quarta-feira, 26 de abril de 2017

Plano Lula

“Os donos do capital incentivarão a classe trabalhadora a adquirir, cada vez mais, bens caros, casas e tecnologia, impulsionando cada vez mais ao caro endividamento, até que sua dívida se torne insuportável.” (1867)
 [Karl Marx]

  Lembrei de Lula dizendo que a solução é expandir o crédito para estimular o consumo.
  É o que ele pretende fazer se voltar a ser presidente.
  Lula é um “dono de capital”?



  Essa matéria de 2010 é bastante didática:

_________________________________________
  “AUMENTO DO CRÉDITO E DO CONSUMO SÃO HERANÇAS DE LULA.

  Governo aproveitou os anos dourados da economia mundial.

  Com medidas pontuais de facilitação do crédito, como a redução do compulsório (dinheiro que os bancos têm que deixar depositado nos bancos), o mercado foi inundado por reais.
   Há oito anos, o crédito disponibilizado em todo o país era de apenas R$ 380 bilhões.
   Hoje, o Brasil tem mais de R$ 1,6 trilhão circulando na economia em forma de empréstimo.

  Há também outra realidade que o governo tenta esconder.
  Para que o Brasil chegasse a esse nível de emprego, renda e consumo, foi necessário que o governo FHC fizesse reformas econômicas que propiciassem a estabilidade.
  Somado a essas reformas, há o que economistas já classificam como os “anos dourados da economia mundial”, período que se estende de 2003 a 2008, justamente o do mandato do presidente Lula.

  Nesse tempo, a economia mundial registrou uma média de crescimento de 5%, enquanto os países emergentes alcançaram até 7%.
  O Brasil ficou no meio termo: acima da média mundial, mas abaixo do que países com condições semelhantes conseguiram crescer.
_________________________________________ 

 Voltemos a Karl Marx ...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
 A pergunta que faria a Marx é:

  Quando a dívida se torna insuportável/impagável o que acontece?

  Como ele morreu eu mesmo terei que responder.

  Os donos do capital não conseguem mais vender, as empresas fecham, os empregos desaparecem, uma grande crise se instala.

1- Quem acumulou muito capital continua a viver bem.
(Lula)

2 - Quem teve juízo e não se endividou tem uma pequena queda no padrão, mas nada preocupante.
(Eu na crise atual)

3 - Tem os azarados, teve juízo, não se endividou, mas perdeu o emprego ou seu negócio faliu.
(Eu em outro momento)

4 - Finalmente temos os que se endividaram até o pescoço.
     Se continuam empregados o salário não é suficiente para honrar os compromissos, vivem por um bom tempo vendendo o almoço para comprar a janta.
  Se perderam o emprego ... lascou tudo.
 (Inúmeras pessoas que conheci)

  Marx faz tempestade em copo d’água sobre questões econômicas bem simples.

  “Os donos do capital incentivarão a classe trabalhadora a adquirir, cada vez mais, bens caros, casas e tecnologia.” - Marx

  Os empresários/empresas não devem incentivar a compra de seus produtos!?

  Vamos pensar pequeno.
  Você criou porcos para vender.

  Não deve ofertar seu produto as pessoas, exaltar suas qualidades!
😲

  Com uma ração melhor você criou alguns porcos diferenciados, com menos gordura, investiu mais nisso e naturalmente vai cobrar mais.

  Marx não quer que você melhore seu produto porque isso pode induzir mais pessoas a comprar!
😲

  Marx não admite técnicas de vendas, não admite propaganda/marketing, não admite que você melhore um produto se o objetivo for lucrar mais ou atrair novos clientes.
  Marx pregava que a mercadoria não pode enfeitiçar o indivíduo ...  [Repense]


 E a questão do endividamento?

“Impulsionando cada vez mais (o trabalhador) ao caro endividamento, até que sua dívida se torne insuportável.” - Marx


  Eu defendo que cada um deve fazer a parte que lhe cabe.
  O mal não está na indústria tentar produzir sempre um produto melhor.
  O mal está em você querer adquirir um serviço ou produto além das suas posses.

  Fazer poupança tudo bem.
  Se você quer muito o produto financiar algumas parcelas tudo bem.

  Gastar muito além de suas posses sem se importar com juros ... é uma falha individual.
  Ao invés de culpar bancos, indústria, comércio ... o cidadão tem que tentar se controlar, ser mais adulto/civilizado com sua prioridades.

  Sou contra políticas de Estado para aumentar o consumo com o objetivo de aquecer a economia.

  Por mim a economia ficaria sempre em fogo brando.
  As famílias comprando o que podem comprar.

  Nós naturalmente gostamos de consumir, não precisamos ser incentivados a isso.

  Você aumenta bastante as linhas de crédito as pessoas compram mais se endividando.
  Claro que esse endividamento tem um limite.
  Depois quem se endividou fica muito mais tempo sem comprar e acontece a crise.
  Sem contar que os juros encareceram o produto, o indivíduo pagou mais e comprou menos essa diferença só engordou o sistema financeiro.

  Vejam meu caso não me endivido.
  As coisas quebram na minha casa, vou repondo.
  Um sapato está muito gasto compro outro.
  Comprar comida é uma constante.
  Chuveiro, geladeira, colchão, fogão ... são coisas que mais cedo ou mais tarde precisam de reposição.

  O consumo não precisa de incentivo ele ocorre naturalmente.

  A diferença é que estou sempre comprando e sempre pagando.
  Com mais indivíduos iguais eu dificilmente vai haver um crescimento brusco da economia mas também não tem recuo/recessão.
  A economia sempre fica em fogo brando.

  Essa é a evolução econômica por qual a humanidade tem que passar.
  Vivemos por muito tempo em condições precárias, nos desenvolvemos tecnologicamente e agora a oferta de produtos é ilimitada ... nossas posses não.

  E a política?                  

  Os políticos eleitos são reflexo das pessoas que os elegem.

  Famílias honestas, trabalhadoras, equilibradas com os gastos ... irão votar em quem represente esse comportamento nas contas públicas.

  Se a maioria dos brasileiros são consumidores irracionais irão votar em políticos que facilitem esse consumismo ...

“até que a dívida pública se torne insuportável”

  Uma década de festança para duas décadas perdidas.

  Notem que a festança de Lula durou até estourar a “marolinha” em 2008.



  A partir de 2009 ele já tinha estourado todas as contas e passou a se socorrer nos Bancos.

  Você brasileiro que votou no PT foi fiador, claro que vai pagar a conta.
  Não fique triste.
  Imagine meu azar, não fui fiador, gritei contra tudo isso, e também vou pagar a conta.

  Ó dia, ó mês, ó ano ... ó azar.   


Anterior          COMENTAR        Próximo


---------------
  Sou a favor de sindicatos, REPRESENTANTES DE TODA E QUALQUER CATEGORIA PROFISSIONAL.

  O problema é que na América Latina sindicatos são REPRESENTANTES DA IDEOLOGIA SOCIALISTA.
  Para eles a estatização generalizada ou intervenção máxima do Estado na economia é a solução de todos os problemas.

  Detestam dogmaticamente qualquer coisa que soe a capitalismo (chamam de neoliberalismo).
  Detestam empresas e empresários (chamam de “donos do capital)

  O “engraçado” é que vemos muitos querendo ir para Inglaterra, Alemanha, Estados Unidos ... esses lugares infernais dominados por capitalistas.

  Não vejo refugiados brigando para entrar em Cuba, Coreia do Norte, China...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

“Os donos do capital incentivarão a classe trabalhadora a adquirir, cada vez mais, bens caros, casas e tecnologia, impulsionando cada vez mais ao caro endividamento, até que sua dívida se torne insuportável.” (1867)
 [Karl Marx]

  Lembrei de Lula dizendo que a solução é expandir o crédito para estimular o consumo.
  É o que ele pretende fazer se voltar a ser presidente.
  Lula é um “dono de capital”?





 #Sindicatos

domingo, 9 de abril de 2017

Quilombos

OPINIÃO todo mundo tem o que falta é ARGUMENTAÇÃO.
[William Robson]

___________________________________________
  “Quilombolas é uma designação comum aos escravos refugiados em quilombos, ou descendentes de escravos negros cujos antepassados no período da escravidão fugiram dos engenhos de cana-de-açúcar, fazendas e pequenas propriedades onde executavam diversos trabalhos braçais para formar pequenos vilarejos chamados de quilombos.
  Mais de duas mil comunidades quilombolas espalhadas pelo território brasileiro mantêm-se vivas e atuantes, LUTANDO PELO DIREITO DE PROPRIEDADE de suas terras consagrado pela Constituição Federal desde 1988.
____________________________________________  

  É preciso debater a extensão desse “direito a propriedade”.
  Se uma família ocupa há décadas uma propriedade, não importa a cor, podemos regularizar essa propriedade.

  Usucapião é um modo de aquisição da propriedade e ou de qualquer direito real que se dá pela posse prolongada da coisa, de acordo com os requisitos legais, sendo também denominada de prescrição aquisitiva.

  Demarcar uma região onde só negros possam morar ... para eu é uma proposta pra lá de indecente.
  Sou Capitalista defendo que qualquer propriedade a venda possa ser adquirida por qualquer cidadão que disponha de capital para compra-la, independente de opção sexual, crença ou descrença, cor da pele, se tem raízes indígenas ou não, se gosta do comunismo ou do capitalismo.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

   “O principal instrumento normativo que regulamenta os procedimentos administrativos para o reconhecimento dos direitos constitucionais das comunidades quilombolas é o Decreto 4887/2003, fruto de amplos debates ocorridos no início do governo Lula.
  Pelo decreto, as comunidades quilombolas são “grupos étnico-raciais, SEGUNDO CRITÉRIOS DE AUTO-ATRIBUIÇÃO, COM TRAJETÓRIA HISTÓRICA PRÓPRIA, DOTADOS DE RELAÇÕES TERRITORIAIS ESPECÍFICAS, com presunção de ancestralidade negra relacionada com a resistência à opressão histórica sofrida” (art. 2º).
[Carta Capital]
__________________________________

  Entendeu?
  Um grupo pode se auto declarar descendente de escravos e ter quase uma “nação a parte”.
  Por conta de uma “opressão histórica sofrida”.
  Você acha realmente que o “Brasil” tem alguma dívida com “afrodescendentes”.
  Porque segundo essa lei os afrodescendentes ... tem TRAJETÓRIA HISTÓRICA PRÓPRIA, DOTADOS DE RELAÇÕES TERRITORIAIS ESPECÍFICAS.

  Quilombolas (e indígenas) não são brasileiros!?

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   “Para que o Incra inicie os trabalhos em determinada comunidade, ela deve apresentar a Certidão de Registro no Cadastro Geral de Remanescentes de Comunidades de Quilombos, emitida pela Fundação Cultural Palmares.
  A primeira parte dos trabalhos do Incra consiste na elaboração de um estudo da área, destinado à confecção do Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID) do território. Uma segunda etapa é a de recepção, análise e julgamento de eventuais contestações.
  Aprovado em definitivo esse relatório, o Incra publica uma portaria de reconhecimento que declara os limites do território quilombola.


  A fase seguinte do processo administrativo corresponde à regularização fundiária, COM DESINTRUSÃO DE OCUPANTES NÃO QUILOMBOLAS MEDIANTE DESAPROPRIAÇÃO E/OU PAGAMENTO DE INDENIZAÇÃO E DEMARCAÇÃO DO TERRITÓRIO.
__________________________________

  Entendeu?
  Se uma área for demarcada como propriedade quilombola, quem não for quilombola tem que desocupa-la.
  É considerado invasor, mesmo que more ali há décadas ou tenha pago pela propriedade.
  Aquela região fica uma propriedade exclusiva para descendentes de escravos, uma nação a parte do Brasil.
  Você como brasileiro não tem direito a adquirir uma propriedade naquele local.
  Não consigo defender uma coisa dessas ...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Conheça a verdade, que a verdade o liberte.

____________________________________
  “Você não entendeu a importância no conceito político que teve o Quilombo de Palmares”
[Comentarista no G+]          
___________________________________


   "No Quilombo dos Palmares havia uma hierarquia entre os integrantes que dividia os negros em servos e reis, SISTEMA QUE JÁ ERA ADOTADO NA ÁFRICA pelo mesmo povo.
  O próprio Zumbi era um chefe e tinha SEUS ESCRAVOS."

  Observem que nem todos os negros se conformavam com a condição de escravos o que é natural, eu não me conformaria.
  Se você ler a Bíblia verá que o sistema escravocrata é bem antigo.
  O povo de Israel ficou escravo no Egito muitos se conformaram outros buscaram a libertação preferindo até vagar pelo deserto.

  Em Palmares ficou claro que negros eram favoráveis ao sistema escravocrata.

  Os quilombolas queriam um país só deles?
  O que há de novo nisso!?
  O Sul do Brasil vive querendo a separação do “resto do Brasil”?
 
  Nossos professores (livros escritos por eles) super valorizam a importância dos Quilombos.
  ROMANCEIAM os fatos.

  [Para eu quilombos são mais uma curiosidade histórica como a guerra dos canudos ou os farroupilhas]

  Em que os quilombos se diferenciavam de outras organizações sociais da época!?

  ME MOSTREM UMA GRANDE CONTRIBUIÇÃO CULTURAL, ECONOMIA, POLÍTICA QUE MARCOU A HUMANIDADE OU O BRASIL E CHEGOU ATÉ NOSSO DIAS, graças aos quilombolas.

  Sou fã dos gregos eles nos despertaram para Democracia.
  Sou fã dos romanos eles nos despertaram para leis, direitos e deveres.
  Sou fã dos Anglo saxões eles desenvolveram sociedades muito eficientes.

  Não podemos nem dizer que os quilombos foram importantes para fim do ☛ sistema escravocrata no Brasil.







Anterior          COMENTAR        Próximo 



  “QUILOMBOLAS é uma designação comum aos escravos refugiados em quilombos, ou descendentes de escravos negros cujos antepassados no período da escravidão fugiram dos engenhos de cana-de-açúcar, fazendas e pequenas propriedades onde executavam diversos trabalhos braçais para formar pequenos vilarejos chamados de quilombos.
  Mais de duas mil comunidades quilombolas espalhadas pelo território brasileiro mantêm-se vivas e atuantes, LUTANDO PELO DIREITO DE PROPRIEDADE de suas terras consagrado pela Constituição Federal desde 1988.
[Wikipédia]
____________________________________________ 

  É preciso debater a extensão desse “direito a propriedade”.
  Se uma família ocupa há décadas uma propriedade, não importa a cor, podemos regularizar essa propriedade.
 .
  Usucapião é um modo de aquisição da propriedade e ou de qualquer direito real que se dá pela posse prolongada da coisa, de acordo com os requisitos legais, sendo também denominada de prescrição aquisitiva.
 .
  DEMARCAR UMA REGIÃO ONDE SÓ NEGROS POSSAM MORAR ... PARA EU É UMA PROPOSTA PRA LÁ DE INDECENTE.
.
  Sou Capitalista defendo que qualquer propriedade a venda possa ser adquirida por qualquer cidadão que disponha de capital para compra-la, independente de opção sexual, crença ou descrença, cor da pele, se tem raízes indígenas ou não, se gosta do comunismo ou do capitalismo.
.


#Direitos