segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Globonews Painel

  Globonews Painel é um programa que passa na TV a cabo, gosto de assistir por um motivo paradoxal.
  NÃO GOSTO do William Waack, o apresentador do programa.



  Não, não é nada pessoal, não sei nada da sua vida fora do programa.
  Não gosto da visão dele de mundo.
  Assisto justamente por isso, se ele parar de apresentar o programa talvez eu deixe de assistir.

  Waack é muito importante para mim, ele representa muito bem os “intelectuais do jornalismo”.
  Pessoas que cristalizaram conceitos da década de 70, no máximo 80, um mundo pré Internet.

  Um pensador falou da importância de conhecermos nossos inimigos então eu passo muito tempo lendo e assistindo pessoas que criticam duramente a Direita.

  “Conheces teu inimigo e conhece-te a ti mesmo; se tiveres cem combates a travar, cem vezes serás vitorioso.
  Se ignoras teu inimigo e conheces a ti mesmo, tuas chances de perder e de ganhar serão idênticas.
  Se ignoras ao mesmo tempo teu inimigo e a ti mesmo, só contarás teus combates por tuas derrotas.”
[Sun Tzu]     Repense
 
   Claro que “inimigo” é um termo muito forte para essa situação, considere uma força de expressão.

  Já ouvi várias vezes Waack dizer que os movimentos de esquerda no Brasil não tem nada a ver com a esquerda tradicional europeia.
  Muitos tem essa visão romântica do Marxismo/Socialismo.
  Esses jornalistas veem o socialismo como solução de alguma coisa e se essa solução não acontece eles dizem que os ideais de Marx foram distorcidos.
  A Direita, o Liberalismo Econômico, o Conservadorismo devem ser evitados.

“A Direita é xenófoba, retrógrada, populista, nacionalista.”

  Isso é o que boa parte dos intelectuais da mídia defendem sutilmente ou textualmente nos mais diversos meios de comunicação, jornais, rádios, revistas, TVs.

  No último Globonews Painel (26-11-16) Waack expressou sua decepção com as Redes Sociais.
  Segundo ele, a Internet está trazendo de volta tudo que há de mais retrogrado.
  Para ele a prova cabal disso é a saída da Inglaterra da União Europeia e a vitória de Trump.
  Waack chega a colocar em dúvida a qualidade da atual Democracia, para pessoas como Waack a Democracia só é boa quando confirma sua própria visão de mundo.

  Eu gostei da saída da Inglaterra e gostei da vitória de Trump, para Waack eu sou a “fezes” produzida pela Internet. 😄

  Eu me considero um pensador moderno.
  Felizmente Waack não me conhece, não conhece o inimigo ... isso facilita muito as coisas para mim.
  Pensadores iguais eu não teriam nenhuma voz se não fosse a Internet.
  Felizmente para nós a Internet está suplantando todos os outros meios de comunicação, para desespero dos intelectuais do jornalismo.  
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Eu digo que o Marxismo foi uma boa intenção que não deu certo.
  Era tão ruim em 1917 quanto é hoje.

  As nações que persistirem em ideologias de esquerda estão fadadas ao fracasso.
  Já disse e repito.
  Se nem judeus e alemães conseguiram fazer o Marxismo dar certo … percamos a esperança nessa ideologia.

 E aqui começa nossa meditação que é uma continuação do texto anterior.
 Os intelectuais do jornalismo afirmam que a Direita é contra a “Globalização”.

  Que tipo de Globalização um pensador de Direita igual eu espera?


  Primeiro cabe uma ressalva.
  Até pouco tempo não havia Direita no Brasil, os ideais de esquerda predominavam.
  Os poucos iguais eu que ousavam defender o Capitalismo eram execrados.
  Claramente a situação mudou.
  Mudou tanto que tenho encontrado muitos “anarcocapitalistas” pessoas que defendem o fim do Estado.

NÃO É MEU CASO.

  Eu defendo uma participação do Estado entre 20 e 30%.
  Para uma sociedade funcionar de maneira eficiente tem que ter instituições reguladoras fortes, em nenhuma meditação minha consegui tirar o Estado dessa equação.
  Dito isso...

  Gosto quando Trump fala em acordos bilaterais.

  Sou bem cético quanto a tratados como o Mercosul.
  Era uma boa idéia, merecia ser experimentada, foi experimentada, mas não deu certo.
  Embora vizinhos, países como Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai tem culturas e interesses bem diferentes.
  Coloca uma Venezuela nesse meio e a zona está feita.

  Como fazer acordos que sejam satisfatórios para tantos interesses!
  Brasil e Argentina podem fazer entre si acordos que não seriam interessantes com outros países.
  O mesmo vale para cada país do mundo, vizinhos ou separados por centenas de quilômetros.

  De repente o Brasil devido sua indústria aeronáutica pode fazer algum acordo com Israel que não tenha absolutamente nada a ver com o Paraguai, mas por alguma cláusula do Mercosul a burocracia trave a negociação.

  Então, SIM.
  Sou a favor da “Globalização comercial e industrial” respeitando a soberania dos povos para decidirem o acordo mais satisfatório para si e observo que acordos bilaterais são mais eficientes.


  NÃO sou radicalmente contra blocos de integração só não os vejo como algo indispensável.

  E a Globalização no sentido de abertura de fronteiras para imigração?

  Ela pode acontecer naturalmente entre CULTURAS COMPATÍVEIS.

  Não sei de grandes restrições impostas aos canadenses pelos americanos ou dos canadenses aos americanos quanto a imigração, porque?

  São culturas compatíveis democráticas, capitalistas com grande tolerância religiosa não há porque erguer muros.

  Australianos, alemães, japoneses, holandeses, noruegueses, ingleses … não é necessário grande controle de imigração entre esses países.

  Qualquer país pode fazer parte do primeiro mundo basta fazer o dever de casa e evoluir pra ele.
  Vamos a uma ilustração.

  Nasci muito pobre, demorou muito até eu conseguir comprar um carro, uma lata velha.
  Depois que comprei observei uma coisa interessante.
  As ofertas de carona aumentaram bastante!
  Carro velho já viu, vira e mexe está na oficina, mas sempre tinha alguém disposto até a desviar do caminho para me deixar em casa ou na oficina.
  Porque quando eu não tinha carro raramente me ofereciam carona e depois que eu comprei as ofertas dispararam?
  É a possibilidade da RECIPROCIDADE.

  Se um colega me dá carona quando meu carro está na oficina eu posso retribuir esse favor um dia que o dele estiver em manutenção.
  Se eu não tenho carro …

  O cálculo da reciprocidade é automático em nós, fazemos e nem percebemos.

  Você mulher tende a compartilhar mais roupas e objetos com a amiga que também tenha algo oferecer.
  Se sua amiga tem pouquíssimas roupas ... compartilhar as suas só se for por caridade.
  Se sua amiga tem bastante roupa, usa as suas, mas não te deixa usar as dela … não é uma amizade interessante a não ser que você seja masoquista.

  Voltando a geografia.

  O Reino Unido é uma união política de quatro "países constituintes": Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales.
  O governo é regido por um sistema parlamentar, cuja sede está localizada na cidade de Londres, a capital, e por uma monarquia constitucional que tem a rainha Isabel II como a chefe de Estado.

   Observem que a integração entre esses povos é natural, são culturalmente compatíveis quanto a Democracia, sistema econômico liberdades individuais.
  Não há necessidade de muros, cercas, vistos em passaporte.
  Agora coloca uma Turquia no meio ... não dá liga.
  E o que dizer de povos que vivem em eternos conflitos tribais e golpes de estado?

  William Waack e sua galera vivem mentalmente ao som de “Imagine” do marxista John Lennon.

  Cientificamente sabemos hoje que o Liberalismo Econômico é muito mais eficiente que o Comunismo.
  Então nós pensadores modernos deduzimos que um mundo sem muros deve ter por base dois consensos mínimos em comum.

1 – Regime Democrático de fato.

  República Parlamentarista ou Monarquia Parlamentarista
  Se vai ter um presidente ou primeiro ministro como chefe de Estado vai variar de acordo com a tradição de cada povo.
  O importante é eleições livres, voto facultativo, liberdade de imprensa, liberdade de expressão.

2 - Sistema econômico Capitalismo/Liberalismo.

  A esquerda prega uma intervenção máxima do Estado em tudo, isso empiricamente não traz bons resultados.
  A China só passou a ser relevante quando assimilou muito do Capitalismo do Ocidente.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Os muros irão caindo para os povos a medida que forem ficando mais “civilizados”.

  Quem quiser persistir em teocracias fundamentalistas, socialismo/comunismo, populismo, irresponsabilidade fiscal, guerras tribais. … que faça isso, mas é melhor ficar do outro lado do muro.

  Ninguém é obrigado a concordar que a Democracia e o Capitalismo de boa qualidade são bons caminhos a serem seguidos.
  Nenhum povo deve ser obrigado a aplicar ou aceitar esses conceitos.
 Só não venham invadir os povos que acreditam nesses conceitos.

 Se quisermos no futuro ter uma maior integração mundial precisamos filosofar mais sobre a cultura dos povos.
 Não adianta querer impor por decretos interações culturais díspares.

 Nós “conservadores” não estamos dizendo “não a globalização”, estamos observando que interações culturais tem um limite.
 Para eu é bem claro a superioridade do que convencionamos chamar de Direita.
 Os povos que optarem pela Democracia e Liberalismo Econômico ... tudo indica que construirão sociedades melhores ... segundo “minha” visão de mundo.

  Quem não gosta dos valores ocidentais ... que não migre para o Ocidente, cada primata no seu galho.

  Quem gosta dos valores ocidentais que tente implementar em seu próprio país, teremos um mundo com mais “turistas” e menos “imigrantes”.

  O melhor lugar do mundo tem que ser a “casa da gente”, no país que nascemos.

  Se isso não está acontecendo ... façamos acontecer.

  Esse pensamento moderno entra em sua mente?




  Texto Complementar:

  Direita Xenófoba!?

  CULTURA é o conjunto de ideias, comportamentos, símbolos e práticas sociais aprendidos de geração em geração por meio da vida em sociedade.

  NACIONALISMO é um conceito desenvolvido para a compreensão de um fenômeno típico do século XIX: a ascensão de um certo sentimento de pertencimento a uma cultura, a uma região, a uma língua e a um povo (ou, em alguns dos argumentos nacionalistas, a uma raça) específicos, tendo aparecido pela primeira vez na França comandada por Napoleão Bonaparte e nos Estados Unidos da América.

  A mídia tem dado uma conotação muito negativa ao Nacionalismo, mas o nacionalismo surgiu no Iluminismo e fez muito bem a sociedade.
  Nós basicamente nos organizamos em grandes tribos e demarcamos fronteiras.
  Isso foi uma consequência de nos organizarmos em republicas.


Anterior          COMENTAR        Próximo

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Defender o Indefensável!

  Nos meus debates vejo pessoas defendendo coisas indefensáveis, com uma convicção impressionante. 😱

  Vejam o caso da PEC 241.
  Ela basicamente limita os gastos do Governo ao que ele arrecada.
  Mas boa parte da população é contra.
  É como se alguém estivesse endividado no cartão de crédito e a solução que essas pessoas propõe é continuar gastando a espera que algum milagre aconteça e a dívida desapareça!

  “Oremos” pelo Rio de Janeiro , nossa Venezuela brasileira, nossa Grécia pós Olimpíadas...


IMIGRANTES ILEGAIS

  PESSOAS DEFENDEM O DIREITO DE QUALQUER UM INVADIR QUALQUER PAÍS!

  O país invadido não só tem obrigação de aceitar, mas também dar casa, comida, emprego, ensinar o idioma…

  Eu acredito que a ONU deve definir o que caracteriza uma nação em guerra.
  Concordamos que a Síria está em guerra, mas é uma guerra civil.
  São sírios contra sírios.
  Eles se deslocarem para países vizinhos é compreensível, mas ter um destino específico como Alemanha ou Inglaterra há centenas de quilômetros é algo questionável.

  Vejo na internet comparações entre esse deslocamento dos refugiados e a fuga de europeus na primeira e segunda guerra, para quem conhece história é uma comparação descabida.
  TODA EUROPA ESTAVA EM GUERRA.
  Além do mais era uma mão de obra muito qualificada.
  Para países como o Brasil foi excelente receber imigrantes com grande conhecimento de agricultura, indústria e comércio.
  Não me lembro de casos significativos de imigrantes europeus promovendo terrorismo em algum país.
  Não é preconceito puro e simples.
  A França se escancarou para imigração e hoje coleciona atentados.

  Imigrantes muçulmanos e suas culturas ineficientes se mantiveram em guetos de pobreza na França e culpam integralmente o país que os recebeu!

  Aqui no Brasil tivemos grande migração de italianos, alemães, holandeses, “japoneses” (sei que não são europeus, mas tem uma cultura admirável) ...onde eles se consolidaram podemos dizer que viraram elite.
  Não só no Brasil, mas no mundo.
  Para você não dizer que estou com algum ☛ complexo de vira lata atente para o fato que brasileiros também migraram para várias partes do mundo e se adequam bem as mais diversas culturas.

  Eu defendo que quando você vai para um país tem que se adaptar a cultura.
  Principalmente árabes e muçulmanos querem que o país se adapte à cultura deles!
  Se quisermos no futuro ter uma maior integração mundial precisamos filosofar mais sobre a cultura dos povos.
  Não adianta querer impor por decretos interações culturais díspares.

  “Para o cientista político francês Olivier Roy, especialista em islã, muitos dos jovens que se radicalizam na Europa não falam árabe, e sabem pouco do islã praticado por seus pais ou da cultura muçulmana.
  Alguns não conseguem se moldar à sociedade ocidental onde vivem e inventam um islã que se opõe ao Ocidente."
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   Estão martelando em nossas mentes que Donald Trump é contra a imigração.

  Ele é contra a imigração ILEGAL.
  Essas pessoas que se acham no direito de entrar ilegalmente no país dos outros.
  Alguns países estão em guerra civil e tribais.
  Ao invés de resolverem civilizadamente seus problemas a solução para eles é invadir países do primeiro mundo!!!

   Qual país da américa latina está em guerra que justifique invadir os Estados Unidos!?

  Mexicanos, brasileiros, venezuelanos ... latinos em geral.
  Querem morar no Estados Unidos?
  Façam um pedido a embaixada americana, se submetam a uma análise e aceitem a decisão deles de te aceitar ou não.

  Eles preferem pessoas com curso superior?
  Se forme em alguma coisa no seu país.

  Eles preferem pessoas que façam serviços mais braçais?
  Informe que está disposto a isso.

  A principal analise deles é se você vai ser economicamente viável e se não é fanático por alguma ideologia que resulte em conflitos.

  Pense pequeno.
  Estou com problemas na minha casa (corrupção, ineficiência administrativa, criminalidade), me recuso a enfrentá-los, a solução é eu invadir a casa do meu vizinho!
  Uma coisa é o vizinho me convidar outra coisa é eu “invadir as fronteiras”.
  Uma coisa é eu me oferecer para fazer algum serviço na casa do vizinho em troca de algum dinheiro.
  Outra coisa é eu, por conta própria, varrer a calçada dele e exigir um pagamento.
  Ou pior.
  Acreditar que o vizinho me deve alguma coisa porque teve uma infância melhor com pais mais ajuizados.

  Pensando grande ou pequeno como você consegue defender a imigração ilegal?
  Me dê argumentos.
  Opinião todos tem o que falta é ARGUMENTO.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  “A fé do Estado Islâmico impressiona.
   O Estado Islâmico está mudando o planeta inteiro, movendo montanhas de muçulmanos para a Europa e outros continentes, o resultado mais sensível foi a saída da Inglaterra da União Europeia e agora a impressionante vitória de Trump nos Estados Unidos.”
[Frank Hosaka no Face]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O que está mudando o mundo é a INTERNET.

  Mais e mais pessoas estão conhecendo história, fatos.

  Nós do “Ocidente” (Principalmente os Anglo Saxões) acreditávamos que uma vez em contato com a liberdade/democracia os “povos oprimidos” optariam por este modo de vida.

 Mas a HISTÓRIA, os FATOS mostram que muitos povos por algum motivo desconhecido gostam de viver com um Estado altamente interventor, algum “líder supremo”, alguma teocracia.

  Eu gostei da vitória de Trump e da saída da Inglaterra da união europeia.

  Povos Democráticos devem aceitar mais imigração ENTRE SI, com os outros ... respeito e comércio.

  Nós conservadores não estamos dizendo não a globalização, estamos observando que interações culturais tem um limite.

  Quem não gosta dos valores ocidentais ... que não migre para o Ocidente, cada primata no seu galho.

  Islâmicos, latinos, africanos só devem ser aceitos na imigração depois de rigorosíssima pesquisa e análise do indivíduo.

IMIGRANTES ILEGAIS DEVEM SER EXPULSOS.





Texto Complementar:

  “Nos EUA, 20% das famílias vivem com menos de dois dólares por pessoa por dia.
  Há uma epidemia de dengue, verminose, doença de Chagas em curso nos EUA.
  País da oportunidade?”
 [Post no G+]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Pesquisei e não encontrei uma fonte “confiável” para os números apresentados quanto a pobreza nesse grau que a postagem afirma.

  Quanto as doenças elas “voltaram” em alguns locais, principalmente onde há muitos IMIGRANTES.
  Os latinos com sua cultura ineficiente e sempre atrás de um Estado Paizão estão estragando os USA.
  [Brasileiros/Latinos são desleixados com o combate à dengue aqui e levam essa “cultura pra lá”.]

  Os Americanos deveriam se fechar mais, endurecer as leis de imigração.
 Se tem uma cultura que merece ser preservada é a anglo saxã.
 Observem os números da invasão:

   “O número de latinos dos EUA cresceu 43% na última década, quatro vezes mais que o conjunto da população do país, que aumentou 9,7%.
   Entre 2000 e 2010, a população total dos EUA cresceu 27,3 milhões de pessoas, sendo 15,2 milhões relativos ao contingente hispânico.” 

 Vou reduzir conceitos históricos complexos aos mínimos denominadores comum, o objetivo é que mesmo quem não se interessa por história consiga ter uma boa visão geral de certas forças que nos movem.
  Isso não está em nenhum livro, não perca tempo procurando, “Eu William” vou organizar, dar nome as coisas, para tentar me fazer entender.

  Força Anglo Saxã = Inglaterra e Alemanha, cultura do EU.

  Força Latina = França e Itália, cultura do NÓS




Anterior          COMENTAR        Próximo

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Reforma da Previdência

  Se o Governo quiser conseguir fazer uma necessária reforma da previdência NÃO pode mexer com direitos adquiridos ou expectativa de direitos.

  Isso vai fazer com que o Brasil demore para entrar nos eixos, mas o importante é estarmos indo para o caminho certo, uma previdência sustentável.
  Qualquer tentativa do Governo querer fazer caixa rápido será catastrófica.

  Quem tem expectativa de se aposentar daqui 10 anos não vai dar um tiro no próprio pé.
  Mesmo que o indivíduo compreenda muito bem a necessidade da reforma ficará revoltado por ser bem na vez dele.
  Esse indivíduo não é uma voz solitária ele tem apoio de amigos, familiares e a “verdade/justiça” está do seu lado.

  “A regra era assim, eu joguei pelas regras e agora mudam me prejudicando.” 😠

  Se eu fosse do Governo não mudaria em nada a APOSENTADORIA do servidor público que se aposente nos próximos 10 anos.
  Do funcionário da iniciativa privada não mexeria por 15 anos.
  Isso é para conseguir apoio da opinião pública, sem esse apoio é difícil mudar alguma coisa.
  As redes sociais irão se encher de depoimentos indignados, cria-se uma comoção social contra as reformas e a caca está feita.

  Claro que minha proposta é para o geralzão, o atacado.
  NÃO estou falando das aberrações em situações específicas, o varejo.

Aposentadoria é uma coisa pensão é outra.

Aposentadoria de políticos com 8 anos de serviço é uma aberração a parte, não sei como uma coisa dessas existe!

Aposentadoria compulsória de juízes que cometem crimes ou erros gravíssimos ... não gosto de escrever palavrões.

  O que não falta no Brasil são aberrações, não são esses “direitos” ou “expectativa de direitos” que estou a defender.
  Se isso ficou claro, sigamos adiante.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  E o brasileiro que for alcançado pela reforma?

  [Aquele indivíduo que está longe de se aposentar (mais de 10 anos) ou nem entrou no mercado de trabalho.]

1 - Para os que JÁ ESTÃO no mercado de trabalho.
  Uma regra simples e geral que eu “imagino” seria uma idade mínima de 60 anos.
  É evidente que isso é um “chutômetro”, não tenho acesso a dados suficientes para determinar a idade.

  A intenção desse texto é propor uma EVOLUÇÃO, caminhar na direção certa para uma previdência sustentável.

  Não gosto de REVOLUÇÕES, “caça às bruxas”, guinadas de 180 graus ... meu conhecimento de história desaconselha essas práticas.


2 - Quem ainda NÃO ENTROU no mercado de trabalho.
  Vamos supor que eu tenho 16 anos, consigo um emprego e sei que só me aposentarei aos 65 anos, são 49 anos de trabalho.
  Se eu tenho 20 são 45 anos de trabalho.

  PARA ESSA NOVA SITUAÇÃO É PRECISO UMA NOVA MENTALIDADE.

  A mentalidade que tem predominado é ver a aposentadoria como um tempo para “curtir a vida.”
  Começa lá pelo 52 e vai até quando Deus quiser.

  Observo que muitos nem querem tanto o descanso, o curtir a vida, querem mesmo é o dinheiro, o segunda salário bancado pela Previdência.
  É impressionante como tantos demonizam o Capitalismo, mas adoram ter dinheiro…

  Sabe de uma coisa jovem leitor?

  O melhor momento para curtir a vida é a juventude.
 
  Essa coisa de esperar até a aposentadoria para aproveitar a vida é coisa de mané.
  Dizer que a velhice é a “melhor idade” é mais uma daquelas imbecilidades do “politicamente correto”.

  No texto anterior escrevi que não gosto de fazer hora extra sabe porquê?

  Sei da importância do trabalho, mas gosto mais do tempo que passo fora dele.
  Nunca tive muito dinheiro então não pude curtir financeiramente a vida, grandes viagens, lugares de luxo, casa e carros maravilhosos.
  Mas vivi muitas experiências, li incontáveis livros porque era o que eu gostava de fazer.
  Não gosto mais de ler livros prefiro sites e vídeos na Internet.
  Minha principal atividade no tempo livre agora é escrever, é o que gosto de fazer.
 
  O período que o trabalho mais me consumiu foi quando tive um pequeno negócio, saía de casa ás sete e só voltava depois das vinte e duas horas, esse foi um motivo a mais para desistir daquilo.

  Meu conselho para quem for se aposentar só depois dos 65 e óbvio.
  Tem pessoas que gostam muito do que fazem, trabalhar é um grande prazer para elas … sorte delas
  Para você que não teve essa sorte…

  Não faça muita hora extra, evite empregos que te consumam muito tempo.
  Tire férias de 30 dias.
  Curta a vida a cada dia.
  Se gosta de dormir, durma.
  Gosta de música ouça, cante, dance.
  Gosta de comer coisas gostosas coma.
  Gosta de viajar, viaje.

  Quem deixa de aproveitar bons momentos na juventude em nome de curtir a vida na velhice faz uma aposta de altíssimo risco.

  Nem todos vivem até os 60 anos. Você pode se preparar para algo que nunca vai chegar.
  Acidentes e doenças mil podem cruzar o seu caminho.

  Mesmo que aos 60 você esteja com saúde dificilmente será aquela saúde dos 25 anos.
  Você não precisa chegar aos 60 para perceber isso, basta observar o que acontece a sua volta, é o que faço desde que me conheço por gente.
  Seu pai, mãe, tios, vizinhos …
  Quantas pessoas com mais de 60 você conhece que não reclama de nenhuma dor ou deficiência?
  É uma hipertensão aqui, diabete ali, coluna, reumatismo, remédios controlados …
  Na adolescência meus colegas não viam a hora de fazer 18 anos.
  Eu nunca tive pressa para envelhecer.
  Em geral a partir dos 30 anos nossa disposição física começa a reduzir, você pode observar isso cientificamente no atletismo.
  É difícil bater algum record depois dos 35.
  Jogadores de futebol com mais de 35 raramente são tão eficientes quanto eram aos 25.

  Se eu fosse definir uma “melhor idade” seria 25 anos.
  Nós já não somos tão ingênuos quanto na adolescência e estamos no ápice da nossa forma física.

  Essa década dos 20 aos 30, na minha opinião, é a de melhor “custo/benefício”.

  Uma vantagem depois dos 30 é que nosso cérebro pode permanecer afiado por muito tempo, ficar muito eficiente com as experiências acumuladas.
  Se você não tem algum azar genético ou prejudicou muito seu corpo pode ter uma saúde satisfatória pelo menos até os 60 anos.
 
  E esse é um bom momento para falarmos de dinheiro.
  Entenda que dinheiro sempre vai ser importante.

  É PRECISO DESENVOLVER O HÁBITO DE POUPAR DESDE CEDO OU PELO MENOS NÃO GASTAR MAIS DO QUE GANHA.

  Se não tem nenhuma herança se preocupe pelo menos em ter um imóvel próprio
  O resto é sorte … não ocorrer uma doença muito debilitante ou algum grande infortúnio financeiro.
  Tendo um cantinho agradável para morar, alguma renda para se alimentar bem e paz … considero uma velhice satisfatória.
  Se você é uma pessoa mais social faça parte de grupos do seu interesse, cultive amigos e conhecidos.
 
  Tem aquele ditado que eu NÃO gosto:

  “Viva como se não houvesse o amanhã.”

  Tem um ditado que eu gosto:

  “Viva cada dia como se fosse o último e provavelmente não terás muitos dias de vida.”

  Vamos a uma ilustração, elas são muito eficientes para fixar conceitos.

💋 Imagine que você está com seus 22 anos, solteiro, na festa de final de ano da empresa.
  Uma colega de trabalho um tanto chapada te dá a oportunidade de transar com ela no banheiro.
  Você é “vida louca”.
  Clau na mina.
  Caraca véio, você tem certeza que é tão maravilhoso que a garota só faz isso com você!?
  Tá, aproveita a oportunidade, mas coloca pelo menos uma camisinha.
  Porque correr o risco de uma gravidez indesejada, doença venérea ou algo complicadíssimo como AIDS?

  Outra situação:

  Com algum esforço conseguiu comprar a moto que tanto queria.
  Você se orgulha de não dirigir igual velho.
  De casa ao trabalho demoraria 30 minutos, mas você faz em 15.
  Hospitais e cemitérios estão cheios desses motoristas “jovens”.


  Minha sugestão é bem pragmática/matemática.
  A expectativa de vida no Brasil é de 75 anos.
  Viva, organize sua vida de acordo com essa expectativa, o que vier a mais “com saúde” é lucro.

  Estude, trabalhe, case, cuide da sua família, veja nascer os netos e recheie tudo isso com coisas que te dão prazer, mesmo que sejam pequenos prazeres.
  O que for inacessível … fazer o que … faz o que der.
  Todos gostaríamos de ser ricos, famosos, poderosos.
  Mesmo não conseguindo ser o “máximo” dá para viver bem se você não for muito “vida louca”.
  Eu sou um loser e vivo bem.

  Certa vez em uma aula de biologia a professora disse que todo músculo precisa de repouso.
  Aquilo me provocou uma pergunta.

  Professora, em que momento o coração descansa?

  Ela disse algo que jogou minha mente ainda mais no abismo, mas reconheço que foi uma excelente resposta.

  - O coração descansa entre uma batida e outra.

  Não podemos parar, mesmo dormindo, sonhamos, digeridos, respiramos …

  Entre uma obrigação e outra se permita algum prazer.




  “O segredo para ser infeliz é ter tempo livre para preocupar-se se é feliz ou não”.
 [Bernard Shaw]

  Quem fica sempre se perguntando se é feliz ou não vai sempre descobrir que NÃO!
  Sempre faltará alguma coisa.
  O tempo que ficou se perguntando poderia estar relaxando ou aproveitando o momento bom sem grandes preocupações.
  Eu sei que não sou feliz, não perco meu tempo me perguntando coisas que eu já sei.
  Porque não sou feliz?
  Porque sempre falta alguma coisa.
  Minha esposa está bem, minhas filhas estão bem, meu trabalho está bem… eu não sou ótimo então porque tudo a minha volta deveria estar ótimo!?

  A SATISFAÇÃO ESTÁ NA MORTE, O FIM DE TODOS NOSSOS DESEJOS E NECESSIDADES.

  É melhor que continuemos insatisfeitos até que surja uma idéia melhor… que morrer





Anterior          COMENTAR        Próximo 

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Jornada de Trabalho

  “Acredito que o melhor programa social é um emprego.”
[Ronald Reagan]


  Queria escolher um país onde a legislação trabalhista fosse muito eficiente [no meu ponto de vista] para servir de exemplo no Brasil.
  Não achei nenhum.
  Todos que analisei tem falhas terríveis.
  Nos Estados Unidos ocorre uma verdadeira colcha de retalhos cada estado tem sua própria regulamentação.
  Vou usar a Flórida como ponto de partida e vamos longe, muito longe.

  A Flórida não possui um regulamento em relação as horas extras, então obedece a lei federal.
  Não há limites para a quantidade de horas de trabalho que um empregador possa requerer de seu empregado.
  No entanto, após 40 horas semanais, o empregador deve pagar 50% a mais sobre o valor da hora para o empregado.
  Mas, se o funcionário não trabalhar mais de 40h por semana, mesmo que trabalhe mais que 8h num dia, que seria o normal, o empregador não precisa pagar o valor de hora extra.

  É mais ou menos a proposta atual do nosso governo.
  O que muda são os números.
  A proposta ao invés de 40 é 44 e o limite de horas extras são 4.
  Os americanos da Flórida fazem 40 horas semanais e o governo não intervém no limite de horas extras.
  A princípio um esquerdista vai sugerir uma exploração do trabalhador, mas na prática isso não ocorre.
    Se as condições de trabalho propostas não atendem ao interessado, basta ele procurar algo que lhe agrade.
  Um péssimo empregador terá dificuldades em conseguir boa mão de obra.
  Ele pode conseguir alguma coisa com os imigrantes ilegais que não raro se sujeitam a qualquer coisa.
  Prejudicam o equilíbrio de Mercado.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Os mal intencionados estão dizendo que a proposta do governo é 60 horas, não se deixe enganar.


  Não é 12 x 5

  São 44 horas semanais, com limite de 12 horas por dia.

  Se você por uma necessidade da empresa ou sua (precisa sair mais cedo no dia seguinte) trabalhar um dia 12 horas fica assim:

44 – 12 = 32

32/4 = 8

  Nos outros 4 dias da semana você trabalha 8 horas.
  [Lembre-se que 44/5 são “8,8 horas”, para você que faltou nessa aula de matemática entenda que são 8 horas e 48 minutos.]

Essa é a proposta.

Outro exemplo:

Se durante a semana por uma necessidade trabalhar 2 dias 12 horas.

44 – 24= 20

20/3 = 6,6

  Nos 3 dias restantes você trabalha 6,6 horas.
[6 horas e 36 minutos]

Qualquer coisa acima de 44 horas semanais entra como hora extra.

  SE EU FOSSE DEPUTADO PROPORIA 40 HORAS SEMANAIS COM LIMITE DE 20 HORAS EXTRAS.

  Já conheci muito trabalhador que adora hora extra ... nunca foi meu caso 😄
   Na Unicamp teve um corte de horas extras e foi uma choradeira danada.
  Houve o caso de um funcionário se cortar da barriga ao tórax em protesto contra o fim das horas extras … pelo menos foi o que chegou aos meus ouvidos pela rádio peão.
  O motivo oficial foi depressão.
  Uma depressão que “coincidentemente” se agravou com o corte de horas extras...
  Para eu não afetou em nada, sempre fugi de horas extras.
  Em toda minha vida profissional só fiz quando foi muito necessário.
  E aqui temos algo importante.

  AS LEIS TRABALHISTAS DEVEM TER A FLEXIBILIDADE QUE ACOMODE NOSSA DIVERSIDADE HUMANA, DEVEM SER NOSSA IMAGEM E SEMELHANÇA.

  Se você está em uma fase que quer trabalhar apenas meio período, (20 horas semanais) e tem alguém que queira lhe empregar com essa carga horária ... porque uma lei tem que proibir isso!?
  Por outro lado se você está necessitado de juntar algum capital e se dispõe a trabalhar 60 horas na semana porque algum governo se acha no direito de intervir?

  As 40 horas são só uma referência para os cálculos do governo e empresas.

  Em verdade eu proponho que qualquer fração entre 1 e 60 horas possa ser aplicada de acordo com o contrato de trabalho acertado entre as partes.
  Se uma função paga 500 reais semanais por 40 horas e pelo contrato você trabalhará 20 horas receberá 250 reais.
  Redução de horas, salário proporcional.
  Se pelo contrato você trabalhará 50 horas, 10 horas serão extras.
  O que acrescentaria cerca de 187 reais ao seu salário.
  Você só tem disponível 10 horas semanais? Receberá 125 reais.

  Liberdade para o acerto entre as partes com intervenção mínima do Governo.
  Em tempos de internet tudo fica ainda mais fascinante.
  Temos aplicativos para tantas coisas imagine as possibilidades com relação a trabalho.
  Você tem um restaurante e gostaria de um reforço de funcionários apenas no período do almoço
  Das 11 as 14 horas.
  Anuncie no aplicativo, acerte com os interessados.
  Tudo legalizado, tudo contribuindo para previdência e tempo de serviço.
  Ao invés da carteira profissional teríamos o “cartão de trabalho”.

  ENTENDA QUE QUANTO MAIS O GOVERNO CRIA LEIS DIFICULTANDO A DEMISSÃO CONCOMITANTEMENTE DIFICULTA A CONTRATAÇÃO FORMAL.

  O que vou escrever agora de certo provocará o ódio de muitos, mas uma grande aberração na nossa legislação é multar a empresa em 40% no caso de demissão.
  A intenção dessa lei é dificultar a demissão, mas entenda que na mesma medida dificulta a contratação.
  Sem contar que cria distorções terríveis nas relações de trabalho.
  Vamos ver duas.

 1- A pessoa gosta de uma empresa e está bem lá, mas por alguma dificuldade financeira começa a forçar a barra para ser demitida de olho no FGTS e na multa contratual.

  Isso aconteceu com minha esposa em uma fase mais ingênua dela, estávamos namorando e não entendi quando ela pediu para ser demitida de uma boa empresa.
  O resultado foi que torrou o dinheiro, não conseguiu outro emprego no mesmo nível e foi vender ovo de porta em porta.
 Depois conseguiu emprego em uma oficina de costura, trabalhava muito, ganhava por peça, sem carteira assinada.
  Cansada dessa vida recorreu à um padre milagreiro é sério, não é piada.
  Só sei que ela prometeu ao padre que se conseguisse um bom emprego o primeiro salário seria da igreja.
  O padre orou sobre a carteira dela, disse ter feito jejum e … no mesmo mês o trabalho formal apareceu em uma grande empresa,
 EMS Indústria Farmacêutica.

2 - A empresa está ruim das pernas, precisa demitir, mas não tem dinheiro para pagar a multa.

  Quando chega a esse ponto a empresa geralmente está deficitária, o faturamento não é suficiente para pagar fornecedores, impostos e salários.
  Enquanto consegue algum financiamento bancário vai se ENDIVIDANDO na esperança de dias melhores, se esses dias melhores não chegam ... fecha e dá calote em todo mundo.
  Não adianta acionar a justiça, o dinheiro não existe.
  Eu tive um restaurante, ele foi sugando todas as minhas economias, por 2 anos os dias melhores não vieram.
  Eu que não iria fazer empréstimos em bancos.
  Não dei calote em ninguém, tirando meu apartamento perdi tudo.
  Tive até que me desfazer de um Versalhes.
  Por sorte minha esposa tinha um bom emprego na EMS…



   Com uma legislação trabalhista como a nossa tudo fica muito distorcido/complicado.
  QUEM TEM JUÍZO tem medo de perder o emprego porque conseguir outro é difícil.
  As empresa tem medo de contratar.
  O cidadão tem uma boa ideia quer tentar abrir um negócio, mas as dificuldades são tantas, dá medo.

  Senhoras e senhores, nossa legislação trabalhista dá uma ilusão de segurança, mas o que observo na realidade por todos os lados é MEDO.

To be continued...


 “Trabalhar longas horas nunca foi sinônimo de produtividade.”

Anterior          COMENTAR        Próximo