segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Oscar Negro

  O silêncio que aceita o mérito como a coisa mais natural do mundo constitui o mais retumbante aplauso.”
[Ralph Waldo Emerson]
 
  Todos queremos ser vencedores em tudo, perder é extremamente irritante.
  É difícil sorrir diante de uma derrota, mas se ela foi justa, tenha ao menos a civilidade do silêncio. [William Robson]

  A Motown Records é uma gravadora americana de discos fundada em 12 de janeiro de 1959 por Berry Gordy Jr. na cidade de Detroit.
  Nos anos 60 foi a mais bem sucedida na criação daquilo que se tornou conhecido como O Som da Motown, um estilo de "soul" bem característico com o uso de instrumentos como pandeiros, baterias e instrumentos do "rhythm and blues" além de um estilo de 'canto-e-resposta' (com a repetição, por parte do coral, de frases inteiras ou palavras de alguns versos) originário da música gospel.

  O "som da Motown" também é marcado pelo uso de orquestração e instrumentos de sopro, por harmonias bem arranjadas e outros refinamentos de produção da música pop, é considerado precursor da era Disco dos anos 70.
  Apesar de terem existido músicos negros norte-americanos de grande sucesso antes dos anos 60, incluindo Louis Armstrong, Ella Fitzgerald, Nat King Cole, e Chuck Berry, a Motown foi a mais importante lançadora de artistas negros.
  Foi também a primeira a lançar músicas que deixavam de lado o puro e simples lirismo e mergulhavam também em temas sócio-políticos.

  Foi criadora dos chamados 'girl groups', como Martha & the Vandellas e The Supremes.
  Seus artistas eram vestidos, penteados e coreografados de modo impecável, para exibições ao vivo nas tevês e shows.
  Funcionavam como "embaixadores" para outros artistas negros norte-americanos em busca de sucesso.
  De 1961 a 1971 a Motown conseguiu emplacar nada menos que 110 músicas no "Top 10" norte-americano. [Wikipédia]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
    É um prazer divulgar essa história de negros americanos que fizeram acontecer o sucesso.
 
  No Oscar desse ano ocorreu um enorme desprazer em ver a nova geração de negros chorões.

  Pessoas que querem ser indicadas ao Oscar por uma cota de etnia.

  Eu gosto muito de cinema, mas não da safra de filmes atuais.
  É muita história em quadrinhos e efeitos especiais sem conteúdo.
  Dos indicados ao Oscar ainda não assisti nenhum.

  Em 2015 o único filme que fui assistir no cinema foi Star Wars, foi mais uma desculpa para sair com a família, não esperava grande coisa é realmente não foi.

  Sem capacidade de análise perguntei a várias pessoas indignadas, qual negro elas indicariam ao Oscar por seu trabalho em 2015?
  Até agora só um comentarista no Face indicou um artista: The hateful eight - Samuel L. Jackson
  Nesse caso o injustiçado foi o “branco” Quentin Tarantino.
  Se o filme agradasse a crítica, de certo os atores ficariam em destaque e Samuel teria mais chances de ser indicado.
▬▬▬//▬▬▬
   Antes de prosseguir é importante eu ressaltar que falarei em “mérito” nesse texto, mas entendam como simbólico, só para efeitos didáticos, é uma tentativa de ser melhor compreendido.

  Cinema é arte e avaliação de arte é sempre subjetiva, depende do gosto.

  No futebol quem marca mais gols é o vencedor, em um desfile de escola de samba depende muito do gosto dos jurados.
  Nós conseguimos perceber quando uma Escola de Samba desfila mal, mas entre as 5 melhores a avaliação fica muito subjetiva.
  Eu por exemplo achei a atuação de Tom Hanks espetacular em Naufrago, eu com certeza lhe daria o Oscar com louvores, no entanto ela não ganhou.
▬▬▬//▬▬▬
   O que eu deduzo dos comentários na Internet é que atores negros devem ser indicados ao Oscar independente do mérito, é uma cortesia obrigatória, um sistema de cotas no cinema.
  Não preciso nem dizer o quanto acho isso ridículo.
  Se eu fosse ator e recebesse o Oscar apenas como cortesia pela minha cor de pele eu nem apareceria na premiação.
  Se fosse pelo conjunto da obra, ou por alguma homenagem ... tudo bem, mas por caridade ou obrigação “politicamente correta”, NÃO!

  Mas vamos ao tipo de comentários que me provocou a escrever esse texto, eu reduzi em uma frase:

  “Há um grande preconceito, não dão bons papéis aos atores negros.”

  Vimos no começo desse texto que um negro achou que a música feita por negros não estava sendo bem divulgada no mercado e o que ele fez?
  Exigiu leis protecionistas?
  Organizou passeatas?
  Liderou um movimento pedindo justiça?
  Quis cobrar dividas históricas?

  Nada disso, ele reuniu negros talentosos, iniciou a própria gravadora e partiu para disputar o mercado.
  Com Berry Gordy muitos negros fizeram fama, fortuna e o mundo ganhou músicas inesquecíveis, de excelente qualidade.

  Nos Estados unidos não faltam negros milionários em todas as áreas.

  Há diretores de cinema, profissionais da mídia, jornalistas, apresentadores, atores famosos.
  Will Smith, Denzel Washington,  Halle Berry, Oprah Winfrey, Spike Lee ...
  Vamos analisar só Will Smith. (O mais revoltado e chorão)
  Ele deve receber muitas propostas de roteiro, será que todos são propositadamente horríveis!?
  Mas vamos supor que sejam.
  Will é muito rico, pode garimpar roteiros, pode até produzir filmes.
  Quero dizer que se os atuais negros americanos se acham injustiçados porque não produzem os próprios filmes!?
  Os negros ricos querem guardar o próprio dinheiro, não querem correr nenhum risco?
  Eles defendem que os brancos tem a obrigação “moral” de se arriscar para promover os negros?
  Gente, gente, gente ... Será que só eu observo o ridículo da coisa?
  De repente o Spielberg não pode fazer os filmes que quer fazer, ele tem que se engajar na “causa negra” e produzir pelo menos um filme por ano com negros nos papéis principais.
  Se o filme for sucesso tudo bem, se der prejuízo, se for mal recebido pelo publico ... azar do Spielberg.

  Eu defendo que negros devem se inspirar em pessoas como o fundador da Motow, ser empreendedores.
  Se fizerem isso há possibilidade de ganharem muito dinheiro e o mundo ótimos filmes e novos atores.

  Se a maioria dos negros (e outras ditas minorias) persistirem nesse chororô o futuro ficará preocupante.
  Acredito que mais cedo ou mais tarde as outras etnias vão cansar do sentimento de culpa e o racismo/preconceito será muito intensificado.
  Pense bem, você é um ator branco faz um excelente teste mas é deixado de lado em nome de uma cota para negros.
  Você estuda feito um alucinado, vai bem na prova, mas perde a vaga por não ser negro.
  Aqui no Brasil tem cota para negros até no serviço público, você presta um concurso, vai muito bem, mas não consegue o cargo porque é branco.
  Claro que isso vai alimentar movimentos de conflito racial.

  Entendam que perder uma vaga por mérito a grande maioria de nós aceita bem, eu aceito.
  Lembrei agora que meu irmão Wanderson era muito melhor no jogo de botão do que eu.
  Ele é dois anos mais novo, mas eu não conseguia ganhar dele, claro que era uma situação irritante.
  Você dá o seu melhor e não é suficiente para superar o seu concorrente.
  Mas meu irmão ganhava no talento, ele claramente era mais habilidoso do que eu, se houvesse um campeonato de jogos de botão seria justo que ele fosse escolhido para representar nossa família.
  Eu não sou muito habilidoso em nada, a pessoa para ser melhor que eu em alguma coisa não precisa de muito esforço, obrigado a conviver com isso tive que me adaptar.
  Dou o meu melhor, se não é o suficiente ... paciência, fico na minha.
  A única habilidade que reconheço em mim é uma incrível capacidade filosófica, mas não é uma habilidade objetiva, fica mais no campo da arte.
  Para tornar minha habilidade menos subjetiva eu desenvolvi a Filosofia Matemática.
  Eu apresento um argumento, se você consegue derruba-lo eu “perco”, se ele permanece de pé/coerente depois de ser duramente atacado eu “ganho”.

  Meu argumento nesse texto é o seguinte:

  A vida é um jogo, nos acostumamos com isso desde pequenos.
  Se seu time faz 3 gols e o meu 2 eu perdi o jogo, vou me preparar para próxima partida.
  Agora, só porque meu time tem negros ganho dois gols de brinde.
  O placar muda para 4 a 3 e eu ganho o jogo não por mérito, mas porque alguém arbitrariamente quis assim, por causa de algo que aconteceu em um passado cada vez mais distante.

  Lembremos que a nova geração dispõe de Internet e muita informação.

  Quando essa geração olhar mais atentamente para África perceberá que os principais algozes dos africanos são os próprios africanos.
  Essa história que a África era próspera e pacífica e foi invadida pelo demoníaco homem europeu vai ficar cada vez mais insustentável.

  Já passou da hora de negros construírem uma história melhor sem ficar esperando tudo dos brancos.

  Esse é um roteiro de paz harmonia e prosperidade que todos podemos escrever juntos.
  Deixemos as guerras e perseguições para os filmes estrelados por ótimos atores e atrizes que ganhem o reconhecimento por mérito/talento e não por caridade, culpa ou em nome de algo politicamente correto.

  Will Smith critica falta de diversidade do Oscar e diz que não vai à cerimônia. [Globo]



  O argumento de Will Smith é priorizar a “diversidade”.
  Quem pode dizer que não há diversidade no Cinema?
  O Oscar é uma competição.
  Pensem na Copa do mundo.
  Quem pode argumentar que no futebol não há diversidade?
  A Copa é uma competição, não lembro de nenhum país asiático ter ganho a Copa, gosto do Japão, se eles ganhassem uma Copa eu ficaria muito alegre.
  Mas acredito que “entregar” os jogos para os japoneses em nome de uma diversidade não é bem o objetivo de uma competição.

  Os alemães ganharam a Copa no Brasil, foi uma Copa racista!?

  2016 está aí, ao invés de ficarem chorando, os ricaços negros deveriam escolher bons roteiros, revelar bons artistas negros e nos presentear com ótimos filmes.

  É hora de separar os “homens dos meninos chorões.”



Anterior          <>        Próximo 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Nova Eleição para Presidente

  “Até agora não entendi porque Joaquim Levy aceitou ser ministro da fazenda num governo fracassado.”
[Rubens Garcia no G+]

   Eu acompanho política e economia, sabia que as contas estavam ruins, mas não péssimas.
  Lembremos que o governo Dilma confiscou até o dinheiro do PIS.
  Para saber de fato como estão as contas de qualquer negócio só tendo acesso.
  Joaquim de certo não esperava encontrar um quadro tão deprimente.
  Como se não bastasse a catástrofe econômica o quadro político também está muito deteriorado.
   Estava lendo umas notícias sobre a Lava Jato e estou inclinado a acreditar que o único jeito é impugnar a chapa Dilma/Temer e convocar novas eleições.
  Isso para “tentar” alguma união em torno de uma pauta básica de Governança.
  Se não ocorrer novas eleições todo povo irá sangrando até 2018 para tentar alguma coisa em 2019 e ver os resultados em 2020 ou 2021... muito tempo perdido, mas o pior é desistirmos da Democracia.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Vejo fazerem muitas comparações entre Brasil e Estados Unidos.

  Em uma delas foi mostrado a diferença na cobrança de impostos, até aí tudo bem, o problema é que no final da postagem pediam intervenção militar.
  De certo colocar militares no poder vai nos distanciar dos Estados Unidos em todos os sentidos que eu consigo projetar.
  O melhor é persistimos na Democracia assim como eles persistiram.

  Sou um cidadão comum, moro há centenas de quilômetros de Brasília minha opinião vai se modificando conforme os fatos são tornados públicos, não tenho nenhum canal privilegiado de informação.

  Até pouco tempo atrás eu apostava em Michel Temer como uma solução satisfatória para o atual imbróglio brasileiro ... vou compartilhar com o leitor minha mudança de rumo.

  Eu esperava que o PMDB nesse momento de crise se unisse para dar um rumo ao Brasil, não por serem bonzinhos, mas por ser uma chance real do partido chegar ao poder máximo e deixar de ser um simples coadjuvante.
  Nunca projetei que o PMDB estaria 100% unido em torno de qualquer causa, mas esperava que pelo menos 80% dele visse com bons olhos Michel na Presidência e por consequência apoiariam o impedimento.
  O que vejo hoje?
  O PMDB está dividido pelo menos em 4.

  Eduardo Cunha que não deve ser problema por muito tempo porque está enrolado até o pescoço com provas bem fundamentadas de seus atos ilícitos.

  Renan Calheiros com seu longo histórico de histórias difíceis de engolir não tenho dúvidas que ele está muito enrolado na Lava Jato o que não sei é a consistência das provas.
  Renan é mais um daqueles políticos problemas que o povo de Alagoas enfia goela abaixo dos eleitores de outros Estados... assim como Collor.

  Leonardo Picciani atual Líder da bancada peemedebista na Câmara e até agora fiel escudeiro de Dilma.
  Não sei nada desse político, até pouco tempo atrás eu nem sabia da sua existência, ele e Eduardo Cunha são políticos eleitos pelos cariocas eu moro em São Paulo.

  Michel Temer obviamente não tem tanta influência sobre os políticos do PMDB quanto eu acreditava que tinha.

  Se 80% do PMDB se unisse em torno de Michel de certo 100% do PSDB entraria nesse barco levando junto outros políticos da oposição.
  Partidos como o PDT, PP, PSB ... sentindo a base política de Dilma esfacelada engrossariam a corrente pró Impeachment.

  No entanto se Michel Temer não consegue ser consenso nem no próprio partido que pacto de governança estaria apto a fazer!?

  O que resta de esperança é que diante das inúmeras irregularidades nas contas de campanha de Dilma sua chapa seja cassada.
  Eleições tem o poder de forçar o debate e concentrar opiniões em duas ou três preferências do eleitorado.
  Lá na frente o vencedor terá mais de 50% do eleitorado torcendo por seu sucesso coisa que a Dilma nem em sonho tem e há pouquíssimas chances de até 2018 chegar pelo menos a 20%.

  Nesse ano temos eleições para prefeitos e vereadores, dá para fazer uma boa mudança nas bases políticas.
  Se junto com Prefeitos e Vereadores elegermos outro(a) presidente a mudança fica ainda maior, se vai ser boa ou má depende das nossas escolhas.
  Perfeito/Salvador ninguém é, mas já passou da hora do eleitor ser mais criterioso com seu voto.

  Graças a Internet nunca no Brasil as pessoas estiveram tão bem informadas sobre as diferenças entre “Esquerda e Direita”.
  Sem radicalismos, é hora da “massa” entender que se não caminharmos para Direita o Brasil continuará eternamente esse gigante adormecido.

  Sempre haverá alguém querendo ter alguma vantagem indevida em qualquer regime, povo, sistema.
  Quero dizer que corrupção e crimes acontecem no mundo inteiro e devem ser combatidos diuturnamente.
  Estados Unidos e China são os países que proporcionalmente tem mais presidiários no mundo.
  Logo, não é o Liberalismo ou o Marxismo que vai mudar a natureza de muitos humanos de cometer crimes.
  Onde houver impunidade, o crime e a corrupção só tende a aumentar e promover grandes prejuízos a qualquer nação.


  Combater o crime deve ser uma bandeira comum de todo cidadão de bem, seja de esquerda ou direita.

  Ninguém honesto e trabalhador quer ver o dinheiro dos impostos sumindo no ralo da corrupção.
  Ninguém honesto e trabalhador quer ver marginais aterrorizando a população com roubos, assassinatos, estupros, depredações...

  Não devemos deixar de dar todo apoio a operações como a Lava Jato e a pessoas como o excelentíssimo Sérgio Moro, mas também não devemos nos iludir que isso basta para melhorar o IDH do nosso país.

  No século passado (1901 a 2000) houve intensos debates teóricos e práticos sobre Liberalismo vs Marxismo.
  Tanto um como outro passaram por transformações/adaptações.
  O Liberalismo formou sua grande nação USA.
  O Marxismos formou sua grande nação URSS.

  Não há nenhuma dúvida sobre a superioridade do Liberalismo.

  Vivem dizendo que a China tirou milhões de pessoas da linha da pobreza o que não dizem é que isso começou acontecer quando ela se abriu para as indústrias do Ocidente e todo seu capitalismo.
  No Brasil já tivemos vários Governos estatizantes e os resultados sempre foram deprimentes.
  Se você analisar a história verá que sempre que o Brasil cresceu bastante foi porque aplicou um pouco de Liberalismo e parou de crescer quando desistiu dele.

  Muitos falam do milagre econômico da década de 70 no governo militar.

  O que não falam é que antes do golpe o Brasil se abriu bastante para o capital estrangeiro, meu pai trabalhou em muitas multinacionais Bosch, Bendix, Clark...
  Pense na produção de veículos sem GM, Ford, Volks.
  Você conhece a história da Vale que os esquerdistas/estatizadores não contam?

DEVEMOS A EXISTÊNCIA DA VALE AOS “GRINGOS”.

  “Vários grupos de INVESTIDORES INTERNACIONAIS adquiriram extensas glebas de terra próximas a Itabira e, em 1909, se reuniram fundando o Brazilian Hematite Syndicate, um sindicato que visava a explorá-las.
  Em 1911, o empresário ESTADUNIDENSE Percival Farquhar adquiriu todas as ações do Brazilian Hematite Syndicate e mudou seu nome para Itabira Iron Ore Company.
  Percival Farquhar fez planos para que a Itabira Iron Ore Co. exportasse 10 milhões de toneladas/ano de minério de ferro para os Estados Unidos, usando navios pertencentes a seu sindicato, que trariam carvão dos EUA ao Brasil, tornando assim o frete mais econômico.
  Esse plano antecipava em mais de 40 anos um conceito que, modificado e atualizado, viria a se tornar realidade, sob a direção de Eliezer Batista, na década de 1960, quando da inauguração do Porto de Tubarão.” [Vale do Rio Doce]

  Toda nossa capacidade de produção de minérios devemos ao capital estrangeiro que trouxe também tecnologia e empregos.
  Será que o milagre econômico dos militares ocorreria se o Brasil não estivesse razoavelmente industrializado e aberto ao capital estrangeiro?

  Antes do golpe o Brasil tinha uma direita organizada e atuante:

  O "udenismo" caracterizou-se pela defesa do liberalismo clássico e da moralidade, e pela forte oposição ao populismo.
  Além disso, algumas de suas bandeiras eram a abertura econômica para o capital estrangeiro e a valorização da educação pública
  Concorreu às eleições presidenciais de 1945, 1950, e de 1955 postulando o brigadeiro Eduardo Gomes nas duas primeiras e o general Juarez Távora na última, perdendo nas três ocasiões
  Como todos os demais partidos, a UDN foi extinta pelo governo militar que assumiu o poder em 1964, através do Ato Institucional Número Dois. [Wikipédia]

  Os militares nos livraram de males maiores.
  Jânio Quadros queria ser um “ditador democrático” como foi Getúlio no Brasil e Peron na Argentina (Lula também tenta isso).
  João Goulart quis aproveitar o fracasso de Jânio para implantar o Comunismo, se ligar a URSS.

  Como o Brasil tinha uma direita forte os cidadãos resolveram se proteger de Goulart junto aos militares, que já tinham nos protegido de Jânio.
  É evidente que Jânio e Goulart contavam com grande apoio da população, a sociedade estava dividida e o fiel da balança sem dúvida foram os militares.

  O problema é que os Liberais esperavam que os militares intervissem por no máximo 2 anos, até as próximas eleições democráticas... o que obviamente não aconteceu.
  O mais triste é que os militares estatizaram tanto a economia quanto os Comunistas fariam.
  Os militares não nos levaram para a URSS, mas também não nos aproximaram do USA e outras nações ocidentais desenvolvidas, os militares fecharam nosso mercado nos levando a um isolamento econômico.
  Fica claro que o milagre econômico da década de 70 foi fruto de algum liberalismo depois do fim da Segunda Guerra.

  A direita plantou, os militares estatizadores colheram, até falir o país.

  Muito parecido com o que ocorreu recentemente.
  FHC introduziu algum Liberalismo de 1994 a 2002 principalmente desestatizando um pouco a economia, o PT colheu os frutos até falir o Brasil.

  Os militares demoraram 20 anos para acabar com o sopro saudável do liberalismo, os petistas conseguiram em 13 anos “energizados” pela corrupção desmedida.

  Infelizmente a Direita nunca esteve no poder, por isso continuamos subdesenvolvidos.

  No Brasil só tivemos esquerdismo, militarismo e populismo.
  Depende de você voarmos como águias e abandonarmos os voos de galinha.
  Vem comigo, Vamos pedir por:

NOVA ELEIÇÃO







Anterior          <>        Próximo 

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Mauricio Macri

  “Indivíduos ansiosos e indisciplinados formam nações ansiosas e indisciplinadas que igual a esses indivíduos não prosperam como poderiam prosperar.”
[William Robson]

   Certos indivíduos não melhoram de vida porque são muito ansiosos por ótimos resultados.

  Essa ansiedade gera impaciência e indisciplina.
  O cérebro é saudável a inteligência está presente, mas nem tudo dá para ser tão rápido quanto queremos que seja.

  Pense em um bolo.
  Eu não conheço nenhum que dê para fazer em menos de 30 minutos, mais 10 minutos de preparo, ficamos com 40 minutos em média.
  O bolo sai muito quente do forno.
  É aconselhável esperar pelo menos 20 minutos para não queimar a língua e aproveitar o sabor.
  Como vê entre você se decidir a fazer um simples bolo e o momento de poder saboreá-lo são necessários 60 minutos.
  Se estiver com muita pressa é melhor comprar pronto, espero que a padaria seja perto de sua casa senão entre decidir e saborear vai tempo e trabalho.

  Nem tudo dá para usar o atalho dinheiro.
  Sem contar que para maioria de nós pobres mortais ganhar dinheiro consome tempo e trabalho.
  Para concluir o ensino fundamental e médio não da para usar o atalho dinheiro ... vamos ignorar os diplomas falsos, mas não custa lembrar que comprar um diploma não pode ser confundido com adquirir conhecimento.
  Comprar um diploma de médico não transforma ninguém em médico, o cidadão que faz isso prejudica muita gente e incorre em crime gravíssimo.
   Mas esse texto não é para falar de indivíduos e sim das nações que eles formam.

  Indivíduos ansiosos e indisciplinados formam nações ansiosas e indisciplinadas que igual indivíduos não prosperam como poderiam prosperar.

  Políticas sociais e econômicas estão interligadas e são como fazer um grande “bolo”.

  Vejam o caso da Argentina, observo os esquerdistas atacando desde já os números do governo Mauricio Macri.
  Eu não conheço o Macri.
  Eu sei que a Cristina Kirchner é tão bolivariana quanto Dilma.

  Quanto Mauricio Macri é Liberal?
  Só o tempo pode dizer vamos observar.

  O fato é que uma característica básica de um governo que pretende estabilidade é o controle de gastos, não gastar mais do que arrecada.
  Isso somado a uma aplicação honesta e inteligente dos recursos possibilita um crescimento constante e sustentável para uma nação que está em desenvolvimento.
  Mas esse processo leva tempo, é preciso ter disciplina e paciência.
  A situação da Argentina está muito ruim, para melhorar vai piorar primeiro.
  É como ter fratura exposta em uma perna, colocar o osso de volta será dolorido, colocar pinos vai ser trabalhoso, a recuperação levará bastante tempo.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Quando a maioria da população não tem paciência para ir melhorando aos poucos, elege políticos populistas com grandes promessas miraculosas que podemos progredir 20 anos em 5.

  “Progredimos” 20 anos em 5 e ficamos endividados por 50 anos.
  Isso acontece no macro e no micro.
  Veja um exemplo no cotidiano.
  Dependendo de quanto crédito você tem pode comprar um carro muito acima de suas posses, um carro de rico.
  Carro de rico tem manutenção de carro de rico, seguro de rico.
  Se você parcelou em muitos anos pagará muitos juros.
  Qualquer revés econômico como desemprego ou doença arruína sua vida.
  Aparentemente ao adquirir o carro você progrediu muito, mas é muita espuma para pouco Chopp...

  Com países é a mesmíssima coisa.
  Com disciplina financeira poderíamos pleitear sediar uma Copa daqui uns 15 anos.
  Mas ganhamos algum dinheiro com Commodities e a maioria quis a festança agora ... foi feita a vontade do povo.

  O Plano Real acabou com aquela inflação descontrolada e FHC implementou bons programas sociais, Lula desvirtuou os programas gastando como se não houvesse amanhã.
  No entanto a maioria dos brasileiros apoiaram a irresponsabilidade governamental, tanto que elegeram e reelegeram Lula e Dilma.
  Brasileiros não tem disciplina para construir uma nação desenvolvida.

  Queremos trabalhar pouco e aposentar cedo é evidente que isso tem um alto custo.

  Os aposentados de hoje inviabilizam a aposentadoria da nova geração.

  Vejam o caso emblemático das professoras.
  Aqui no Brasil inexplicavelmente mulheres se aposentam 5 anos antes dos homens.
  A justificativa das feministas é que mulher tem dupla jornada de trabalho.
  Mas eu não vejo nenhuma dona de casa contribuindo com o SUS pelas atividades feitas em casa.
  Se o SUS não recebe porque tem que pagar!?
  Filosoficamente fica ainda mais complicado.
  Tem todo aquela papo sobre amor de mãe, mas na verdade a mulher quer ser remunerada por esse trabalho...

  “Ah, mais se não fossem as mulheres os homens não nasceriam.”

  Até onde sei, se um espermatozoide não fecundar o óvulo as mulheres também não nascem, logo se não fosse os homens as mulheres também não nasceriam.

  “Mas as mulheres geram o filho no ventre.”

  O corpo feminino foi preparado geneticamente para isso, a que não estiver satisfeita vire lésbica ou reclame com Deus.

    “A vida da mulher é mais difícil?”

  Então como explicar que em média mulheres vivem mais que homens?

  “Saiba por que as mulheres vivem quase 10 anos mais que os homens.” [Correio Estado]

    Em termos de previdência ficamos com uma situação esdrúxula.
    Mulheres vivem mais e se aposentam mais cedo!!

   Vimos no texto anterior que não existe almoço grátis é mais dinheiro que temos que mandar para o Governo para cobrir essa aberração.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Eu divido bastante as atividades domésticas com minha esposa, sei de inúmeros maridos que fazem isso.

  Mas vamos supor que uma mulher casou com um homem que não faz nada em casa.
  Aqui no Brasil casamentos não são arranjados nem obrigatórios se a moça fez uma má escolha que culpa tenho eu!?
  Namoro é para conhecer a pessoa com quem você pretende formar uma família, pra ficar só “revirando o zóinho” não precisa casar...

  Se um homem casa com uma bêbada, drogada ou com uma daquelas mulheres que não fazem nada em casa o que acontece?
  Ele pede o divórcio ou segura o B.O.
  Ele escolheu casar com a cidadã, porque a sociedade deve arcar com as consequências da escolha dele?
  Imagine a cena.
  O cidadão vai ao INSS solicitar aposentadoria, mas só tem 30 anos de contribuição.
  O INSS faz uma pesquisa sobre como é a esposa do cidadão e se for uma mulher que não ajudava nas atividades domésticas será permitido ele se aposentar com 30 anos de contribuição.

  “Realmente senhor, verificamos que sua esposa passava o tempo todo no Face e no Zapzap comentando sobre novelas.
   Sua aposentadoria será concedida”

  O homem que tem uma mulher que cuida bem da casa tem que trabalhar 35 anos ... ninguém mandou ele fazer uma boa escolha...

  Agora que você parou para pensar nisso percebe o ridículo?
  Veja algo mais ridículo:
  No caso das professoras a aberração é ainda maior.

  Professoras têm 5 anos de redução no tempo de contribuição por serem mulheres.
  Tem mais 5 anos de redução por serem professoras.

  Alguém decidiu que a profissão de professor é altamente insalubre então essa categoria pode contribuir 5 anos a menos que a esmagadora maioria de outros profissionais.

  Minha filha Ellen gosta muito de crianças, estou incentivando ela ser professora.
  Imagine que com 25 anos ela comece dar aulas.
  Pelas "regras atuais" com 50 anos já poderá se aposentar.
  Daí por diante terá para o resto da vida um rendimento financeiro bancado pela sociedade.

   Professor tem estabilidade, minha filha trabalhando razoavelmente bem não terá na vida profissional o medo do desemprego que afeta tantos trabalhadores.
  Professores tem duas férias por ano e emendam todo e qualquer feriado.
   O salário do professor de baixa qualificação não dá para ficar rico, mas com juízo financeiro dá pra levar uma vida de classe média.
  Depois de aposentada minha filha pode ter alguma outra atividade remunerada e aumentar seus rendimentos ou simplesmente ficar no ócio, uma vida bem tranquila.
  Se ela for mais ambiciosa pode fazer doutorado e dar aulas em Universidades onde o rendimento é maior.
  Enfim, uma vida profissional muito tranquila.
  A situação da Previdência está tão grave que há discussões para mudar as regras, mas o privilegio dado as professoras parece ser um item sagrado, mesmo que aumente o tempo de contribuição elas ainda terão o benefício de contribuir 5 anos a menos que uma mulher “comum” e 10 anos a menos que um trabalhador “comum”.

  Para um país como o Brasil os benefícios que permitimos a categoria dos professores é algo que foge à qualquer lógica.

  E ainda a maioria da população exige que demos mais!
  Se a educação fosse um primor até valeria o sacrifício, mas nossos professores não educam direito e dizem que a culpa é da família.
  De certo modo eu concordo com eles.
  As famílias brasileiras acreditam demais na capacidade profissional de nossos professores algo que visivelmente não corresponde à realidade.
  De qualquer forma, como eu não tenho força para mudar essas regras espero pelo menos fazer com que minha filha se beneficie delas.

  Para bancar toda essa irracionalidade cobramos impostos sobre consumo, renda e produção sem contar inúmeras taxas a nível estadual e municipal.

  Os preços ficam altos porque o Governo precisa de muito dinheiro para beneficiar poucas categorias.
  Com tantos impostos e exigências produzir no Brasil fica muito caro e ocorre uma desindustrialização.

   Para melhorarmos CULTURALMENTE cada brasileiro tem que começar a questionar o porquê de certos privilégios.

  Não tenham a ilusão que alguma Sociedade pode dar para todos um regime de trabalho como o das professoras brasileiras.
  Não conheço nenhuma nação no mundo onde todos os trabalhadores se aposentem com 25 anos de contribuição.
  Nem que o Estado confisque toda renda é possível uma coisa dessas.
  Quero dizer que esse tipo de benefício sempre será pago a poucos.
  Os professores são essa categoria tão maravilhosa que merece o alto sacrifício de todos?

  É evidente que o caso dos professores é um exemplo mais fácil de ser visualizado por isso escolhi para esse texto, mas já escrevi sobre inúmeras outras aberrações que desafiam qualquer lógica.

  No texto anterior vimos como conseguimos aumentar drasticamente o custo na área da saúde sem que isso retorne em beneficio para a Sociedade a não ser para os profissionais dessa área.

  Dizem que os profissionais da saúde tratarão melhor os pacientes por estarem mais descansados, menos estressados.

  Isso é tão subjetivo, tão difícil de quantificar e qualificar.
  Minha experiência me diz que o bom profissional é bom profissional 12 horas ... se for o caso.
  O mal profissional é ruim em cada hora de trabalho.
  O mal profissional precisa de mais treinamento ou ser demitido.
  Se com o mesmo nível de treinamento um profissional tem um rendimento muito abaixo dos outros deve ser demitido, mas vai fazer isso com um funcionário público...
  Quero dizer que reduzir o tempo de trabalho de um enfermeiro vai aumentar os custos, mas não espere retorno em qualidade do serviço.
  Quem é bom continuará bom e quem é ruim continuará ruim.

  Para reduzir jornada de trabalho precisamos aumentar a produtividade com tecnologias e processos, foi isso que aconteceu?

  Claro que não.
  Simplesmente ficamos penalizados com o trabalho árduo do pessoal da saúde e decidimos na canetada conceder esse benefício.
  O problema é que não falta trabalho árduo, vamos reduzir a jornada de todos para 30 horas?
 Já pensou o impacto disso no preço dos produtos e na competitividade do Brasil como nação?
  Funcionários da segurança e educação não fazem um trabalho árduo?
  Você leitor ganha dinheiro sem nenhum sacrifício?
  Gosta de horário rígido, trabalhar no mínimo 40 horas, gosta da adrenalina da instabilidade e principalmente adora carregar outras pessoas nas costas?

  Fica claro que o equilíbrio dos gastos, o alocamento honesto e inteligente dos recursos pode nos levar em poucas décadas a sermos desenvolvidos, temos um território riquíssimo e uma população relativamente baixa.
   No entanto se nós enquanto povo não temos paciência/disciplina para construir essa situação e nem questionamos certos privilégios irracionais ... vai ser sempre esse salve-se quem puder esse voo de galinha.
  Brasileiros, tão selvagens tão subdesenvolvidos.

  Boa sorte aos Argentinos, que tenham disciplina, paciência ... INTELIGÊNCIA!

  Senão, nos vemos na próxima crise sem resolvermos a atual.




Anterior          <>        Próximo 


  PROFESSORAS TÊM 5 ANOS DE REDUÇÃO NO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO POR SEREM MULHERES.
  TEM MAIS 5 ANOS DE REDUÇÃO POR SEREM PROFESSORAS.
.
  Alguém decidiu que a profissão de professor é altamente insalubre então essa categoria pode contribuir 5 anos a menos que a esmagadora maioria de outros profissionais.
.
  Minha filha Ellen gosta muito de crianças, estou incentivando ela ser professora.
  Imagine que com 25 anos ela comece dar aulas.
  Pelas "regras atuais" com 50 anos já poderá se aposentar.
  Daí por diante terá para o resto da vida um rendimento financeiro bancado pela sociedade.
.
   Professor tem estabilidade, minha filha trabalhando razoavelmente bem não terá na vida profissional o medo do desemprego que afeta tantos trabalhadores.
  Professores tem duas férias por ano e emendam todo e qualquer feriado.
   O salário do professor de baixa qualificação não dá para ficar rico, mas com juízo financeiro dá pra levar uma vida de classe média.
  Depois de aposentada minha filha pode ter alguma outra atividade remunerada e aumentar seus rendimentos ou simplesmente ficar no ócio, uma vida bem tranquila.
  Se ela for mais ambiciosa pode fazer doutorado e dar aulas em Universidades onde o rendimento é maior.
  Enfim, uma vida profissional muito tranquila.
  A situação da Previdência está tão grave que há discussões para mudar as regras, mas o privilegio dado as professoras parece ser um item sagrado, mesmo que aumente o tempo de contribuição elas ainda terão o benefício de contribuir 5 anos a menos que uma mulher “comum” e 10 anos a menos que um trabalhador “comum”.
.
  Para um país como o Brasil os benefícios que permitimos a categoria dos professores é algo que foge à qualquer lógica.
.
  E ainda a maioria da população exige que demos mais!

______________  


#Educação

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Custo Brasil

  1-  O conceito de custo está ligado ao sacrifício feito para produzir algum bem ou serviço.

  2-  O conceito de custo está ligado ao sacrifício feito para alcançar um objetivo, realizar um desejo.

  No item 1 temos o conceito financeiro de custo, no item 2 temos o conceito filosófico.

  A palavra sacrifício pode parecer forte (fora do contexto), mas veremos que ela define muito bem as duas situações.
  Sacrifício é uma oferenda, oferta, troca que você faz por outra de maior valor... pelo menos para você.
  Povos antigos sacrificavam virgens a algum deus em troca de boa colheita.
  É evidente que essa moça da comunidade tinha grande valor, mas garantir a alimentação de todos era um objetivo bem maior.
  Traçando um paralelo:
  Para conseguir papel usamos árvores, claro que árvores tem um grande valor para nós, sem elas a vida nesse planeta seria muito difícil, mas o papel é extremamente importante para transmitirmos conhecimentos, precisamos dele.
  Assim como os antigos não sacrificavam todas as mulheres porque isso inviabilizaria a vida, nós sacrificamos apenas a quantidade de árvores necessárias para nosso atual consumo de papel.

  Perceba que o custo de produzir papel é o sacrifício de muitas árvores.

  Para você ter bom proveito dessa sequência de textos é importante entender que custo está relacionado a sacrifício.
  Mentes medíocres se limitam a pensar em dinheiro, mas nós somos Livre Pensadores.

  Em economia o dinheiro é um jeito fácil de mensurar o custo de alguma coisa.

  “Custo é a expressão monetária do consumo ou desgaste de fatores necessários à produção de um bem ou serviço.” [Wikipédia]

  Substitua o termo “expressão monetária” por dinheiro e tudo fica mais claro.
  Vamos aplicar isso toscamente a produção de papel.
  Para produzir papel são necessários muitos recursos que vão de energia elétrica, agua, até mão de obra.
  Mas vamos reduzir tudo a árvores.

Situação a) Você pega uma árvore, moe, amassa e faz papel.
  Árvore é um ser vivo, não dá para estipular o valor de uma vida.
  Mas na pratica, se você pegou essa árvore que cresceu sozinha na natureza, não pagou nada por ela, seu custo para produzir papel foi próximo de zero, mas fica claro que houve um sacrifício.
  Se muitos decidirem fazer o que você fez ocorrerá desmatamento com graves consequências para todos.

Situação b) Não tem árvores disponíveis você precisa compra-la de algum índio que vende árvores de sua reserva ou de alguma agroempresa.
  Essa árvore foi vendida por 100 reais e com ela você fez 1000 folhas de papel.
  Monetariamente você tem um custo de:
  100 : 1000 = 0,10.
  Cada folha de papel terá um custo de 10 centavos.
  Se você comercializar/vender cada folha por menos de 10 centavos terá prejuízo se vender por mais de 10 centavos terá lucro.
  Note que utilizando dinheiro fica mais fácil a visualização de custo, lucro, prejuízo.

  Você que tem mais estudo tenha paciência com essa exposição simplória.
  Ela tem um objetivo.
  Lembre-se que em eleições cada voto é ... cada voto.
  O Barack Obama é um cara muito importante, mas no momento da urna seu voto vale tanto quanto o do John Smith da Silva.

  Meu objetivo com textos assim não é mudar a opinião de nenhuma “elite pensante”, mas de levar esclarecimento a “massa”.

  É a massa que elege nossos políticos.
  Essa história de “formadores de opinião” ... fica para um outro texto.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Eu observo que a maioria dos brasileiros tem conhecimento da matemática elementar.

  Somar, subtrair, dividir e multiplicar
  Todos de alguma maneira lidam com dinheiro e são obrigados a esse conhecimento mínimo.
  O cidadão pode ser analfabeto, mas contas básicas sem grande complexidade ele consegue fazer.
  O problema é que não consegue aplicar matemática básica ao cotidiano.
  Um problema ainda maior é que mesmo pessoas mais escolarizadas, razoavelmente bem alfabetizadas, defendem coisas fora de uma realidade viável.
  Elas conseguem fazer contas com fração, potenciação, mas igual ao semi analfabeto não conseguem aplicar a matemática em seu cotidiano, digamos, pratico/filosófico.
  Se você pergunta para o indivíduo:
  Você tem 2 maçãs e come 3 com quantas você fica?

  99% das pessoas irão responder que não dá para comer 3 maçãs se eu só tenho 2.
  No entanto muitas dessas pessoas constantemente gastam mais do que ganham e se endividam.

  Porque a matemática da “maçã” elas entendem e a matemática do “salario” não!?
 
  A melhor resposta para esse enigma é que elas entendem matemática básica, mas não aplicam em seu cotidiano.

  Se você perguntar:
  Eu como 1/3 da minha maçã quanto me sobra?
  Essa resposta vai depender muito do ambiente que você está.
  Se for no meio de pessoas bem escolarizadas a resposta vem fácil.
  Te sobra 2/3 ou aproximadamente 65% da maçã.
  Mas a “massa”, o “povão” tem uma noção muito vaga do seu questionamento.
  Eles já ouviram falar em frações e porcentagens, mas não ligam o nome a pessoa...

  Vamos a matemática básica e sua aplicação em uma situação da realidade, perceba como escolarizados e não escolarizados entendem matemática básica, mas não a aplicam no cotidiano na hora de tomar decisões, ou fundamentar opiniões.

  O dia tem 24 horas e a semana 7 dias.

  Suponhamos que você é um grande empresário.
  Sua empresa tem 300 funcionários trabalhando 100 em cada turno.
  Se eles trabalham 40 horas semanais 5 dias por semana.
  40 : 5 = 8
  24 : 8 = 3 Turnos

  Sem complicar colocando a hora do almoço os funcionários podem ter duas folgas semanais.

  Veja o que muda quando adotamos 30 horas.
 30 : 5 = 6
 24 : 6 = 4 Turnos

  Note que para continuar produzindo a mesma coisa você tem que contratar mais 100 funcionários, imagine o aumento do custo.

  Se é uma empresa estatal basta o Governo aumentar impostos e toda sociedade paga, se não tem dinheiro reduz o atendimento e tudo bem.
  Na empresa privada não funciona assim.
  Não dá para trabalhar tendo prejuízo o preço do produto ou serviço será reajustado.
  No caso do mercado interno como todos estão sujeitos as mesmas leis a empresa continua competitiva só que você consumidor vai pagar todo esse aumento de custo.
  É por isso que um vídeo game que custa o equivalente a 500 nos USA é comprado aqui pelo dobro do preço é o custo Brasil.
  Mas as complicações não param por aí.
  Se seu produto sai da sua empresa digamos a 50 reais e o varejista pode importar da China ou outro país qualquer a 30 reais, esteja certo que é isso que ele irá fazer.
   Se você exportava parte da sua produção é pouco provável que continue.
  Se o valor do dólar estiver muito alto você mantém o mercado externo, mas isso é muito complexo não vou gastar tempo com isso nesse texto.
    Outra possiblidade é mudar sua empresa para outro país onde o custo de produção seja menor e exportar para vários países inclusive o Brasil.

  O fato é que empresas particulares pouco competitivas quebram ou diminuem muito de tamanho.

  No nosso exemplo fictício é bem provável que a empresa demita 100 funcionários acabando com um turno e focando no produto mais rentável.
  Porque se a empresa não trabalhar de maneira continua a jornada de trabalho individual pode ser aumentada.
  Veja o que diz a CLT:

   No Brasil, a Constituição Federal de 1988 fixou a jornada de trabalho legal em, no máximo, oito horas diárias ou 44 horas semanais.
   Mas há situações em que o limite de horas da jornada pode ser diferenciado e são estas regras diferentes que podem gerar dúvidas.
  Por exemplo, a mesma Constituição de 1988 também fixou a jornada especial de seis horas para o trabalho realizado em turnos ininterruptos de revezamento.
  Quer dizer, quando o turno de trabalho de uma turma de trabalhadores muda periodicamente, sendo esta substituída por outra.
  Ou quando o turno é ininterrupto, contínuo e sem pausas.

  Não existe mágica você é competitivo ou não e quando sua competitividade é limitada pela própria Constituição...

  Qualquer país que pretender trabalhar menos horas que a média mundial e não for muito avançado tecnologicamente e em métodos de produção ficará na rabeira da competitividade com todas as consequências negativas que isso acarreta.
  No papel é fácil nivelar a cultura do Brasil com a dos Estados Unidos, Inglaterra ou Suíça, na realidade somos índios perto deles.
  Esses países tem uma cultura muito mais eficiente enquanto nós temos a cultura da vitimização.

  Fazer uma Constituição de país desenvolvido é fácil o difícil é colocar isso em pratica quando a mentalidade do povo é subdesenvolvida.

  É a matemática básica.
  Você ganha 2 mil por mês, mas acredita que pode ter os mesmos gastos do seu conhecido que ganha 4 mil.
  O fato é que se ele gastar 3 mil ainda sobra mil.
  Se você gastar 3 mil ...  matemática básica.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Ninguém mais do que eu gostaria de trabalhar pouco, quem sabe 4 horas por dia e um piso de 10 mil reais.

   A diferença entre eu e a média dos brasileiros é que além de saber matemática básica eu sei aplica-la a realidade.
   Vejam um caso.
   Recentemente foi aprovada uma lei onde o pessoal da saúde pode trabalhar apenas 30 horas.

  É magnífico para o pessoal da saúde e para qualquer categoria, mas imagine o aumento de custo com horas extras ou mais pessoal.
  Coloquem na cabeça essa máxima do capitalismo:

Não existe almoço grátis.

  Alguém sempre paga.
  Com essa lei da saúde profissionais tem uma folga a mais e você usuário que trabalha 40 ou 44 horas semanais fica com menos funcionários para te atender.
  O sacrifício é seu.
  Aumenta a cobrança de impostos (CPMF) ou diminui a qualidade do serviço ... uma coisa não exclui a outra.

 “-Ah, é só o Governo contratar mais funcionários.”

  Entenda que quem vai pagar esse funcionário não é a Dilma
nem o Geraldo Alckmin, não vai sair do salário deles, quem vai segurar esse B.O.  é VOCÊ pagador de impostos.

  Então eu sou contra a jornada de 30 horas?
  A pergunta boa não é essa.
  A pergunta boa é:
  Somos tão ricos que podemos nos dar a esse luxo?
  “Decifra-me ou te Devoro!”



   O "engraçado" é que o setor que eu trabalho funciona em turnos ininterruptos, 24 horas por dia, 7 dias por semana e eu não tenho direito a 30 horas semanais!!
  Por um acordo eu só posso ter a oitava folga no mês se cumprir certos requisitos quando pela CLT essa folga seria minha de direito constitucional sem outras exigências.
  Por favor, não sou hipócrita, conhecendo a situação do nosso país não me sinto injustiçado estou questionando o excesso de "justiça" dada a outros ...

  Você entende matemática básica, consegue aplica-la em suas opiniões?

  [Se sim, isso pode mudar nossa Cultura para muito melhor, o resto é consequência.]


Anterior          <>        Próximo