segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Vício ou Compulsão?

 “As paixões, quando mandam em nós, são vícios.”
[Blaise Pascal]

👿 “Eu gostava de matar
  O desejo era mais forte, gostava quando elas gritavam, se debatiam e me arranhavam.
  Tento sempre cometer o crime perfeito.
  Gostava de matar as mulheres por prazer, asfixiando as vítimas e vendo-as morrerem de olho aberto.
   As vítimas preferidas eram mulheres brancas e não muito magras, pois as negras lembravam minha família.
  Aquela policial eu não mataria por ser muito magra.”


🐮 TURISMO TURBINA CORRIDA DE TOUROS E GERA MORTES NA ESPANHA.
  Para muitos, a experiência é viciante como uma droga: a emoção de correr de um touro enfurecido em alta velocidade pelas ruas apertadas de uma cidade espanhola.
  Os turistas parecem gostar dessa emoção, ligada ao risco de ferimento e morte. Os tradicionais encierros, as corridas de touro por ruas lotadas de uma cidade ou povoado, se espalham pela Espanha e atraem um público maior a cada ano.


Vídeo mostra casal que é viciado em introduzir café quente no ânus.
     Os enemas mornos de café, de acordo com o casal, causam bem-estar acentuado e uma maior eficiência da cafeína.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Todo mundo ou a grande maioria faz algo “estranho” que quem olha de fora pensa “é doido”.

  Ter prazer em matar é muito mais comum do que as pessoas imaginam, mas por não acreditarem que alguém pode ter prazer em tirar vidas ... a impunidade e penas brandas acontecem.
  
  Tem até os viciados em fazer o bem, são voluntários nas mais diversas obras de assistência, a princípio isso é bom, mas nesse texto estou falando de exageros/vícios.
  HÁ PESSOAS QUE ESTRAGAM A PRÓPRIA VIDA PARA AJUDAR OUTROS.
  Faz algum tempo conheci uma senhora que parecia uma santa de tanto que se dedicava a crianças carentes.
  Por uma ironia do destino encontrei um filho dela e percebi fácil que ele não tinha a mãe em alto apreço.
  Ele tinha uma certa razão, a mulher se dedicava tanto a ajudar outras famílias que não sobrava tempo para o marido e 3 filhos.

  E aquelas pessoas que não sabem dizer não a um “amigo” (ou que elas pensam que é amigo).
  Se endividam ou se colocam em perigo em nome de uma relação que se for colocada na ponta do lápis só dá prejuízo e perda de tempo.

  Lembrei de uma colega que tinha a melhor amiga em altíssima estima, parecia aqueles pactos de sangue.
  Minha colega era gente finíssima a sua adorada nem tanto.
  Depois de vários prejuízos financeiros e “morais” (comprando encrencas da amiga) a amizade acabou quando a outra ficou com o namorado dela, a coisa evoluiu e até casou.
  Claro, essas coisas podem acontecer, não escolhemos por quem nos apaixonar, não é o caso de pura e simplesmente demonizar a traição da moça.
  De qualquer forma, minha colega se dedicou tanto a uma amizade que parecia loucura para muitos, só o lesbianismo explicaria sua atitude e no final das contas nem lesbianismo era.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Eu não tenho vícios.

  Já escrevi muito isso, mas será que não tenho mesmo?

COMPULSÃO imposição interna irresistível que leva o indivíduo a realizar determinado ato ou a comportar-se de determinada maneira.

VÍCIO (do latim "vitium", que significa "falha" ou "defeito") é um hábito repetitivo que degenera ou causa algum prejuízo ao viciado e aos que com ele convivem.

  Eu claramente tenho uma compulsão, a de escrever.
  Escrevendo eu já me prejudiquei e “prejudiquei” outras pessoas.
  Não tenho dúvidas que inúmeras pessoas ficam extremadamente ofendias com o que escrevo.

  Percebem que há uma linha tênue separando vício da compulsão?

  Mesmo uma mente cientifica/lucida não consegue definir com precisão as fronteiras entre uma condição e outra.
  Eu acordo por volta das 4 horas da manhã, porque?
  Para escrever.
  Sim, ainda tenho sono, quero continuar na cama, mas acontece uma ...
  “Imposição interna irresistível que leva o indivíduo a realizar determinado ato ou a comportar-se de determinada maneira.”

  Escrever provoca a antipatia de inúmeras pessoas, me leva a um extremo isolamento.

  “É um hábito repetitivo que degenera ou causa algum prejuízo ao viciado e aos que com ele convivem.”

   Sou apenas um compulsivo ou já estou na situação de viciado?
   Você decide.

  Tudo isso foi vaselina, vamos para algo muito maior, uma compulsão ou vicio que poucos identificam e que afeta o equilíbrio mundial.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
VICIADOS EM BOLSA DE VALORES.

  A emoção de ganhar ou perder milhões de dólares, derrubar economias, influenciar governos, o prazer de se sentir um deus.

   Porque um “Capitalista” contribuiria financeiramente com movimentos Socialistas?

  Ficava intrigado com o volume de dinheiro que certos grupos tipo MST recebem.
  As organizações esquerdistas escondem sua contabilidade o máximo que podem, mas investigações/reportagens que seguiram o dinheiro chegaram a uma grana preta vinda do exterior de países capitalistas desenvolvidos! 😱

  Eu entendo Cuba (por exemplo) financiar movimentos de esquerda na américa latina.
  Aquele governo tem essa ideologia marxista, é esperado que queira expandi-la.
  Eu entendo a Arábia Saudita ou o Irã financiarem algum movimento islâmico.
  Entretanto me surpreendeu uma matéria que mostrava grupos mais à esquerda recebendo rios de dinheiro de organizações em países capitalistas.
  A fonte me parecia confiável e eu ficava pensando o que levava um investidor holandês ou inglês financiar movimentos que invadiam propriedades no Brasil.
  NÃO, não estou dizendo que o Governo holandês ou inglês financiam movimentos mais à esquerda, esses países tem uma grande liberdade econômica, seus cidadão tem liberdade para agir.
  Estou falando que indivíduos que vivem em países capitalistas mandam grandes volumes de dinheiro para movimentos anticapitalismo!

  ONGS ESTRANGEIRAS FINANCIAM PARTE DAS ATIVIDADES DO MST
  “O cofre administrado pelo MST recebe doações vindas do exterior que, a cada ano, somam o equivalente a pelo menos R$ 752 mil.
  O MST mantém suas fontes de renda em segredo, mas um levantamento feito pela Folha mostra que no mínimo oito ONGs e agências de cooperação internacional ajudam a financiar o principal movimento social do país.”

  A princípio eu pensei em desinformação.
  Os caras não conhecem bem a realidade do Brasil e apoiam causas que lhes parecem humanitárias.
  Mas essa dedução não me satisfazia, não é possível que “cobras criadas do Mercado” fossem tão ingênuos a ponto de financiar movimentos de esquerda, ainda mais em tempos de Internet.
  Como dizer que George Soros é ingênuo ou mal informado!?

  DOAÇÕES DE EMPRESAS PARA OS MOVIMENTOS DE ESQUERDA NOS EUA SOMAM TRÊS BILHÕES DE DÓLARES; PARA A DIREITA, 32 MILHÕES.
 “Alguém tem alguma dúvida sobre de que lado está o poder econômico?”
  Se você ainda tem, ou cai no engodo de que a esquerda é uma pobre coitadinha lutando contra os burgueses malvados de direita, nada melhor que conhecer abaixo a história de George Soros...

  Pensei em um certo romantismo.
  Como aquelas pessoas que vivem na cidade, mas tem uma certa idolatria pela vida no campo.
  Será que essas pessoas do grande mercado financeiro mundial viviam no capitalismo, mas tem uma certa simpatia pelo comunismo em outros países?

  Acredito que decifrei esse enigma, pelo menos encontrei a resposta que mais explica tal situação paradoxal.
  Pessoas do mercado financeiro que tem muito dinheiro não se importam muito com ele.
  Guardam em lugar seguro uma quantia fabulosa e outra parte aplicam no jogo global.
  Para eles o que vale é a emoção do Mercado.
  São APOSTADORES, o mundo é um grande cassino para eles.
  Fazem tudo para aumentar sua fortuna pelo simples prazer da competição.
  Quem sabe ser citado na Forbes.

   E o que tem isso a ver com “capitalistas” financiando movimentos de esquerda?

 Vamos para o lado sombrio da força.
 Esses indivíduos não estão preocupados com algum tipo de estabilidade mundial.
 A intenção predominante neles é o PODER, como deuses manipular os Mercados.

   Quando pesquisei sobre endividamento das nações fiquei horrorizado.

  O JEITO MAIS EFICIENTE DO VICIADO EM BOLSA DE VALORES GANHAR DINHEIRO É INCENTIVAR NAÇÕES A GASTAREM MAIS DO QUE ARRECADAM.

 Nações endividadas produzem dinheiro sem lastro isso enfraquece suas moedas, tudo fica mais barato para ser comprado pelo “investidor/apostador”.

  Nações endividas captam dinheiro no mercado financeiro pagando juros altos enriquecendo os apostadores.
  O Brasil paga atualmente 14% de juros.

  “Os gastos do governo com juros são altos e devem permanecer em níveis elevados.
  SÓ NESTE ANO, R$ 277,3 BILHÕES ESTÃO AUTORIZADOS EM ORÇAMENTO COM “JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA”.
  O montante é semelhante ao que o governo federal desembolsou para o principal programa social, o Bolsa Família.
  Nos últimos 15 anos, R$ 221,7 bilhões.”

 Percebem?
 O descontrole fiscal das nações de um jeito ou de outro acaba enriquecendo o apostador da bolsa.

  Para o apostador da bolsa de valores, financiar a esquerda é um excelente investimento.
  É certeza de alta intervenção do Governo e garantia de um endividamento crescente.
 
  Sei, sei você que é mais esperto deve estar pensando:

  “Mas no final eles perdem todo o dinheiro, porque os países acabam entrando em moratória, dando calote, veja o caso da Venezuela e Argentina.”

  O mundo tem 193 países quando um desses países deu todo lucro que poderia dar os apostadores cortam o crédito.
  Eles saem antes do calote é aquela expressão que você ouve “fuga de capitais”.
  Nessa fuga tem o “investimento sério” que abre empresas, gera empregos e paga impostos, o país se torna pouco competitivo e não há razão para eles continuarem investindo aqui.
  E há o “investimento especulativo” os apostadores.

  Quando não tem mais de onde tirar dinheiro os países são OBRIGADOS a um ajuste fiscal e vão se reerguendo aos poucos.
  É o que acontece na Argentina, o que estamos tentando no Brasil e o que “irá acontecer” na Venezuela (se não acontecer ...   pior para os venezuelanos).

  OS POVOS INGÊNUOS VÃO SEGUINDO PARA ESQUERDA ATÉ ARREBENTAREM O PAÍS, QUANDO ISSO ACONTECE COMEÇAM A CAMINHAR PARA DIREITA.

  Quando os países conseguem uma boa recuperação os apostadores da bolsa voltam a investir nos movimentos de esquerda.
  O ciclo recomeça.
  Populismo, endividamento, empréstimos a juros altos, ilusão de prosperidade ... falência.

  Fica claro que nós defensores do LIBERALISMO ECONÔMICO temos duas frentes de combate.

1 - “Opositor visível”, aquele que realmente acredita no comunismo/marxismo.
  Deve ser respeitado, nosso campo de batalha são os debates.

 2 - “Opositor invisível”, aquele que só financia o esquerdismo para ter mais poder, brincar de deus.
  Deve ser respeitado, nosso campo de batalha é o equilíbrio fiscal.
  Os governos para serem bons fiscalizadores e reguladores não podem estar endividados, na mão de especuladores.

  O respeito é para não subestimarmos nenhum dos dois.
  A luta continua companheiros!






   Eu tive dois debates interessantes com o companheiro Frank Hosaka, tem muito a ver com esse texto.
  Para combater os apostadores da bolsa cada um de nós tem que ter juízo financeiro e votar em quem demonstra ser bom administrador, gastar com as prioridades e não gastar mais do que arrecada.
  Os apostadores da bolsa são lobos, carneirinhos ingênuos são presas fáceis.
  Deixarmos de ser “carneirinhos” (pouco sucesso financeiro) não é nada fácil, mas deixar de ser ingênuo está ao alcance de qualquer um, agora temos a Internet.

____________________________________________________
 “Em 1996, eu ganhava R$ 500,00 por mês e eu vi um Notebook por R$ 10.000,00.
  Entrei no Bradesco, e o gerente disse que não poderia me ajudar, pois o banco exige que a minha renda mínima fosse de R$ 3.000,00 para ajudar a comprar o Notebook.
  Vinte anos depois, o preço do Notebook despencou para R$ 1.500,00, e o meu salário explodiu para R$ 880,00 por mês.
  Ao invés de eu procurar o gerente, o gerente é que procurou oferecendo um empréstimo de R$ 21.000,00.
  Eu não peguei porque não sei como vou pagar um negócio desses.
  Enfim, a vida mudou.
  Não somos nós que corremos atrás de empréstimos, mas são os bancos é que oferecem essa tremenda ajuda para nós.”
 [Frank Hosaka no Face]
______________________________________________________

  Os Bancos “oferecem” dinheiro igual o cara de “Piracicaba” oferece pamonha. 😄
 “Pamonha” mesmo é quem compra mais do que pode pagar ou
compra pamonha e nem gosta/precisa de pamonha.
  Explico:
  Por vezes vejo que as pessoas se descontrolam por pequenos gastos.
  Todo dia uma visita a cantina e lá se vão 200 reais. (E ganha alguns quilos a mais)
  Passeando no shopping compram mais um sapato que nem tem onde colocar no armário, lá se vai o limite do cartão de crédito.
  O cara já gastou tudo que podia no mês, mas não pode deixar de ir no estádio ver seu time.
  Enfim.
  Cada um sabe o próprio rendimento financeiro.
  Cada um deve saber quais são seus gastos obrigatórios, agua, luz, prestação do caro, escola, condomínio...
  O que sobrar, se sobrar você escolhe qual prazer vai se permitir.
  Você queria ser rico e se permitir qualquer prazer?
  Não é isso que todos querem?
  Enquanto isso não acontece vai controlando seus gastos ou pagará juros.
  Mais dinheiro para o sistema financeiro e menos prazer para você.

_______________________________________________________
“Seguindo o seu raciocínio, dá para concluir que o Temer só está perdendo tempo, pedindo para o congresso aprovar a lei do teto dos gastos do governo.
  Melhor acabar com o bolsa família, que a metade da população seria obrigada a voltar ao mercado de trabalho, e tirar o Brasil da medíocre oitava posição da economia mundial para superar o Japão, a China, os Estados Unidos...”
[Frank Hosaka no Face]
_______________________________________________________  

  Humm ... nada é tão simples.
  O Bolsa Escola, Bolsa Família, Renda Cidadã, Renda Mínima ... não importa o nome, é um daqueles programas que NÃO PODEM ACABAR.

  Ainda não dá para imaginar a humanidade livre da extrema pobreza pelas mais diversas causas, ambientais, politicas, guerras, ideologias fracassadas, pessoas sem juízo...

  O QUE TEMER PRECISA FAZER É AUMENTAR A FISCALIZAÇÃO E PAGAR O BENEFÍCIO APENAS A QUEM REALMENTE PRECISA.

  Toda população deveria ajuda-lo porque o dinheiro é de todos os pagadores de impostos.
  Quem sabe de alguém que tem um bom padrão de vida e recebe o benefício deveria ter um canal sigiloso de denúncia.

  O programa tem que voltar a ser um socorro social para os mais necessitados e não o que se tornou, um populismo para compra de votos.

  Outra coisa.
  Sou contra revoluções prefiro evoluções.
  Vagas de emprego não surgem da noite para o dia.
  O empreendedor tem que estar confiante na economia para tentar novos negócios.
  Um governo de direita sabe que soluções mágicas não existem.

  “Acabemos com o Bolsa Família e tudo ficará maravilhoso.”

  “Aumentemos o Bolsa Família e paguemos a mais famílias e tudo ficará maravilhoso.”

  Perfeição não existe, nada é maravilhoso para sempre.

  UM MOMENTO MARAVILHOSO PODE NOS CUSTAR ANOS DE SOFRIMENTO.

  [Quem fez um filho que não queria em uma rapidinha no Carnaval sabe o que estou dizendo... 😄]

  Vamos com calma cortando os excessos, fazendo os ajustes e as coisas vão se acertando.

    Eu não conheço nenhum país perfeito, acho uma utopia acreditarmos que podemos ser o primeiro.
  O importante é traçar um bom caminho, eu defendo que o Liberalismo Econômico é um bom caminho.


Anterior          COMENTAR        Próximo

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Imprimir Dinheiro

  Como o Governo consegue gastar mais do que arrecada?





  Basicamente o Governo tem duas maneiras de gastar mais do que arrecada.

1 - PEGANDO EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS.

  Nossa dívida interna e externa é enorme e só faz crescer.
  Esse tipo de endividamento conhecemos bem, todos nós temos “acesso” a ele.
  Você gastou mais do que recebeu naquele mês, não tem reserva de dinheiro, então entra no cheque especial ou rola a dívida no cartão de crédito.
  Isso nada mais é que um empréstimo financeiro.
  Não é que o Banco ou a operadora do cartão lhe “dão” dinheiro, eles lhe emprestam e cobram juros.
  É como se eles lhe vendessem dinheiro.
  Você precisa de 1000 reais?
  O Banco lhe vende 1000 reais por 70 reais e você paga o mês que vem.
  Fica acertado que dali a 30 dias você paga 1070 reais.
  Isso nada mais é que um empréstimo de 1000 reais com juros de 7% ao mês.
  E se o Banco lhe negasse o empréstimo?
  Você teria que dar calote em alguma dívida.
  A prestação do carro, da casa, conta de água, eletricidade, condomínio.
  Acontece que cada uma dessas contas tem multa e taxa de juros pelo atraso.
  Fica claro que se você gasta mais do que ganha sempre acaba “comprando dinheiro”.
  A única exceção é quando você pega dinheiro emprestado com algum familiar ou amigo e não paga nenhum juros ... por vezes nem a dívida.  😩

2 – PRODUZINDO MAIS NOTAS DE DINHEIRO.

  Esse item dois é complexo, é preciso ter muito ☛conhecimento de economia para entender o quanto isso é prejudicial.
  O resultado é inflação.
  Imagine que a partir de hoje você pudesse fabricar dinheiro na sua impressora.
  Você está empregado, trabalha, produz algum bem ou serviço.
  Vamos dizer que você seja padeiro.
  Acorda cedo, prepara a massa, monitora o forno, tira o pão, se houve venda faz outra fornada e assim vai até o fim do seu expediente.
 Por essa produção você recebe 3 mil reais por mês.
  Se a partir de hoje você pode imprimir 5 mil reais, porque vai continuar trabalhando lá na padaria?
  É, você para de produzir.

  Se todos nós pudéssemos fabricar dinheiro em casa quantas pessoas você acredita que iriam continuar trabalhando para produzir alguma coisa?
  As pessoas iriam produzir apenas o que lhes desse prazer e para consumo próprio ou da família.
  O padeiro até faria pão, mas aquele pão caseiro para ser consumido na família.
  Mas aqui temos um problema.
  Para fazer pão o padeiro precisa da farinha de trigo.
  Gente que gosta de cozinhar nós conhecemos, mas alguém já falou para você que sente prazer em fazer farinha de trigo?

 Tem o cidadão que gosta de plantar e planta trigo, mas ele fará isso só para consumo próprio.
  Até porque plantar trigo é uma coisa, transforma-lo em farinha é outra atividade.

  Você é esperto e já sabe onde quero chegar.
  O dinheiro que você fabricar não vale nada porque não tem coisas para comprar.
  O pessoal da energia elétrica não vai trabalhar.
  O pessoal de agua e esgoto não vai trabalhar.
  O pessoal da telefonia não vai trabalhar.
  O pessoal da área da saúde, segurança e educação não irão trabalhar.
 
  Espero que você tenha entendido porque só o Governo Federal pode produzir cédulas ou moedas.
  O dinheiro só tem algum valor se ele está ligado a produção de um bem ou serviço.
  É o que chamados em economia de LASTRO.
  Lastro é um contrapeso para equilibrar uma embarcação, mas fica mais fácil se você pensar nele como uma ancora.
  Para estabilizar a embarcação a ancora tem que estar presa a algo sólido, firme.
  Para o dinheiro ter algum valor ele tem que estar preso a produção de algum bem ou serviço.
  Você produziu 10 pães e recebeu em troca deles 5 reais.
  Esses 5 reais estão lastreados em 10 pães.

  Você não produziu nada e foi impresso 5 reais ... isso é só papel, não está lastreado na produção de algum bem ou serviço.

  Preste atenção que essa parte é complicada, mas você vai entender como acontece a inflação por emissão de moeda.
 [Os números estão bem reduzidos para você visualizar a sistemática.]

  O Governo imprime 5 reais e teoricamente daria para os brasileiros comprarem 10 pães.
  Acontece que o máximo que todas as padarias conseguem produzir são 8 pães.
  Se todos tem dinheiro para comprar pão, mas não tem pão para todo mundo...
  Aquele cara que vai comprar pão e não encontra oferece pagar a mesma coisa mas levar menos pão.
  Ou se de alguma forma ele tem mais dinheiro oferece pagar mais pela mesma quantidade de pão.
  Claro que o padeiro aceita e na pratica acontece um encarecimento monetário do produto.
  Você paga mais pela mesma quantidade de pão ou paga a mesma coisa, mas leva menos pão.

  Daí os socialistas dizem.
  O Estado tem que ser forte e prender esse padeiro anti-ético ou esse comprador que não respeita sua cota de alimentos.

  Isso na pratica nunca funcionou.
  Não é só de pão que vive uma sociedade.
  Há cada vez mais produtos e serviços é impossível controlar tudo e todos ou esperar que todos se acomodem a uma situação.
  O pai precisa levar 10 pães para saciar a fome dos filhos, mas pela cota do governo só pode levar 8.
  O padeiro pode ter algum lucro pelo seu trabalho, mas tem que abrir mão dele em nome de alguma ideologia.

  Mas vamos ficando por aqui.
 
 O importante é você saber que:

  SE O GOVERNO GASTA MAIS DO QUE ARRECADA É SEMPRE O PAGADOR DE IMPOSTOS QUE SE FERRA.

  Se ocorre o endividamento com os Bancos tudo fica mais caro por causa dos juros.
  Se ocorre a produção de moeda tudo fica mais caro por causa de inflação.

  Não tem como ser diferente a não ser no caso dos Estados Unidos.

  Como o dólar é uma moeda mundial, quando o tesouro americano fabrica mais notas para pagar as dívidas do Estado a inflação monetária é dividida com todas as nações que usam dólar na balança comercial.
  Com essa facilidade para emitir moedas os Bancos não cobram juros altos dos Estados Unidos porque o risco de calote é baixo.
  Basta rodar a maquininha, foi o que o Obama fez para combater a crise de 2008.
  Os Estados Unidos continua bem, o resto do mundo nem tanto.
  Antes de ficar com ódio dos americanos entenda que os países que mantem a “responsabilidade fiscal” não são tão afetados pela irresponsabilidade americana.
  A Austrália é um bom exemplo.

  “QUAL É O SEGREDO DA AUSTRÁLIA, O PAÍS QUE ESTÁ HÁ 25 ANOS SEM SOFRER UMA RECESSÃO.”


  Você não pode eleger os governantes dos Estados Unidos, mas elege os governantes do seu país, se elege gente que não entende nada de Macro Economia ...se odeie.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Torça para que os americanos retomem o bom senso.

  É evidente que o Capitalismo não tolera tamanha distorção.
  Nenhuma nação consegue ficar por muito tempo acima das leis econômicas.

  Se o Governo dos Estados Unidos não reencontrar o juízo, uma crise financeira global inevitavelmente irá acontecer.
  O mercado de uma maneira ou de outra se auto regula.
  Se não for pela inteligência será pela dor e ranger de dentes.
  Uma hecatombe mundial.
  Até nossa civilizada Austrália será duramente afetada, claro que não tanto quanto os povos mais “selvagens”.

  Não há crise do Capitalismo, há crise da INTELIGÊNCIA.

  Porque os Bancos emprestam dinheiro para o Brasil?

  Os Bancos emprestam porque a rentabilidade é alta.
  Com alguns ajustes o Brasil tem condições de pagar as contas, mas isso vai se tornando cada vez mais um empréstimo de risco.
  Quando o risco atingir certo grau até os investidores mais corajosos param de emprestar.
  Vejam o Governo do Rio de Janeiro.
  Não tem dinheiro para pagar funcionários e os Bancos não querem emprestar dinheiro para ele.
  Os Estados não tem como fabricar dinheiro daí pedem ao Governo Federal, mas se o Governo Federal emite moeda sem lastro toda população de todos os estados pagam a conta através da inflação.

  Além do mais se o Rio de Janeiro recebe mais dinheiro da União como prêmio por sua incompetência outros estados irão querer o mesmo benefício, isso vira uma bola de neve.
  Durante as olimpíadas não teve jeito, a União emprestava o dinheiro ou seria um fiasco mundial.
  Brasília ficou refém daquela situação, agora o Rio de Janeiro vai ter que fazer cortes.
  A não ser que você “brasileiro selvagem” comece a pressionar os políticos para que salvem o Rio de Janeiro.

  Os políticos fazem o que nós queremos ou permitimos, eles dependem disso para conseguir votos.

  Muitas pessoas acreditam que sempre que o Governo precisa de dinheiro e só emitir moeda, mas isso é uma ilusão, o dinheiro real [com lastro] que entra para o Governo é o dinheiro dos impostos.
  Vejam o caso da Venezuela.
  O Governo interviu tão catastroficamente naquela economia que a produção de bens e serviços ficou muito prejudicada.
  Não adianta emitir dinheiro se não há produto para comprar.



“Maduro paralisa venda de alimentos e população se revolta na Venezuela”
                            [Ultimo Segundo]



  Você jovem quer acabar com o “Sistema Atual”?

  É preciso conhece-lo primeiro senão é bem provável que coloque no lugar uma gambiarra com resultados catastróficos.
  Antes de estufar o peito e encher a boca pedindo por “direitos”.
  Entenda que essa não é uma palavra mágica que faz dinheiro surgir do nada.
  Entenda que todos os direitos devem ter como lastro deveres, senão direito vira só uma palavra cheia de ideologismo, mas nenhum lastro na REALIDADE



Anterior          COMENTAR        Próximo 

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Aula de Matemática

  “Uma nação que tenta prosperar a base de impostos é como um homem com os pés num balde tentando levantar-se puxando a alça.”
  [Winston Churchill]



  Aqui no Brasil é bem assim.
  Todos querem ter um padrão no mínimo de classe média alta e o que pagamos de impostos é mais do que suficiente para isso ... pelo menos é essa a crença generalizada.
  A Matemática Básica mostra que isso não é possível.
  O dinheiro dos impostos pode criar uma rede de proteção, quem quiser mais tem que conseguir por esforço próprio.
  Vejam o caso da aposentadoria, é matemática pura:

 “Suponhamos que você contribui com 10% do seu salário todo mês a título de aposentadoria, vamos supor que nunca ficou doente, nunca usou o serviço do SUS, porque você deve saber que o dinheiro descontado do seu salário vai para o sistema de saúde também.
  [A porcentagem de contribuição depende do salário, pode ser 8%, 9% ou 11%. Usarei 10% para facilitar os cálculos]
   Em uma matemática mais elementar possível você junta para aposentadoria um salário integral seu a cada 10 meses.
  10 x 10% = 100%
  35 anos de contribuição correspondem a 420 meses.
  Como você junta um salário integral à cada 10 meses ficamos com:
  420 : 10 = 42 salários integrais.

  Isso mesmo.
  Tudo que você contribui com a previdência em 35 anos dá para 42 meses de salário, isso se você ou algum dependente seu não usaram o sistema de saúde.

  Qualquer pessoa que se aposente com salário integral em 4 anos já consumiu tudo que contribuiu e a partir daí vive do dinheiro público.

  Tem um senhor que as vezes para pra conversar comigo, não tenho como evitar fazer esse trabalho literalmente de “ouvidoria” mesmo não sendo pago para isso.
  Nunca perguntei sua idade deve ter mais de 70, mas está muito conservado, muito saudável, fala pelos cotovelos.
  De qualquer forma ele fala com certo orgulho que já está aposentado há mais de 23 anos.
  Claro que não falo essas coisas para aquele homem, apenas o ouço pacientemente até ele decidir ir embora, não dou muita atenção senão ele esquece que estou em horário de trabalho.
   O fato inegável é que ele está sendo sustentado por todos nós há 19 anos, está orgulhoso de quê!?
  Bom para ele ruim para nós.
  Ele é Estatutário conseguiu aposentadoria integral.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Brasileiros deveriam ter mais aulas de porcentagem ou pesquisar o tema no Google.

  Não precisa nem de um conhecimento profundo, o básico serve.

  Se você ganha 1000 reais e o governo pega 30%.
  Significa que você fica com 700 reais e o governo com 300 reais.

  Esses 700 reais são para você se manter durante 1 mês, possivelmente tudo será gasto em transporte, moradia, educação ...

 Os 300 reais não ficam com o Governo, ele também gasta em transporte, segurança, saúde, educação, infraestrutura...

  Na cabeça dos brasileiros parece que todo dinheiro arrecadado com impostos vai para mordomias de políticos ou para corrupção.

  Entenda que todo e qualquer serviço prestado pela Prefeitura, Governo do Estado ou Presidência da República utiliza funcionários públicos.
  Nenhum servidor público trabalha de graça.
  Mesmo no caso de trabalhadores terceirizados é o dinheiro dos impostos que banca os salários e materiais empregados.

  Vejam que caso interessante:

  Em um papo trivial minha dentista repetiu o mantra.

  “Esse governo não faz nada, o povo só sofre”

  Eu disse o óbvio, é o povo que elege os governos.
  Ela fez algumas consideração sobre a ignorância do povo que nem compensa comentar.

  Até onde sei a dentista é funcionária pública desde da década de 90.
  Sempre recebeu em dia e se não foi para iniciativa privada suponho que o salário e benefícios pagos pelos Impostos é satisfatório.
  Como a dentista pode dizer que o Governo não faz nada se a mantem trabalhando por tantos anos?
  Ela atende aos funcionários da Unicamp que tem direito a certos procedimentos odontológicos.
  Eu faço ali minha verificação anual por motivos óbvios.
  O serviço embora seja demorado/burocrático é bom e “eu” não pago nada.
  Mas o conjunto da sociedade paga com o dinheiro dos impostos.

  Porque estou reforçando a palavra imposto?

  Para vocês perceberem que tudo tem um custo, imposto não é um dinheiro magico que surge do nada.
  Eu ter “Direito” a um serviço básico odontológico, significa eu usar uma fração do dinheiro dos impostos.
  Faz algum tempo precisei fazer um implante dentário e esse “direito” eu não tinha.
  Com algumas economias procurei um dentista particular.
  E se o Governador ou Reitor decidir “dar” o “direito” também de implante?
  É um procedimento caro, vai aumentar bastante o custo na área da odontologia e o dinheiro vai sair de onde, adivinhe...
  Não é do meu bolso, nem do Governador ou Reitor.

  É fácil algum sindicato fazer pressão por “direito” ao tratamento odontológico completo por mais caro que seja.
  Não é o sindicato que vai bancar essa conta.

  É fácil o funcionário que terá direito a esse benefício apoiar essa “luta”.

  O que é difícil é o brasileiro entender que sempre alguém paga a conta.

“Não existe refeição grátis”.

  Não existe tratamento odontológico básico ou completo grátis.

  [Claro que esse é só um exemplo você pode estender para tudo mais.]

  Nós acreditamos que o que pagamos de impostos é suficiente para todos terem direitos a tudo do bom e do melhor.
  Queremos ter vida de rico com o dinheiro dos impostos.

  “Uma nação que tenta prosperar a base de impostos é como um homem com os pés num balde tentando levantar-se puxando a alça.”
 
  Como isso é “matematicamente” inviável acontece o óbvio.
  Poucos conseguem exercer “seus direitos” enquanto a maioria paga a conta.

  Eu administro bem a minha vida, não gasto mais do que ganho e faço uma poupança para emergências.
  No caso do dentista estou satisfeito com o atendimento básico, limpeza, obturação, extração.
  Claro que gostaria de ter “direito” a tudo, mas entendo o quanto o implante dentário encareceria o sistema.
  Eu faço parte de uma categoria forte e conseguiria exercer os meus direitos, mas é matematicamente inviável estender isso a 200 milhões de brasileiros.

  Quem não administra bem as próprias finanças ou teve azar na vida ... que se contente com uma ponte ou chapa.

  Meu amigo Nelson Rodrigues dizia: “A vida como ela é”.

  Veja bem, você pode até ter se esforçado na vida.
  Deu o azar de nascer em uma família bem pobre, seus pais não pensaram antes de te colocar no mundo.
  Apesar dos seus esforços não consegue ganhar mais que 1500 por mês.
  Para você, gastar 3 mil reais com um implante é inadmissível.
  Mas você acha que a sociedade a sua volta tem a obrigação de pagar!?

  Sei lá, devemos decidir o que precisamos bancar, o que queremos bancar e o que podemos bancar.
 
  Uma cirurgia cardíaca custa muito mais caro que um implante dentário, mas precisamos bancar.

  “Eu” quero usar o dinheiro dos impostos para diversos atendimentos na área da saúde.

  Não podemos bancar um padrão “Sírio Libanês” para todos.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

  Em resumo.
  Todas nossas empresas, todas nossas instituições, todos nós consumimos algumas coisas e nós mesmos ou alguém tem que pagar por essas coisas.

  [É evidente que também produzimos bens e serviços, mas esse seria outro texto]

  Cada um tem que fazer a parte que lhe cabe.

 ✧ Você precisa administrar sua vida.

  O empresário precisa administrar a empresa.

  O governo precisa administrar a aplicação dos impostos.

  Cada macaco no seu galho.

  Em um regime Capitalista/Democrático essa estrutura não é rígida.

  Sim, cada um tem que administrar sua própria vida.
  Mas nada o impede de montar uma empresa ou ocupar um cargo público.

  Para abrir uma empresa é preciso alguma ideia e capital.
  O capital vem de suas economias, um sócio ou algum investidor.
                                                                                              
  Você sabia que 56% dos Bilionários no mundo nasceram pobres?
  31% receberam uma pequena herança, mas alcançar o Bilhão foi talento individual.
  Apenas 13% nasceram Bilionários.



  Traduzindo a porcentagem fica mais ou menos assim:

  A cada 100 bilionários.
  13 já nasceram montados na grana.
  31 tiveram que ralar para conquistar.
  56 tiveram que ralar muito para conquistar.

  A Matemática está nos mostrando que aquela história que o

 “Rico cada vez fica mais rico e o pobre cada vez fica mais pobre”

é lenda.

  Não aconselho você ficar obcecado por dinheiro, mas tentar enriquecer vale a pena.
  Se você acreditar na lenda e nem tentar ... pode estar perdendo a oportunidade de ficar muito rico ou pelo menos melhorar bastante de vida.
  A vida que eu tenho hoje em comparação com a que eu tive na infância é algo “além da minha imaginação” da época.
  Muito foi trabalho e juízo outra parte foi o incrível avanço da tecnologia.
  Um aparelho como meu smartphone (modelo bem básico) era uma coisa que eu nem sonhava em ter.

  Se você quer fazer parte do Governo tem dois caminhos básicos.

  Estude bastante, preste concursos.

  Ou comece a convencer pessoas que você merece o voto delas.
     Se você é brasileiro, sabe ler e escrever, não cometeu nenhum delito grave ... ocupar um cargo político depende de você conquistar a confiança do “povo”.


  O que vimos nesse texto?
  Matemática Básica, Porcentagem Simples, Deduções Lógicas.
  Não tem nenhuma teoria econômica complexa, nenhuma filosofia existencial.

  Não gaste mais do que ganha.
  Tente buscar boas oportunidades.
  Combata a corrupção.
  Fiscalize a boa aplicação do dinheiro dos impostos.
  Administre bem sua vida.
  Quer ser patrão? Tente.
  Quer ser governo? Tente

  A vida é esse imenso jogo de sorte, oportunidades, talento, lutas ... azar, dificuldades, limitações, derrotas.

  O jogo começou quando você nasceu e você só sairá dele morto.

  Enquanto a morte não vem ... bom jogo!
  BOA SORTE!






Anterior          COMENTAR        Próximo 




segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Capitalismo de Estado!?

  “Comunismo se opõe ao Capitalismo?”
    [Fabio Rodrigues no G+]


  Vamos ver:

  Capitalismo é um sistema econômico onde os meios de produção e comercialização são em grande parte ou totalmente de propriedade privada, com fins lucrativos.
  Os lucros são distribuídos para os proprietários que investem em empresas.   
  Predomina o trabalho “assalariado”.
  [Em qual sistema econômico não predomina o trabalho assalariado!?
   Sou funcionário público e assalariado.
   Em Cuba e na China que tipo de trabalho predomina?]

  Comunismo é uma ideologia política e socioeconômica, que pretende promover o estabelecimento de uma sociedade igualitária, sem classes sociais, baseada na propriedade comum dos meios de produção.
  O "Comunismo puro", no sentido marxista, refere-se a uma sociedade sem classes sociais e sem Estado.

  É preciso conhecer também:

  Liberalismo é uma filosofia política ou uma visão de mundo fundada sobre ideais que pretendem ser os da liberdade individual e da igualdade.
  Os liberais defendem uma ampla gama de pontos de vista, dependendo de sua compreensão desses princípios, mas em geral apoiam ideias como eleições democráticas, direitos civis, liberdade de imprensa, liberdade de religião, livre comércio e propriedade privada.
  A palavra "liberal" deriva do latim, liber ("livre", ou "não-escravo"), e está associada com a palavra liberdade ou libertário.

  Socialismo refere-se a qualquer uma das várias teorias de organização econômica que advogam a administração e propriedade pública ou coletiva dos meios de produção.
  Ou seja a propriedade tem que ser Estatal ou uma Cooperativa.
  A maioria dos socialistas possuem a opinião de que o capitalismo concentra injustamente a riqueza e o poder nas mãos de um pequeno segmento da sociedade - denominado por Marx de Burguesia - que controla o capital e deriva a sua riqueza através da exploração, criando uma sociedade desigual, que não oferece oportunidades iguais para todos a fim de maximizar suas potencialidades.

  Anarquismo é uma ideologia política que se opõe à todo tipo de hierarquia e dominação política, econômica, social e cultural, incluindo o Estado, o capitalismo, as instituições religiosas.
  Eu não consigo escrever textos pensando linearmente, minhas meditações são todas em 3D.
  Como podem perceber, esses conceitos não cabem em uma linearidade.
  Eles não são um “ponto de vista” em algum lugar de uma reta.
  São planos de pensamento e eu os trato como tal.
  As fronteiras entre esses conceitos são relativas.
  Em comum todos querem uma sociedade melhor, todos são do “bem”.
  O mais eficiente a fazer é esquecer as boas intenções e focarmos nos resultados cientificamente observáveis ao longo da história, é o que eu faço.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   "Nós somos socialistas, nós somos inimigos do sistema econômico capitalista “atual” de exploração dos economicamente fracos, com seus salários injustos, com sua ultrajante avaliação de um ser humano de acordo com sua riqueza e propriedade ao invés de responsabilidade e comportamento, e nós estamos determinados a destruir esse sistema custe o que custar."
[Hitler]

  Hitler proferiu esse discurso na década de 30, essa é a época “atual” para entender o enunciado.
  O Capitalismo na década de 30 tinha os meios de produção prioritariamente nas mãos da iniciativa privada e baixa intervenção do Estado.
    Antes do Capitalismo tínhamos o Mercantilismo ... mas esse seria outro texto, deixa quieto.

 Como Hitler “atualizou” o Capitalismo?
 Manteve os meios de produção nas mãos da iniciativa privada, não estatizou as empresas, mas a intervenção do Estado passou a ser máxima.
  No entanto não dá para dizer que Hitler foi o “pai” do Capitalismo de Estado.
  Stalin usou o mesmo procedimento na URSS, foi quando a URSS experimentou seu maior crescimento.
  O Capitalismo de Estado dá muito certo ... por algum tempo.

  O Comunismo se opõe ao Capitalismo?
  Sei lá, o Comunismo me parece mais um sonho riponga, um paraíso das Testemunhas de Jeová.
  O Capitalismo é mais pé no chão, algo adaptado a natureza humana.

  O Liberalismo tem um conceito legal, coloca a responsabilidade individual acima da responsabilidade coletiva.

  O Socialismo coloca a responsabilidade coletiva acima da individual.

  Liberalismo e Socialismo são mais uma questão de “gosto”.
  Tem povos que gostam de um Governo lhes dizendo o que fazer.
  Outros preferem um Governo que interfira menos, controle os excessos e mantenha uma “rede de proteção”.

  Algo interessante notar é que apenas o Socialismo defende um Estado fortemente Intervencionista.

  Para o Comunismo o Estado Intervencionista é só um rito de passagem até construirmos o paraíso na Terra.
  Obviamente isso não é uma tarefa fácil e esse “rito de passagem” poder ser meio ... eterno 😄
  Por isso dizem que o Comunismo não pode ser julgado ou comparado porque ele nunca aconteceu em grande escala.
 Se depois de tantas experiências não conseguimos implementa-lo em lugar nenhum além de algumas comunidades ripongas ... muitos estão chegando a conclusão que persistir é um erro.
  É um remédio que prometeu muito, ainda não “curou” nenhuma sociedade e constantemente mata a economia.

  Liberalismo e Capitalismo em geral pregam um Estado Mínimo (pouco intervencionista).

  Anarquia prega Estado nenhum.
  Através do diálogo praticaremos todos uma “auto gestão.”
  Só usaremos a força para derrubarmos os governos.
  Anarquistas não formam bons exércitos, imaginem um exército sem hierarquia, cada indivíduo praticando a “auto gestão” 😄
  Não lembro de anarquistas terem derrubado nenhum Governo diretamente.
  Esse negócio de todos serem lideres ou ninguém ser líder cria muitas facções e sem união/consenso é difícil ter sucesso em grandes empreitadas.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O Capitalismo se mostrou tão mais eficiente que o Comunismo que os Socialistas desenvolveram o “Capitalismo de Estado”

  [Detesto esse nome, mas ele virou moda.]

  Hitler se dizia Socialista.
  Em 1935 o Comunismo era muito associado ao Stalinismo e Hitler detestava Stalin.
  O Comunismo tinha como principal mentor Karl Marx, ele era judeu e Hitler odiava judeus.

  Mas o fato é que tanto Stalin quanto Hitler tinham as mesmas praticas totalitárias, tudo dentro do Estado, nada contra o Estado.
   Qualquer um que falasse contra alguma decisão do Governo era um “traidor da pátria” sujeito a muitas sanções inclusive a morte.

   Hitler permitia empresas privadas, mas elas tinham que estar “alinhadas” com o governo.

  Em escala menor Lula e Dilma são exemplos atuais disso:
  [A Lava Jato impediu que se tornasse maior.]

   “A companhia é essencialmente exportadora, com forte presença na China.
  Desde este episódio, o ex-presidente e sua sucessora, Dilma Rousseff, não se conformaram e fizeram de tudo para tirar Agnelli de seu posto.
  Como a Vale é uma empresa privada, eles não podiam muito a não se tentar convencer os fundos de pensão – que fazem parte do grupo de controle – a realizar uma troca de comando.
  A política só foi concretizada em abril de 2011, quando, então, o banco Bradesco, outro importante acionista, foi convencido pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, a compor o grupo de pressão.
  O escolhido foi Murilo Ferreira, um ex-diretor da própria Vale, onde havia trabalhado por 30 anos.
  Uma das credenciais para a decisão que selou a escolha de Ferreira pelo 'bloco governista' foi sua experiência durante as greves de trabalhadores na Inco, a então divisão da mineradora no Canadá.
  Dilma e sua equipe consideraram satisfatória sua atuação porque o executivo teria procurado "proteger" os interesses dos trabalhadores locais.”

  O falecido Roger Agneli foi sacado da direção da Vale porque fez o que tinha que fazer contrariando a vontade do deus (Hitler) Lula.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   A China comunista pratica um “Capitalismo de Estado”.
  Por isso aposto que a derrocada da China vai ser grande.

  Essa é uma aposta que eu ficaria muito satisfeito em perder.
  Com mais de 1 Bilhão de habitantes ver a China naufragar como todos os capitalismos de estado naufragaram me causa apreensão/medo.
  Espero que os chineses de alguma forma tenham aprendido com os erros dos outros e caminhem mais rapidamente para o Capitalismo “Normal” e a Democracia.
  É o que o Brasil tenta hoje a duras penas.
  A vantagem aqui é que nossa Democracia é bem melhor e nossa população bem menor.

  Não se deixem iludir, essa história de “Capitalismo de Estado” é mais um truque da Esquerda.

  Capitalismo prega baixa intervenção do Estado na economia.
  Liberalismo prega baixa intervenção do Estado na vida do cidadão.

  Qualquer corrente filosófica/ideológica/doutrinaria que pregue grande intervenção do Estado está sintonizada com planos de pensamentos do que convencionamos chamar de “Esquerda”.

  Eu sou de Direita, deixo claro que não tento mudar o pensamento de ninguém que prefere a Esquerda seja por ignorância ou por convicção.
 Meu interesse é reforçar os argumentos dos que igual eu preferem a Direita (claro, sem radicalismo).
  Mais que isso, quero influenciar os que ainda não tem uma opinião formada.
  Principalmente da nova geração que será o futuro da nação.
  Minha geração já foi estragada, a esquerda espertamente tomou conta de nossas escolas, ainda bem que hoje em dia temos a Internet.

Na Internet temos muita liberdade.
A intervenção do Estado é mínima.
Não estamos acima da lei, se praticarmos crimes seremos alcançados e punidos.
Há uma “igualdade possível” ... qualquer um pode defender qualquer ideia, é evidente que seu alcance será compatível com a audiência que conseguir.

  Na Internet os meios de produção de textos, vídeos, comentários ... estão nas suas mãos e você não é obrigado a estar alinhado ou desalinhado com nenhum Governo.

  A não ser que more em uma Republica “Democrática” Comunista 😄




  Capitalismo de Estado é uma denominação ilógica.
  É como Fogo Molhado, Água Seca, Prostituta Virgem ... Comunismo Democrático.
  ☛[Repense]


Anterior          COMENTAR        Próximo