a família de Noé)?
  Suponhamos que os contemporâneos de Noé vivessem igual se vive na Holanda com toda aquela liberdade individual, possibilidade de usar drogas, respeito aos casais gays, prostitutas com carteira de trabalho ...
  Se Deus considera a sociedade holandesa auto destrutiva deixe que ela se consuma, porque destruir os diques de contenção e inundar todos os países baixos?

  A Somália atual é uma grande anarquia, nenhuma nação medianamente civilizada vê com bons olhos o que acontece por lá.
  Nós ficamos na torcida que surja ali um grupo com poder e bom senso para conduzir aquele povo a dias melhores.
  Se você tivesse poder preferiria exterminar todos os moradores da Somália, como aconteceu em Sodoma!?

  A população humana cresceu e se dividiu em várias tribos, depois nações.
  Se Deus queria uma tribo com os valores de Noé bastaria levar Noé para alguma terra prometida e protegê-lo de invasores ... lembrem se que estamos falando de Deus, ele poderia levar a descendência de Noé até para outro planeta se quisesse.
  Poderia deixar a África e Europa para os “bárbaros” e as Américas para Noé e seus descendentes.
  Daí era só esperar Europeus e Africanos se auto destruírem.

  Mais uma vez o “bondoso” Deus Bíblico preferiu exterminar milhares ou milhões de vidas humanas.

  Matar homens, mulheres e crianças afogados foi a única solução que ele conseguiu formular!
  Não se esqueçam que apenas um casal de cada “bicho” foi poupado, a mortandade nas outras espécies é incalculável.

  Qualquer um com o mínimo de racionalidade chega à conclusão que o Deus Bíblico usa métodos e ações pra lá de questionáveis.

  No entanto a esmagadora maioria dos evangélicos consideram a Bíblia como sendo 100% a palavra de Deus e que Deus é justo e bom, uma “inteligência suprema.”

  Não estou falando de pessoas semianalfabetas.
  Há advogados, médicos, engenheiros, profissionais bem sucedidos nas mais diversas áreas.
  São pessoas racionais na maior parte do tempo, mas quando se fala de religião ... algo surreal acontece... é surpreendente para um Livre Pensador como pessoas muito bem alfabetizadas ignoram a mais básica interpretação do texto.
 
   Nas mais diversas áreas surgem dogmas, ideologias, fundamentalismos...
  Nas melhores Universidade também há Capitalistas fanáticos e Marxistas fanáticos assim como há religiosos e ateus.

  Eu sou um Livre Pensador, combato o fanatismo.
  Acreditem, o fanatismo está em todo lugar independente de credo, cor, situação econômica, sexualidade ... QI.
  O que você acha daqueles "nerds" que tem fixação por super heróis a ponto de colecionar bonecos e gibis?

  Eu não combato todo tipo de fanatismo.
  Não sou fanático em combater o fanatismo.
  Gostar de super heróis e gibis eu considero inofensivo, se o indivíduo se sente bem com esse tipo de atividade e não está prejudicando grandemente outras áreas de sua vida não vejo problemas.
  Tem fanatismos/fixações até bem úteis.
  Quem gosta muito de cozinhar brinda a família e os amigos com agradáveis banquetes.
  Quem tem mania de limpeza, dentro de certos limites, é bastante agradável.
  Quem não gosta de casa limpa, cheirosa, organizada?
  Nós não gostamos do trabalho que dá limpar a casa, mas se alguém da família faz isso com prazer...

  Eu tenho essa fixação em perseguir a melhor resposta a melhor teoria.
  Considero inofensivo porque ninguém é obrigado a ler.
  Na minha vida os pensamentos sempre provocaram isolamento, como não sou carente, não é algo que afete meu dia a dia.
  O fanatismo que combato é aquele que provoca mal a terceiros, ou torna a vida muito ineficiente.

  Lembrei desse debate:

  “Mas ainda não me respondeu: por que os petistas acreditam que apontar a corrupção alheia diminui a corrupção do PT?”  [G+]
▬▬▬▬▬▬▬▬
  Todos os meus textos e comentários não tem por objetivo mudar fanáticos e sim evitar que mais pessoas virem fanáticas.
  Isso em política, religião, economia...

  Eu apenas uso os fanáticos para apresentar pensamentos mais lógicos/pragmáticos.

  SE DEIXARMOS SÓ OS FANÁTICOS SE MANIFESTAREM; SUAS “CRENÇAS” PODEM PARECER A MAIS PURA VERDADE.

  O que os fanáticos petistas acreditam eu considero uma “liberdade ideológica”.

  Se alguém acredita que descende de um casal em algum jardim do Éden é uma “liberdade religiosa.”

  Não tento mudar fanáticos, apenas tento que mais pessoas não virem fanáticas.
  O Fanatismo é péssimo em qualquer ideologia, quase nada de bom sai dele.

  “BOAS INTENÇÕES PODEM TRANSFORMAR NOSSA VIDA EM UM INFERNO.”

  Quero dizer que só ter boa intenção não basta.
  Um radical islâmico tem a boa intenção da paz mundial, basta todos se converterem ao islamismo.
  Um socialista tem a boa intenção de provar que todos somos iguais, até agora não conseguiram.
 ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
4 - “Vamos supor que o trigo é importado, vamos supor que o dólar subiu, vamos supor que tecnologia é a mesma para fabricar pão em todas as padarias, vamos supor que apenas 10 pessoas consumam o pão, vamos supor que o custo do pão foi para 10%, vamos supor que metade dos clientes vão desistir do pão, então, quanto dinheiro o Levy tem que imprimir para realizar a inflação e não deixar que o sistema capitalista entre em colapso?” [Frank no Face]
▬▬▬▬▬▬
  Pesquise como funciona as projeções meteorológicas e talvez perceba a complexidade de alguns sistemas.

  A princípio a Casa da Moeda não deve produzir dinheiro a não ser para reposição das notas que estão muito desgastadas.

  Fazer empréstimos também deve ser evitado ao máximo.
  É sempre interessante que as contas do Estado/Sociedade apresente superávit.
  Um economistas analisa dezenas de números.
  Inflação, desemprego, endividamento das famílias, projeção do PIB, situação dos países compradores, preço das Commodities...

  Emitir ou não emitir moeda é uma decisão sempre muito difícil.
  [Para bons administradores, porque para populistas é fácil, fácil]

  Claro que isso não é para amadores e nenhuma projeção é 100% confiável devido ao número infinito de variáveis.
  A meteorologia projetava que iria chover aqui em Campinas só na segunda feira, mas desde ontem à noite caiu um bom volume de chuvas, bom acontecimento.
  Nossos economistas projetavam que perderíamos o grau de investimento em 2016, mas ocorreu antes, mau acontecimento.
  Pela complexidade de administrar uma nação os americanos escolhem presidentes e outros políticos com alto grau de ensino, de preferência nas melhores Universidades.
  Obama se formou em Harvard.
  George Bush em Yale e Harvard
  Bill Clinton, Universidade de Georgetown e Universidade de Oxford.
  Aqui Lula .... sem comentários.
  Dilma mentiu sobre um doutorado na Unicamp.

  Se bem que se formar nas melhores Universidades Brasileiras chega a ser preocupante, a ideologia comunista/socialista impera.
  É interessante que o Governante tenha alguma vivência nos países desenvolvidos.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Ninguém é obrigado a saber dirigir um ônibus... a não ser o motorista.
  Mais uma vez destaco a importância do voto facultativo.
  Se o cidadão não se interessa por política e economia deve ser livre para não participar.
  Os que se interessam provavelmente escolheriam pessoas mais gabaritadas para os cargos políticos, a qualidade da administração melhoraria bastante.

  A inflação alta é ruim para qualquer nação, seu efeito pior é nas camadas mais pobres porque aumenta a concentração de renda.

  Um exemplo bem tosco:
  Eu ganho 1500, você ganha 3000.
  Para arcar com as despesas mínimas cada um de nós gasta 1500 reais (agua, luz, supermercado, escola, telefonia, moradia).
  Com uma inflação de 10% ao mês (para facilitar os cálculos):
  Tanto para eu quanto para você até o final do mês os 1500 valerão 1350.
  A diferença é que eu obrigatoriamente gastei tudo, a inflação corroeu minha renda em 150 reais.
  Você teve a possibilidade de colocar 1500 reais em alguma aplicação que te protegeu da Inflação e proporcionou até algum ganho com juros.
  É lógico que nós dois sendo igualmente ajuizados com as finanças, você por ganhar mais já se distanciaria da minha renda naturalmente.
  Você estudou mais, deu mais sorte na vida, é mais competente que eu, nasceu em uma família melhor ... não importa, é normal que quem ganha mais e “tem juízo” acumule mais capital.
  A parte “injusta” é que a inflação te dá uma força a mais.
  Eu ganho 1500 e tenho 150 reais corroídos.
  Você ganha 3000 e tem 150 reais corroídos!! [E ainda recebe juros]

    Nenhum presidente reduziu mais a inflação que FHC.



   Sei que os professores não ensinam isso em nossas escolas, mas se pesquisar no Google fica fácil.
  Não acreditem em mim, pesquisem!

"O MAIS AMBICIOSO E DRÁSTICO PLANO ECONÔMICO PARA VENCER A INFLAÇÃO.”

  Foi assim anunciado o famoso plano Collor I, lançado em 1990 pelo presidente Fernando Collor de Mello.

  A medida alterou mais uma vez a moeda (que voltou a ser chamada cruzeiro) e ordenou o confisco dos valores superiores a 50 cruzeiros em cadernetas de poupança e contas correntes de todos os brasileiros por 18 meses.
  O então presidente ainda lançou o Collor II, tão infrutífero quanto o primeiro.
 Após o impeachment de Collor, os índices de inflação beiraram o absurdo.

  EM 1993, JÁ SOB A GESTÃO DE ITAMAR FRANCO, A MARCA CHEGOU A ATINGIR  2.708%  AO ANO.

  Em 1994, a estratégia traçada pelo ministro da Fazenda e futuro presidente Fernando Henrique Cardoso desenvolvendo o Plano Real mostrou-se eficaz.”

a) Em 2001 o índice de inflação estava em 7,6.

b) Em 2002 com a grande possibilidade do PT chegar ao poder e dizendo que iria dar calote na dívida o índice subiu para 12,53.

    Depois da carta de Lula dizendo que iria honrar os contratos e trazendo o Capitalista Henrique Meirelles para seu Governo:

   “Henrique de Campos Meirelles é um executivo do setor financeiro brasileiro e internacional, ex-presidente do Banco Central do Brasil. Permaneceu no cargo entre 2003 e 2011”

 c) Em 2003 a inflação recuou para 9,3.

  Como as bases econômicas lançadas por FHC no Plano Real não foram alteradas em sua essência, os resultados continuaram positivos.
   Observem que no pior cenário FHC reduziu a inflação de 2708% para 12%.
  Um feito para poucos, confesso que nem eu acreditava que algum dia o Brasil ficaria livre da correção monetária automática e da hiperinflação.
  Esses são os fatos históricos, julguem vocês mesmos.
▬▬▬//▬▬▬
  Resumo:
  "A inflação pode ter uma causa monetária impressão de dinheiro pelo governo.
   Pode ter causas psicológicas, agentes ajustam o preço porque acham que outros também irão ajustar.
   Pode ter uma causa real, desajuste entre a oferta e a demanda por bens e serviços."

Ferramenta interessante► O Dinheiro vai perdendo valor ao longo dos anos; veja como os preços subiram desde o Plano Real, em 1994:


Anterior          <>        Próximo

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Aposentados Vagabundos

  “A maior ambição do ser humano é querer colher aquilo que não plantou.” [Adam Smith]

  O título é forte, mas não se impressionem com ele, é só para chacoalhar as mentes.

  Gostamos de criticar políticos, esquecemos que eles são gente como a gente nem melhores nem piores que a média do comportamento humano.
  Se fazem coisas louváveis devem ser prestigiados se fazem coisas repreensíveis devem ser questionados, analisados e punidos ou absolvidos.

  É importante nos concentrarmos na ação do indivíduo, generalizações são ilógicas/ineficientes.

  Se o Deputado William Cunha recebeu 5 milhões de dólares em propina puna-se o deputado William; não há motivo para demonizar o Deputado José da Silva ou toda bancada ateia.

  Por vezes o indivíduo nem faz algo errado ele simplesmente exerce um direito se o direito está provocando graves disparidades nós enquanto sociedade precisamos rever nossos conceitos é disso que trataremos nessa viagem pelo abismo dos pensamentos.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Minha mãe poderia ter estudado mais, mas estudou pouco, apenas concluiu a quarta série.

  Embora de família muito pobre nada a impedia de concluir ao menos o colegial, havia escolas gratuitas perto de casa.
  Fazer faculdade seria um enorme desafio, mas nos anos que ela viveu sua juventude, concluir o ginásio e ter um pouco de juízo já lhe garantiria um bom padrão de vida.
  Apesar de viver sua adolescência em tempos que presava-se mais pela moral e bom costume ... engravidou aos 15 anos.
  Depois com uns 17 anos teve eu.
  Nasceram mais 5 com duas mortes ainda bebês.
  O fato é que com tantos filhos e pouco estudo minha mãe conseguia aqueles empregos que exigem menor especialização, basicamente trabalhou como auxiliar de limpeza, auxiliar de cozinha, balconista ...
  No início da década de 80 prestou concurso público, foi contratada como servente escolar, nessa época não se exigia muito, bastava ler e escrever.
  Antigamente em SP tinha concursos internos e em um desses minha mãe foi transferida para fazer café na Secretaria da Fazenda do Estado.
  Minha mãe teve sorte.
  A partir da década de 80 o serviço público começou a passar por uma valorização jamais vista.
  A Secretária da Fazenda terceirizou o serviço de limpeza e minha mãe foi alçada a serviços administrativos.
  Isso mesmo.
  Um posto que hoje em dia você precisa estudar muito e concorrer com milhares de pessoas caiu no colo de graça para pessoas que eram do serviço de limpeza.
  As regalias foram se somando.
  Fora os aumentos do dissídio que começaram a ser generosos ainda tinha aumentos diferenciados a cada 5 anos.
  Podia-se ter 6 faltas abonadas no ano, fora férias, recesso de final de ano e emendar todos os feriados possíveis e imagináveis.
  Se minha mãe precisasse sair mais cedo ... tudo bem.
  Alguma colega preenchia o cartão e depois em outro dia o favor era retribuído.
  Mesmo com essa melhora substancial nas condições de trabalho minha mãe vivia reclamando, nada do que o Estado fizesse era suficiente.
  No início ela gostava do Franco Montoro, foi nessa fase que ela saiu da limpeza e foi para o administrativo.
  Mas no final do Governo já o detestava e detestou todos os Governadores que o sucederam.

  Para os servidores um Governador só é bom se dá aumentos substanciais acima da inflação e possibilita cada vez mais mordomias e benefícios.

  Como os servidores se tornaram insaciáveis e tem um limite de quanto se pode cobrar de impostos ... via de regra os servidores e governadores na maior parte do tempo seguem em lados opostos, os primeiros exigindo muitos gastos e o Governador propondo corte de gastos.
  Não é que o Governador não queira ceder ao populismo é que realmente não há dinheiro, é vestir um “movimento social” e desvestir outro, é aumentar os salários da Educação e congelar os salários da Segurança.

  Na década de 90 por motivo de saúde minha mãe começou a faltar muito ao serviço, mais do que o habitual.
  Mais tarde descobriu que o coração estava fraco e foi indicado a colocação de marca-passo ... tudo pago pelo dinheiro dos impostos do SUS.
  O fato é que de 199X até minha mãe se aposentar em 200X  (não lembro as datas ao certo ) ela trabalhava bem pouco, eram atestados médicos longos sempre renovados.
  Minha mãe foi aconselhada a se aposentar por invalidez, mas ela não aceitava pois seu salário seria diminuído.
  Ela preferia ganhar sem trabalhar.
  Toda essa introdução foi só vaselina, agora o texto começa de fato.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Na empresa que estou inúmeros servidores exercem o direito de ganhar sem trabalhar.

  Eles têm o direito de se aposentar e continuar trabalhando.
  Aposentar eles se aposentam.
  No papel eles continuam trabalhando.
  Na prática a realidade é bem outra.

  A maioria continua trabalhando eficientemente.

   No entanto, muitos aposentados, com o salário do INSS já garantido eles tentam garantir o salário da empresa trabalhando o mínimo de dias possível.
  Os atestados médicos tornam-se uma constante.
  Vão ao médico reclamando de tonturas ou dores localizadas e os atestados saem fácil.
  Até porque é muito difícil depois dos 60 anos você não ter nenhuma complicação como diabetes, hipertensão, sequela de alguma coisa, dores na coluna ou em algum músculo usado por muitos anos.
  O corpo é uma máquina biológica e como toda máquina mais cedo ou mais tarde começa a falhar.

  O problema é detectar por meio de exames até que ponto um desgaste impede uma pessoa de trabalhar.

  O médico fica muito dependente do indivíduo dizer o que está sentindo e o indivíduo pode dizer qualquer coisa.
  Na Empresa eu vejo muita gente pegando atestados prolongados dizendo não conseguir trabalhar, mas passear no Shopping ou fazer viagens turísticas ...  a doença não impede.
  Tem gente que diz não suportar mais o computador, mas não sai do Face e do “Zap zap”!
  Doença seletiva não!?
  Tem doença ainda mais seletiva.
  Ela começa no final de Novembro e vai até depois do Carnaval, depois o cidadão pega seu mês de férias ...
  Tudo perfeitamente legal.
  Não esqueçamos as tradicionais greves.

  O fato é que muitos funcionários enforcam pelo menos 4 meses de trabalho e recebem.

  Essas pessoas reclamam dos políticos, mas imaginem elas no Congresso Nacional.

  No serviço público licenças psiquiátricas são bem comuns.
  A pessoa faz uma ceninha e ganha um atestado de estresse.
  Por vezes não dá licença, mas ela é premiada com serviços mais leves com menor responsabilidade sem redução de salário é claro.
  Tem gente que recebe atestado psiquiátrico para não lidar diretamente com o público o supervisor/diretor tem que inventar uma ocupação para pessoa.
  O incrível é que essa pessoa que não pode ter contato direto com o público faz bico no comércio da família, vende Natura, vende Avon.
  Minha mãe tinha licença para não trabalhar, mas em casa vendia bijuterias, cosméticos, roupas.

  Na empresa há casos surreais que só são possíveis no serviço público.
  Dependendo do regime de trabalho do funcionário ao se aposentar ele não precisa devolver o crachá funcional.
  É, ele tem entrada livre enquanto viver, com direito a almoço, janta, transporte gratuito...
  O cara não tem nada para fazer em casa fica passeando pela empresa.
  Uma pessoa nova chega não tem armário, mas o “funcionário” que não trabalha tem.

  É, você tem razão esse texto vai me indispor com muitos conhecidos, mas eu não me importo, entenda porquê, veja um exemplo:

  Tem um posto onde é feito o controle de visitas a pacientes internados no hospital.
  Para funcionar “satisfatoriamente” [você que paga impostos ser razoavelmente bem atendido] esse setor precisa de 4 pessoas.
  Com tantas licenças médicas, na maior parte do tempo opera com 3 e não raro 2.
  Claro que o atendimento fica comprometido e quem vai trabalhar trabalha muito mais.
  Sábado e Domingo são os dias com mais visitantes, cerca de 800.
  Várias vezes ficou apenas eu e mais um funcionário para atender esse grande fluxo de pessoas.

  Você acha que algum dos “companheiros” de trabalho que ficarem indignados com esse texto se preocupam com meu desgaste?
  Ninguém tá nem aí.
  O cidadão está em casa curtindo a família e nem lembra que eu existo.
  Está no churrasco ou na piscina e nem está pensando em empresa ou trabalho.
  O importante é que dia 6 o salário dele estará depositado, foda-se quem trabalhou sobrecarregado ou o usuário que foi mal atendido por falta de funcionários.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Deveria ter uma lei no serviço público onde o servidor já aposentado que claramente está sendo um estorvo seria afastado compulsoriamente sem direito a indenizações.

  Se a ausência do trabalho supera 30 dias e não é muito bem justificada o caso deveria ir para analise se compensa manter esse funcionário.
  Se é uma cirurgia de apêndice [só um exemplo] com recuperação plena tudo bem.
  Se o cidadão tem problema crônico de pressão, coluna, tendinite ... doenças “misteriosas” que o levam a constantes afastamentos, deveria ser afastado compulsoriamente para o bem do serviço público.
 
  O servidor que não está aposentado, mas claramente não cumpre com suas funções deveria ser demitido, nesse caso, com direito a indenizações trabalhistas.
  A estabilidade no Serviço Público nos moldes que esta deveria ser revista urgentemente.
  Hoje em dia temos muitos recursos tecnológicos para provar por A + B que o funcionário é relapso ou ineficiente.

  Sou a favor de reuniões disciplinares com a chefia serem gravadas em áudio e vídeo para se preciso serem apresentadas em juízo.

  Há inúmeros casos do funcionário ser chamado atenção por falhas graves, ele manda o supervisor a peta que puril ... e não dá nada.
  O supervisor, diretor, Heitor, Governador, Presidente da República não tem “na pratica” poder para demitir/exonerar um funcionário público a não ser em casos extremamente graves ...  assassinatos, roubos ... crimes graves muito bem comprovados.

    O sonho dos funcionários aposentados “problemas” que continuam “trabalhando” é serem demitidos.
  Não é para menos, pelas normas atuais caso o Governo os demita ganharão uma gorda indenização, estou falando de 400 mil para os salários mais baixos, para os que ganham mais ... imaginem, o céu é o limite.
  A situação é ótima para eles.
  Já tem a aposentadoria garantida, nos últimos anos trabalham quando querem e como prêmio pela estorvo levam 400 mil.
  “Brasil um país de poucos.”
  Claro que quem banca toda essa festa é você da empresa privada.
  Pense nisso quando se posicionar radicalmente contra privatizações.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
    E a situação que o aposentado realmente tem dificuldades físicas, quando não é malandragem?

  Caraca! A aposentadoria existe para isso se não aguenta mais trabalhar não trabalhe.
  Mal ou bem o cidadão já tem garantido uma renda, os filhos a certa altura da vida já devem estar criados, se o idoso teve juízo pelo menos tem uma casa para morar.
  A maioria das doenças da velhice são atendidas no SUS e os remédios também são bancados com o dinheiro dos impostos.
  Já fizemos esse cálculo.
  A partir do quarto ano de aposentadoria quem banca o aposentado é o conjunto da sociedade e banca também os remédios e tratamentos médicos.
  O aposentado que continua no serviço público sem trabalhar dá um prejuízo enorme.
  Ele tira a vaga de um cidadão saudável que sairia da fila do desemprego e trabalharia com muito mais eficiência.
  Ele sobrecarrega o funcionário público correto que cumpre com suas funções.
  Ele dá prejuízo para a Estatal que desembolsa o pagamento integral de um funcionário que não trabalha ou trabalha metade do tempo.

  Mais dia menos dia eu terei direito a me aposentar e continuar trabalhando, mas sou um funcionário público correto só continuarei se estiver saudável e não for um estorvo para empresa e companheiros de trabalho.
  Eu não sou uma exceção à regra quando me comporto corretamente, tem muito trabalhador correto, gente que dá gosto trabalhar ao lado.
  Sou uma exceção à regra no sentido de ser correto e cobrar correção.
  Os trabalhadores corretos que eu conheço fecham os olhos para incorreção de outros.
  Não me incomoda muito o fato de tantos brasileiros de todas as idades quererem ganhar sem trabalhar.
  Me incomoda que a maioria correta permita que isso aconteça.
  E você, é correto ou VAGABUNDO?

“Obrigado” por vir trabalhar.



  Logo você tão preguiçoso falando sobre vagabundagem!?
 (Muitos devem estar resmungando)

  Não sou do tipo de pessoa que sai por aí dizendo não ter medo de nada, na verdade sou bem medroso, tenho medo/fobia até de sair de casa.
  Não gosto de sentir medo, mas sinto, não escolhemos o que sentir.
  No entanto o medo não me paralisa, eu faço o que tenho que fazer.
  Com a preguiça é a mesma coisa.
  Você acha que eu não gostaria de acordar bem disposto, radiante!?
  Já fui chamado de vagabundo, a empresa precisou me transferir para o período da tarde e fiquei sabendo por um colega que algumas pessoas da manhã me rotularam de “meio vagabundo”.
  Quando trabalhei no turno da manhã sempre cumpri com minhas obrigações, não faltei, não levei atestado, não saí mais cedo ou entrei mais tarde, respeitei meus superiores, nenhum colega teve que fazer o meu serviço ... qual o critério para me rotularem de vagabundo!?

    Quando me perguntam se gosto de trabalhar sou bem claro:
NÃO.
  Eu não gosto de ter que trabalhar, porque devo mentir para as pessoas!?
  Eu queria trabalhar em algo que eu gostasse, escritor por exemplo, e não em algo que tenho que aturar para ganhar o pão de cada dia.
  Todos que trabalham comigo sabem do meu profissionalismo, eu não gosto de trabalhar, mas TRABALHO.
  Se todos os “vagabundos” fossem ao menos iguais eu acredito que o Brasil seria um dos países mais produtivos do mundo.
▬▬▬//▬▬▬
  [Não consigo parar de escrever.
  Para forçar um desligamento desse texto vamos a um pensamento selvagem.]

  Deus tem falado muito comigo, na verdade ... são gargalhadas na maior parte do tempo.

  Na Sexta dia 09/10/2015 fui comunicado pela direção que Terça Feira 13/10/2015, por falta de funcionários serei desviado de posto e trabalharei sozinho em um setor que precisa de dois.
  Fui escolhido porque acreditam que eu sou um dos poucos que conseguem dar conta do recado nessa condição precária.
  Deixei bem claro a direção que elogios não significam nada para mim.
  É ordem eu cumpro, mas deixei registrado minha contrariedade.
  Por ser correto, trabalhar direito, meu prêmio é mais trabalho!

  Você que diz que nenhum funcionário público trabalha deveria ver o que fazem com os funcionários público corretos.

   Ao receber o comunicado do que me espera na Terça Feira tive meu momento com Deus:

  Eu – Porque me fizestes correto, o Senhor não vai com minha cara?

  Deus – HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAH!

  Por esses dias uma colega da manhã ao se despedir e me deixar sozinho no posto disse: Fique com Deus!

  Eu – Ele vai ficar no computador ou dando baixa nas etiquetas?

  Minha colega não disse nada, mas eu pude ouvir.

Deus - HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH! Esse William é hilário, já trabalhei 6 dias e não gostei, se vira criatura...HAHAHAHAHAAHAHAHAHAAH!

  "Se você fala com Deus, você é religioso. Se Deus fala com você, você é um psicótico." [House]

  Acho que estou precisando de uma licença psiquiátrica...  


Anterior          <>        Próximo