segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Reeleição Comprada?

  Relativismo é o conceito de que os pontos de vista não tem uma verdade absoluta ou validade intrínsecas, mas eles têm apenas um valor relativo, subjetivo, de acordo com diferenças na percepção e consideração.


 “A história não fala, ela depende do ponto de vista do historiador que a narra.” [Comentarista G+]

 “Tá certo, tanto que uns dizem que descobriu o Brasil foi Pedro Alvares Cabral e outros Duarte Pacheco Pereira.” [Outro comentarista no G+]
▬▬▬▬▬
  Não vamos exagerar, fatos históricos não são tão subjetivos assim.
  Quem ganhou a Segunda Grande Guerra?
  Existiram Dinossauros?
  Collor sofreu um impedimento?
  Quem iniciou o Bolsa Escola a nível Federal?

  As pessoas podem especular sobre 2 ou 3 nomes como “descobridores” do Brasil, mas ninguém diz que foi Vasco da Gama ou Simão Bolívar.
  Estou dizendo isso porque muitos abusam do relativismo em Filosofia.
  Querem anular a argumentação com o que eu chamo de teoria Tim Maia:


  Sei lá, ouro e plástico são feitos de átomos, mas se você tiver 1 quilo de ouro não dá para dizer que é o mesmo que ter 1 quilo de plástico.
  Quem conhece um pouco mais de matemática sabe que até nela nem sempre obtemos valores exatos.
  Equações de segundo grau apresentam dois valores para X.
  Mas reduzir N possibilidades para 2 possibilidades é algo muito eficiente.
  Se em um teste você tem apenas duas opções de respostas, fica muito mais fácil acertar do que se você tiver 5 alternativas.

  Qual o valor de PI?

  3,14159265358979323846264338327950288...

  Vai ao infinito, mas se usarmos o 3,14 chegamos a resultados aceitáveis.

  Nosso problema com a história é que demorou até a humanidade desenvolver formas eficientes de registrar e guardar os fatos, então não temos “todas” as variáveis.
  Não ter todas não é o mesmo que não ter nenhuma.

  Os romanos estabeleceram um grande império?

  Embora não tenhamos todos os detalhes há fatos históricos dizendo que sim.
  Alguém que disser que Roma não exerceu um forte domínio sobre outros povos estará no mínimo sofismando.
  Até na Bíblia cristã é relatado o domínio romano.
  Os gregos registravam satisfatoriamente fatos históricos e Roma é muito citada.
  Fora isso temos obras e claras influencias culturais.
  Sabe o que é ICAR?
  Igreja Católica Apostólica ROMANA.

  Nesse texto é importante você entender que pode ter inúmeros pontos de vistas (opiniões) sobre um fato histórico o que eu não gosto e combato é a negação pura e simples de um fato histórico.
  Você não gostar do Imperialismo Romano é uma coisa, negar que ele existiu é outra muito diferente.
  Vamos para a história bem recente.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
O PT foi contra o projeto da reeleição.

  Está no poder há 13 anos, não fez nada para acabar com ela, e mesmo não sendo obrigados Lula e Dilma optaram por um segundo mandato.
  Isso são fatos históricos muito bem registrados.

  Dizem que FHC comprou a reeleição liberando verbas parlamentares aqui temos duas coisas distintas.

 1) FHC disputou a reeleição democraticamente contra Lula, não ficamos sabendo de nenhuma irregularidade na votação, logo FHC foi legitimamente reeleito e em 1998.
  Não dá para dizer que FHC comprou a reeleição.
  Ainda não tinha sido implantado o Bolsa Escola, então não dá nem para dizer que FHC foi reeleito comprando o voto da população carente como Lula insinua.

  2) A outra questão é a liberação de emendas parlamentares
  entenda o que são:

  Emenda parlamentar é o instrumento que o Congresso Nacional possui para participar da elaboração do orçamento anual.

  Por meio das emendas os parlamentares procuram aperfeiçoar a proposta encaminhada pelo Poder Executivo, visando uma melhor alocação dos recursos públicos.
  É a oportunidade que eles têm de acrescentarem novas programações orçamentárias com o objetivo de atender as demandas das comunidades que representam.
  Além das emendas individuais existem as coletivas, como as de bancada, produzidas em conjunto pelos parlamentares de Estados e regiões em comum.
  Apesar de estarem previstas na Legislação, as emendas parlamentares constituem um assunto polêmico entre os analistas.
  Há quem defenda que tais emendas representam uma ação política, paroquial e eleitoreira.
  Para outros, elas são a oportunidade que os pequenos municípios têm de receber benfeitorias da União, como hospitais, presídios, postos de saúde, quadras esportivas e outras obras do gênero.
  No entanto:

  As emendas parlamentares significam úteis ocasiões de negociar com os congressistas o apoio em futuros projetos.

  Como o Orçamento da União é autorizativo, e não impositivo, o Poder Executivo costuma liberar as emendas dos parlamentares fiéis e desconsiderar, ou atender com menor afinco, as demandas dos parlamentares que lhe fazem oposição.

  Perceba que segundo nossa Constituição isso não é ilegal, mas sem dúvida dá um grande poder ao Executivo sobre o Legislativo.

  O funcionamento das emendas parlamentares deveriam passar por um grande debate nacional sobre como podemos melhorar esse processo.
  O PT nesses 13 anos propôs esse debate sobre verbas parlamentares e levou alguma coisa a cabo?
  Eu não sei de nada, se o leitor souber de alguma coisa por favor me informe.

  Veja esse acontecimento entre tantos outros:

  “GOVERNO CEDE MAIS 700 MIL PARA CADA PARLAMENTAR. [Para aprovar LDO]
  “Às vésperas da votação da proposta que muda a meta fiscal de 2014, o governo editou decreto condicionando uma nova liberação de R$444,7 milhões para as emendas individuais à aprovação da proposta que muda a meta fiscal de 2014.
  O decreto da presidente Dilma Rousseff amplia em R$ 10,032 bilhões os gastos de toda a máquina pública este ano, sendo uma cota diretamente destinada aos parlamentares.
  Os R$ 444,7 milhões garantirão uma fatia de R$ 748 mil para cada um dos 594 parlamentares (513 deputados e 81 senadores). [Globo]

  Dilma “comprou” essa aprovação de LDO (e tantas outras coisas)?

  Se petistas dizem que Dilma não comprou então não podem acusar Fernando Henrique por ter usado o mesmo estratagema na aprovação da reeleição.

  Se o PT é contra a reeleição porque a utiliza?
  Em 13 anos não quis acabar com algo que criticava tanto?
  Hipocrisia seu outro nome é PT.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   A partir de 2002 todas eleições presidenciais foram vencidas pelo PT.

   Isso é uma fato bem registrado não dá para relativizar isso a não ser que percamos todos os registros históricos e tenhamos nossas memórias apagadas.

  O PT como vencedor tenta contar algumas histórias que não batem com a realidade registrada em números e vídeos.

  Se vivêssemos sem a atual tecnologia da informação os Bolivarianos e Marxistas dominariam toda a América latina porque são muito bons em calar a imprensa e manipular informações.
  Nós Liberais somos melhores em mostrar resultados, em dar a maior liberdade possível a mídia até para nos criticar.
  Nesse século nós Liberais estamos com tudo e estamos prosa.
  Tenho dito e repito que a Internet é nosso cavalo de Tróia para os esquerdistas.
  Eles de certo pensaram usar essa invenção capitalista/liberal contra nós mesmos, mas o que poderia ser uma poderosa ferramenta de doutrinação está se mostrando uma grande rede de informação como jamais a humanidade teve, a história, a verdade muito bem registrada em números, som e imagem.
  Eu acredito que esquerdistas sempre vai ter, mas o futuro da humanidade é ser liberal capitalista ... pelo menos para os povos que pretendem uma boa qualidade de vida para toda população.

  Sem inimigos a altura o Capitalismo passará por uma grande transformação/Evolução.


  É o que veremos no próximo texto, antes releiam esse, “Capitalismo de Equilíbrio.”




Textos Complementares:

  “Não haveria mal no liberalismo se ele não influenciasse diretamente a vida de tantos seres, com desmatamento, poluição, drogas, corrupção, violência, desigualdade, guerras, etc.” [Comentarista no G+]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O Capitalismo não tem como mudar a natureza humana uma vez que é CONSEQUÊNCIA DELA.
  Não dá para o rabo abanar o cão.

  Sua reclamação deveria ser endereçada a Deus ou ao Acaso.

  Mas me diga qual país “comunista/socialista/marxista/bolivariano” é um exemplo de preservação ambiental, não tem drogas, crime ou corrupção?
▬▬▬//▬▬▬
Vejam um pouco da história:
 [É fato não é boato]

1985 – O PT é contra a eleição de Tancredo Neves e expulsa os
Deputados que votaram nele.

1988 -  O PT vota contra a nova Constituição que mudou o rumo do Brasil.

1989 -  O PT defende o não pagamento da dívida brasileira, o que transformaria o Brasil num caloteiro mundial.

1993 - Presidente Itamar Franco convoca todos os partidos para um governo de coalizão pelo bem do país. O PT foi contra e não participou.

1994 -  PT vota contra o Plano Real e diz que a medida é eleitoreira.

1996 - PT vota contra a reeleição. Hoje defende.

1998 – PT vota contra a privatização da telefonia, medida que hoje nos permite ter acesso a internet e mais de 150 milhões de linhas telefônicas.

1999 - PT vota contra a adoção do câmbio flutuante.

1999 – PT vota contra a adoção das metas de inflação.

2000 -  PT luta ferozmente contra a criação da lei da responsabilidade fiscal, que obriga os governantes a gastarem apenas o que arrecadarem, ou seja, o óbvio que não era feito no Brasil.

2001 - PT vota contra a criação dos programas sociais no governo FHC. Bolsa escola, vale alimentação, vale gás e outras bolsas são classificadas como esmolas eleitoreiras e insuficientes.

   Quase toda estrutura socioeconômica do Brasil “que deu bons resultados” foi construída no período listado acima.
   O PT foi contra tudo e contra todos.
   Hoje roubam todos os avanços que os outros partidos promoveram e posam como os únicos construtores de um país democrático.

  “Já que o PT foi contra tudo e contra todos desde a sua fundação, fica uma pergunta para que os leitores respondam:
   Em 12 anos de governo, quais as reformas que o PT promoveu no Brasil para mudar pra melhor o que os seus antecessores deixaram?” [José Eduardo Paixão no G+]

Lembre-se:

   "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um outro passado, qualquer um pode começar agora e fazer um outro futuro ".



Anterior          <>        Próximo