segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Porque Desisti de Sérgio Moro

  “Não, jamais. Jamais (entraria para política).   
   Sou um homem de Justiça e, sem qualquer demérito, não sou um homem da política.
   Acho que a política é uma atividade importante, não tem nenhum demérito, muito pelo contrário, existe muito mérito em quem atua na política, mas eu sou um juiz, eu estou em outra realidade, outro tipo de trabalho, outro perfil.
  Então, não existe jamais esse risco.”
  [Sérgio Moro]

   Um colega tem uma estranha “solução” para nossos problemas atuais:
   PARAR O BRASIL.

  Ninguém vai trabalhar pelo menos por 15 dias.
  O objetivo é ferrar todos nossos Governantes, dar uma lição nos políticos.
  Escuto e leio muito esse tipo de coisa.
  Fiz algumas perguntas ao colega e ele se sentiu um tanto ofendido como se eu estivesse caçoando dele, o chamando de burro.

  Meditem comigo.
  Se pararmos de trabalhar paramos de produzir.
  Você vai na padaria e não tem pão.
  Vai abastecer o carro e não tem combustível.
  Seu filho precisa de leite, não tem.
  Basta caminhoneiros pararem para o desabastecimento ser generalizado.
 
  Em um desabastecimento generalizado quem você acha que vai “se ferrar” mais, o cara que ganha 1500 reais ou o que ganha 15 mil?

  Sei, sei, em um desabastecimento generalizado não adianta dinheiro se não tem o que comprar.
  Entretanto sabemos que não é bem assim, sempre aparecem produtos no mercado negro com preços bem maiores.
  Além do mais quem tem dinheiro sempre pode mudar para outro país legalmente.
  Quero dizer que se você é pobre igual eu quando a água bater no traseiro do vereador da sua cidade nós já morremos afogados faz tempo...

 Vamos além.
  Você deixou de trabalhar por 15 dias, suponhamos que seu patrão concordou com a paralisação.
  Ele vai pagar seu salário mesmo sem faturar por 15 dias?
  Se isso é incerto tenha certeza de uma coisa, os vereadores, deputados, chefes do executivo, generais, juízes, promotores, almirantes ... receberão seus salários normalmente.

  Fazer greves, manifestações é do jogo democrático, mas entenda que paralisar o país é uma medida extrema que dificilmente trará bons resultados o mais provável é CATÁSTROFE.

  PARALISAR O PAÍS PODE FORÇAR UMA INTERVENÇÃO MILITAR, TEM CERTEZA QUE É ISSO QUE VOCÊ QUER?

  Meu colega todo orgulhoso disse que desde 2003 não vota em ninguém.
  Se ele lavou as mãos porque tanta indignação?
  Se ele acredita que não tem jeito o resultado é o esperado ... não tem jeito.
  Se ele simplesmente não estava nem aí porque quer estar agora paralisando o país, porque acha que isso vai dar algum jeito?

  Meu colega, igual tantos brasileiros, demoniza a política de uma maneira extremamente infantil.

  Tenho prestado atenção nas entrevistas de Sérgio Moro e noto a mesma demonização da política.
  Ele faz alguma média com políticos por educação, mas deixa bem claro que não quer nada com esse meio.

  Sérgio é um indivíduo com excelentes chances de ocupar a Presidência, se ele gosta tanto do Brasil que lugar melhor para fazer a diferença?

  Mas ele não pensa assim, passa a impressão que política é algo sujo, uma doença infecciosa com a qual ele não quer se contaminar ... diz polidamente que “não tem perfil”, mas convocar a população como ele faz não é um ato político!?
  Tão parecido com todos os brasileiros que se dizem honestos e competentes...

  Sérgio quer melhorar o país através do judiciário, mas o judiciário apenas aplica às leis quem as faz é o legislativo, são os políticos. 
  Não dá para ter dúvida que quem realmente quer mudar uma nação para o bem ou para o mal o caminho é a POLÍTICA.

  Sérgio Moro não precisa nem abdicar da sua carreira de magistrado.
  Pode pegar uma licença por 4 ou 8 anos ... caso ainda haja reeleição e ele saia vencedor.
  Vejam que leis regem a sociedade a reeleição pode continuar ou ser cessada dependendo do clima político.
  Quem decide isso não é o judiciário ou as forças armadas.
  O Legislativo pode decidir pela redução da maioridade penal e até a pena de morte.
  O Legislativo pode fazer leis que facilitem ou dificultem o trabalho do judiciário, pode fazer leis que facilitem ou dificultem o trabalho das forças armadas.
  
  Cabe ao judiciário apenas aplicar as leis que os políticos (como representantes do povo) decidiram.

  É assim que deve ser, espero que até o final desse texto isso faça muito sentido em sua mente.

  Eu não tenho dúvidas do amor de Sérgio Moro pelo Brasil, imaginem toda pressão que ele sofreu e sofre por suas ações.
  Mas seu descaso com a Presidência denota um descaso com a política.
  Apesar de todo seu estudo não consegue ser muito melhor que meu colega que quer parar tudo.

Sérgio Moro quer judicializar tudo.

  Não percebe que nem isso ele pode fazer se os políticos ELEITOS não permitirem.

  [Destaquei o “eleitos” para entenderem que NÓS conferimos através do voto poder ao político]

  Vamos supor que o legislativo aprove uma lei que proíba juízes de dar entrevistas.
  É um “exemplo exagerado” para que todos possam entender.
  O que Sérgio Moro ou qualquer outro juiz pode fazer senão obedecer?
  É lei e cabe aos juízes aplicarem a lei.
  Isso pode ir parar no Supremo e aqueles “super juízes” declararem inconstitucional, mas não se esqueçam que os super juízes são indicados por políticos...

  No entanto depois que um Dias Toffoli consegue uma cadeira no Supremo ele se torna intocável.
  Nem o grupo de políticos que o indicou tem poder sobre ele.
  Vide o estrago que Joaquim Barbosa fez ao PT mesmo sendo indicado por Lula e políticos correligionários.
 
No poder Judiciário você não pode trocar/demitir um juiz, promotor, delegado...
  Nos Estados Unidos você ainda pode eleger o Xerife, aqui no Brasil nem isso.

Nas Forças armadas você não pode trocar/demitir um general, coronel, tenente, nem um simples sargento ou soldado.
  Eles ainda tem o monopólio das armas.
  Se você quiser tira-los do poder só com guerrilha, mas é bem difícil.
  Eles só saem quando decidirem sair.

😄 Com Prefeitos, Governadores, Deputados, Vereadores, Presidente é diferente, a cada 4 anos podem ser reavaliados e trocados.
  Os Senadores podem ficar por 8 anos eu reduziria esse mandato pelo menos para 6 anos.

  De qualquer forma, você que pede a militarização ou a Judicialização quer trocar pessoas no Poder que você pode demitir caso não te agradem por pessoas que só saem do Poder se quiserem!!

  “Esperto” hein!

  Meu amigo Platão tem algo a dizer:

  “O preço a pagar pela tua não participação na política é seres governado por quem é inferior.”

  Veja a Política como uma mulher extremamente sedutora, que pode conferir muito poder a pobres mortais.
  Nesse momento a Política está dando mole para Sérgio Moro, ele fica fazendo “ânus doce” ☻.
  Com tantos pretendentes logo ela se interessa por outro e Moro leva um “pé nas nádegas”.
  Você pode desprezar o poder, mas por vezes não pode evitar ser massacrado por ele.
  Mais cedo ou mais tarde um juiz de primeira instancia será “enquadrado”.
  Seus próprios pares podem ser seduzidos pela política, atraídos pelo poder que ela confere.
  (Nem sempre com as melhores intenções)






Debates/Comentários que provocaram a urgência desse texto:

Porque Sergio Moro não quer ser Presidente?

  A política está aberta para qualquer um, mas as pessoas que se dizem honestas não querem nada com a política, depois ficam reclamando do quê!?
   Quem tem chance de ocupar um cargo e tem popularidade para isso porque não faz?
  Me ajudem a decifrar esse enigma.
  Porque os membros do MBL (por exemplo) não se candidatam e tentam fazer melhor?

  Latinos:
  Acreditam nas forças armadas.
  Acreditam no quebra, quebra.
  Acreditam na volta de Jesus.

  E anulam o voto .... ou votam em pessoas sabidamente corruptas.


CUIDADO COM O EFEITO “MANADA”.
  Pare e PENSE.
  Não seja um mero papagaio da “maioria”.
  Não que a maioria esteja sempre errada, apenas entenda que ela não está sempre certa.

  Mais que isso, tudo tem seus prós e contras, NÃO EXISTE UMA LEI QUE AGRADE A TODO MUNDO.
  O próprio Sérgio Moro não vê tanto perigo no que foi aprovado, veja o que ele disse a pouco tempo:

  “No caso da Operação Lava Jato, o foco não tem sido propriamente no caixa 2 de campanhas eleitorais, mas no pagamento de propinas na forma de doações eleitorais registradas ou não registradas, ou seja, crime de corrupção.

  Então, embora a proposta represente aprimoramento da lei atual, NÃO TERÁ UM IMPACTO TÃO SIGNIFICATIVO NOS PROCESSOS.

 Sobre eventual proposta de anistia, creio que é prudente aguardar eventual formulação concreta antes de opinar.

 Seria impensável, porém, anistia de crimes de corrupção ou de lavagem.”


 ATENÇÃO: Anistiar crime de corrupção ou lavagem de dinheiro claro que SOU CONTRA!
 Um grupo tentou isso e já foi rechaçado.
 Por enquanto o que ficou na lei não tem nenhuma aberração e ainda está em discussão, todos devemos ☛ ficar atentos.

O momento pode até não ser o apropriado para a LEI DE ABUSO DE AUTORIDADE, mas me preocupa essa “santificação” do nosso poder judiciário.

  Temos um judiciário caro e ineficiente com funcionários que se comportam como deuses ou no mínimo brasileiros acima de todos os outros.
 
 “TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO MANTEVE, POR UNANIMIDADE, A DECISÃO DA JUÍZA ANDREA QUINTELLA, QUE CONDENOU A AGENTE DE TRÂNSITO LUCIANA SILVA TAMBURINI A PAGAR INDENIZAÇÃO DE R$ 5 MIL POR DANOS MORAIS AO MAGISTRADO JOÃO CARLOS DE SOUZA CORREA,
 Parado numa blitz da Lei Seca, em 2011, ele e se apresentou como juiz e Luciana, retrucou, dizendo "Você é juiz, mas não é Deus".

 “ALGUNS JUÍZES ACHAM MESMO QUE SÃO DEUS."
 [Ricardo Kotscho]

  O que observo é que nosso funcionalismo público deve passar por um pente fino em todos os 3 poderes.
  NÃO, o judiciário não é melhor que o Executivo e Legislativo.
  Meu próximo texto a ser publicado “tem” que ser sobre isso ... é urgente.

Eu acho a reeleição interessante para o regime presidencialista.

  Quatro anos é um bom tempo para o Presidente mostrar eficiência, se ele fizer isso ganha mais 4 anos, se não... substituímos por outro.
  Certas diretrizes demoram para ser consolidadas.

  4 anos é um bom tempo para percebermos que o(a) Presidente não correspondeu a nossa expectativas e dar-lhe um chute no traseiro.
  Por outro lado se a administração está aceitável boa, porque mexer no que está dando certo, qual a lógica!?

  No parlamentarismo há Primeiros Ministros que ficaram 10 anos no poder, a diferença é que eles podem ser substituídos praticamente a qualquer momento.
  Está dando certo ou pelo menos agradando a maioria vai ficando.
  Mas mesmo no parlamentarismo eu limitaria a 12 anos alguém ocupar o cargo de Primeiro Ministro e proibiria a recondução ao cargo.

  Dizem que acabar com a reeleição evita o uso da Máquina Estatal.
  Isso se faz com LEIS não precisa acabar com a reeleição.
  Todo partido quer se manter no poder, a Máquina Estatal irá ser usada do mesmo jeito.
  Dilma não pode concorrer a uma terceiro mandato, isso está na lei.
  Claro que ela vai usar a Máquina Estatal para eleger alguém de seu partido.
  A mesma coisa fará qualquer Prefeito, Governador, Presidente de qualquer partido.

  Um partido querer se manter no poder é do jogo democrático, por isso ele tem que tentar fazer uma boa administração e conquistar votos.

  O que temos que evitar é o ABUSO DO PODER.

  Precisamos de leis melhores e não o fim da reeleição que é uma ótima ferramenta tanto para dar continuidade a um bom projeto quanto para finalizar outro que não está agradando.



Você conhece algum país administrado por militares que deu certo?
    Eu NÃO.

  Muitos povos permanecem subdesenvolvidos justamente por desistir da Democracia.
  Os militares brasileiros deixaram uma dívida de mais de 1 trilhão.
  Fizeram um Governo de esquerda (intervenção máxima do Estado)
  Agora que está aflorando a Direita vamos desistir de tudo!?

  LATINOS SÃO MUITO PRECIPITADOS, NÃO TEM PACIÊNCIA PARA CONSTRUIR UMA SITUAÇÃO SATISFATÓRIA.

  Quem sabe a Internet traga mais paciência e sabedoria aos brasileiros.

NÃO SEI PORQUE CONFIAM TANTO NO EXÉRCITO E NÃO NO PRÓPRIO VOTO!

  2016 teve eleições, 2018 tem outra.
  Em 1964 era para o exército ficar até as próximas eleições (2 anos no máximo) e deu no que deu.
  Os deputados você tira pelo voto.
  SE O EXÉRCITO DECIDIR FICAR VOCÊ TIRA COMO!?
 ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Se esse “textão” não servir para despertar Sérgio Moro para a importância da política espero que desperte outros.

  Tenho esperança que esse “jamais” de Sérgio Moro seja reconsiderado.
  A lógica me diz que seria o melhor nome para 2018.

  Sérgio Moro tem ótimas chances de se eleger.
  É UM CHAMADO DA PÁTRIA.
  Ele é jovem fica 4 ou 8 anos e volta a sua carreira, até o salário é praticamente o mesmo.

Irão falar que é golpe?

O que eu posso dizer...

FODA-SE! 😄

(Desculpem, não gosto de usar termos chulos, mas não encontrei expressão melhor)


  Senão vamos para o plano B ... Bolsonaro


Anterior          COMENTAR        Próximo 
Postar um comentário