segunda-feira, 31 de julho de 2017

Manifesto Comunista

  “A Liga dos Justos passou a chamar Liga Comunista e seu lema mudou de:
 “Todos os homens são irmãos” para “Trabalhadores do mundo, uni-vos!”.

  


  Qual o conceito de trabalhador?

   TRABALHADOR é todo aquele que, em troca de algum tipo de remuneração, desenvolve algum tipo de trabalho, quer seja de forma independente e por conta própria, quer seja integrado numa organização e sob as ordens desta.

  Eu e minha esposa somos trabalhadores, minha filha de 17 anos também, vamos nos unir contra a de 14 que ainda não trabalha?

  Marx era contra a empresa privada, em uma correlação ilógica desconsiderava proprietários de empresas como trabalhadores.

  Aqui em frente de casa tem a padaria Donatella.
  O dono e sua esposa trabalham pra dedéu, mas por empregarem outras pessoas (umas 5), pela ótica marxistas, não são trabalhadores.

  Minha esposa trabalha na Pirelli, de certo manter uma empresa desse porte deve exigir muito de seus administradores, mas segundo Marx eles não são trabalhadores são exploradores.

 LIGA DOS JUSTOS, uma união de trabalhadores fundada em 1836 por artesão alemães emigrados na Inglaterra.

  Observem, NÃO foi Marx que conscientizou operários da indústria a se mobilizarem por melhores condições de trabalho.
  Marx e Engels foram os responsáveis por contaminar esse movimento com uma ideologia que fez mais mal do que bem.
  Subverteram o conceito de trabalhador.
  Reduziram tudo a “explorados e exploradores” e colocaram rótulos.

  Explorados = Trabalhadores
  Exploradores = Burguesia

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Manifesto Comunista:

 “O Comunismo é compreendido como o resultado final da força da história, o sistema que substituirá o Capitalismo.”

  A frase de abertura deste panfleto demonstra o impacto que pretendia causar e que causa até hoje:

  “A história de toda sociedade até os nossos dias é a história da luta de classes”
 (MARX, ENGELS, 2009, pg. 23)

 O Manifesto do Partido Comunista é uma leitura chata, enfadonha, publicada em 1848 o qual esquerdistas tem como uma Bíblia sagrada.
  Seus autores foram Karl Marx e Friedrich Engels.

  Com a Revolução Industrial as pessoas começaram a deixar o campo para morar nas cidades.
  Não foram obrigadas a isso, simplesmente constataram que o trabalho na indústria era menos ruim que no campo e rendia mais dinheiro.

  Lembrem-se que o trabalho na lavoura era de Sol a Sol, o que em média da 12 horas.
  [Sem direito a férias ou descanso semanal remunerado.]
  A indústria manteve a carga horária que já existia.

  De qualquer forma, a Liga dos Justos [que passou a chamar Liga Comunista com a chegada de Marx e Engels] conseguiu através de negociações reduzir a jornada de trabalho para 10 horas.
  No campo político conquistou o voto "universal". (Só para homens)

  O que os comunistas querem que nós pensemos?
  Que devemos toda e qualquer conquista social/trabalhista a luta deles lá por volta de 1860.

  O que eu penso?
  Que graças a Revolução Industrial o operário ganhou muita força e pode negociar melhores condições de trabalho.
  Entretanto, a melhora das condições só foram possíveis com o grande aumento da produtividade proporcionada pelo Capitalismo.

  A ideologia marxista era totalmente dispensável nesse processo.

  Todo seu discurso sobre luta de classes é uma baboseira sem tamanho.
  Nada impede alguém de trabalhar por conta própria, montar uma empresa, contratar funcionários.
  Se sou balconista da lanchonete sou trabalhador, se com muito esforço montei uma lanchonete sou rotulado de explorador!?

  A Revolução Industrial revolucionou também o Comércio.
  Nas mais diferente empresas surgiu aquele profissional melhor remunerado, por ter maior conhecimento técnico, talento para alguma atividade ou ocupar cargo de chefia.
  O cara não era dono de empresa, mas tinha um bom ou ótimo salário.
  Os comunistas sentiram a necessidade de tornar esse tipo de cidadão também inimigo e assim foi feito.
  Isso cria uma situação tragicômica.

  Toda e qualquer pessoa que tiver mais “dinheiro” que você é sua inimiga social. (Tragédia)

  Você é inimigo social de toda e qualquer pessoa que tenha menos dinheiro que você. (Comédia)

  Para acabar com a "exploração do homem pelo homem", “tudo tem que ser de todos”, “ninguém pode ter mais ou menos que outro”.
  Após vencida a luta de classes, o Manifesto Comunista propõe a abolição da propriedade.
  A minha pergunta é:

  Como abolimos os talentos individuais (ou falta deles)?

  De repente meu irmão é uma pessoa trabalhadora que se mantem sóbria e eu sou um bebum que não paro em emprego algum.
  Qual a solução mágica para resolver essa situação?
  Estudo, “educação”, isso em algum momento da história eliminou todos os tipos de vícios/compulsões?
  Será que os comunistas que estiverem no Governo não criarão nenhum privilégio para eles mesmos?
  Vimos esse comportamento “santo” sempre que comunistas chegaram ao poder?

  Você sabia que a ideologia Comunista é TRANSNACIONAL?

   Um eufemismo para propor o fim das fronteiras entre os países, um mundo onde todos os operários estariam Unidos em um só ideal ... o de Marx.
  Comandados por quem?
  O ditador de plantão, Lenin, Stalin, Fidel, Mao...

  Quem teve mais sucesso em impor essa ideologia foram os russos que derrubaram fronteiras e criaram a União Soviética.

  O estágio final do Comunismo é a ausência de governos.
  Um mundo só de camponeses e operários sem propriedade privada, sem chefes/patrões, sem fronteiras, sem classes sociais, todos unidos fraternalmente.

  O mundo Comunista sonhado por Marx é o paraíso das Testemunhas de Jeová ... sem Jeová.


😄   😆


------------------------------------------------------------------ 

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Resumo da Ópera

👨 “É (William), você deve ter razão, são mais de 500 anos de dominação esquerdista.”
[Comentarista Irônico no G+]           
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Os termos "esquerda" e "direita" apareceram durante a Revolução Francesa de 1789, quando os membros da Assembleia Nacional dividiam-se em partidários do rei à direita do presidente e simpatizantes da revolução à sua esquerda.

 Um deputado, o Barão de Gauville explicou:

 "Nós começamos a reconhecer uns aos outros: aqueles que eram leais a religião e ao rei, ficaram sentados à direita, de modo a evitar os gritos, os juramentos e indecências que tinham rédea livre no lado oposto."

  Antigamente (a grosso modo) podemos dizer que Direita era quem estava no poder (partido ou monarca) e esquerda era quem almejava o poder.

  Direita = Situação

  Esquerda = Oposição

  Conceitualmente quem chegava ao poder virava automaticamente Direita/situação.
  Quem cedia o lugar automaticamente virava Esquerda/oposição.

  Avançando no tempo:

  Os marxistas por décadas foram oposição/esquerda.
  Era um pensamento novo, O Capital de Marx foi publicado em 1867.
  Quando os Marxistas/Comunistas chegaram ao poder na Rússia em 1917 deveriam “conceitualmente” ser Direita/Situação, entretanto se recusaram a seguir o conceito tradicional (francês) do termo e continuaram se dizendo “de esquerda”.

  A partir da Revolução Russa “Esquerda” passou a ser sinônimo do Comunismo/Marxismo.

  Sobrou para “Direita” (que se opunha ao Marxismo) ser conceitualmente a denominação do Liberalismo Econômico.(Capitalismo)

  Ficamos com as seguintes equações.
  (Simplificando ao máximo)

Esquerda = Marxismo = Estado Máximo

Direita = Liberalismo Econômico = Estado Mínimo

 O Brasil desde de sua “descoberta” até 1889 viveu uma Monarquia Absolutista, nesse regime o Estado é o Rei e todos somos seus súditos, algo bem próximo de “estado máximo”.

  Com a Republica veio aquela inevitável instabilidade das transições.
  Mas “EU” não consigo identificar uma fase duradoura de Liberalismo Econômico no Brasil.

  Sempre houve uma forte intervenção do Estado em tudo.
  Tivemos Getúlio Vargas que foi um “Mussolini Light”.

  “Talvez” Juscelino Kubitschek pudesse ter um perfil mais a Direita, porem foram só 5 anos de governo, não dá para bater o martelo nesse sentido.

  Depois veio Jânio Quadros (um fanfarrão) em seguida o Regime Militar com seu estado máximo, senhor de tudo.


  Com o fim da ditadura militar houve a inevitável instabilidade da transição.
  Nossa Constituição de 1988 teve enorme influência dos políticos esquerdistas que tinham sido exilados pelos militares.

  José Sarney praticou o congelamento de preços, algo impensável para alguém de Direita.

  Collor confiscou a poupança, algo impensável para alguém de Direita.

  Essas ações são intervenções máximas do Estado na Economia.

  Fernando Henrique é um esquerdista de raiz, fez algumas privatizações:

A Vale (do Rio Doce) tem muitos donos.

  “O Conselho de Administração da Vale é controlado pela Valepar S.A, que detém 53,3% do capital votante da Vale (33,6% do capital total).
  Por sua vez a constituição acionária da Valepar é a seguinte: Litel/Litela (fundos de investimentos administrados pela Previ) com 49% das ações, Bradespar com 17,4%, Mitsui com 15%, BNDESpar com 9,5%, Elétron (Opportunity) com 0,03%. “
[Wikipédia]

  A PREVI é da Estatal Banco do Brasil.
  BNDESpar é da Estatal BNDES.

  Veja que a tão cantada privatização da Vale feita por FHC foi bem meia boca, o Governo manda lá e muito.
  Porque?
  PSDB é partido de ESQUERDA.

  Depois do PSDB veio o PT que dispensa comentários.

  Para dizer que o Brasil teve governo duradouro de Direita ... temos que esquecer toda história registrada desde a Revolução Francesa e viver em um mundo de sonhos, fantasias e INEFICIÊNCIA.




---------------------------------------------------------------------------------------
    A PARTIR DA REVOLUÇÃO RUSSA “ESQUERDA” PASSOU A SER SINÔNIMO DO COMUNISMO/MARXISMO.
.
  Sobrou para “Direita” (que se opunha ao Marxismo) ser conceitualmente a denominação do Liberalismo Econômico.
  
  Ficamos com as seguintes equações.
  (Simplificando ao máximo)

Esquerda = Marxismo = Estado Máximo

Direita = Liberalismo Econômico = Estado Mínimo

 O Brasil desde de sua “descoberta” até 1889 viveu uma Monarquia Absolutista, nesse regime o Estado é o Rei e todos somos seus súditos, algo bem próximo de “estado máximo”.

  Com a Republica veio aquela inevitável instabilidade das transições.
  Mas “EU” não consigo identificar uma fase duradoura de Liberalismo Econômico no Brasil.

  Sempre houve uma forte intervenção do Estado em tudo.
  Tivemos Getúlio Vargas que foi um “Mussolini Light”.

  “Talvez” Juscelino Kubitschek pudesse ter um perfil mais a Direita, porem foram só 5 anos de governo, não dá para bater o martelo nesse sentido.

  Depois veio Jânio Quadros (um fanfarrão) em seguida o Regime Militar com seu estado máximo, senhor de tudo.

  Éramos súditos dos generais.

  Com o fim da ditadura militar houve a inevitável instabilidade da transição.
  Nossa Constituição de 1988 teve enorme influência dos políticos esquerdistas que tinham sido exilados pelos militares.

  José Sarney praticou o congelamento de preços, algo impensável para alguém de Direita.

  Collor confiscou a poupança, algo impensável para alguém de Direita.

  Essas ações são intervenções máximas do Estado na Economia.

  Fernando Henrique é um esquerdista de raiz, fez algumas privatizações:

A Vale (do Rio Doce) tem muitos donos.

  “O Conselho de Administração da Vale é controlado pela Valepar S.A, que detém 53,3% do capital votante da Vale (33,6% do capital total).
  Por sua vez a constituição acionária da Valepar é a seguinte: Litel/Litela (fundos de investimentos administrados pela Previ) com 49% das ações, Bradespar com 17,4%, Mitsui com 15%, BNDESpar com 9,5%, Elétron (Opportunity) com 0,03%. “
[Wikipédia]

  A PREVI é da Estatal Banco do Brasil.
  BNDESpar é da Estatal BNDES.

  Veja que a tão cantada privatização da Vale feita por FHC foi bem meia boca, o Governo manda lá e muito.
  Porque?
  PSDB é partido de ESQUERDA.

  Depois do PSDB veio o PT que dispensa comentários ...

https://terapiadalogica.blogspot.com.br/2017/07/resumo-da-opera.html
_____________________

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Geraldo Alckmin

  Em meio toda crise que atingiu o Brasil, São Paulo funciona razoavelmente bem.

  Não tenho muitas críticas sobre a administração do estado de SP.
  Não me arrependo de ter votado em Geraldo Alckmin ... diante dos que concorreram com ele nas últimas eleições.

  Salários em dia.

  Segurança boa, se comparado com outros estados.

  Educação ... temos uma falha ideológica a nível nacional.

  Saúde, o SUS precisa de melhor adequação, entretanto um único estado da federação não tem muita força nessa esfera.
  As adequações são para Presidência da República e Congresso Nacional.

 Alckmin foi muito criticado durante a crise hídrica, mas convenhamos, foi uma seca histórica muito fora dos padrões.
  O governador e todos nós de São Paulo enfrentamos o problema muito bem.
  Obras estão sendo feitas, se voltar a ocorrer a seca prolongada estaremos melhor preparados.

  Outra grande crítica é o valor dos pedágios, esse realmente precisa de melhores explicações ou mudança do método.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Geraldo Alckmin Presidente?

  A análise não é tão simples. ​​
  Não sou isento quanto a ideologias, me declaro centro direita.

  Como no Brasil não identifico políticos de direita o jeito por enquanto é me contentar com os que são menos a esquerda.
  Geraldo é aquele centrão fisiológico tipo PMDB.

  Meu maior receio é que a esquerda ou centro esquerda volte ao poder.  

  Quase que inevitavelmente teremos segundo turno, só apostaria em um nome para ganhar com margem de segurança (talvez até em primeiro turno), Sérgio Moro.

  Do lado esquerdista destaco 3 “nesse momento”.
  Ciro Gomes, Marina Silva e Lula.

  Considero arriscado o confronto de Geraldo com qualquer um deles.
  Não estou apostando que Geraldo perderia com certeza, mas a margem de segurança é mínima não gosto desse tipo de aposta.

  [Jair Bolsonaro não ganharia no primeiro turno, mas em um confronto contra os esquerdistas teríamos uma margem de segurança mais razoável.]

  Qual o problema com Geraldo?

  Muitos, vou falar dos 2 principais.

1 - PSDB.
  É um partido de esquerda então não consegue atrair simpatia do número crescente de pessoas que estão se interessando pela direita.
  Como fez algumas tímidas privatizações durante o governo FHC é detestado também pela esquerda.

   O PSDB hoje é um partido sem identidade rachado em 3 vertentes.
  Serra, Aécio e Geraldo.

  Serra e Aécio estão queimados com as denúncias da Lava Jato, poderiam se afastar em favor de Geraldo, mas sabemos que não irão fazer isso.

  E Fernando Henrique?

  Fernando poderia ter modernizado seus conceitos, vindo para centro direita, mas por suas declarações vai em direção oposta.

  “FHC faz apelo para PT e PSDB somarem forças contra o avanço Conservador e a Direita.”

   Fernando tem enorme orgulho de suas raízes esquerdistas, com a idade poderia ter mudado de opinião como tantos, mas se mantem fiel a essa ideologia.
  Prefere o PT no poder do que algum avanço do pensamento capitalista ou conservador.

  Geraldo Alckmin não é aquele político que desperta paixões, um grande orador, uma personalidade cativante.
  Em seu próprio partido terá mais fogo amigo que qualquer outra coisa.
  A lógica/bom senso me diz que é uma aposta pra lá de arriscada.


2 -  Desejo de limpeza geral na política.
  Por boa parte dos cidadãos ... espero que seja a maioria.

  O governo Alckmin teve dois grandes escândalos, dos trens e da merenda.

  “Procurador denuncia ex-diretores da CPTM e mais 7 do cartel de trens em São Paulo.”

  Quando alguém consegue crescer nas pesquisas eleitorais é normal que os adversários promovam uma devassa atrás de “podres”.
  Aquele caso suspeito que saiu dos noticiários, ficou meio esquecido, pode voltar com toda força provocando novas investigações e ações na justiça.
  A máfia do metrô será o calcanhar de Aquiles do candidato Geraldo.

  Suponhamos que Geraldo esteja totalmente limpo nessa história toda, nem caixa 2 de campanha teve. 😆
 (Calma gente, é só uma hipótese)

  Mesmo assim, se alguém muito próximo do governador estiver envolvido ... ninguém aguenta mais esse papo de “eu não sabia de nada.”
  Isso não funciona mais nem para Dilma e Lula.

  “Espero” que a maioria dos brasileiros não queiram mais eleger pessoas tão desligadas das equipes que elas mesmas montam.

  Ninguém é vidente, todos nós estamos sujeitos a fazer uma má escolha.
  Mas vejam o caso do Petrolão, são muitas más escolhas e infinitos indícios de irregularidades.
  Na hipótese remota que Lula e Dilma estejam totalmente limpos ... porque reconduzir essa gente “ingênua/desligada” ao poder!?

  O metrô é uma obra cara e importante.
  O que Geraldo estava fazendo que não acompanhou tudo de perto!?
  Relegou isso ao terceiro ou quarto escalão!?

  Alstom, Siemens e todo cartel envolvido ficarão satisfeitos em voltar aos noticiários negativamente?
  (Ou serão mais um “fogo amigo” contra Geraldo?)

  Isso serve para qualquer “candidato a candidato”.
  Se você crescer nas pesquisas todos os holofotes da mídia se voltarão pra você.

  Em tempos de Internet não adianta ser “amigo” de uma ou duas TVs abertas, amigo de algum dono de jornal ou revista.

  Toda e qualquer notícia vai se espalhar como rastilho de pólvora.
  Não se trata de “perseguição”, se você fica popular vira “celebridade” é natural que estampe manchetes.
  Quem tem “esqueletos dentro do armário” é prudente mantê-lo fechado.

  O candidato tem que estar ciente que não é só ele que vai para berlinda, são todos seus amigos (ou cúmplices), sua família será afetada, depois não adianta ficar chorando em rede nacional.

  Você esposa ou esposo que está apoiando seu cônjuge a ser Presidente ou Governador é melhor pensar muito bem se suporta uma devassa em sua vida ... é o que vai ocorrer.
  O mesmo serve para os amigos próximos.

  A vida do candidato vai ficar mais exposta que no BBB.
  Seu comportamento, propriedades, atividades dos filhos, círculo de amizades da esposa, amantes, troca-troca na infância ... 😆

  Quer se candidatar, está seguro do que fez e não fez?
  Vai em frente, depois não reclama se sua vida virar um inferno e só sobrar dívidas de campanha ou mandato de prisão.

  Ter amigos no STF ajuda ...








----------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 15 de julho de 2017

Moral da História

  “Se ficarmos debatendo eternamente, as gerações passam e continuaremos subdesenvolvidos, deitados eternamente em berço esplêndido.”
[William Robson]





  Na adolescência me encantei com um livro que emprestei da biblioteca municipal o nome era Contos da Carochinha.
  Eram narrativas que me absorviam e no final tinha uma moral da história.
  Vou resumir uma do jeito que lembro.

  Estavam conversando na beira do lago o peixe, coelho e corvo.
  Cada um exaltava sua principal habilidade. ​​
  O peixe falava de como nadava bem, o coelho de como corria e o corvo de como voava.
  Um pato estava por ali e botou a maior banca.

  “Eu corro, nado e voo.”

  Nesse momento eles percebem que um urso faminto avança velozmente.
  O peixe afunda no lago, o coelho corre, o corvo voa.
  O pato demora a decidir o que fazer; é melhor nadar, voar ou correr?
  O pato morreu, o urso o pegou.

  Moral da história:

  É melhor ficar muito bom em uma coisa que mediano em várias.

  A vida não é exata, nada garante o sucesso ou “fracasso”.
  No caso do colega pato ele é mais eficiente voando, deveria ter feito isso.
  Aplicando essa “lição de moral” na vida real podemos pensar em profissão.
 Se ficar muito bom em uma profissão pode se destacar nela, ganhar bem, comandar.
 Se ficar mediano em várias vai ganhar mediano e será comandado por alguém que se destaque.

 A provocação vem agora:

  Em um Blog de Filosofia estou apontando como falha alguém pensar antes de agir!?
 (Foi o que o pato fez.)
 
“Os vícios são o enlouquecimento das virtudes.”

  Pensar/meditar sem dúvida é uma virtude, mas em excesso vira um vício danoso.
  Existem situações de grande risco que a melhor resposta é o instinto ... mas esse texto é para falar do “urso” indecisão.

  Esse conto da carochinha me voltou a mente durante os debates da reforma trabalhista em nosso Congresso Nacional.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Sempre que surge um tema importante no Congresso tem a turma que nunca está satisfeita com quanto o projeto já foi discutido.

  O projeto de lei está no Congresso há anos, passou por várias comissões e nunca é o bastante.
  O caso da reforma trabalhista deve nos servir de exemplo para reforma da previdência e outras.

  Muitos parlamentares sempre querem mais debate.
  O tempo vai passando e nada é aprovado, concordam que precisa de mudança, mas por excesso de zelo não mudam nada.

  Eu admiro o indivíduo que tem um posicionamento e durante o debate muda de opinião diante de um argumento melhor.

  Admiro igualmente o que tem uma boa opinião/sugestão e defende bem seus argumentos.

  O indivíduo desagradável é aquele que não se posiciona, fica em uma eterna dúvida sempre querendo mais debate, mais estudos, mais análises ...

  Concordamos que nosso IDH é baixo, que com a riqueza que temos vivemos muito aquém de nossas possibilidades, concordamos que há muito o que melhorar então ... VAMOS ÀS REFORMAS!
  Se posicione nesse sentido.
  Lembremos que em “termos de legislação” nada é definitivo.
  As leis servem por um tempo, por uma situação, se a situação muda ... mudamos a lei.

  Para não virar zona, uma permanente insegurança jurídica, temos que pensar bastante em cada projeto de lei, mas não indefinidamente.
 
  Um exemplo prático.

  Quais as consequências do projeto de terceirização do jeito que está atualmente?

  Na teoria esperamos uma melhora acentuada da empregabilidade.
  Se reduzirmos em 50% nossa alta taxa de informalidade será um grande feito.
  Por outro lado temos que acompanhar se não haverá uma grande precarização do trabalho.

  Quero dizer que se houver necessidade de aperfeiçoamento na lei pode ser feito.
  Há pessoas (empresário ou funcionário) que sempre estão procurando brechas para burlar a lei e ter alguma vantagem, combater isso é uma luta constante.

  Pagamos bem aos Congressistas para isso mesmo, adequar às leis as nossas necessidades e possibilidades.

  “Direito” não é uma palavra mágica que faz dinheiro surgir do nada.

  Você quer dar o DIREITO de pessoas com mais de 60 anos NÃO pagar Imposto de Renda?
  Você entende que quem paga IR é porque tem uma boa renda?

  Esse projeto beneficia funcionários públicos estatutários que se aposentam com salário integral, mais um belo benefício para eles.
  Beneficia também aquele profissional bem sucedido que se deu bem financeiramente na vida.
  Nada contra essas pessoas, todos somos povo, se conquistaram uma boa posição na vida parabéns a elas!

  O fato é que iremos isentar do pagamento de impostos pessoas que continuarão a usar toda infraestrutura do Estado, podem pagar impostos, mas simplesmente porque completaram 60 anos concedemos esse “direito”.

 Depois dos 60 a vida continua, o pagamento de impostos também.

  Isenção só para quem tem BAIXA RENDA.

  (Não importa idade, sexo, cor, preferência sexual, se é servidor público ou funcionário da iniciativa privada)


▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Para não virar zona, uma permanente “insegurança jurídica”, temos que pensar bastante em cada projeto de lei mas NÃO indefinidamente.

  Quando engenheiros pensam em um novo carro, mesmo usando os mais sofisticados programas de computadores, é preciso fazer um protótipo físico, não dá para apostar tudo no virtual.
  Mesmo depois de tudo testado e aprovado sempre temos notícias de Recall/defeitos de fabricação/falhas no projeto.
  Os carros modernos tem avanços espetaculares alguns nem precisam de motoristas.
  Já pensou se os engenheiros ficassem debatendo eternamente sem fazer protótipos, sem colocar o modelo no mercado?

  Com nossas necessárias reformas o processo é semelhante.
  Debatemos bastante, NÃO para sempre.
  Chegamos a um bom termo aplicamos a lei, depois tem os Recalls.

  A grande vantagem do nosso tempo é a INTERNET.
  As redes sociais sem dúvida são nosso melhor instrumento de debates.
  Quem não se inteirou das principais propostas da reforma trabalhista é porque não quer ... e tem esse direito.

  O Brasil precisa de reformas, vamos faze-las, olhar o que está dando certo em outros países.
  Nunca iremos conseguir sistemas perfeitos.

  Se ficarmos debatendo eternamente, as gerações passam e continuaremos subdesenvolvidos, deitados eternamente em berço esplêndido.

(Desperdício de um território tão maravilhoso 😩)

  



  Podemos ser uma Austrália Latina, precisamos caminhar para Direita.

  A Austrália 😆 é o 5º país com maior Liberalismo Econômico o Brasil é o 118


Austrália caminha para novo recorde de 25 anos sem recessão.

------------------------------------------------------------------------------------------------


quarta-feira, 5 de julho de 2017

Lulismo - Petismo

    FHC faz apelo para PT e PSDB somarem forças contra o avanço Conservador e a Direita.


  FHC tem enorme orgulho de suas raízes esquerdistas, com a idade poderia ter mudado de opinião como tantos, mas se mantem fiel a essa ideologia.
  Prefere o PT no poder do que algum avanço do pensamento de direita ou conservador.
[William Robson]

 
  Ninguém gosta de passar por dificuldades, porém elas acontecem e precisamos buscar soluções.
  Vejam a atual situação política do Brasil, são tantas dificuldades que fica difícil apontar um caminho.
   Vou tentar dar uma direção às pessoas de bom senso ... espero que sejam a maioria dos brasileiros.

  Você cansou de PT, PMDB e PSDB?
  (Só para ficarmos nos maiores partidos)

  Entendo seu cansaço, mas entendo também que partidos são só siglas.
  Para concorrer a um cargo político o indivíduo tem que se filiar a uma sigla/partido.
 [No Brasil não é possível candidatura independente]

  Se você gosta de um candidato tente esquecer a sopinha de letras.   
  Se quer concorrer às eleições filie-se a algum partido.

  A proposta de alguns de extinguir partidos é algo sem pé nem cabeça, o partido se extingue por si só se não tiver filiados. ​​
  Se os filiados se mantiverem unidos e só mudarem as letras da sigla ... não muda nada.

  O PSOL é uma dissidência do PT, entretanto a ideologia esquerdista é a mesma.
  Os políticos que foram para o PSOL e REDE “talvez” sejam menos sujeitos a corrupção do que os que permaneceram no PT, uma vez que a dissidência ocorreu na época do Mensalão, foi um ato de indignação.
  Mas como o amigo Confúcio dizia:

  “Só conhecemos o verdadeiro caráter de um homem quando ele chega ao poder.”

  Como ninguém tem “bola de cristal” é aconselhável meditar bastante antes de dar poder a um indivíduo ou grupo.

  Não entendo essa falta de paciência para esperar as próximas eleições! 😱

  Ao invés de aproveitarmos o momento para debates, escolhermos os melhores “candidatos a candidatos” ... queremos “rodar a baiana, dar barraco.”

  O exército fechará o congresso pura e simplesmente ou prenderá sem julgamento todos os “citados” na lava jato?
  Em que moldes e quando ocorrerá a próxima eleição?
  Duvido que seja antes de 2018.
  Vamos trocar um processo que está certo e perto por outro totalmente duvidoso!?


   Estava conversando com um colega que conheço faz anos e sempre defendeu o Comunismo.
   Na última conversa com ele fiquei surpreso ao ouvir:

  “Não sou comunista sou petista.”

  Tem coisas que são difíceis de explicar, mas  não podem ser negadas ou ignoradas.
  Aqui no Brasil temos esse fenômeno do Lulismo/Petismo.
  É uma paixão/fé.
  O Petismo virou uma “religião/doutrina”.
  Traçando um paralelo com o catolicismo ficaria assim:

  Lula, claro que é deus.
 (Acima de tudo e de todos até da lei)

  Zé Dirceu é Jesus.
(Sacrificado pelo partido)

  Dilma é Nossa Senhora.
(Uma santa tirada do poder por um golpe)

  Os petista admitem que o Plano Real  foi fundamental para a melhora da economia brasileira.

  Admitem que as melhores reformas na Educação foram promovidas por Paulo Renato no governo FHC.

  Admitem que o Bolsa Família nada mais é que uma mudança de nome do Bolsa Escola.

  Admitem que sem a grande reforma promovida pelo PROER a crise de 2008 poderia ter arrasado muito mais nossa economia.

  Admitem que a corrupção aumentou bastante embora Dilma e Lula não soubessem de nada.
  
  Gostemos ou não fica bem claro que as grandes reformas estruturais sociais e econômicas quem fez foi o PSDB.

  Lula teve sorte de pegar um país melhor estruturado em uma época de grande crescimento econômico mundial até 2008.
  Ao entenderem isso a maioria dos brasileiros perceberam a grande ilusão que foi o governo petista por isso Dilma caiu.
  Os que ainda defendem o PT só podem ser explicados por uma paixão irracional.
  De qualquer forma eles NÃO são poucos.

  Em termos de partido/sigla o PT ainda é o mais forte.

  Extingui-lo (como pregam alguns) seria uma aberração inominável em um regime democrático.

  Não encontramos eleitores fiéis a outros partidos.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O PSDB “poderia ter sido” um rival do PT.

  No Brasil poderíamos ter algo parecido com Estados Unidos onde Democratas e Republicanos se revezam no poder.
  Entretanto o PSDB baixou a cabeça diante da popularidade de Lula, talvez porque seja difícil um partido de esquerda fazer oposição a outro partido de esquerda.
  Em dado momento o PSDB ficou com vergonha de FHC, vergonha das reformas que promoveu.
  Vejam o caso emblemático do Bolsa Família, os políticos do PSDB se calaram diante da apropriação do programa por Lula.

  De repente, a ideia de abrir uma conta bancaria para famílias pobres e transferir renda parece ter saído da mente do deus Lula.
  Inclusive é essa versão da história que chegou ao exterior, por isso a fama internacional do petista.

  “Lula o pai dos pobres” ... com os programas do governo anterior e o dinheiro dos nossos impostos 😩

  E o que falar do próprio FHC?
  Ele foi um dos últimos a defender o impeachment de Dilma, só o fez quando já eram favas contadas.
  FHC tem enorme orgulho de suas raízes esquerdistas, com a idade poderia ter mudado de opinião como tantos, mas se mantem fiel a essa ideologia.
  Prefere o PT no poder do que algum avanço do pensamento de direita ou conservador.

 Por motivos óbvios NÃO dá para se apaixonar pelo PSDB, principalmente para quem simpatiza com a Direita.
  O PSDB consegue também NÃO agradar a esquerda uma vez que promoveu algumas privatizações.

  Para encurtar a história pulemos para o Aécio Neves.
  Ele vem de uma família de posses.
  É senador.

  “Cada um dos 81 senadores recebem um salário bruto de R$ 33.763, valor instituído por Renan Calheiros.
  Porém, os documentos do Senado Federal indicam 91 senadores ativos, explicando que 10 deles estão afastados e/ou de licença do cargo, com seus respectivos suplentes exercendo a função legislativa.   
  Hoje, portanto, 91 parlamentares recebem essa renda-base.
  Somente os salários dos senadores geram R$ 3.072.433,00 de despesa aos cofres públicos todo mês.
  O salário de um senador é o mesmo recebido por um deputado federal, mas superior ao recebido pelo Presidente da República, pelo vice-presidente e pelos Ministros de Estado, que ganham R$ 30.934,70 mensais.
  Esse valor salarial coloca os senadores brasileiros entre os parlamentares mais bem pagos do planeta.”

  Mesmo tendo um bom patrimônio familiar e polpudo salário de senador (mais mordomias) Aécio aceitou dinheiro de Joesley!
  Aécio disse que era para pagar advogados, depois venda da casa da mãe. 😱
  Aécio, no Brasil existe petismo, NÃO existe “psdbismo”.

  Petista vota em um candidato pelo simples fato dele ser do “time” PT.
  Isso não ocorre em nenhum outro partido, nem no já tradicional PMDB.
  Aécio acha que ainda pode ser presidente eu acredito que ele não consegue nem se reeleger senador.

  E aqui chegamos na essência dessa análise política.

  Embora o petismo seja ainda muito forte não tem votos para eleger prefeitos, governadores, senadores, presidente.

  Como os outros partidos não tem eleitores fiéis terão que apresentar candidatos muito confiáveis.
  PDT, PSD, PV, PP, PR, PSB, PTB ... não adianta indicar/apoiar um nome ficha suja que não vai rolar.

  O PSDB pode ferrar muito com o país.
  Por incrível que pareça, mais uma vez o PSDB é indiretamente o principal apoiador de Lula.
  Se os caras insistirem com Aécio, Serra, Alckmin ...  irão deixar o eleitor sem opção.
  Eleitores em massa anulando os votos favorece e muito o petismo.

  Devemos nos preparar para mais essa grande armação das esquerdas.

 Nada contra os socialistas, estratégias fazem parte do jogo.

 Nós capitalistas é que precisamos fazer a parte que nos cabe, traçarmos estratégias diante dos cenários apresentados.

  Por enquanto a melhor estratégia é fortalecer a candidatura de Bolsonaro.

  Pelo menos ele está fora do grupo PT/PMDB/PSDB.
  Se queremos fazer uma “limpeza” por enquanto não temos outra opção.

  No entanto sabemos que ele é limitado, não é o candidato dos sonhos da direita.
  Nem um partido definido ele tem.

  Nossa outra frente de batalha deve ser prestigiar o


  Vote 30

   Nas próximas eleições estou pensando em candidatos desse partido.
  Acredito que todos os simpatizantes da “Direita” deveriam fazer o mesmo, precisamos unir forças.

  Vamos trazer nomes novos para a política e que simpatizem com a economia de Mercado.
 
  Nas próxima eleição vamos combater fogo com fogo.

  O candidato é do Partido Novo, tem ficha limpa, votemos nele.

  É preferível experimentar um desconhecido “José da Silva Souza” que persistir com os já conhecidos Renan, Aécio, Mercadante, Lindberg ...

  Acredito que o sonho da Direita para esse momento seria:



Sérgio Moro Presidente, isso seria muito bom, um NOVO TEMPO


No novo tempo, apesar dos castigos
Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
Pra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
Da força mais bruta, da noite que assusta, estamos na luta
Pra sobreviver.

Pra que nossa ESPERANÇA seja mais que a vingança
Seja sempre UM CAMINHO QUE SE DEIXA DE HERANÇA.



 


---------------------------------------------------------------------------------------