quinta-feira, 1 de junho de 2017

Fim do Casamento

  “Ser capaz de resistir ao ódio é a primeira lição para quem aspira ao poder.”
 [Sêneca]

  Lembro de certa vez que conversando com uma colega de trabalho senti o extremo ódio que tinha do ex-marido.

👩 -  Meu casamento foi a pior decisão que tomei na vida, 12 anos de pura perda de tempo.

🤴 -  Você se lembra de como o conheceu?

  Por alguns minutos ela voltou ao passado e lembrou de quanto o amou e desejou, brigando e desafiando até seus pais.

🤴-  Se sentiria melhor se não tivesse casado com ele?

👩 - Na época acho que preferia ter morrido.

🤴 – Ninguém casa apostando no fim do casamento, me parece que seu “ódio” é por não ter dado certo como você imaginou.
   Foi você mesma que decidiu acabar com o casamento, então porque alimentar o ódio!?

  Naquele breve instante ela conseguiu perceber o quanto aquele sentimento era insano, sem razão de ser e que só lhe fazia mal.
  Eles tentaram, era para dar certo, mas não deu. 😩

  A vida não é filme, eu acredito que no dia seguinte ela acordou com o mesmo ódio de “não ter dado certo como ela imaginou.”
  Nós em geral somos assim.

  Entender que um sentimento faz mal ao ouvir uma frase, conselho, palestra é fácil, mas elimina-lo é complicado.

  Entretanto não devemos desistir de tentar colocar em pratica o que nos parece mais lógico/sensato.

“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.”

 
   Ser capaz de resistir ao ódio é a primeira lição para quem aspira ao poder ... sobre si mesmo.

  Um bom complemento para o pensamento de Sêneca.





    Em 2014 ocorreram 341 mil divórcios contra 1,1 milhão de casamentos.
    Separações não tem como serem apuradas.
    De qualquer forma fica claro que o fim do seu casamento não é algo impensável.
    Tente o melhor que puder, se não der certo ... tente não ter ódio.

Anterior          COMENTAR        Próximo 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------